Fora de Pauta

O espaço para os temas livres e variados. Podem ser colocados aqui os vídeos e as notícias em geral. Deixe sua dica nos comentários.

O espaço para os temas livres e variados. Podem ser colocados aqui os vídeos e as notícias em geral. Deixe sua dica nos comentários.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Argentina aprova taxação de grandes fortunas

5 comentários

  1. Com o que se ocupam os 26 ricos que juntos são donos da metade das riquezas totais do mundo? Provavelmente trabalham arduamente (kkk!) para aumentar ou, pelo menos, não perder fração alguma dos bens em seu poder.
    Pois é.
    Podiam investir parte dessa dinheirama em estudos consistentes sobre identificação post mortem. Relembrando: egípcios ricos gastaram muito dinheiro desenvolvendo produtos que conservavam seus cadáveres. De nada adiantou, porque o ser que existia em cada um deles não volta para aquilo que foi corpo vivo, tempos atrás.
    Deveriam ter pago estudos que desenvolvessem modos de identificação do “espírito” (ou alma) – ou seja, do “ente” que desce em cada ser e permanece nele enquanto está vivo, saindo dali sem morrer quando falece a matéria orgânica constitutiva do ser vivo.
    Imaginei até que, nalgum momento, pesquisadores cientistas como Miguel Nicolelis, iriam passar a desenvolver pesquisas sobre o assunto. Nicolelis é ateu, pelo que diz a Wikipedia, e esta condição seria mesmo ideal para quem vier a se interessar em estudos sobre esta vida não orgânica que portamos enquanto dura nossa vida orgânica.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome