Revista GGN

Assine

Luis Nassif Online

Deixaram o país provar o fruto da árvore proibida. O Brasil mostrou ser capaz de construir uma Nação
109
Resta a hipótese do achaque puro e simples, a criação de dificuldades para a venda de facilidade; por Luis Nassif
8
A Comissão da Verdade de Minas Gerais se junta à Comissão da Verdade de São Paulo endossando a tese do assassinato
18

"Ótimo", diz Temer sobre Reforma da Previdência ficar para fevereiro

Foto: Valter Campanato/ABr
 
Jornal GGN - Após o ministro Michel Temer ser praticamente avisado por líderes do governo no Congresso que a reforma da Previdência ficará para 2018, a resposta do mandatário peemedebista foi de conformidade: "Vai ficar para fevereiro? Ótimo", disse, durante a posse do novo ministro de articulação política, Carlos Marun.
 
A tentativa de consolidar o otimismo sobre os planos, agora adiados, do Planalto confronta com as expectativas da própria equipe econômica de Temer. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, não recebeu tão bem a notícia.
 
Mas diante do engessamento do governo em articular qualquer coisa a menos de uma semana para o recesso parlamentar, o mandatário providenciou discurso de contentamento, certo de que as mudanças nas aposentadorias virão com ainda maior pressão no próximo ano. "No mês de janeiro, os parlamentares vão para suas bases e verão que não há oposição feroz à reforma da Previdência", completou Temer.
Leia mais »

Média: 1 (1 voto)

O dia em que conversei com João Gilberto pelo Facebook, por Luis Nassif

Alguns anos atrás, apareceu no Facebook um perfil de João Gilberto. Imediartamente ganhou popularidade. Nele, o autor colocava vídeos de música, com o bom gosto à altura de João Gilberto.

Era ou não era João?

Resolvi interagir com o perfil. Coloquei no reservado um artigo que escrevera na Folha sobre João Gilberto, em meados dos anos 90, e que seu produtor pedira autorização para incluir na divulgação dos seus shows.

Começamos a prosear. O perfil tinha o tique de sempre colocar reticências no meio da frase, como que repetindo, por escrito, o modo de falar de João Gilberto.

Leia mais »

Média: 5 (5 votos)

Firefox Quantum, um senhor navegador

Passei pelo IE Explorer, pelo Opera e muitos outros. Há tempos, me fixei no Chrome, por razões objetivas: os aplicativos Evernote, OneNote e WhatsApp que eram ruins no Mozilla.

Com o lancamento do Firefox Quantum muda o jogo. Além de leve e rápido, os aplicativos são excelentes.

Agora fico entre ambos.

Média: 5 (5 votos)

A vez do Petróleo na Era Vargas, por José Augusto Ribeiro

 
Por José Augusto Ribeiro 
 
Prezado Nassif,
 
Acabo de ler seu artigo sobre o projeto do Pedro Parente na Petrobrás e associei o que você escreveu ao que eu escrevi em meu livro A Era Vargas, de 2001, no qual estou trabalhando para desdobrá-lo em seis volumes que possam ser lidos independentemente um do outro e publicá-lo nos próximos dois anos, de modo a estarem todos disponíveis em 2020, nos noventa anos da Revolução de 30.
 
Como você, com certeza, vai voltar muitas vezes ao tema Parente/Petrobrás, e o tema vai ser um dos principais da campanha eleitoral, mando em anexo, trechos da Era Vargas que vão até além de seu protesto.
 
Não é só a questão da integração que está em jogo. É a questão do refino, base de uma indústria petrolífera sólida mesmo em países que não disponham de petroleo em seu território ou no mar, como ficou demonstrado desde os anos 20 do século passado, com a criação da YPF argentina e das refinarias do Uruguai, que não produz petróleo bruto.
Média: 5 (1 voto)

Tacla Duran aceita ser testemunha de defesa de Lula

Jornal GGN - O advogado Rodrigo Tacla Duran disse à defesa de Lula que está disposto a ser testemunha em processo no qual o ex-presidente é acusado de receber vantagens indevidas da Odebrecht. A afirmação foi feita no último dia 12, durante uma videoconferência com os advogados do petista. A conversa foi gravada e registrada em cartório. Depois, anexada em um pedido para que a Justiça em segunda instância obrigue Sergio Moro a aceitar o depoimento de Duran.

Além de se dispôr a testemunhas, Duran prometeu entregar à defesa de Lula cópias das provas que produziu a respeito de possível fraude no sistema Drousys e no Meinl Bank. Ele já havia denunciado que o Drousys foi manipulado durante a Lava Jato e, agora, afirma possuir uma perícia recém concluída e sequer apresentada à CPMI da JBS, sobre as obstruções que teriam ocorrido no Meinl Bank para esconder rastros de pagamentos.

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Turma de Dallagnol furou depoimento com Tacla Duran na Espanha

Atualizada às 18h40 com vídeo da conversa entre a defesa de Lula e Tacla Durán

Jornal GGN - Os procuradores de Curitiba não quiseram ir à Espanha participar do depoimento de Rodrigo Tacla Duran, ex-advogado da Odebrecht e réu na Lava Jato. A informação foi revelada por Duran aos advogados do ex-presidente Lula no último dia 12.

A audiência com Duran havia sido requerida pelo próprio Ministério Público Federal, e Moro, inclusive, chegou a anotar o endereço do ex-advogado da Odebrecht no despacho onde determinou um pedido de ajuda às autoridades espanholas para citar o investigado.

"No entanto, os procuradores deixaram de comparecer à audiência marcada para o último dia 04/12 na Espanha para o cumprimento dessa determinação. Em razão disso, a carta rogatória foi devolvida ao Brasil sem o depoimento do advogado", afirmou a defesa de Lula, em nota.

Leia mais »

Média: 4.6 (11 votos)

Ainda sobre a hipótese do cozimento, por Felipe A. P. L. Costa

Ainda sobre a hipótese do cozimento

por Felipe A. P. L. Costa

Em 20/7/2013, a Folha de S. Paulo publicou um artigo relativamente extenso, ‘Cozinho, logo existo’, de Suzana Herculano-Houzel. Autora de artigos técnicos importantes, sobretudo na área de neuroanatomia comparada, a renomada cientista brasileira ganhou fama como autora de obras de divulgação científica, sendo, inclusive, colunista daquele jornal.

No referido artigo, Herculano-Houzel procurou situar suas descobertas recentes em um contexto evolutivo mais amplo. Embora o texto tenha me parecido agradável e, em linhas gerais, bastante acessível, penso que a autora deixou escapar alguns equívocos significativos, os quais mereceriam reparo. (Temo que, no livro mais recente da autora, A vantagem humana [Companhia das Letras, 2017], os ajustes não tenham sido feitos e que, portanto, os problemas referidos a seguir ainda estejam todos de pé.)

Leia mais »

Média: 3.7 (3 votos)

Por que os smartphones estão nos escravizando?, por Carlos Coimbra

imagem: www.lacritiquerie.com

Por que os smartphones estão nos escravizando?

por Carlos Coimbra

Não há dúvida de que os smartphones revolucionaram as relações e interações no seio de nossa sociedade. A malha de comunicação proporcionada pelo diversificado arsenal de aplicativos modernos facilita desde o contato familiar até a dinamização do trabalho.

O telefone celular, inicialmente concebido para a comunicação sem fio a partir da emissão de certos padrões codificados de ondas eletromagnéticas, evoluiu para esse tão bem conhecido aparelho denominado “smartphone”, o telefone inteligente. Aparelho capaz de comprimir tantas tecnologias e funções em um espaço tão pequeno que pode ser considerado um computador de mão altamente sofisticado, com acesso à internet, jogos e demais aplicativos.

Leia mais »

Média: 4.7 (3 votos)

Jorge Bermudez: população ficará sem medicamentos e assistência farmacêutica com fechamento das farmácias populares

do CEE-Fiocruz

Jorge Bermudez: população ficará sem medicamentos e assistência farmacêutica com fechamento das farmácias populares

A decisão do Governo Federal de fechar as 367 unidades próprias da rede Farmácia Popular do Brasil, parte do Programa de Atenção Básica do Sistema Único de Saúde, e repassar os R$ 100 milhões de seu orçamento diretamente para os municípios comprar medicamentos foi duramente criticada pelo sanitarista Jorge Bermudez, pesquisador da Ensp/Fiocruz e integrante do Painel de Alto Nível em Acesso a Medicamentos das Nações Unidas.

Para Bermudez, a medida é mais um golpe contra o SUS e representa enorme retrocesso, sobrecarregando ainda mais o sistema, com internações e outros atendimentos que poderiam ser evitados se o amplo acesso a medicamentos se mantivesse garantido. Esse acesso se dá pelas farmácias populares, não em outras unidades, como os postos de saúde. 

Leia mais »

Média: 4.4 (5 votos)

Após mais de um ano, Justiça julga 18 jovens presos por infiltrado em ato contra Temer


Foto: André Lucas/CHOC Documental
 
Jornal GGN - A Justiça de São Paulo retomou o julgamento dos 18 jovens detidos, no dia 4 de setembro de 2016, durante uma manifestação contra o governo de Michel Temer, que foram levados presos pelo capitão do exército Willian Pina Botelho, infiltrado que se apresentava com o codinome Balta Nunes. 
 
O Ministério Público de São Paulo insiste em acusar os jovens de ter formado uma organização criminosa e corrupção de menores e que o grupo teria sido formado para cometer danos "ao patrimônio público e privado e lesões corporais em policiais militares".
 
As provas sustentadas eram as "armas" que carregavam: vinagre, materiais de primeiros socorros, máscaras e roupas pretas e capuzes. Mas o caso ficou conhecido mesmo por ter sido conduzido por um infiltrado do Exército, durante os protestos contra o governo atual peemedebista.
Média: 4 (5 votos)

Lula recorre ao TRF4 para obrigar Moro a ouvir Tacla Duran

Jornal GGN - A defesa de Lula recorreu ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região para obrigar Sergio Moro a permitir que Rodrigo Tacla Duran seja ouvido como testemunha em ação penal envolvendo documentos da Odebrecht sob suspeita de terem sido fraudados.

Aos advogados de Lula, Moro rejeitou ouvir Duran 3 vezes, alegando que não tinha o endereço dele, que ouvir testemunhas no exterior é dispendioso e que ele é um foragido e criminoso que não merece "crédito", além de não ter como colaborar com o processo do ex-presidente.

No último dia 12, a defesa de Lula fez uma videoconferência com Duran para esclarecer como ele poderia colaborar com a ação penal. A conversa foi registrada em cartório e anexada no pedido ao TRF4, protocolado nesta sexta (15). 

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Os Brasis: e mais uma grande tragédia, por Arkx

Os Brasis: e mais uma grande tragédia

por Arkx

Brasil em Transe: 2018, um ano longe demais, nem começou e já tem data antecipada para acabar. quanto mais a realidade se mostra, ainda mais prevalece o delírio.

Golpe de 2016: um golpe não pode ser derrotado pela via parlamentar. o núcleo do setor dominante (banqueiros, rentistas, exportadores de commodities + mega interesses globalizados) não admite nenhuma conciliação, apenas rendição incondicional. o setor majoritário da Esquerda jamais pretendeu contrapor o golpe com um amplo movimento de massas. nem agora, nem antes, nem depois, nem mais tarde. a cada vez que o movimento de massas de levantou contra o golpe (Ocupação de Curitiba, Greve Geral, Ocupação de Brasília) o setor majoritário da Esquerda operou para revertê-lo.

Leia mais »

Média: 3.8 (4 votos)

Poupadores e bancos assinam maior acordo judicial da história

do Idec

Poupadores e bancos assinam maior acordo judicial da história

Sob mediação da AGU (Advocacia-Geral da União) e supervisão do BC (Banco Central do Brasil), poupadores e bancos assinaram, na segunda-feira (11), o maior acordo judicial da história, que deve encerrar mais de um milhão de processos judiciais sobre o caso.

O documento põe fim à disputa envolvendo a correção de aplicações na poupança durante a entrada em vigor dos planos econômicos Bresser (1987), Verão (1989) e Collor 2 (1991).

Pelo texto acertado, o prazo máximo de parcelamento dos valores a serem recebidos pelos poupadores será de três anos.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Renato Teixeira, o arauto popular, por Aquiles Rique Reis

Renato Teixeira, o arauto popular

por Aquiles Rique Reis

A diversidade de gêneros musicais existentes no Brasil é quem faz da nossa música a melhor do mundo. Dito isto, por favor, venham comigo, leitorores: o samba carioca nasceu na Bahia; bem como o frevo baiano nasceu em Pernambuco; os temas musicais existentes nas áreas interioranas, embora sigam florescendo, são pouco conhecidos por grande parte de nossa gente (eu inclusive); a riqueza do cancioneiro das áreas ditas caipiras ou sertanejas se manifesta através de uma música tão popular que identifica e representa todo o povo do interior brasileiro.

Digo isso após prazerosas audições de um CD que traduz com fineza o jeito rural de compor, tocar e cantar: Terra de Sonhos – Renato Teixeira & Orquestra do Estado de Mato Grosso (Kuarup).

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

Glaucos, enfim, admite que assinou recibos apresentados por Lula

Se no caso triplex Sergio Moro teve de fazer "piruetas jurídicas" para condenar Lula, nesta ação penal envolvendo a Odebrecht, o leitor não deve esperar menos do que um verdadeiro espetáculo circense
 
 
Jornal GGN - Se na sentença do caso triplex o juiz Sergio Moro teve de dar umas "piruetas jurídicas" para condenar Lula, nesta segunda ação penal - na qual a Lava Jato afirma que o petista recebeu um apartamento da Odebrecht e a prova disso é que ele não teria pago os aluguéis, mas, sim, "falsificado" os recibos - o leitor não deve esperar menos do que um verdadeiro espetáculo circense.
 
Quem está na corda bamba, se esforçando ao máximo para não deixar a narrativa cair por terra, é o réu Glaucos da Costamarques, primo distante de José Carlos Bumlai. Ele é o elo que liga a Odebrecht a operações que supostamente teriam beneficiado Lula.
 
Diante de Moro nesta sexta (15), pela segunda vez, Glaucos impôs algumas derrotas à turma de Deltan Dallagnol. Ele atestou a veracidade de provas levadas aos autos pela defesa de Lula e ainda disse expressamente que é dono do apartamento atribuído ao ex-presidente pelos procuradores.
 
O GGN já mostrou, com base em um relatório da Polícia Federal que teve seu verdadeiro teor abafado pela grande mídia, que Glaucos possivelmente colabora com a Lava Jato, na condição de um delator informal, porque a Receita encontrou movimentações supeitas em suas contas. E essas movimentações envolvem depósitos que somam mais de R$ 8 milhões, que ele recebeu de seus filhos. (Leia mais aqui)
 
Média: 5 (8 votos)