Braço-direito de Bolsonaro sai da Secretaria-Geral para assumir o TCU

Jorge Oliveira havia sido indicado para o TCU ainda em outubro deste ano, quando também teve seu nome aprovado pelo Senado

Presidente Jair Bolsonaro e ministro Jorge Oliveira durante cerimônia no Palácio do Planalto 24/06/2020 - Foto: REUTERS/Adriano Machado

Jornal GGN – Um dos braços direitos de Jair Bolsonaro no governo, Jorge Oliveira sai da Secretaria-Geral da Presidência para assumir um cargo como ministro do TCU (Tribunal de Contas da União).

A exoneração foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (31). Ele havia sido indicado para o TCU ainda em outubro deste ano, quando também teve seu nome aprovado pelo Senado.

Um dos ministros mais próximos do mandatário, chegando a ser cotado para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), Oliveira, Oliveira assume oficialmente a cadeira no Tribunal de Contas, órgão responsável por fiscalizar os gastos públicos.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora