Mudar o CEAGESP, que loucura, por André Motta Araújo

São Paulo já tem excelentes centros de tecnologia na USP, na FATEC, na UNICAMP, na ESALQ, não é preciso criar outro espaço, é preciso investir nos que já existem e onde não se investe nada há cinco anos

Por André Motta Araújo
O grande mercado de frutas e verduras frescas na Vila Leopoldina em São Paulo, o CEAGESP, é um dos maiores do mundo e o maior da America Latina. Foi sendo construído há 50 anos e é bem avaliado pela população, pelos seus comerciantes, pelos produtores de frutas  e vegetais. PORQUE FECHAR E MUDAR?

Não há uma explicação lógica, o Governador de São Paulo deu entrevistas ontem e hoje dizendo que vai fechar o CEAGESP e que SERÁ (quando e como?) construído um novo centro pela INICIATIVA PRIVADA (a nova mágica do progresso) e que no local do CEAGESP será montado um centro de tecnologia (será também da INICIATIVA PRIVADA?). Há um projeto para esse Centro? Não, é só uma ideia vaga. Será um Centro de ensino, de pesquisa, do que?

Ninguém sabe. São Paulo já tem excelentes centros de tecnologia na USP, na FATEC, na UNICAMP, na ESALQ, não é preciso criar outro espaço, é preciso investir nos que já existem e onde não se investe nada há cinco anos, por causa da crise financeira do Estado, é preciso melhorar o que já funciona.
Os grandes mercados de alimentos frescos no mundo são no geral TRADICIONAIS, muito antigos, alguns estão no mesmo lugar HÁ SECULOS. O CEAGESP está no lugar certo, de fácil acesso pelas marginais, não há nenhuma razão lógica para seu fechamento e mudança para lugar ainda nem sequer definido.

MERCADOS SÃO LOCAIS PÚBLICOS ADMINISTRADOS PELO PODER PÚBLICO

Esse fanatismo pela INICIATIVA PRIVADA “tout court” , em qualquer situação e contexto, é coisa de seita. Privados são os comerciantes, no CEAGESP são centenas mas a GESTÃO DO ESPAÇO pela lógica é geralmente PUBLICA, não há nenhuma razão de interesse publico para ser privado, é um local público.

Ao anunciar o fechamento e mudança do CEAGESP antes de sequer estar definido um outro local, o Governador condena o atual CEAGESP ao descaso e ao desmonte, o que é contra o interesse publico, não há sequer há um local para um novo mercado, NÃO HÁ UM PROJETO NEM BÁSICO para um mercado em outro local, não há definição da modelagem, de que tipo de investidor se pensa,  com quais normas de funcionamento, até agora é tudo um chute.

Porque então já condenar o atual e bem avaliado CEAGESP? É tudo muito estranho e CONTRA O INTERESSE PUBLICO.
A QUESTÃO DO TRÂNSITO
O Governador alegou que o CEAGESP na Vila Leopoldina atrapalha o transito. Ora, o transito é gerado por duas vertentes, os VENDEDORES que trazem os produtos do interior de S.Paulo e do resto do Brasil e os COMPRADORES, os donos de restaurantes, de quitandas, de mercadinhos, as empresas com refeitórios, as escolas e hospitais que servem refeições, as firmas que preparam marmitas para entrega, são em numero muito maior do que os que trazem mercadorias. Se o CEAGESP mudar para local bem mais distante do centro de SP, essa é a logica da mudança, os COMPRADORES terão que percorrer distancias muito maiores para chegar ao novo CEAGESP, portanto o TRANSITO VAI AUMENTAR e não diminuir, a logica do transito não se sustenta, por essa razão os mercados similares nas grandes metrópole são PRÓXIMOS e não longe do centro,  essa é a logica secular dos mercados centrais.
A SOLUÇÃO CHILENA PARA O NOVO CEAGESP PRIVATIZADO
Um mercado essencial não só para São Paulo mas para redistribuição de alimentos para todo o Brasil tem  o máximo do interesse publico envolvido.
Porque PRIVATIZAR esse mercado? Todos os serviços privatizados no Chile DECUPLICARAM de preço, tudo ficou muito mais caro, porque os alugueis do novo CEAGESP não seguirão a mesma logica? O  dono do CEAGESP não terá nenhuma barreira para cobrar o que quiser dos peixeiros, verdureiros, fruteiros, restaurantes, o que repassará para o preço das verduras, frutas, peixes, que a   partir do CEAGESP abastecem a maior cidade do Pais.
Segundo toda a tendencia  e evidencia o investidor em um novo CEAGESP será um FUNDO DE INVESTIMENTO que tem como meta MAXIMIZAR a taxa de retorno e terá UMA SITUAÇÃO DE MONOPÓLIO, ou paga ou cai fora, já sabemos como isso funciona. Vamos trocar o interesse publico bem atendido até agora, pela especulação imobiliária e dando a ela uma poder que dificilmente será regulado, as agencias reguladoras do Estado de São Paulo permitem as maiores tarifas de pedágio do País, a regulação de concessionarias de energia e gás (por delegação federal) é PÉSSIMA para o consumidor no Estado, porque seria diferente no CEAGESP privatizado? Será que o exemplo chileno não foi ainda entendido, vamos copiar o erro?
NÃO HÁ NENHUMA JUSTIFICATIVA PARA A MUDANÇA DO CEAGESP
As razões apresentadas são VAGAS, não tem embasamento de nenhum estudo de custos e benefícios, o que vai ser colocado no lugar do CEAGESP tampouco tem algum estudo de viabilidade e racionalidade sob o ponto de vista do interesse publico. Um Estado com tantas carências para que atingir o que está funcionando, porque o Governador não focar naquilo que precisa ação do Estado, deixa em paz o que está em perfeito funcionamento.
A DESTRUIÇÃO DE CAPITAL
A imensa estrutura do atual CEAGESP será demolida?  O capital lá investido é de RECURSO PUBLICO, vai ser perdido, as instalações enormes serão evidentemente demolidas, quer dizer, um Brasil com enormes carências de investimento vai DESTRUIR INVESTIMENTO PUBLICO em perfeito estado.
Um novo CEAGESP significa o investimento de enorme capital que terá que ser amortizado e remunerado nos ALUGUEIS, enquanto que o atual CEAGESP já está completamente amortizado, que dizer, em termos MACRO significará uma enorme perda para São Paulo e para o País.
No Brasil com grandes necessidades a atender em saúde, educação, saneamento, moradia, vai se destruir o que está feito, pronto e funcionando em nome de uma vaga ideia que não tem NESTE MOMENTO de carências nenhuma prioridade, mesmo que fosse algo razoável.
AMA

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Loading comments...