Revista GGN

Assine

rei do camarote

Nizan Guanaes: procura-se uma nova classe alta

Sugerido por Ale AR

Da RG

 
Estreia ilustre na RG de março, o publicitário mais arretado do Brasil aponta o grande luxo que anda em falta na lista de compras da elite brasileirapor Nizan Guanaes
 
O que os americanos e ingleses mais sofisticados têm em comum? Cultura.
 
Livros e dinheiro são uma mistura perfeita para elegância, savoir faire e bom gosto.
 
Infelizmente o Brasil, que copia tanta coisa destes dois grandes países, não aprendeu a copiar essa ainda. A pobreza do rapaz rico dos camarotes, estampada na capa da Vejinha, mostra uma classe alta inculta que beira as raias do constrangimento num país cheio de desigualdades.
 
Ninguém que tenha aberto um livro será capaz de, num mundo desigual como o nosso, abrir champanhes magnum a rufar de tambores e piscar de luzes.
 
Dinheiro sem livro faz garotos ruidosos e meninas caladas. Gente mal vestida com as melhores grifes. E que não sabe se comportar no mundo.

Leia mais »

Média: 3.5 (15 votos)

O rei do camarote ficou nu

Por Edmar Melo

O REI DO CAMAROTE FICOU NU.
 
O Alexandre o “Grande”
 
Nascido na Babilônia
 
Filho do imperador
 
Felipe da Macedônia
 
Não frequentava balada
 
Nem camarote nem nada
 
Por questão de cerimônia.
 
 
 
Alexander o “Pequeno”
 
Que adora camarote
 
Gasta muito na balada
 
Mas vive dando calote
 
Deixou de pagar imposto
 
E pra seu maior desgosto
 
Seu vídeo não lhe deu sorte.
Média: 4 (8 votos)

Rei do camarote da Vejinha pode ser fake

Jornal GGN - Muita gente já desconfiava: Alexander, o "rei do camarote" da Vejinha, pode ser uma armação gigantesca. Teve gente aqui no blog Luis Nassif Online (Latrell, entre outros), que apontavam para o perfil de MrManson (https://twitter.com/mrmanson)no Twitter, o sujeito do Cocadaboa, site que plantou uma série de boatos na internet, na era pré-Facebook.

Também havia quem desconfiasse da presença de humorista do Pânico, que aparecia na reportagem. Agora há pouco, Agostinho Teixeira, repórter da Rádio Bandeirantes, ligou pra o empresário, e o tal do 'Alê' disse que "isso é só uma brincadeira que vai ser usada posteriormente".

Pode ser uma mera desculpa para sair por cima depois de tanta trollagem nas redes sociais. Uma futura ação para recuperar sua imagem. Uma jogada marqueteira no estilo da feita por Chiquinho Scarpa, que iria enterrar seu Bentley. Ou, ao que tudo indica, alguma brincadeira do "Pânico na TV" - que só será revelada no próximo fim de semana. A conferir.   Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

O rei do camarote e a irracionalidade do capitalismo

Por Gláucia Campregher

Comentário ao post "O pobre Alexandre Ribeiro, rei do camarote da Vejinha"

Pois eu achei essa história interessante. Vivo dizendo que as elites são - igual e diferentemente - vítimas da alienação e irracionalidade que só fazem crescer no capitalismo dos nossos dias (atenção que nem sempre foi tão assim). Esse cara, mas também os filhotes mal educados das classes médias, altas e baixas, são dignos de dó. E os filhos bem educados destas classes e também dos pobres e dos ricos, nós não sabemos tão ao certo o que os educou bem. Amor, estrutura, só? Que tipo de amor, o bajulador? Que tipo de estrutura? Não adianta só repetir domesticamente a fórmula sheakesperiana que usei com os meus filhotes (algo assim, a fartura e a facilidade só criam covardes, a dificuldade é a mãe da ousadia), grande parte da educação ocorre na sociedade, além obviamente da escola. Eu sinceramente sofri por este sujeito, o seu sorriso frágil, a sua autoconfiança zerada, a sua ignorância sobre tudo, devem vir de uma família, de uma escola, de uma TV, etc. etc. etc. de merda!

Leia mais »

Média: 5 (8 votos)

O desaforo 100.000.000 – O rei do camarote e o quase invisível rastro de sangue

 
Por Fabio Chap
Leia mais »
Média: 3.7 (3 votos)