55% dos brasileiros não têm R$ 200 guardados para uma emergência, diz pesquisa

A pesquisa também perguntou se as pessoas guardam dinheiro para o futuro em qualquer tipo de fundo ou investimento. 68% disseram que não

Jornal GGN – Pesquisa realizada pelo DataPoder360 perguntou aos brasileiros se eles teriam R$ 200,00 disponíveis hoje caso precisassem para uma emergência. A resposta reflete o Brasil em crise sanitária e econômica sob o governo Bolsonaro: 55% afirmaram que não teriam essa quantia guardada. Outros 40% disseram que sim, e 5% não quiseram responder.

Entre as mulheres, 61% não teriam os R$ 200. Entre os jovens de até 24 anos, 70% afirmaram o mesmo. Já os mais velhos, com 60 anos ou mais, são os que mais conseguem poupar: 59% teriam a verba.

77% dos que responderam que não têm a verba emergencial estão no Norte do País; 61% no Nordeste, 53% no Sudeste, 40% no Sul e 43% no Centro-Oeste.

75% deles não têm renda fixa, e 59% ganham até 2 salários mínimos. Outros 20% dos que não teriam os R$ 200 ganham entre 2 e 5 salários mínimo.

A pesquisa também perguntou se as pessoas guardam dinheiro para o futuro em qualquer tipo de fundo ou investimento. 68% disseram que não. Apenas 22% disseram que conseguem guardar uma quantia, e 10% não quiseram responder.

O GGN já mostrou como funciona o plano de capitalização da Previdência, que Paulo Guedes sonha em implementar no Brasil, para que cada brasileiro seja responsável exclusivo pela sua aposentadoria. Confira o documentário realizado pela equipe:

Segundo o Poder 360, os dados foram coletados de 14 a 16 de setembro, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 459 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora