Clipping do dia

As matérias para serem lidas e comentadas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  TV GGN: O resultado político da Lava Jato, por Juliano Corbellini

5 comentários

  1. PAULO GUEDES VAI TRANSFORMAR A BRASÍLIA DE JK NUMA CIDADE FANTASMA

    Com as privatizações, o desemprego atingirá índices alarmantes. Vai ser uma quebradeira geral.

    MUITO CEDO PARA SE APOSENTAR, MUITO TARDE PARA ARRANJAR UM NOVO EMPREGO, MESMO COM SALÁRIOS INFERIORES.

    Tenho uma experiência familiar: um prima perdeu o emprego com a privatização da CELPE (Companhia de Eletricidade de Pernambuco) onde trabalhava há 20 anos. Isso aconteceu há cerca de 30 anos, quando ela tinha 40 anos de idade. Quem empregaria uma pessoa com 40 anos de idade? Talvez uma sapataria. Mas nem isso ela conseguiu, trabalhar numa sapataria.

    Como ficaria a situação da minha prima se a COELCE fosse privatizada hoje, depois da aprovação da Reforma da Previdência dos banqueiros, amigos do Paulo Guedes?

    Muito pior! É só dar uma olhadinha nas propostas básicas da tal “reforma”, aquelas que foram aprovadas em primeiro turno pela Câmara.

    As privatizações, as reformas trabalhista e previdenciária, a destruição da educação em todos os níveis, a precarização do sistema de saúde pública e o desemprego vão levar as pessoas, a maioria delas ex-funcionárias públicas, à loucura. Eu não me surpreenderia se a PESTE NEGRA, nome pela qual ficou conhecida uma das mais devastadoras pandemias na história humana, voltasse com toda a força. Aviso: o enterro será novamente em valas comuns.

    E não vai ter emprego de UBER para todo mundo. Simplesmente porque não haverá dinheiro em circulação para se gastar com esse tipo de transporte alternativo. Mesmo considerando o fato de que o metrô da cidade possibilita a ligação entre algumas regiões/bairros populosas (Guará, Águas Claras, Taguatinga, Ceilândia e Samambaia), Brasília é uma espécie de Los Angeles incrustada no Planalto Central do Brasil: a maioria da população depende do carro.

    Lembre-se: vem ai um terremoto chamado Paulo Guedes; a destruição está garantida.

    A propósito, você que mora e Brasília votou em Bolsonaro? Os jornais e a Rede Globo disseram que sim.

    Não se esconda, assuma! Em breve você estará morando numa cidade fantasma. E o lago Paranoá vai secar.

  2. De acordo com o Bolsonaro Pai:

    “Eduardo é meu filho. Fala inglês, fala espanhol, tem uma vivência internacional muito grande. E frita hambúrguer também, talkey?”

    Se o Eduardo fala espanhol, porque ele cometeu a gafe mencionada nas linhas a seguir?

    “Eduardo Bolsonaro cometeu uma gafe em nível internacional nas redes sociais e acabou corrigido pela jornalista Alícia González, do El País, nesta quarta (23).

    Para sustentar que a imprensa persegue seu pai, Eduardo Bolsonaro publicou uma montagem com as manchetes do El País espanhol e a versão brasileira do jornal. As duas matérias foram assinadas por Alícia, mas os títulos, para Bolsonaro, pareciam destoar completamente.

    Na versão brasileira, o título dizia que o discurso de Jair Bolsonaro em Davos foi decepcionante. No Espanhol, o verbo “anima” confundiu Eduardo, que achou que o presidente havia literalmente animado os investidores.

    “Mesmo jornal, mesma fonte, mas uma tremenda diferença no título que vai para o Brasil do título que vai para a Espanha…”, escreveu Eduardo em suas redes sociais.

    A jornalista respondeu pelo Twitter: “Senhor @BolsonaroSP, você está fazendo uma tradução ruim do espanhol, um falso cognato. ‘Anima’ significa pede, não convencer os investidores. Saudações.”

    A manchete, portanto, dizia que Bolsonaro pede aos executivos que invistam no Brasil.

    O erro de Eduardo foi reproduzido pela conta de Jair Bolsonaro no Instagram.

    https://jornalggn.com.br/midia/bolsonaro-faz-traducao-errada-do-espanhol-ataca-jornal-e-acaba-corrigido-pela-jornalista/

    Os idiotas perderam a modéstia.

  3. QUE ZONA! QUE ZONA!

    EX-DIRETOR DA ODEBRECHT DIZ TER SIDO COAGIDO PELO MP A CONSTRUIR RELATO NO CASO DO SÍTIO DE ATIBAIA

    Ex-diretor da Odebrecht diz ter sido coagido pelo MP a construir relato no caso do sítio de Atibaia

    Mais uma denúncia bombástica atinge a Lava Jato. Em depoimento ao Tribunal de Justiça de São Paulo, o executivo Carlos Armando Paschoal diz ter sido coagido pelo Ministério Público a construir um relato sobre o sítio de Atibaia (SP), que rendeu a segunda condenação ao ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político desde abril do ano passado no Brasil

    16 de julho de 2019, 06:40 h

    247 – O ex-diretor-superintendente da Odebrecht Carlos Armando Paschoal disse à Justiça de São Paulo que foi “quase que coagido a fazer um relato sobre o que tinha ocorrido” e que teve que “construir um relato” no caso do sítio de Atibaia, aponta reportagem do jornalista Nathan Lopes, no Uol. O caso do sítio rendeu a segunda condenação ao ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político desde abril do ano passado.

    Paschoal prestou depoimento no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) no último dia 3 de julho como testemunha. “No caso do sítio, que eu não tenho absolutamente nada, por exemplo, fui quase que coagido a fazer um relato sobre o que tinha ocorrido. E eu, na verdade, lá no caso, identifiquei o dinheiro para fazer a obra do sítio. Tive que construir um relato”, disse ele. Ao explicar o que seria “construir um relato”, Paschoal disse que seria apontar algo como “olha, aconteceu isso, isso, isso e isso; e eu indiquei o engenheiro para fazer as obras”. Paschoal não explicou exatamente como teria sido a coação do MP nem deu mais detalhes sobre se o que teria sido “construído” em seu depoimento.

    https://www.brasil247.com/poder/ex-diretor-da-odebrecht-diz-ter-sido-coagido-pelo-mp-a-construir-relato-no-caso-do-sitio-de-atibaia

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome