Protestos contra governo do Irã ganham força

Manifestantes acusam polícia de usar munição letal para repressão após ataque acidental a avião ucraniano

Iranianos se manifestando contra o governo, em Teerã, após a queda do Voo 752. Foto: Reprodução/Wikipedia

Jornal GGN – O Irã entrou em seu terceiro dia de protestos contra o governo, e a polícia do país tem sido acusada de usar munição letal para reprimir manifestantes.

Vídeos gravados neste final de semana e divulgados nas redes sociais mostram cidadãos feridos e poças de sangue no chão. Também existem imagens com agentes correndo e segurando rifles, e outros guardas usando porretes contra os manifestantes.

O país entrou em seu terceiro dia de protestos contra a ação do governo, que derrubou um avião ucraniano acidentalmente na última semana, matando 176 pessoas.

A tensão no país aumentou desde o mês passado, quando mísseis foram disparados contra bases norte-americanas no Iraque. No último dia 03, os Estados Unidos mataram o general Qasem Soleimani em um ataque em aeroporto no Iraque. Em represália, o Irã atacou duas bases militares dos Estados Unidos no último dia 08, sem vítimas fatais. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Dono da fazenda que escondeu Adriano é o rei da vaquejada

9 comentários

  1. Está ficando claro que o assassinato do general iraniano foi o estopim para mais uma guerra hibrida. Depois ainda sobreveio a trapalhada (pra dizer o minimo) que foi a derrubada de um avião civil.

    3
    1
  2. O QUE É O IRÁ, GOVERNADO POR MULÇUMANOS XIITAS? – É um país onde “O GOVERNO CONTROLA OS CONTEUDOS ENSINADOS: Nas Escolas, Nas igrejas e na midia; de modo que A INFORMAÇÃO CHEGA EM GRANDE PARTE DA POPULAÇÃO, da forma que “o governo quer”. – Por isso, é preciso ficar atento com o BOLSONARO, pois ele é apenas um capacho dos Estados Unidos, mas que na VERDADE, sonha em instaurar um regime de “talicrente” aqui no Brasil, em que ELE E OS PASTORES QUE O MANIPULA, POSSAM CONTROLAR O QUE SE FALA: NAS IGREJAS, NA MIDIA E NAS ESCOLAS; como “já pode ser visto”: NA TENTATIVA DE CENSURA A IMPRENSA E ÀS ARTES; NA CAMPANHA CONTRA A IGREJA CATÓLICA; e na TENTATIVA DE ACABAR COM AULAS DE HISTÓRIA NAS ESCOLAS, com o tal projeto da escola sem partido. Cujo, na prática “É a tentativa do Bolsonaro e de quem o manipula: Pastores milionários, MITARES remanecentes da Ditadura, a Direita retrograda, e até o Guru DE UM MUNDO “QUADRADO”; em tentarem PROIBIR A VERDADE DA QUAL SEMPRE FORAM INIMIGOS.

    4
    2
  3. ” Contra o governo ”
    Protestos deste nivel na republica islamica só com “autorização” implicita, ou alguem acha que em um país com uma censura brava o jornal oficial do governo ( não do conselho de guardiões ) colocaria na capa ” Imperdoavel “, e o jornal da oposição consentida (reformista) Etemad sairia com a manchete ” Renunciem”.
    Tem muita carne embaixo deste angú, fora os caroços

    • Joaquin Phoenix, o Coringa, e a Jane Fonda, entre outros, foram presos nos EUA. Porque?

      Ora, porque não tinham autorização para protestar contra as mudanças climáticas.

      É claro que um erro não justifica outro. O problema é a indignação seletiva.

  4. Com a crescente insatisfação das pessoas a respeito do momento atualmente vivido e suas prováveis consequências, é muito mais fácil para inflamar chamas, num terreno já repleto de coisas incendiáveis. São tempos de alta entropia e complexidade, disruptização de culturas, normas e regramentos trazendo alta imprevisibilidade. Tudo isto dá forma a um período oposto à cooperação, neutralizador da civilidade, onde ideologias vão ruindo. Caminhamos a passos largos para o individualismo e com isto ao desumanismo, com o aumento das suas consequências que desembocam na oposição e desejo de “emparedar/exterminar” ao outro, já que este é visto como inimigo a ser combatido. O pior é que se terá cenários de guerras, com pessoas inaptas e inábeis para guerreá-las e com a psiquê assoberbada e assombrada por toda esta contradição vivenciada.

  5. Só faltou o GGN informar a fonte da informação do “suposto ganho de força” de sabe-se lá que tipo de manifestante. A notícia do crioulo doido é uma peça bizarra, e ainda é ilustrada por uma foto primorosa em termos de desinformação. Pessoas de costas, aglomeradas diante de um arco não identificado, por onde se vê ao longe cartazes ininteligíveis. Sem fonte, sem data. Depois reclamam do D.E….

    2
    2
  6. Hmmmmm…
    Primavera iraniana? População revoltada com um erro (grave) assumido .em alerta máximo, após assassinato estrangeiro de líder nacional? Respeito súbito à bandeira americana e israelense? Ignorar sanções e soberania? Jornadas de MPL? Sei não…
    Não há o que resista, seja no Oriente Médio, em Hong Kong, na América Latina…
    Usurpar protestos em qualquer direção e mesmo invertê-los, há muito tempo (e cada vez mais) é a mórmoleza!
    Algumas infiltrações, black blocs, fotos em mídia, memes apropriadas em redes sociais, convocações turbinadas, fake news e quetais e tais e …
    Voilà!!!

    1
    1
  7. Informações da Folha são aceitas como isentas? Essa é a narrativa dos Estados Unidos. As tristes manifestações de 2013 estão sendo replicadas no Irã?

    2
    1

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome