Bolsonaro é fraude eleita, por Janio de Freitas

"A legitimidade da posse de Bolsonaro e do seu cargo presidencial é, no mínimo questionável e pode mesmo ser insustentável"

Foto: Adriano Machado/Reuters

Jornal GGN – Quando o WhatsApp admite que foram violadas normas com os envios maciços de mensagens “para atingir um grande número de pessoas”, de forma ilegal, nas eleições 2018 que deram vitória a Jair Bolsonaro, a campanha automaticamente teve como base fraude eleitoral. “A legitimidade da posse de Bolsonaro e do seu cargo presidencial é, portanto, no mínimo questionável e pode mesmo ser insustentável”. A avaliação é de Janio de Freitas, em sua coluna para a Folha de S.Paulo neste domingo (13).

O uso das ferramentas, com a contratação de empresas para os disparos massivos nas redes sociais já haviam sido reveladas pela Folha em reportagens anteriores. Mas os crimes iam além do eleitoral, uma vez que se tomou conhecimento do uso de CPFs de pessoas sem elas saberem para os disparos, e também de empresas fantasmas.

Após a abertura de investigação pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), quem saiu punida foi a campanha do opositor de Jair Bolsonaro, Fernando Haddad, acusado de ativar uma página contra o hoje mandatário e que tal ação teria desequilibrado a disputa eleitoral. “A balança da Justiça tem sensibilidades exclusivas”, comentou Janio.

Além das próprias ilegalidades dos disparos massivos e do uso ilegal de CPF e de empresas fantasmas, as mensagens eram recheadas de Fake News contra principalmente Haddad. Mas “nada disso despertou a atenção dos que conduzem as instituições ditas democráticas”, escreveu o colunista.

Leia a coluna completa na Folha de S.Paulo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A cúpula dos Brics em Brasília, por Paulo Nogueira Batista Jr.

8 comentários

  1. Infelizmente, pessoas como eu comentando nesses blogs não passamos de merda. Ninguém presta atenção. Mas por que grandes articulistas não se espelham em nosso exemplo e não cobram responsabilidade, DIARIAMENTE, de ministros verdadeiros cafajestes que sabem muito mais de que nos, méros merdas, mas nada fazem para punir rigorosamente os criminosos eleitorais? Por que não cobram Rosa Weber, presidenta do TSE, por que não cobram Fachin que chegou ao ponto de multar a campanha de Haddad como se criminoso fosse o petista e não o safado boçalnaro e sua gangue de empresários malditos, filhos da puta que deveriam ser fuzilados em praça pública? Não é de hoje que temos escrito essa cobrança em nossos comentários de merda….e no entanto nem a grande imprensa, nem os blogs com muito mais importância que meros merdas como eu, nenhum deles denuncia diariamente a fraude do PSL e do safado presidencial…… Será, que agora que o Janio publicou importante texto sobre a fraude, será que agora vão reagir? Quando será que grandes articulistas vão por o peso de suas palavras no cangote de ministros do TSE, tribunal que talvez seja mais merda que eu próprio…..pois agem safadamente como se não tivessem poder para agir. Afinal, até quando vão deixar um imbecil desgovernando sem ter sua chapa cassada? Será que nessa merda de país só matando mesmo???????

    13
    • Valdir Carrasco eu presto sim muita atenção em tudo que você e outros escrevem nos comentários. Você tem toda a razão, eu também fico indignada com tudo isso. Acho que nossos ilustres e inteligentíssimos jornalistas deveriam mesmo cobrar diretamente dos ministros cafajestes que tudo encobrem e fingem que nada está acontecendo, sentados em cima de salários nababescos. As forças armadas de braços cruzados vendo o nosso pobre país se esvaindo por entre os nossos dedos. Já venderam quase toda a Petrobras e agora em novembro acho que vão vender o resto. A seção onerosa, nem sei o que pode ser isso, só sei que deve ser o nosso ouro mais puro. O povo está com medo, o povo está apavorado, o povo da ditadura de sessenta e quatro pra cá ficou altamente traumatizado e não houve mais sentimento de patriotismo entre a maioria dos nossos jovens, pois são eles que tem a coragem e a tudo enfrentam. Se perderam nos celulares da vida, distração macabra pra alienação total sobre os destinos do país. Acho que é mais ou menos isso, não tenho a verve de vocês que escrevem sempre com muito conteúdo! Eu tinha dezoito anos em sessenta e quatro e participei ativamente daquela época sinistra, eu grávida de quatro meses da minha primeira filha, meu marido preso na Fábrica Nacional de Motores por que estava no comício do João Goulart, naquele famoso comício. Uma longa história…

  2. Eu não reconheço J. Bolsonaro como legitimo Presidente da República. Eleito através de fraude, comprovada pela Folha e por qualquer ser humano com mais de 2 neurônios. Mas quem sou eu? Um mero eleitor de esquerda. Um Zé Mané. As “pessoas de bem” apoiam o odiento, defensor da tortura, inimigo do meio ambiente e dos direitos humanos.

  3. Coube ao stf e ste eleger o bolsonaro. Esta é a verdade.
    E se eles elegeram o bolsonaro, não apenas destruíram a democracia como colocaram na presidência algo como bolsonaro.
    A desgraça que promoveram é incomensurável. Torço para que não seja irrecuperável.
    O jânio diz tudo. É terrível.
    Dá nojo!

  4. Tudo parece apontar para fraude neste processo, sendo Adelio uma das maiores.
    Contudo esta trupe criminosa do Whatsapp fez uma boa aposta ao induzir parte da população que invalidasse seu voto, pois os 33% da população brasileira corresponde a um publico capaz de apoiar sandices como as perpetradas por este individuo hoje no poder, o que passou disso credito a lavagens cerebrais nas seitas neopentecostais ou a ameaças em comunidades dominadas por milicias (caso do RJ).
    Mas como ressaltou um leitor acima, a responsabilidade maior pelo desastre fraudulento chamado bolsonaro cabe ao TSE por sua covardia em criminalizar as práticas abundantemente denunciadas. A história (a verdadeira com H, não a farsa da negação dos bozo e séquito) não os perdoará.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome