Lista de convocados a depor por tentativa de golpe inclui Bolsonaro, Anderson Torres, Augusto Heleno, Braga Netto e mais; confira

Ana Gabriela Sales
Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.
[email protected]

A previsão é para que Bolsonaro preste esclarecimentos nesta quinta-feira (22)

Ex-presidente Jair Bolsonaro faz gesto para pedir calma com as mãos durante discurso.
Foto: Divulgação/PR

A Polícia Federal (PF) intimou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) a prestar depoimento no âmbito da investigação que apura o plano de golpe de membros do antigo governo e militares, que culminou na invasão criminosa da sede dos Três Poderes, em Brasília, no dia 8 de janeiro de 2023. 

A previsão é para que Bolsonaro preste esclarecimentos nesta quinta-feira (22). Ontem (19), inclusive, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, negou um pedido da defesa do ex-presidente para adiar a oitiva, uma vez que o investigado “não tem razão” ao afirmar que não lhe foi garantido o acesso integral aos autos, “bem como, não lhe compete escolher a data e horário de seu interrogatório”.

Além de Bolsonaro, ex-membros do alto escalão de seu governo investigados na suposta trama golpista foram intimados. Alguns deles, no mesmo dia, na sede da PF em Brasília. Confira a lista:

  • Jair Bolsonaro, ex-presidente 
  • General Augusto Heleno, ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) 
  • Walter Souza Braga Netto, ex-ministro-chefe da Casa Civil 
  • Anderson Torres, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública e então secretário de Segurança Pública do Distrito Federal no dia da invasão golpista
  • Paulo Sérgio Nogueira, ex-ministro da Defesa
  • Valdemar Costa Neto, presidente nacional do PL, o partido de Bolsonaro
  • Almirante Almir Garnier, ex-comandante da Marinha
  • Coronel Marcelo Costa Câmara, ex-assessor de Bolsonaro
  • Tércio Arnaldo, ex-assessor de Bolsonaro
  • Mário Fernandes, ex-ministro-substituto da Secretária-geral da Presidência
  • Coronel Cleverson Ney Magalhães, ex-oficial do Comando de Operações Terrestres

Leia também:

Ana Gabriela Sales

Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador