Lewandowski manda juiz entregar mensagens da Vaza Jato a Lula

As mensagens relacionadas aos processos que Lula enfrenta em Curitiba ou em qualquer outra jurisdição devem ser franqueadas à defesa

Jornal GGN – O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, autorizou, nesta segunda (28/12), que a defesa de Lula tenha acesso às mensagens hackeadas do celular da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, obtidas na operação Spoofing.

O magistrado deu 10 dias para que o juízo da 10ª Vara Federal do Distrito Federal assegure ao reclamante, com o apoio de peritos da Polícia Federal, o compartilhamento das mensagens lhe digam respeito, direta ou indiretamente.

A decisão ainda diz que as mensagens relacionadas aos processos que Lula enfrenta em Curitiba ou em qualquer outra jurisdição, mesmo que estrangeira, também devem ser franqueadas à defesa.

As mensagens hackeadas foram divulgadas pelo site Intercept em parceria com outros meios de comunicação. Elas mostraram que o ex-juiz Sergio Moro fez as vezes de acusador ao instruir o time do Ministério Público Federal e traçar estratégias contra Lula, não só no âmbito dos processos mas também na imprensa.

A defesa inseriu as mensagens na ação que move no Supremo Tribunal Federal, solicitando que a corte reconheça Moro como um juiz parcial.

Decisão Rcl 43007-Spoofing-Compartilhamento

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Moro mandou Dallagnol colocar os americanos para "trabalhar" na Lava Jato

2 comentários

  1. O advogado Zanin está sendo convidado para atuar no remake do filme “O Homem que matou o Facínora”. Discute-se se o lançamento será com o mesmo nome ou se trocarão facínora por faScínora.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome