Marco Aurélio concede habeas corpus, mas Eduardo Cunha seguirá preso

Jornal GGN – O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello concedeu nesta quinta (28) um habeas corpus para soltar o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha. Mas o deputado cassado seguirá preso em Curitiba.

Isto porque o HC de Marco Aurélio é restrito a apenas um dos casos quem mantém Cunha sob custódia. A liminar refere-se às investigações da Operação Manus, em que o ex-deputado e Henrique Alves “foram condenados por atuar em favor de empreiteiras nas obras da Arena das Dunas, em Natal. As propinas neste caso somam R$ 11,5 milhões.”

Cunha ainda tem outra condenação por desvios em investimentos do FI-FGTS.

As informações são do colunista Lauro Jardim.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  PGR ameniza crise do governo Bolsonaro e diz que compete ao Congresso julgar crimes

2 comentários

  1. pegadinha

    Sejumoro dispõe de vários processos para condenar o Lula. Vai condenar em todos para amarrar a “jararaca” bem amarradinha.

    Vai multar o presidente em todos eles até tomar o último tostão. Se por descuido soltarem o Lula vai mandar prendê-lo por mendigar ajuda na rodoviária para voltar para casa.

    Não duvidem. A justissa do Brasil é inacreditável.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome