INSS já sabia que precisava de mais pessoas para atender demanda

Informação era conhecida internamente há seis meses; mais 13,5 mil profissionais eram necessários para zerar demanda

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O INSS (Instituto Nacional de Serviço Social) tinha conhecimento prévio sobre a necessidade de se contratar mais gente para reduzir a fila da aposentadoria.

Há pelo menos seis meses, a entidade detectou que seria preciso trazer mais 13,5 mil profissionais para atender aos novos pedidos e zerar a fila de espera, atualmente estimada em 1,4 milhão de solicitações. Nos meses seguintes, a demanda represada chegou a quase dois milhões de solicitações no começo deste ano, e o tempo médio de espera também subiu.

Segundo informações do jornal O Globo, a informação sobre a necessidade dos servidores consta no anexo de uma resolução que instituiu um modelo semi-presencial na análise dos benefícios.

A resolução em si foi publicada no Diário Oficial da União em 26 de junho de 2019, mas o anexo foi publicado apenas nas redes internas do INSS. O trecho sobre a necessidade de mais profissionais foi reproduzido em uma auditoria elaborada pela Controladoria-Geral da União (CGU) e finalizada em dezembro de 2019. O mesmo estudo mostra que, dos 24 mil auditores do INSS, apenas 3,4 mil trabalhavam com análise de benefícios.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Como Bolsonaro, Trump critica regulação de banheiros e chuveiros e choca funcionários americanos

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome