Vale enfrentará processo nos EUA de acionistas que reclamam perdas financeiras

A Vale caminha para ter nos Estados Unidos destino semelhante ao que teve a Petrobras quando a Lava Jato estourou no noticiário internacional

Foto: Reuters

Jornal GGN – A Vale caminha para ter nos Estados Unidos destino semelhante ao que teve a Petrobras quando a Lava Jato estourou no noticiário internacional. Após o rompimento da barragem da mineradora, em Brumadinho (MG), o valor da Vale em bolsa de valores chegou a cair alguns pontos e, alegando perdas de ordem financeira, os acionistas já moveram petições para processar a companhia nos Estados Unidos.

Segundo reportagens do Valor e do El País, os escritórios de advocacia preparam processos onde alegam que a Vale mentiu em relatórios enviados à Security Exchange Comission (SEC), órgão dos EUA que regula as relações entre empresas de capital aberto e os investidores.

Nesses relatórios, a Vale assegurou a fiscalização corriqueira das barragens de sua mineradora e ainda apontou confiabilidade em planos de emergência que seria executados em caso de acidente. Ao contrário disso, em Brumadinho já passam dos 150 mortos porque a barragem rompeu e a sirene que deveria avisar a população e os trabalhadores simplesmente não funcionou.

O El País diz que o valor a ser cobrado da Vale ainda não foi revelado. “Segundo reportagem do jornal Valor Econômico, ao menos nove ações do tipo já foram protocoladas na Justiça americana. A expectativa é que uma vitória lá fora possa fortalecer ações contra a companhia no Brasil.”

Pesa contra a Vale, nessas ações nos EUA, as informações que os investigadores do desastre em Brumadinho estão levantando. Recentemente, a Polícia Federal acessou e-mails trocados entre funcionários da mineradora e uma empresa alemã, onde fica claro que “a Vale sabia que sensores da barragem estavam com defeito”.

Além da perda no valor de mercado da empresa, os acionistas ainda estão de olho nos R$ 7 bilhões que a Justiça brasileira já mandou congelar da Vale, para reparação dos estragos e danos decorrentes do crime ambiental em Brumadinho.

 

7 comentários

  1. A tragédia fica no lombo dos brasileiros e as indenizações em favor dos americanos. Como conseguem serem tao idiotas, ignorantes e imbecilizados 100% do tempo? É prejuízo e prejuízo ao povo brasileiro, um atrás do outro. Até quando??

  2. Os americanos recebem bilhões com a desculpa de prejuízos e nós brasileiros levamos o ferro. Governo de idiotas este bozo.

  3. Então era esse o esquema pra beneficiar os empresários Estadunidense.

    Matar mais de 300 pessoas pra aplicar um golpe usando os judiciários corruptos do EUA e Brasil.

  4. Os caras conseguem, além de provocar uma grande tragédia, explorar até a exaustão os recursos do país, e no final vão faturar uma indenizaçãozinha no exterior.

    Quer dizer, a ganância não tem limites: mata gente, destroe a natureza, corrompe o Poder Público do país, esmerilha até a exaustão os recursos naturais estratégicos do Brasil.

    E para brindar ao final, uma indenizaçãozinha bilionária para ganhar dinheiro montanhas de dinheiro em cima da própria desgraças que eles fizeram. Ou seja, ganham dinheiro por todo lado.

  5. Ué? Mas qual foi o sentido de ver todos aqueles brasileiros agitando orgulhosamente bandeiras dos EUA na posse do presidente do Brasil?

  6. Eu fiz uma simulação hidrodinamica em 2D do rompimento da barragem da vale, logo uns 2 dias depois do ocorrido. Os resultados estão no video.

    https://www.youtube.com/watch?v=B4jGqwnjhCc

    Com 5 dias de honorários de engenheiro se faria uma simulação detalhada e depois mais alguns dias um plano de emergência e contingência robusto. Pelo que parece não o fizeram.

    Problema sério em tentar maximizar o lucro acima de tudo .. e de todos em detrimento de regulamentação, segurança entre outros. Agora vai ficar caro pra vale… e perdas humanas irreparáveis.

  7. Eu fiz uma simulação hidrodinamica em 2D do rompimento da barragem da vale, logo uns 2 dias depois do ocorrido. Os resultados estão no video.

    https://www.youtube.com/watch?v=B4jGqwnjhCc

    Com 5 dias de honorários de engenheiro se faria uma simulação detalhada e depois mais alguns dias um plano de emergência e contingência robusto. Pelo que parece não o fizeram.

    Problema sério em tentar maximizar o lucro acima de tudo .. e de todos em detrimento de regulamentação, segurança entre outros. Agora vai ficar caro pra vale… e perdas humanas irreparáveis.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome