Militares estão inconformados com apoio de Bolsonaro a Olavo de Carvalho

Texto de ideólogo contra Villas Bôas foi considerado mais ofensivo do que seus ataques contra o general Santos Cruz, a quem Olavo chamou de "merda" e "bosta"

Reprodução

Jornal GGN – Coronéis se referem aos ataques de Olavo de Carvalho contra os militares como “favelagem”. Nos últimos dias, o ideólogo e guru da família Bolsonaro subiu o tom contra os militares.

Na terça (7), ele xingou diretamente ao ex-comandante das Forças Armadas, general Villas Bôas: “Há coisas que nunca esperei ver, mas estou vendo. A pior delas foi altos oficiais militares, acossados por informações minhas que não conseguem contestar, irem buscar proteção escondendo-se atrás de um doente preso a uma cadeira de rodas.”

A mensagem foi escrita após Villas Bôas expôr publicamente uma crítica contra Olavo de Carvalho, chamando-o de “Trotski de direita” e responsável por “acentuar as divergências nacionais”.

Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo, o texto de Olavo contra Villas Bôas foi considerado mais ofensivo do que seus ataques contra o Secretaria de Governo da Presidência, general Santos Cruz, a quem Olavo chamou de “merda” e “bosta”.

Em mensagens trocadas via WhatsApp, coronéis as atitudes de Olavo como “favelagem”, pontuando o inconformismo com o apoio de Bolsonaro ao guru. Também na terça, o presidente e seu filho, o deputado federal Eduardo, saíram em defesa de Olavo.

“Eu recebo críticas muito graves todo dia e não reclamo. Inclusive, olha só. O pessoal fala muito em engolir sapo. Eu engulo sapo pela fosseta lacrimal [órgão das serpentes usado para detectar variações de temperatura e capturar animais] e estou quieto aqui, ok?”, respondeu Bolsonaro aos jornalistas, após um evento no Palácio do Planalto.

Pouco antes, o presidente destacou que “Olavo é dono do seu nariz. Como eu sou do meu e você é do seu. Então liberdade de expressão”.

Leia também:  Enquanto Bolsonaro cria crises, Consórcio Nordeste articula ações com a França

Já Eduardo falou em importância de Olavo para a política brasileira. “Eu acho que ele ajuda. Eu acredito que alguns assunto têm de ser resolvidos internamente, mas ele não tem essa possibilidade estando lá fora. Agora, é uma pessoa que ganhou muita notoriedade e, se não fosse ele pautando determinados debates, talvez eles não ocorressem”.

Na contramão dos Bolsonaro, o ex-ministro Gustavo Bebianno, próximo aos militares, saiu em defesa de Villas Bôas.

“É um dos melhores seres humanos que já tive a oportunidade de conhecer. Exemplo de força, bravura, inteligência, serenidade e resiliência. Não pode ser alvo de ataques covardes e infames, como esses recentes, promovidos por teóricos remotos que só atrapalham o governo”, disse.

“O governo precisa entender a dureza e pragmatismo do mundo real e começar a trabalhar de verdade, em prol da nação. O general Villas Bôas merece respeito. Forças Armadas merecem respeito”, completou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

15 comentários

  1. Nada disso é verdade. Desde o começo, o governo cria sua própria (ou falsa) oposição. Bolsonaro vai aparecer como grande mediador. Chantagem. A verdadeira oposição ao governo está sendo rechaçada pela mídia, atualmente muito bem paga para esse fim. Fazem-nos de trouxas.

  2. “Favelagem”.Nota-se o preconceito e o desrespeito dessa pseudo elite fardada contra os menos favorecidos. Que se matem os vermes!

  3. “Há coisas que nunca esperei ver, mas estou vendo. A pior delas foi altos oficiais militares, acossados por informações minhas que não conseguem contestar, irem buscar proteção escondendo-se atrás de um doente preso a uma cadeira de rodas:

    Curiosamente, Olavo NAO PERCEBEU quando eles fizeram a mesma coisa pra derrubar Dilma…

  4. “Dizem que o Olavo disse:
    “A quem me chama de desocupado, não posso nem responder que desocupado é o cu dele, já que não para de cagar o dia inteiro”.
    O ânus é o órgão excretor, se faz sua função o dia inteiro, não é desocupado.
    Desocupado é o ânus do Olavo, que foi substituído pela boca”.

    — General Paulo Chagas

    Deus acima de tudo, Brasil acima de todos.

    Mas cadê o Queiroz?

  5. A FNV – Frente Nacional das Favelas se sentem profundamente ofendidas pela comparação com Olavo de Carvalho. Ninguém merece ser comparado a Olavo de Carvalho.

  6. Cá entre nós, eles todos se merecem!
    Em casa que falta educação, todo mundo grita e ninguém tem razão!
    Já pensou esses nossos generais interpretando contra-informação do inimigo num teatro de guerra, se não conseguem nem analisar o currículo de um de seus soldados expulsos por “balbúrdia” indisciplina?

  7. Por que Bolsonaro se indispõe com os militares? Por que os militares superestimam Olavo de Carvalho? Cortina de fumaça? Bando de loucos? E os milhões de desempregados, a saúde aos frangalhos, a segurança pior, a educação em desmonte, a previdência destruída, o monopólio da verdade, o fim da justiça?

    ?

  8. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Se merecem, simples assim. O governo americano esta atraindo e financiando todas as empresas fornecedoras da Embraer para se instalarem em Chicago. Emprego lá e o Brasil vai ter que importar as peças. Enquanto isso… o Brasil saiu da OMC e Trump bloqueou a entrada na OCDE.
    Tá bom pra vocês que vão de verde oliva (mas preferem a “old glory”) e juraram defender a nação brasileira? Mas cuidado que pode faltar dinheiro para a fantasia. E espero que para a fantasia dos juizes tb.

  9. O diabo vai ter que criar o 13° círculo do inferno para os militares pagarem o pecado de colocar um louco desses no comando do país.

  10. Descontado o fato, de que o guru dos Bolsonaros, ataca o general Vilas Boas, de forma absolutamente desumana (por que não estou surpreso?), em virtude de sua doença, considero quê, os generais que se alinharam ao golpe e, as forças armadas de modo geral, estão apenas, colhendo o que plantaram. Não têm que ficar melindrados, já que foram, em grande parte, culpados pela destruição da democracia e do país. Mais uma vez.

  11. Conversa mole, pois, estivessem, mesmo, inconformados, teriam exigido claro e nítido direcionamento do Bolsocoiso, o que nunca fizeram e, pior, nunca farão. Estivessem, mesmo, ainda, teriam dito: o olavete ou nós, mas, quem diz que eles largam o osso? Por isso o olavete xinga à vontade: sabe que os olivais estão lá apenas por interesse próprio: os próprios bolsos… Haja.

  12. Moro e Villas Boas sinalizaram aliança tática palaciana na disputa de poder dentro do governo.
    Moro foi junto com o Gal. Villas Boas na Câmara hoje, convocado a falar de segurança pública. Villas Boas ficou mudo, sentado na ponta da mesma mesa de Moro, como uma retaguarda de apoio. Ele é assessor do GSI, do General Heleno e não de Moro.
    Com o general saindo antes do final da sessão, Moro fez pausa para saudá-lo como “herói nacional”.
    Sinais:
    Ambos estão se sentindo enfraquecidos dentro do governo? E se aliam para se fortalecerem?
    É um aviso à família Bozo de que se conspirarem contra seus grupos políticos, tem o Mourão no banco de reservas?
    É o que parece.

  13. Este cinco meses apenas politicamente está uma verdadeira vergonha nacional.
    1º Nosso Congresso a Câmara dos Deputados, os do partido contra não se conformam em ter perdido o poder. Só sabem votar a favor de seus interesses e o país que se exploda. Decepção para todos eleitores.
    2º Os filhos do Presidente ao invés de ajudar o pai só atrapalham com suas fofocas.
    3º Este tal de Olavo de Carvalho mete a colher em tudo como se fosse o dono da verdade e atordoa a água e consegue por uns contras os outros.
    O País está parecendo a casa da mãe Joana!

    Deputados, Senadores, STJ. Amem o Brasil, pense em seus netos e filhos!
    A prioridade é a previdência, por favor se concentrem-se nisso, o resto se ajeita!.

  14. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome