Moro só entregou mensagens de Zambelli e Bolsonaro. O resto é “privado”

"Declarante esclarece que não disponibiliza as demais mensagens pois têm caráter privado (inclusive as eventualmente apagadas), ou se tratam de mensagens trocadas com autoridades públicas"

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – Membros do governo Bolsonaro podem respirar um pouco mais aliviados depois que a cópia do depoimento de Sergio Moro à Polícia Federal vazou na imprensa nesta terça (5). É que o documento informa que Moro entregou apenas conversas de WhatsApp que manteve com a deputada Carla Zambelli e Jair Bolsonaro, nos últimos 15 dias. O resto, o ex-juiz considerou “privado”.

Moro apagava periodicamente as mensagens de seu celular, desde que foi hackeado e teve conversas de Telegram com membros da Lava Jato vazadas pelo Intercept Brasil.

Confira trechos do depoimento selecionados pelo GGN:

(…) o Declarante disponibiliza, neste ato, seu aparelho celular para extração das mensagens trocadas, via aplicativo Whatsapp, com o Presidente da República (contato “Presidente Novíssimo”) e com a Deputada Federal CARLA ZAMBELLI (contato Carla Zambelli II) e que são as relevantes, no seu entendimento, para o caso, Que o Declarante esclarece que não disponibiliza as demais mensagens pois têm caráter privado (inclusive as eventualmente apagadas), ou se tratam de mensagens trocadas com autoridades públicas, mas sem qualquer relevância para o caso, no seu entendimento;  

Que o Declarante esclarece que tem só algumas mensagens trocadas com o Presidente, e mesmo com outras pessoas, já que teve, em 2019, suas mensagens interceptadas ilegalmente por HACKERS, motivo pelo qual passou a apagá-las periodicamente,

Que o Declarante esclarece que apagava as mensagens não por ilicitude, mas para resguardar privacidade e mesmo informações relevantes sobre a atividade que exercia, inclusive, questões de interesse nacional;

Leia também: Moro saiu do governo humilhado por Bolsonaro, é o que mostra documento

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

6 comentários

  1. Muito trovão pra pouca chuva. A montanha pariu um rato.
    Mas o Bozo já botou um superintendente Cosa Nostra no Rio.
    Se o Moro soubesse em janeiro que o Bolsonaro queria estuprar alguém, quando ele denunciaria o estuprador?

    Ou ele concordaria com o estupro a fim de evitar uma crise?

  2. É uma bela e falsa desculpa daquele que vasculhou mensagem de aparelhos eletrônicos (celulares, computadores, tablete, etc) de tantas e tantas pessoas, autoridade ou não…

    Não foi assim que divulgou telefonema (privado e sem importância senão política) de Dilma e Lula ???

    E o tablets do neto de 4 anos do Lula apreendido há mais de anos ??? (um anos após a apreensão da defesa reclamava a devolução do aparelho e Moro negou)

    E os celulares e computadores dos familiares de Lula apreendidos ??? até mesmo mantidas com outras autoridades do governo Bolsonaro…

    Parece piada que agora diga que apagou mensagens de seu celular porque eram mensagens privadas

  3. ATUALIZAÇÃO PARA CORREÇÃO:

    É uma bela e falsa desculpa daquele que vasculhou mensagem de aparelhos eletrônicos (celulares, computadores, tablete, etc) de tantas e tantas pessoas, autoridade ou não…

    Não foi assim que divulgou telefonema (privado e sem importância senão política) de Dilma e Lula ???

    E o tablets do neto de 4 anos do Lula apreendido há mais de anos ??? (um anos após a apreensão da defesa reclamava a devolução do aparelho e Moro negou)

    E os celulares e computadores dos familiares de Lula apreendidos ???

    Parece piada que agora diga que apagou mensagens de seu celular porque eram mensagens privadas até mesmo com outras autoridades do governo Bolsonaro…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome