Domingos Montagner, descanse em paz!

por Luciano Hortencio
 
A expressão do ator Domingos Montagner expressava exatamente o que seu personagem queria passar para os telespectadores: A imagem calma e serena de um homem que vive dentro do caminho da paz e da justiça, da perseverança e da dignidade, da esperança e do amor, valores meio difíceis de serem encontrados nos dias atuais.
 
Infelizmente, a vida imitou a a arte e o ciúme (velho Chico) nos arrebatou o excelente ator. A Domingos Montagner, falecido em 15 de setembro de 2016, que terá seu corpo sepultado hoje em São Paulo, envio essa simples homenagem póstuma.
 
https://www.youtube.com/watch?v=ekPevUIxQw0

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

17 comentários

  1. Amigo Luciano, que bela

    Amigo Luciano, que bela homenagem. 

    E olha que digo isso após fazer um post, me “revoltando” com essa “comoção nacional” ENCOMENDADA, para dar audiência encima da tragédia alheia.  

    Sua homenagem é a única que me soa verdadeira. As outras, FALSAS.  

    Penso sempre na família (já passei por isso”…) deixem que encerrem um ciclo que é doído para qualquer um superar.  LUTO é dor intransferível. 

    Beijos. 

  2. Domingos

    Levei minha neta várias vezes ao Circo Zanni

    e Aprendiz de Maestro com ele e Sampaio.

    Pessoa linda, foi o professor de Educação Física de

    meus filhos, ou melhor, um Educador.

    Impotente para agrdecer a felicidade da neta 

    nesses momentos e da participação na 

    formação de meus filhos.

    Uma luz que iluminará nossas vidas.

    Meus sentimentos à família.

     

  3. Deixou 3 filhos, que com

    Deixou 3 filhos, que com certeza tinham no Pai a figura de um super-homem. Não quero nem imaginar como deve ser difícil.

    Rios são traicoeiros. Só quem os conhece que devem se aventurar neles. As vacas do meu Sertão sabiam quando dava e quando não dava pra atravessar o riacho e comer do outro lado. Se a correnteza estivesse forte elas nem entravam, não sei se era pela visão ou por outro instinto. Nunca nenhuma delas foi levada pelo rio.

  4. Nada tenho a comentar

    sobre o artista, pois jamais assisti a um trabalho dele. Mas por alguns depoimentos de seus amigos, acredito que perdemos um ótimo ator e principalmente um “Ser humano”, que fará falta !

    Minhas condolências à familia pela perda irreparável do esposo e pai.

     

    Ao amigo Luciano, que está de parabéns pela bela homenagem.

  5. Talvez possamos fazer um

    Talvez possamos fazer um paralelo com a morte de um artista que estava sendo personagem de uma novela apenas com a filha de Glória Perez. É que ambos não partiram de uma forma natural. 

    No caso de Rodrigo Monstagner pairou uma espércie de mistério. Embora nada soubesse da novela, passei a entender melhor o lado misterioso dessa ausência triste com a divulgação reprisada de algumas cenas. 

    Tudo parece estar cercado de um mistério. O nome de Rodrigo era Santo. Santo desaparece depois de levar uns tiros, ser jogado na água, e salvo por alguns índios evocando seres superiores. Pitanga, apaixonada por Santo, fica aliviada por tê-lo vivo novamente. 

    De repente, calha de Pitanga seguir para uma parte do rio, justo com Rodrigo. Ambos, agora atores, vão se encontrar e se separar em definitivo, na novela e na vida real. 

    Rodrigo, acostumado no circo, era um atleta, segundo Juca de Oliveira. Foi professor de Educação Física, e devia nadar bem. É verdade que dificilmente alguém se segura se levado por um redemoínho tão violento. As televisões mostraram momentos de vários fenômenos do gênero nas mesmas águas em que o corpo do ator se foi.

    Mas não dá pra não comover multidões um fato tão incrivelmente trágico, talvez nem só por envolver um artista de uma novela muito badalada, mas pelo modo como se deu, com os antecedentes e o desfecho em si, enquanto conta Camila Pitanga que chegou a segurar a mão dele o mais que pôde. Não é pouca coisa para uma pessoa de bom coração, de boa índole, ver seu companheiro de cena sair de suas mãos para morrer, quando ela jamais poderia se imaginar em tais circunstâncias. Imagina que sentimento terrível está tendo essa moça. 

    Eu, particularmente, jamais fui do tipo tiete, nem mesmo dos meus maiores ídolos. Não via mais novela há algum tempo. Porém, do pouco que conheci em Rodrigo, tive a mesma sensação que diz ter tido Juca de Oliveira: que esse homem foi um dos maiores atores brasileiros. Era assim que eu o via, desde uma novela em que ele se chamava Miguel, e era pai de vários jovens. Uma novela deslubrante, também pelo belíssimo texto.

    Enfim, não vi exageros em nada. Acho até que as pessoas se comportaram com muita elegãncia, sabendo compreender os pedidos da família.

    Por fim, teve uma carta escrita pelos índios sobre a morte do ator, que é, talvez, o que existiu de mais consolador para os parentes que ficaram. Infelizmente não saberia lembrar o teor da carta, sei que é fantástica.

  6. Domingos era morador do Embu

    Domingos era morador do Embu das Artes, terra de Solano Trindade. Ambos artistas, ambos ligados ao Nordeste, Às artes na terra das artes. Uma perda imensurável…

  7. A Volta ao Circo em Dó Maior e Dó Menor

    Querido Luciano

    A Volta ao Circo em Dó Maior e Dó Menor

    no Aprendiz de Maestro com eles.

    Não disponível, pelo menos não achei,

    mas há em DVD.

    Minha neta na época com três 

    anos entendeu Dó Ré Mi;

    com lágrimas de agradecimento 

    aos dois pela felicidade dela.

    Por isso o título do assunto.

    Sou uma senhorinha de 68 aninhos.

    Obrigadíssimo pelo post.

    Amei!

    Abraços fraternos

     

  8. Sua exclencia os fatos.Longe

    Sua exclencia os fatos.Longe de mim ter a pretensao de ser o melhor comentarista do blog.Nao se trata disso.Coloco-me apenas como diferenciado,e tenho plena conviccao disso.Ao que interessa.Postei um comentario na sexta feira passada sobre a morte do ator Domingos Montangenz e a TV Globo.Com algum exagero,confesso.O blog teve as suas razoes em ter-lhe negado plateia.Falei e vou continuar falando enquanto vida tiver,sobre o pavor,o medo,as vezes a covardia que essa maldita Organizacao impoe sobre o Pais e seus suditos.Nao seria o caso do blog,quem tem boa memoria e eu tenho,lembra-se perfeitamente do furo de Nassif,quando,usando suas fontes de grande jornalista,pegou a edidora Alice Maria cometendo capadocagem,atraves de um email para todas editorias,proibindo que se falasse mal de Fernando Henrique Cardoso,um cretino.Adiante.No meu comentario,carreguei a mao sobre a responsabilidade desta infame Rede,na morte do grande ator.Estou tomando conhecimento que a familia do ator entrara pesado pedindo o que ela entende ser de seu direito,a indenizacoes que entendo ser vultosas, pela morte de Domingos Montangenz.Sem fazer juizo de valor,mas pelo conhecimento que tenho do assunto,esta mais que caracterizado,acidente de trabalho,para dizer o minimo.A quem a familia acusara eu nao sei,mas que familia sera reparada,eu nao tenho a menor sombra de duvidas.Se esperto forem tentarao uma conciliacao de valores na primeira audiencia na Justica do Trabalho,por onde o processo deve tramitar.Do meu comentario,fica mais uma vez evidenciado que nao sou comentarista pegado a laco, e o temor reverencial,ou,para ser mais brando,os cuidados que se teem,parta de onde partir,para tratar de qualquer assunto que envolva essa capciosa Rede de Televisao e outros bichos,e aterrorizante.Que descanse em paz o ator Domingos Montangenz,tinha um belissimo futuro pela frente que foi irresponssavelmente interrompido.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome