Recado do Nassif: MPE do Rio de Janeiro negocia exclusão de Bolsonaro para manter caso Marielle

Ou seja, aceitam isentar antecipadamente Bolsonaro, sem checar as declarações do porteiro, sem periciar o PABX do condomínio

Segundo matéria de Bela Megale, em O Globo:

 “Os promotores acreditam que a citação do nome do presidente Jair Bolsonaro, trazido à tona pelo depoimento do porteiro de seu condomínio, no Rio, não influenciará na decisão do STJ. Para o grupo, o fato foi esclarecido depois que o porteiro assumiu que mentiu em seu primeiro depoimento. Os integrantes do MP do Rio destacam que o pedido de federalização foi feito muito antes pela então procuradora-geral da República Raquel Dodge!”

Ou seja, aceitam isentar antecipadamente Bolsonaro, sem checar as declarações do porteiro, sem periciar o PABX do condomínio, para poderem manter as investigações sobre a morte de Marielle.

Pergunto: se não é para apurar devidamente o crime, qual a intenção dos bravos procuradores do MPE do Rio de Janeiro?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonarismo, a política da minoria mais ativa, coesa e intransigente, por Igor Felippe Santos

18 comentários

  1. É uma pergunta retórica, Nassif? Só pode ser, né?

    Ora, mais do que não investigar, estão ali para GARANTIR que a autoria intelectual não será apurada. Pô, um bando de bolsonaristas; antes disso, antissociais, antipetistas, engolidores de doutrinação meritocrática, classe media emergente…

    Caramba…

    10
    1
  2. Isentar o Bozzo da trama toda? Que investigação mais mequetrefe o MP-RJ vai fazer do caso Marielle Franco….. E se o 3o. elemento, que dizem que estava no carro com os assassinos, for Carluxo Bozzo, como vão ficar as investigações? Vão passar o pano e esquecer o detalhe?

    4
    1
  3. …. enquanto não se fizer uma cpi para acompanhar as investigações, e eventualmente, punir quem o mereça, esqueçam, será um jogo de empurra de lojistas….. estranha essa falta de interesse dos congressistas com um crime de repercussão internacional…..

    5
    1
  4. Na tela do sistema de gravação da portaria do condomínio ( https://s03.video.glbimg.com/x720/8046526.jpg ), os 3 arquivos abaixo estão listados em sequencia:

    0001_20180314_164451_TX_B15_D000030_S28550_G00001_O0 – 14/03/2018 16:58
    0001_20180314_165212_TX_B15_D000039_S28550_G00001_O0 – 14/03/2018 16:58
    0001_20180314_170742_TX_B65_D000023_S28550_G00001_O0 – 14/03/2018 17:13

    Imediatamente antes da suposta ligação para a casa B65 (de Ronnie Lessa), existem 2 supostas ligações para a mesma casa B15, uma às 16:44:51 (_164451_ no nome do arquivo), com 30 segundos de duração (_D000030_), e outra às 16:52:12 (_165212_ no nome do arquivo), com 39 segundos de duração (_D000039_). Aqui supostas porque ainda não foi apresentada perícia do conjunto original de gravações que demonstre a autenticidade das mesmas, que os arquivos não foram renomeados, excluídos ou incluídos na lista apresentada e que não foram alteradas as datas e horas de gravação dos arquivos (à direita na lista).

    Como a investigação do assassinato de Marielle está envolta em mistérios e suspeitas, fica aí mais uma dúvida: uma verdadeira perícia não deveria verificar se as 2 ligações sequenciais para a casa B15 não poderiam ser – renomeadas e/ou (re)datadas – as 2 ligações que o porteiro diz ter feito para a casa B58, do ‘seu Jair’?

    Poder-se-ia perguntar se deixar essa possível fraude à mostra não seria muito estúpido, mas quer maior estupidez que a de Carlos Bolsonaro exibir essa tela/vídeo, tentando livrar a cara do pai e a sua, o quê, pelo contrário, levantou uma nuvem de suspeitas, inclusive em relação ao MP-RJ, com a ‘perícia a jato’ da sua promotora bolsonarista e outras questões?

    8
    1
  5. Vamos fazer um exercício de lógica:

    Se o assassino de Marielle fosse um pé de chinelo, um sujeito sem importância, uma pessoa insignificante do ponto de vista político… a polícia já teria ‘descoberto’ o homicida e a essas horas estaria posando para fotos como polícia competente.

    É óbvio que toda a confusão criada pela própria polícia, pelo MPE, e nos dias de hoje (não duvido) quem sabe até pelo judiciário carioca visa a ENCOBRIR um peixe grande, alguém significativo politicamente e/ou financeiramente.

    10
  6. O abandono da Justiça pelo poder judiciário, na mesma proporção que também está abandonando a coragem, a imparcialidade e a sua independência, também aumenta o descrédito, a desconfiança e a suspeita de que a justiça se rendeu definitivamente ao fascismo ditatorial do governo Bolsonaro e seus militares milicianos.

    4
    1
  7. A verdade é que o caso Marielle/Anderson já está resolvido faz muito tempo. A grande questão é a conexão dos investigadores com a mídia para trazer a público a verdade por ora encoberta, mas esta é podre e, portanto, decadente, preguiçosa e partidária.

  8. Precisávamos realmente de um órgão que não fosse controlado por políticos e não isentasse ninguém, caso contrário as “investigações” irão divulgar resultados como os que foram apresentados:

    para a morte do Prefeito Celso Daniel, onde a coincidencia de outras sete mortes de pessoas que poderiam ser testemunhas, nunca foi elucidada. A da investigação ter sido comandada por uma tia de uma parente de Lula… ou,

    para o assassinato do Grande Ministro do STF, Teori Zavascki, que às vesperas de homologar delações que atingiriam o núcleo duro do atual governo pós-impeachment, citando expressamente propina de R$ 2 milhões em dinheiro vivo para Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, R$ 23 milhões na Suíça para José Serra, ministro das Relações Exteriores, e R$ 10 milhões para o próprio Michel Temer… ou

    para o assassinato de Eduardo Campos, principal concorrente à re-eleição de Dilma, ou

    para o assassinato de Roger Agnelli, que estava entrando em negócios que não interessavam ao governo (coincidentemente, do PT) ou

    para o… chega, tenho de trabalhar hoje. A lista vai longe…

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome