Comandante do Exército “instiga” os entusiastas de um golpe militar

    Jornal GGN – O comandante do Exército General Villas Boas publicou uma mensagem no Twitter indagando qual o limite da obediência das Forças Armadas ao Estado. Foi o suficiente para despertar a ansiedade de seguidores que imploraram por uma “intervenção” que “salve” o Brasil dos políticos corruptos. O tweet original, aqui.

    Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

    Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

    Assine agora

    Leia também:  A prova do crime: o Decreto Supremo 4078 de Jeanine Áñez, por Fábio de Oliveira Ribeiro

    45 comentários

    1. Pode ser ruim, como pode ser bom…

      Tudo depende do “tamanho da sociedade da qual somos servos”!

      Se o tamanho for os mais de 200 milhões de pobres e miseráveis, dos estudantes, da classe média que têm a ânsia de prosperar em paz, estudar e vencer num pais justo e dos justos que querem justiça – então está bom…

      Neste tamanho seremos uma grande nação!

      Mas, se o tamanho for o da Rede Globo, do itaú, da Ambev – então não sobrará riqueza que alimentará os pobres nem escola que caiba a ânsia dos estudantes deste país em seu desejo de conhecimento e de justiça…

      Neste segundo estaremos ferrados!

    2. Cartas na mesa.

      Nassif: juro que não entendo qual a do general. Se ele realmente está preocupado, basta convocar o ministro da Justiça (mesmo considerando que este é politicamente é um “zero” à enésima potência) e demonstrar estarem os da casarna preocupados com os arroubos e roubos da classe dirigente hoje do Brasil, seja no Judiciário, seja no Executivo, seja o maior de todos, o Legislativo). Se for destituido, põe a tropa na rua. Mas você sabe que isto tem de ser bem preparado. E detro de 90 dias eleições livres e diretas. Ai sim, mostra que é patriota, que respeita a democracia e que protege o povo. Senão, tá fazendo terrorismo demagógico…

      • Será que eu entendi bem?

        Estás a defender um golpe militar? E com prazo de validade “constitucional”?

        Viva a Democracia, por mais que a gente tenha que ler uma coisa dessa como a que o senhor JCordeiro, escreveu, Viva!.

         

        • Viva a Democracia

          Assis: esse é seu problema. Você não entende bem. Essa de “golpe militar… com prazo de validade” dispensa comentários. Da próxima vez, desenho…

          • Comece por desenhar o organograma …

            da Obediência Maçônica à qual você pertence. E qual a “venerável” posição que você ocupa nessa ORCRIM.

            Ou será que você não passa de um mero “aprendiz de feiticeiro” metido a grau 33, como muitos outros que eu conheço?

            Quem sabe, assim, eu possa entender esse seu comentário, que de tão “ingênuo” é sinplesmente ridículo.

    3. phaltei

      O general é um patriota.

      A sociedade a que o general se refere é o povo brasileiro (existe outra?).

      A mim parece que a declaração visa demover anseios de golpistas, analfabetos políticos e governantes usurpadores.

      Posso estar enganado, afinal eu faltei na aula de leitura e interpretação de texto.

    4. Nessa mensagem o General

      Nessa mensagem o General Villas Boas simplesmente destoa do estilo que é bem próprio e característico nos militares: a clareza, a objetividade, a praticidade e, especificamente nessa quadra turbulenta da nossa história, o bom senso e a cautela.

      Estado é uma abstração. Quem formalmente e efetivamente delega poder para o exercício da violência como recurso último para a garantia da ordem e do pleno exercício de um governo LEGÍTIMO é a CONSTITUIÇÃO. Dito de outra forma: a lealdade que se exige está bem delineada e objetividada por essa duas instâncias. 

      Para que, então, essa proclamação demagógica, inexata, que só serve para instigar ainda mais as vivandeiras de quartéis, os reacionários de toda estirpe, e a psicopatia militarista? 

      Pisou na bola, o comandante do Exército. 

    5. Já não viram….

      ….que não funciona militar  na  gestão da economia  do país??

      Já  não basta  tanto sofrimento  nos  anos de chumbo??

      Já  não basta  o direcionamento do país para o rumo errado??? ( vide sistema de transportes baseado em rodovias ) !!

      Militar tem que  vigiar  é  a  segurança  e  nada  mais !!!

      Porque  não se juntam aos  democratas  e  nacionalistas   para realizar uma gestão positiva  e  produtiva  para  todos  os  brasileiros e, sem os  privilégios  que aceitam graciosamente   em detrimento  da população ???

      Só estão tumultuando  porque  estão percebendo que como força  de guerra  são inúteis perante  as  potências mundiais que, remotamente  podem nos  destruir  sem nem colocar  os  pés  em nossas  terras !!

      Preferem  agir  como  capatazes  do poder das classes  dominantes  contra  o povo  humilde brasileiro !!

      Putz grillo !!!

    6. Caro Nassif
      Não acredito no

      Caro Nassif

      Não acredito no exército que está ai.

      É um exército de ocupação, tal qual se tem no Iraque, na Líbia, mas este tem raízes históricas.

      Primeiro foi o Mourão, agora ele. 

      Até que demorou. 

      Se não deu certo prender o Lula e acabar com o PT, tenta-se o Parlamentarismo, ou o semi isto ou semi aquilo, o interessante é não permitir.

      A cada dia, o golpe, apesar de toda campanha midiática favorável e os grupos de guerras nas internetes da vida, se desfaz, perde o apoio.

       O exército sempre esteve presente junto aos golpistas. Uma vez eles nos comandos, começa o massacre do PT, PCdoB,  movimentos sociais. etc etc 

      Para que os golpistas continuem a entrega do país, será com o exército.

      Entrei no FB, os comentários de lá, Hitler teria o estomago revirado.

      Nem todos são entreguistas, no exército, mas os entreguistas são hegemônicos.

      Os maçons estão tendo orgasmos múltiplos.

      Saudações

    7. As velhas práticas e o alvo.

      O Exército (e as Forças Armadas como um todo) romperam com a sociedade por ocasião do Golpe de 64 – golpe que os militares insistem em não repudiar e, por vezes, em exaltar publicamente.

      Desde a redemocratização, o Exército vaga a procura de uma identidade própria. A identidade das Forças Armadas após o Golpe e durante a Ditadura era clara: combater o inimigo interno comunista (internamente) e atuar como força auxiliar às forças militares estadunidenses contra a ameaça da URSS (externamente). Com o fim do regime ditatorial e a redemocratização ficaram órfãos, sem rumo. Hoje, voltam a flertar com o retorno do inimigo interno – por meio das chamadas Operações de Garantia da Lei e da Ordem. Basta lembrar a atuação do capitão do Exército infiltrado nas manifestaçãoes em SP. A síndrome de força auxiliar estadunidense também retorna. Basta lembrar da Operação Culminating, que enviará uma companhia brasileira inteira para ser encorporada a uma força estadunidense lá nos EUA, aprendendo direitinho como é que se cumpre ordens de um estrangeiro – isso, bom garoto…

      Um general 4 estrelas disse em palestra, que se tornou pública, que o alto comando do Exército poderia intervir; seu chefe direto foi à TV, em rede nacional, dizer que não ia puní-lo e que o Exército poderia intervir sim, em caso de caos (seja lá o que isso signifique na cabeça do general). E o Ministro da Defesa? Nada fez, continuou dando suas entrevistas na TV com cara de paisagem. Pois é, Golpe dá nisso.

      Todas essas ameaças dos generais me parecem dirigidas a um alvo certo: a possível volta de um político barbudo, que começa com L e acaba com A.

    8. Ou seja, decifrando a

      Ou seja, decifrando a mensagem dita em código

      Aturamos o Temer e seus golpistas destruindo a industria nacional, vendeno o pré sal, vendendo a Eletrobras, destruindo o sistema de defesa. Aturamos até dividir o territorio nacional com as forças americana.

      Mas, PT/ Lula, NÃO !!!!!

    9. É, quanto mais Lula sobe nas pesquisas começam a surgir ……..

      É, quanto mais Lula sobe nas pesquisas começam a surgir coisas estranhas!

      Se olharem no Twitter do general verão que esta mensagem foge da caracteristicas das mensagens que ele posta, mais parecendo um código do tipo que os militares divulgam antes de uma ação numa guerra. Do tipo colocar uma música no rádio como Grândola Vila Morena, só que o exemplo não é o melhor, pois depois da música acabou com o facismo em Portugal!

      Agora, se não foi paranóia de minha parte, alguém sabe o que pode vir depois de mais um novo golpe?

      • Prezado senhor
        Prezado senhor RDMaestri,

        Temo que seja justamente o inverso de seus temores…
        O Bonaparte da borda do campo tem provocado acaloradas distensões no forte Apache.

        E com o depoimento entrincheirado do espanhol descrevendo ações de agentes do Estado sobrepondo se a agendas de Estado… Muitas letras e sugestivas combinações provocaram alvoroços e principalmente desconforto. O mundo REAL se mostra a cada dia mais REAL. Uma verdadeira zorra escancarada. Empresas ESTATAIS estrangeiras comemorando coisas que AINDA virão… Caemis e coroas brastels que retornam como aprendizagem de como se joga o jogo…

        P . S o libertador pantaneiro pôs ainda mais brasa no caldeirão.

        • Se houvesse alguma lógica nacionalista nas forças armadas,……

          Meu caro amigo JCB, infelizmente não é mais assim.

          Se houvesse alguma lógica nacionalista nas forças armadas o PT seria reconduzido ao cargo, pois a cada dia mesmo com todo o encobrimento que faz a grande imprensa sobre fatos como o Tacla Duran desmistificando por completo a farsa da lava jato, a prisão do Contra-almirante e a tentativa dos governos do PT em pelo menos criar uma indústria de armamentos nacional (que  foi impedida em muito por forças externas), a lógica não seria se alinhar ao neo-liberalismo que quer as FFAA como uma mera polícia militar.

          Porém não há a mínima lógica: Para a maior parte dos militares há verdadeiros surtos psicóticos do tipo: O PT recebe dinheiro de forças internacionais e com este dinheiro montaram depósitos de armamentos que ninguém nem sabe onde estão, que o FHC+Lula+Dória são tudo comunistas infiltrados e fazem tudo parte do tal de fórum de São Paulo, que junto com os globalistas (são os mesmos neo-liberais) que querem destruir a família e o país (quer dizer, comunstas associados ao imperialistas para derrubar o capitalismo????), parece até que o pessoal está usando LSD.

          A extrema-direita brasileira nem consegue ser extrema-direita, pois precisaria ser nacionalista e entraria em contradição com todos aqueles que os apoiam.

          Meu avô foi general, porém ele era um grande artilheiro e um positivista, logo estava impregnado de raciocínio lógico, ou seja, neste momento deve estar se revirando no seu túmulo. Os militares nos dias atuais perecem que tiveram o cérebro detonado.

          • É a junção de fábulas prezado
            É a junção de fábulas prezado senhor RDMaestri.

            Apesar de agentes de ESTADO, somos antes de tudo, cidadãos, somos pessoas com família e meio. Predominante somos oriundos da classe média tradicional. Temos varandas gourmets e usamos dólares em Miami, vemos o J10 com Mirian’s Ló Prete’s comemorarem nossa derrocada em engenharia. Vivemos em meio ambiente social.
            Profissionalmente, somos sim, saudosos dos anos capitaneados pelos MDef Jobim e Amorim, a questão sociológica vem daí, como castrenses um olhar, como moradores de varandas e frequentadores de clubes outro…

            A fábula do sapo

            Quanto a lógica comportamental de setores político sociais, a fábula do elefante acorrentado, bem descrita por Jessé de Souza.

            Aparentemente, a menção a Samuel Huntington,atual até lá, com o topetudo, foi realmente um aviso, um freio de arrumação.

            Até para malfeitores, há regras e princípios, principalmente limites.

            Entre muitas variáveis, a linha Maginot é ou será Porto Alegre.

    10. #

      Agora o general deixou as vivandeiras com comichão no fiofó.

      Pelamordedeus… Duas ditaduras militar numa mesma vida é demais… Alguém aí sabe aonde vende chumbinho?

    11. Lava Jato foi pro vinagre

      O Lula não para de crescer, a nova caravana já tem dia e hora.

      Então…

      Não sobra outra opção, não tem outra; os milicos vão cumprir o seu papel de jagunços da casa-grande e vassalos do Império do Norte.

    12. Limites?

      “A lealdade e a obediência são as mais altas virtudes militares; mas quais serão os limites de obediência?”

      Para quem questiona os limites para a obediência, talvez questione também os limites para a lealdade.

      Gato escaldado tem medo de água fria.

      Se não fosse por ter instigado as vivandeiras, diria, tal como o fez abaixo o JB Costa, que foi apenas uma pisada de bola do General.

    13. Comentaristas, releiam as

      Comentaristas, releiam as palavras do General Villas Boas e percebam seu teor. Este senhor é, para mim, a julgar por tudo que já li e soube dele, um excelente militar e um brasileiro absolutamente digno.

      Eu não creio que dele venha qualquer atitude que possa denegrir o Brasil e o Exército Brasileiro – até porque, o que entendi destas suas palavras, elas apenas reforçam e enobrecem o seu posicionamento como brasileiro e como militar.  

    14. Comandante do Exército dando

      Comandante do Exército dando recadinhos via internet em rede social…..depois tem gente que não gosta quando chamam isso aqui de República Bananeira.

    15. atirando no que vemos, acertando o que não vemos

      Viajando um pouco na maionese, este “aviso” não teria ligação com a derrota na reforma na previdência? É que parece que, mais do que ser questionável, este governo golpista parece começar a dar sinais de inoperante, sob o ponto de vista dos interessados nas reformas. Seria um sintoma de que a mobilização social está começando a surtir algum efeito? A legalização da escravidão também parece não ter dado certo, assim como a venda da reserva na Amazônia; a criminalização de quilombos e reservas indígenas também não cola; e a Lava-jato tá subindo no telhado; até a CBF e a Globo passam por aperto jurídico… não tá fácil pros golpistas também.

      Vejo esta possibilidade de ser uma reação às derrotas do Governo como muito mais plausível do que a simples candidatura Lula. Alardear isto soa meio falastrão. Não dá pra duvidar completamente da tese que, caso Lula ganhe, nem tudo estaria perdido pros interessados nestas reformas. Há o republicanismo, a política de coalisão e o fato de que esta gente não saiu perdendo em nada durante o governo Lula. A questão da discriminação social e do incômodo com a melhoria de vida dos mais pobres são coisas da parcela suja que pensa pequeno.Dá pra engolir isto, desde que os muito ricos se safem das coisas que fizeram juntamente com a inocência reconhecida de Lula (algo que, para Lula, parece ser plenamente negociável, desde que ele possa governar). O problema está na pressão externa e na falta total de credibilidade das instituições. Isto é irreparável, ganhando Lula ou perdendo. Os vitoriosos do golpe estão com suas imagens manchadas pra sempre. Pra dar um reset nisto tudo, somente um Estado de exceção, deflagrado pela única instituição que até agora saiu ilesa deste processo. Os militares se resguardaram como regra três e a certeza de que farão o serviço sujo sem direito a reclamação popular advém do do poder de inserção da esbórnia do paralelismo nas camadas populares e na classe média. Claro, vai sobrar – de novo – pro preto pobre da periferia. 

      Talvez a direita já esteja vendo isto, sobretudo considerando o fato de que sua principal opção eleitoral é o santinho judeu Alckmin. Ele não decola. Com Lula candidato, nem sai do chão. Se for isto, poderemos assistir a exacerbação da “guerra às drogas”, a desqualificação de todas as polícias e quem sabe até, um governador se mostrando vítima do crime, acuado, querendo muuuito a ajuda dos milicos pra resolver a situação. E os milicos, farão de conta que acreditaram, claro.

      Ninguém será doido de assumir que um possível golpe militar se dará contra acandidatura Lula. Acho que nem seria verdade, já que me parece que o medo é a impossibilidade das reformas e usurpações mil, casoLula se eleja. Até poderão ocorrer, mas seriam mais difíceis e mais relativas. O mote, a cortina de fumação seria o combate ao crime e ao tráfico de drogas. Basta um estalar de dedos do Geraldo alckmin e um dia somente de “salve geral” para justificar uma ação desta natureza.

      Claro, é só um palpite.

    16. Pelo contrário

      Pelo contrário do que muitos parecem pensar, embora o general seja reconhecidamente de direita, a sua manifestação parece ameaçar a embestida golpista atual e não a eventual volta do Lula. Assim como foi comentado pelo emerson57, vejo nesta declaração algo mais próximo do Requião que do esquema golpista.

    17. Golpismo
      As mentes fervilham golpismo num corpo inerte, velho e de ideias igualmente velhas de que a lealdade e obediência são tudo que precisamos para consertar o Brasil dos males que estamos sofrendo. Os bandidos e mafiosos também obidientes e leais aos seus princípios. Precisamos é de mega projeto de educação,saúde e gigantesca reforma na política e no judiciário para eliminarmos os cunhas, Aécios, Gilmar Mendes, moros e de nossas vidas.

    18. – A direita está sob comando

      – A direita está sob comando de desclassificados; o “governo” é formado por desclassificados; o estado está aparelhado por desclassificados. Em toda sociedade, e os militares fazem parte dela, existe gente boa e ruim. É de se supor que uma parcela dos militares esteja revoltada com tanta bandalheira, assim como uma parcela da sociedade civil está revolta.

      – A direita não tem candidado que preste, caso ocorram eleições; Lula continua firme e forte liderando as pesquisas e, mais que isso, atiçando o povo contra os golpistas e peitando a “justiça”. 

      Isto aí está parecendo um recado para a direita, do tipo: Ou vocês dão um jeito nisso, ou a gente dá um jeito do nosso jeito.

    19. Que piada é essa, general?

      Que piada é essa, general? Vocês derrubaram um presidente legítimo em 1964, que tinha projetos sociais em favor da maioria pobre, e entregaram o poder para os ricos. E em 2016, quando foi derrubada outra presidenta honesta e legítima, vocês ficaram omissos e batem continência para o chefe de uma quadrilha que assumiu o governo federal para entregar tudo aos gringos – pré-sal, Amazônia, siderúrgicas, cortar as conquistas trabalhistas e previdenciárias, destruir a Petrobras, tudo com a ajuda do esquema da CIA chamado Operação Lava Jato e da mídia golpista. E agora vocês querem bancar os valentões? Sei.

    20. Que absurdo, as Forças

      Que absurdo, as Forças Armadas deste país são para proteger as Elites Fascistas Apátridas que só espoliam a nação em detrimento do Capital Internacional!

    21. Quem pensa em afrouxamento dos golpistas está viajando …

      Antes de qualquer comentário sobre o que foi dito pelo gal Vilas Boas é preciso uma análise profunda do Decreto Lei 9209/2017, assinado pelo golpista salafrário, onde é ampliado e aprofundado as ações da ABIN(SNI) em orgãos públicos . 

      • Leiam e analisem com atenção o Decreto 9209/2017
        0

        O decreto publicado nessa manhã altera o decreto 4376/99 de FHC que instituiu a formulação vigente do “Sistema Brasileiro de Inteligência”, esse órgão assessorado pelos espiões e agentes da tortura e assassinato da ABIN era formalmente presidido por civis. Agora, graças a Temer será subordinado ao Gabinete de Segurança Institucional, que tem como ministro Etchegoyen que fez carreira justamente na ABIN.

        O decreto de FHC vigente durante todo o período de governo do PT permitia que a ABIN requisitasse informações e pessoal de outros órgãos de Estado e governo. Graças a decreto de Lula (6540/2008) a ABIN podia ainda mais, podia oficialmente espionar qualquer um, colocando em forma permanente representantes seus dentro de ministérios.

        Tudo isso era formalmente presidido por um civil, agora graças a Temer todo aparato de espionagem vai para as mãos dos militares, alguns dos quais tem feito declarações que se brasileiros não votarem como querem podem cogitar um golpe militar.

        Graças ao TSE, presidido por Gilmar Mendes, o Exército também terá poder de espionagem e censura nas eleições sendo ele responsável por determinar o que seria “fake news” e deveria ser tirado do ar.

        Sem sequer um “formal” controle civil o Exército e ABIN vão ganhando mais e mais poderes em uma democracia cada vez mais degradada, não só por um golpe institucional mas agora por maiores poderes de espionagem e censura nas mãos de defensores do assassinato e tortura na ditadura militar.

         

         

      • É verdade…

        O Brasil é grande demais para ser comparado com Honduras .

        Somos uma republiqueta maior que o Paraguai e temos uma liderança militar tão progressista quanto a do Egito . 

    22. Sendo quem é, ocupando a
      Sendo quem é, ocupando a posição que ocupa, e vivendo o país o momento que vive, o general simplesmente não tem o direito de ser ambíguo. A não ser que não seja, de fato, o homem que muitos de nós (eu incluído) julgamos que seja.

    23. O custo de propriedade de uma

      O custo de propriedade de uma força armada atualizada vai para a quinta dimensão. O ciclo de obsolescência vertiginosa tende a converter grandes e sólidas estratégias e planos de longo prazo em miragens. Calcule-se o quanto dispendeu a potência hegemônica no pós-guerra em projeção e marketing de seu poder a partir de porta-aviões, com aeronaves de curto alcance neles apostadas, Fukuyama e Hutington divisando os inimigos das últimas décadas, era o fim da história, o choque de civilizações, e agora o porta-aviões está, força é dizer, obsoleto para a guerra. O Irã pode afundá-los, a Córeia… (cen-est-fini-de-la-puissance-des-porte-avions-americains – google). Calcule-se o quanto dispendeu a potência hegemônica em desestabilizações, mudanças de regime e desintegração de nações, para ver-se agora desestabilizada internamente e conflagrada globalmente, a amargar blowbacks e bumerangues de cada operação. É seguramente um momento desafiador e instigante para grandes estadistas. Quanto a uma intervenção dita militar, para um território de 8,5 milhões de km², com uma população de mais de 200 milhões de pessoas, capaz de surtar se ficar sem Internet por minutos, quanto mais sem whatsapp, facebook, instagram ou twitter, trata-se de uma idéia típica e infelizmente civil. Qualquer militar com patente de anspeçada para cima tem perfeita consciência disso. Sobretudo quando o que civilmente se espera dele no fundo é uma limpeza fascista da sociedade que faria do holocausto nazista mero incidente diplomático. Uma alta patente a prometer economia para a frente, na democracia, na tortura e na bala, custe o que custar, seria surreal além de qualquer conta.

    24. Militars
      Não se enganem, militares são anti comunistas por formação e acreditam firmemente que o Lula é comunista.Toleram o chefe de quadrilha temer, mas não toleraram a volta do PT.

    25. General está enfrentando doença neuromotora degenerativa.

      O general Villas Bôas deu entrevista à BBC Brasil no dia 14/11 p.p. ( vide http://www.bbc.com/portuguese/brasil-41929572 ).

      Nela ele admite que não posta mensagens diretamente no twitter. “Mas sempre defino os temas e o espírito da mensagem”.

      Há que se respeitar o momento delicado pelo qual está passando.

      Mas é possível que esta última mensagem não tenha sido de “próprio punho”.

      A sucessão no comando do Exército é mais um fator complicador nessa história.

    26. Esse Generalzinho fica “só
      Esse Generalzinho fica “só falando”no Twitter,pq não “age”no videogame é bem a cara dele,medíocre,aproveita e elogia o constitucionalista Temer de novo,pra ver se ele não mexe nos direitos dos militares!!

    27. É PRECISO SER NACIONALISTA E BRASILEIRO, O JUDICIÁRIO PIROU.

      Quando usam as FA contra o povo eu fico possesso. Ser Nacionalista e progressista no Brasil virou crime, muitos das FA ficaram presos em ideologia e no passado, não modernizaram, tem ações necessárias e outras não, não é possível ver que o judiciário, apossou do sistema político, não se pode condenar nações por ideologia, o voto tem que valer, nem politico, juiz, e nem executivo pode condenar o povo em favor de mercado, isso está errado e as forças armadas não pode permitir tomar o nosso país economicamente em nome de milionários da farsa da globalização. Não coaduna com nossas forças armadas. Propõem para o povo intervir, prender quem nos tomou o emprego e os goteiras que entrega o país para forças externas e estrancem pelo amor de Deus a guerra hibrida.O judiciário e parte da força policial está contaminada

    28. + comentários

    Deixe uma mensagem

    Por favor digite seu comentário
    Por favor digite seu nome