Como destruir uma nação em apenas um ano, por Carlos Motta

Como destruir uma nação em apenas um ano, por Carlos Motta

Os direitos trabalhistas foram pelo ralo.

O desemprego, que atinge milhões, não diminui.

O petróleo, que iria custear a educação e a saúde públicas, já não é nosso.

Os Correios, antes símbolos de eficiência, viraram sucata.

O BNDES corta o crédito subsidiado para as empresas.

A taxa Selic cai, mas os juros ao consumidor sobem.

Banco do Brasil e Caixa fecham agências.

O maior programa habitacional de mundo, o Nossa Casa, Nossa Vida, passa a financiar a alta renda.

A Previdência Social vai acabar daqui a alguns dias.

Programas educacionais que permitiam o pobre ingressar na faculdade estão extintos.

O Judiciário e o Ministério Público se tornaram instituições acima da lei.

Nas redes sociais o ódio de classes transborda.

O fascismo não tem mais medo de se expor publicamente.

Tudo isso em um ano, por obra do presidente (sic) mais impopular da história, com o apoio do Congresso mais canalha que já se viu, sob os aplausos da imprensa mais venal que já existiu, e do Judiciário e Ministério Público mais calhordas de que se tem notícia.

Os milicos que deram o golpe em 64 devem estar envergonhados por terem sido amplamente superados na eficiência de destruir uma nação por esta turma do Brazil Novo. 

Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Líder da oposição na Bolívia ameaça Maduro, dizendo que presidente da Venezuela será o próximo a cair

18 comentários

  1. Não concordo ,não;
    Dilma ,a

    Não concordo ,não;

    Dilma ,a enganadora, destruiu não só a nação,mas tudo que Lula e o PT construiram.

    Em muito menos de 1 ano;

    Sua incomptecência é digna de estudos.

    • Ressalto que nunca votei em

      Ressalto que nunca votei em Lula , em Dilma e tão pouco no PT.

      Veja: essas mazelas não “começaram ontem”.

      Não perca de vista que tudo isto é um processo e é mundial.Vem sendo implantado há tempos.

      A sinergia entre estados e corporações está sendo avassaladora , uma espécie de facismo corporativo já está instalado.

      Estes,extremamente organizados e com os recursos e a sociedade embebedada,ainda tenta descobrir de onde veio a porrada,ou seja, desorganizada.

      Por aqui , entre tantos culpados ,não podemos esquecer da nossa  ( nós ,a sociedade ) culpa. A sociedade brasileira possui “muita culpa no cartório”. 

      Comprou um monte de quinquilharias que não precisava com dinheiro que não possuía.Os bancos agradecem.

      Oportunamente vale enfatizar a palavra DÍVIDA.Todo mundo embracou nela.Todo o mundo literalmente.

      O acerto de contas está a caminho e não vai ser bonito.

       Procurei abandonar dogmas políticos e com distância razoável e muita leitura daqui e  de artigos de fora vê-se nitidamente que o mundo está mergulhado numa tremenda confusão.Vou até ser mais realista colocando melhor e adequadamente:

      > GIGANTESCA CONFUSÃO. (principalmente no que se refere ao sistema financeiro).

      Na política , todos os partidos “pisaram nas bolas”.Todos.

      O PT quando subiu ao poder ,embebedou-se também.Perdeu a oportunidade de colocar “ordem no barraco”.

      Agora, para o momento nosso , o que relamente importa é que apareça alguém ou  algum grupo de pensadores estadistas para tentarmos juntar o que resta de uma nação se é que ainda haja alguma.

      Nunca esqueçamos > Todo o  mundo cobiça o Brasil. SOMOS MUITO, MUITO RICOS.

      É óbvio que fazem de tudo para diminuir nos auto-estima.Fazem de tudo ,com ajuda de uma mídia cretina  , para que não tenhamos espírito nacionalista,para que não tenhmos orgulho em ser BRASILEIROS.

      Dividir para melhor conquistar é a agenda. Estão conseguindo.

      Enquanto ” coxinhas e petralhas” vão se agredindo a conspiração vai avançando.

      Projeto nacional já. Eleições gerias e diretas para ontem !!!!!

      “NÃO HÁ NAÇÃO SOBERANA SE AS MENTES DE SUA GENTE NÃO SÃO SOBERANAS”.

       

       

  2. redes sociais

    Texto simples e direto, ideal para recortar e colar nas redes sociais.

    Não custa nada além de uns xingamentos coxa-midiotas.

    Não tem problema, ser mandado para Cuba ou Venezuela, não quebra ossos.

  3. Os militares tiveram que

    Os militares tiveram que rasgar as leis pra tomarem conta do país em 64. Os que mandam no país (Temer é apenas um judas que se passa por moleque de recado dos que mandam ) estão fazendo tudo isso dentro da lei, criando uma democracia pra inglês ver.  Com uma elite dessa (cuja melhor descrição foi feita na música Bancarrota Blues, do Chico ) se entende porque os poucos que ousaram fazer desse país mais do que um feudo tamanho família ( Getúlio do perído 50-54, JK e Lula) foram alvejados sem dó nem piedade por essa elite medíocre, parasita. Infelizmente, tenha o pressentimento de que Lula não voltará mais como presidente. Vão eliminá-lo pela “lei” ou pela bala. A Globo tem dois nomes que não tomam posse, mesmo se eleitos = Lula e Ciro. E não importe que essa quebra signifique o país entrar em guerra civil. 

     

     

     

  4. Não adianta pensar em

    Não adianta pensar em reconstruir a nação sem antes destruir os causadores dessa tragédia .

    Criação do TPP (Tribunal Penal Popular) na sede do atual supreminho, julgamento imediato, condenação e posterior fuzilamento de todos os conspiradores do golpe de 2016.

  5. Obrigado pelo seu texto,

    Obrigado pelo seu texto, Carlos Motta.

    A gente de vez em quando lê algo pequeno, mas que rapidamente nos toca.

    Tá praticamente tudo ali.

  6. E lá fora?

    Perda de poder, soberania nacional e prestígio junto a outros países

    Retorno ao dólar do FMI

    Perda de alianças com países vizinhos

    Vergonha mundial com Serra e com Aloysio Nunes

    Facilitação de ingerência de pais estrangeiro sobre nossa Justiça

    Vergonha junto à academia internacional de Direito

    Vergonha da votação de impeachment na Câmara…

    Que mais?

  7. Masterchef – novos ingredientes…

    A queda de arrecadação, vai levar a redução abrupta do Estado em seus serviços e haverá um aumento da insatisfação!

    Quem está alienado, terá opções a mais sobre a mesa do cotidiano, do que a colocada pelo golpe, minimalista entre coxinhas e mortadelas…

    Agora, os coxinhas têm que se preocupar em como não perder seu emprego, sua aposentadoria, com o seu bolso como novos ingredientes nas opções de escolhas…

    Se este contingente começar a se despertar, o golpe reagirá e ai…

    Entre as “primaveras árabes”, o Brasil está mais para o Líbano do que para o Egito…

  8. Moro e as Apaes do Paraná

    Nassif,
    Algum tempo atrás tu postastes um vídeo falando do Moro, a esposa de dele, os promotores e um tal de Flávio Arns, do Paraná, e um esquemão envolvendo as Apaes de lá (tentei fazer o upload aqui, mas não é possível. A matéria está aqui: https://jornalggn.com.br/comment/148563).

    Esse vídeo está bombando por aqui. Pretendemos, se autorizares, divulgar o áudio numa rádio local, mas antes queremos saber se checastes bem o assunto, se é seguro divulgar, isto é, que a coisa é quente mesmo.

    Se for quente, deverias colocar com destaque no teu blog. Quem sabe o Requião assista e pare de dizer bobagens elogiando o cara.

  9. No futuro o Brasil será

    No futuro o Brasil será assuntos de várias teses em diversas áreas como único caso conhecido de um país destruído pela burrice.

    • Burrice mas só de uma pequena

      Burrice mas só de uma pequena parcela de “americanizados”. Uma parcela relativamente pequena mas que parece grande pela amplificação da mídia, igualmente burra.

      “Mas se são tão burros assim como é que conseguem mandar no país?”

      São burros espertos. Burros a longo prazo e espertos no imediatismo. Além, é claro, de serem burros armados com armas de fogo mesmo, burros a quem as forças policiais burramente acatam.

  10. Também com um inimigo como vice…
    Fico só imaginando que o PT se sujeitou a aceitar o Temer como vice. De uma forma ou de outra, deram a ele a chance de fazer o que fez.

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome