Especialistas dizem que Lula Livre pode até beneficiar Bolsonaro

Liberdade do ex-presidente tende a reforçar polarização, reprisar ambiente bélico das eleições 2018 e colocar os problemas da atual gestão presidencial em segundo plano

Jornal GGN – A possibilidade de libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), após a decisão do Supremo Tribunal Federal de barrar a prisão de condenados em segunda instância, pode levar a um novo aumento da polarização política pelo país e até mesmo favorecer a gestão de Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo reportagem publicada na BBC Brasil, pesquisadores acreditam que a eventual saída de Lula da prisão pode ajudar o presidente ao tirar foco da série de problemas existentes na atual gestão.

“Creio que a mobilização dos dois lados, a mesma que foi forte nos últimos dois anos, vai se intensificar”, afirma o professor Bruno W. Speck, do departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo (USP), ressaltando que tais manifestações não ficarão centradas na imagem de Lula.

“De um lado, as pessoas que protestaram nos primeiros meses do ano contra cortes na educação, por exemplo. Essa ponta será galvanizada caso haja a presença de Lula”, diz Speck. “Do outro lado está a massa de ‘indignados’, os que protestam contra a corrupção, vestindo verde e amarelo. Esses serão estimulados pela base de Bolsonaro, que tratará uma libertação de Lula como exemplo de ‘impunidade’ e usará o sentimento de indignação para chamar protestos.”

Na visão do cientista político Sergio Fausto, superintendente da Fundação Fernando Henrique Cardoso, a presença de Lula tende a reforçar a polarização vista em 2018 às vésperas da disputa das eleições municipais, além de ajudar a reunificar a base bolsonarista, que tem se dividido ao longo dos últimos meses.

Outro ponto a ser citado é que o aumento da polarização Lula/Bolsonaro pode favorecer o apagamento da série de problemas apresentados pelo governo atual, como as denúncias de verba do fundo partidário nas campanhas do PSL e até mesmo a citação a Bolsonaro nas investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco. “Se vier mesmo a acontecer em breve, a soltura do Lula será um fato que apagará por um bom tempo todos os outros assuntos”, acredita Bruno Speck.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora