Revista GGN

Assine

A síndrome da ignorância política, por Ligia Deslandes

Sugerido por Nilva de Souza

Do site de Ligia Deslandes

A Síndrome da Ignorância Política

Acabei de crer. Ignorância é coisa que muita gente tem medo de debater. Chego a essa conclusão lendo alguns comentários nas redes sociais. O que há de ignorância, estupidez, generalização, ausência de pensamento crítico e falta de noção em muitos desses comentários é algo impressionante! E a escolaridade não tem nada a ver com isso. É como se estivéssemos diante de uma nova síndrome, a Síndrome da Ignorância Política!

Para além das redes sociais, nos deparamos todos os dias com pessoas com as mais diversas escolarizações que se pronunciam de forma generalista e simplista sobre os assuntos que estão em voga na mídia. Esses dias conversando com um amigo, ele teve coragem de, a partir de suas experiências na empresa que trabalhou, fazer uma analogia da fuga de Pizzolato para a Itália e dizer que se fugiu, mostrou que é culpado. Comecei a argumentar de que ele ao ir para a Itália seria o único a ter condições de demonstrar todos os erros e problemas que aconteceram no julgamento da AP 470, já que o julgamento no Brasil foi totalmente político e não levou em conta as provas nos autos. Não adiantou… Em sua mente, a crença generalista de que quem foge é culpado está cristalizada. O que fazer! Ele, mesmo diante de provas contundentes da inocência das pessoas iria se convencer?

Outro dia, conversando com um taxista, desconstruí muitos dos argumentos que ele tinha sobre o Governo e o PT com outros argumentos. Mas, notei que suas crenças sobre o assunto, não foram totalmente abaladas. A generalização e o pensamento único prejudicavam sua forma de pensar.
Crenças!!! São com elas que a ditadura e a imprensa trabalharam habilmente para monopolizar as opiniões, colonizar as mentes. Para isso contaram com uma rede de integrantes entre muitos empresários e alguns trabalhadores. Enquanto as esquerdas lutavam para restabelecer a democracia com duros embates contra as forças políticas internacionais e nacionais que queriam manter o Brasil dependente e subalterno a um projeto colonial de modernidade, a mídia formava as mentes para que esse projeto se desenvolvesse na sociedade a partir do próprio cotidiano das pessoas, segundo sua concepção de sociedade: Ricos cada vez mais ricos em detrimento dos pobres cada vez mais pobres.

Como esse conceito de sociedade poderia se alojar nas consciências? Onde estariam escondidas a inteligência e compreensão humanas? Onde teria ficado a tolerância e a solidariedade! De que forma a habilidade das pessoas em usar a mente para discernir se foi? Quando a capacidade das pessoas de conhecer a história e entender os movimentos sociais e políticos esvaneceu-se?

Fui ler Walter Mignolo e Enrique Dussel de novo para entender melhor isso. E compreendi o quanto foi providencial e eficaz essa inserção do projeto global colonial enraizar-se na vida cotidiana das pessoas. Tudo que temos hoje na sociedade foi criado e manipulado por um projeto global de capitalismo construído a partir das histórias de cada região e das histórias de vida das pessoas. A ditadura formou as mentes dentro desse processo. O processo de democratização com todas as suas lutas aconteceu num ambiente legitimado pelas crenças que a própria ditadura colonial capitalista formou, com ajuda da mídia e dos oportunistas que assim como em outros países também temos aqui.

Assim, é compreensível que o único partido que, de fato, foi construído em bases populares não tenha conseguido eleger Lula como presidente por tantas vezes e só o tenha conseguido fazendo concessões à elite politica colonialista que governava há muito tempo o país.

É compreensível que apesar de estar no Governo nesses dez anos, o PT ainda não tenha o poder de promover todas as mudanças que gostaria, nem tenha conseguido governar sem aparelhar a máquina pública com muitos de seus adversários e que até mesmo alguns que fizeram parte do projeto do PT fossem cooptados por seus adversários.

É compreensível também que as demais forças políticas de esquerda não tenham conseguido entender a dinâmica desse contexto e que lutem somente por se promover dentro do cenário político nacional, se aliando, muitas vezes, aos adversários políticos do PT contra o próprio PT.

Mas é notório que o projeto político que o PT está desenvolvendo há dez anos com todos os problemas oriundos das concessões feitas ao capital e à elite está preocupando as forças políticas capitalistas e coloniais a ponto de fazer com que essas forças desenvolvam novos mecanismos de ocupação do poder, entre eles a criminalização através do judiciário.

Isso não está acontecendo a toa. É necessário que façamos um esforço para uma análise mais aprofundada do contexto político, deixando de lado as ideias generalistas que a formação colonialista nos impôs.

Fazendo isso, é possível perceber que os grandes tesouros que o PT trouxe para o país, não foram somente as melhorias econômicas e sociais na vida do povo brasileiro. O PT vem desmascarando desde 2003 até o momento atual a hipocrisia do sistema político nacional e seus mecanismos de imposição de uma cultura colonialista no país.

Cada vez mais compreendemos que nossa história política e social esteve aprisionada durante longos anos nos porões da ditadura. Ainda não conseguimos nos libertar totalmente das mentiras e enganações que nos foram contadas nesse período, mas, estamos aprendendo a duras penas que precisamos fazer o rito de passagem para uma nova forma de política.

Nosso amadurecimento enquanto povo vem passando por algumas reflexões e conclusões, a partir das experiências nessa última década. Cito aqui algumas delas:

Parte da sociedade brasileira sempre foi racista e elitista e sempre se preocupou somente com seus privilégios.

A mídia corporativa sempre esteve ao lado dos poderosos para se beneficiar politicamente e economicamente e nunca esteve do lado do povo.

O sistema judiciário é um apêndice da elite colonialista, aparelhado para criminalizar os pobres e aqueles que os defendem e dar vida boa aos ricos e poderosos que estão há anos usufruindo das benesses do sistema.

Educação não é só escolarização. As experiências de vida se somam ao aprendizado. Assim, não basta ter-se escolas, mas, uma educação de qualidade comprometida com as necessidades do povo.

Grande parte dos empresários brasileiros nunca se preocupou com a sociedade brasileira, mas, somente com os lucros que eles poderiam usufruir, o que durante muito tempo deixou o país endividado.

Nosso sistema político faz com que nossos representantes fiquem amordaçados a empresários colonialistas.

Grande parte dos médicos do Brasil nunca se preocupou com a saúde da população, mas, somente com seus privilégios capitalistas e corporativistas.

Não se pode governar sem participação popular e apoio direto ao projeto de país que se quer construir.

Política não é coisa de políticos, é cidadania colocada a serviço da sociedade e do povo. A criminalização da política e dos partidos só serve à mídia e a elite brasileira.

Seria ótimo que pudéssemos aprofundar essas reflexões entre nós e em todo o país. Por mais que as redes sociais sejam realmente um belíssimo instrumento de discussão e contraponto a tudo que até então vinha formando a opinião de todos nós brasileiros, é importante que façamos o corpo a corpo com o maior número de pessoas possível, debatendo esses assuntos.

Eu por mim, irei construir a partir de março desse ano, em minha casa, um grupo para debater política e as possibilidades de transformações sociais e urbanas, uma vez por mês. Que outros possam fazer o mesmo ou pensem em outras alternativas possíveis.

Média: 4.5 (23 votos)
31 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Patricia Diniz
Patricia Diniz

síndrome da ignorância política

Valioso o texto e reflito bastante sobre o tema abordado. A mim interessa e muito este debate. Grata. Abraço Patricia

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Pobre taxista

O coitado é pago prá levar alguém de um lugar para outro e não prá ouvir doutrinação chata.

Quanto a um grupo reunido discutindo política uma vez por mês pode ser interessante, poderia se chamado de "Transformando a Política Mundial". Devemos pensar em alguma sigla.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Ulderico

imagem de sergio m pinto
sergio m pinto

 A prova da assertividade da

 A prova da assertividade da matéria pode ser vista em parte dos comentários dos trolls, alguns cadastrados e outros talvez desesperançados de seus ídolos.

Debater idéias deve ser muito difícil para quem não tem nenhuma.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Rodrigo G Leite
Rodrigo G Leite

"Debate é uma discussão entre

"Debate é uma discussão entre duas ou mais pessoas que queiram apenas colocar suas ideias em questão ou discordar das demais, sempre tentando prevalecer a sua própria opinião ou sendo convencido pelas opiniões opostas.

Geralmente debates são longos, e raramente se chega a alguma conclusão, porém é uma prática considerada saudável onde uma pessoa pode ver vários lados de uma mesma questão, desta forma, as pessoas que participam, aprendem concomitantemente sobre algo que uma e a outra não sabiam.

Debates ou discussões amigáveis podem ser a respeito de diversos temas, como: esporte, política, etc. Eles não devem ser confundidos por brigas ou amultuações. Geralmente debatentes são concisos e tem em mente a troca de ideias sem que haja ofensas para ambos os lados. Visa compreender e visa explicar."

fonte:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Debate

Seu voto: Nenhum

Mas que mundo é esse ?

Olha, gostei da ideia de se criar um grupo de debates. Quem puder criar um grupo ou participar, não deve deixar de fazê-lo. Vou fazer o mesmo por aqui.  

Nessas ultimas semanas andei pensando no rumo que parece - digo parece, porque so com a distância necessaria dos dias de hoje, teremos claridade sobre os rumos que tomamos - que o Brasil tomou. Retrocedemos, voltamos ao inicio do século XX. 

Ou então, tudo que pensavamos até os anos 90 que haviamos conquistado e avançado, não passavam de frageis conquistas e avanços que, com a chegada ao poder de um governo popular trouxe à tona todo o recalque reacionario, o odio contido, as diferenças de classes, o falso moralismo, a justiça pendendo so para um lado. Quer dizer que o Brasil da democracia racial nunca existiu? Do social, a gente ja sabia que não... Mas esse odio todo ? 

E a participação da oposição irresponsavel e da imprensa falsa moralista, corrupta também, por tras disso tudo ? Incentivando todos os dias o odio contra o governo do PT, contra seus programas, incentivando a lei do mais forte, criando catarses e dissimulando o que faz de nos melhores, que é a solidadariedade e o que nos faz mais fortes, que é a união.

Espero que apos as eleições de 2014, apos a copa, tenhamos um Pais mais apaziguado. Que lute por seus avanços, e que esses avanços sirvam a todos, sem distinção. 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Tirando o Falso Axioma e

Tirando o Falso Axioma e Apelo à População, não resta nada sobre o que as grandes mídias dizem noticiar sobre política. Infelizmente é daí que as pessoas tomam seus "argumentos" políticos.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de José Roberto de Almeida
José Roberto de Almeida

Síndrome da ignorância política

Sra. Liga nossa , concordo com a sra, quando se refere  a nossa ignorância política, mas...não penso que poderia ser diferente, por que afinal, erdamos um país, que até a década de oitenta, vivia uma ditadura , milítar que perseguiu e matou muintos daqueles que ousaram desafia-los....

E com isto perdemos varia gerações de lideranças políticas, então falar em ignorância política neste momento, não me arece algo assim, " tão nefasto, e irresponssável  "....

Mas gostaria de respeituosamente, pedir-lhe quede uma voltinha pelo  " passado  político " não tão distante de nosso país, " veja " o que realmente somos, " qual é a realidade do nosso momento poílitico ", para só depois, se posicionar com tal viêmencia sobre " ignorância política "....

Quanto a sua posição política...

Quero apenas lebra-la, que o partido " Pt " teve 12 anos de administração, para pelo menos, resolver velhos gargalos que emperram nosso desemvolvimento, "  como estradas, ports, aero portos "

Isto sem comentar a queda do " Pib " da " balança comercial " dos broblemas de gestão da Petrobras, gerado por uma polícagem pretêciosa...
 

Então " por favor "  faça a coisa certa, faça suas palestras semanais, sobre  Brasil contemporânio e suas necessidades de mudanças, mas sempre "  considerando o passado " para entendamos o presente, e, que assim  possamos mudar o futuro...

Do geito que esta sua redação, a Sra me pareceu mais " arrogante " do que, com vontade de ajudar nosso povo...

Sem citar suas posições políticas,  que deveriam ser revistas.....!

Seu voto: Nenhum

Discussão sobre política

Depende muito da bagagem e do tempo de estrada de quem participa, bem como, uma clara percepção de que a posse das informações reais é assimétrica.

No mais, política para valer é coisa para profissional, o voluntarismo só serve de fachada para enganar o povo.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Follow the money, follow the power.

imagem de wanderson Brum
wanderson Brum

A geração twitada!

É o mal do século...e pouco importa a direção da onde vem, direita ou esquerda, o generalismo simplista com as suas definições "definitivas" e toscas, torna impossivel qualquer debate, transforma os espaços de comunicação em uma arena de gladiadores sedentos por sangue, enquanto isso o Poder se move e enrraba país sem que nem sintamos, pois estamos muito ocupado com o nosso BA-VI.  

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de edna baker
edna baker

Parabéns "falou e disse". Eu

Parabéns "falou e disse". Eu já estou utilizando a forma corpo a corpo. Funciona.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Excelestes reflexões

Parabéns pelo texto, seus argumentos coincidem com o que também penso.

É fácil constatar no cotidiano o que você tão brilhantemente coloca.

Apesar dos erros e descaminhos o saldo do PT no governo é muitíssimo positivo.

...

“Crenças!!! São com elas que a ditadura e a imprensa trabalharam habilmente para monopolizar as opiniões, colonizar as mentes.”

“Parte da sociedade brasileira sempre foi racista e elitista e sempre se preocupou somente com seus privilégios.”

“A mídia corporativa sempre esteve ao lado dos poderosos para se beneficiar politicamente e economicamente e nunca esteve do lado do povo.”

“O sistema judiciário é um apêndice da elite colonialista, aparelhado para criminalizar os pobres e aqueles que os defendem e dar vida boa aos ricos e poderosos que estão há anos usufruindo das benesses do sistema.”

“Nosso sistema político faz com que nossos representantes fiquem amordaçados a empresários colonialistas.”

 

Seu voto: Nenhum
imagem de nilo
nilo

Gostei do artigo. De minha

Gostei do artigo.

De minha parte - junto ao meu círculo - tenho tentado - através da história vivida do país (sua construção, formação) - desmistificar o engodo massivo promovido principalmente pelos meios de comunicação 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de CB
CB

A quantidade de bobagens que

A quantidade de bobagens que aparece no tal de facebook contra PT, Lula e Dilma é de impressionar. Gente compartilhando coisas de Álvaro Dias, Ronaldo Caiado e aquelas páginas da direitona reaça que volta e meia tem as palavras "pátria" ou "patriótica" no nome. Pessoas passam atestado de analfabetismo político diariamente compartilhando todo tipo de bobagens que sua turminha posta sem perceber que para quem não é teleguiado pela mídia reacionária ou pelos preconceitos  aquilo é uma demonstração cabal de pura ignorância. Qualquer bobo alegre que aparece na mídia falando qualquer coisa contra o PT é imediatamente elevado á condição de ídolo, seja ele um cantor brega, um apresentadorzinho de TV ou roqueirinho barrigudo e decadente.

Enfim, a autora acerta em cheio quando faz a colocação de que o analfabetismo político independe do grau de instrução, formação ou classe social da pessoa. O facebook tá aí pra comprovar.

Seu voto: Nenhum
imagem de Silvio Luiz Morais
Silvio Luiz Morais

complexidade

O texto é muito bom e aborda uma temática bastante complexa, a saber, as alianças políticas, a questão cultural, o papel da mídia, o sistema político, o judiciário.Se quisesse simplificar tudo, poder-se-ia dizer que é tudo uma questão de ideologia, mas tal afirmação não resolveria nada. Tentando falar uma coisa de cada vez, tenho a impressão de que o PT não compreende com exatidão quão nociva para a democracia é a concentração da mídia no Brasil. É claro que se deve considerar que, dentre os aliados do PT, uma parcela significativa defende a mídia do jeito que aí está. Agora, é difícil engolir a falta de iniciativa do governo, por exemplo, em ampliar a banda larga para um número maior de pessoas.E mesmo considerando as dificuldades com os aliados, será que não dá  para fazer algo mais em termos da mídia e da comunicação do governo?      

                                                                                                              Silvio Luiz Morais

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Rodrigo Negrão
Rodrigo Negrão

Ligia se encontra dentro

Ligia se encontra dentro desta legião de ignorantes ao dizer que fugindo para Italia Pizzolato teria a chance de provar " as falhas que ela julga existir no julgamento do mensalão.

Ao ingressar em uma democracia consolidade com documentos falsos Pizzolato passa a ser criminoso, seja em seu Pais de Origem ou na Italia.

Evidente que a busca da  inocência na Italia não poderia ser acompanhada do cometimentos de outros crimes.

Ele teve todo o tempo do mundo para ingressar na Italia com seus próprios documentos. Em vez disso, passou 8 anos esquentando os documentos de seu irmão para deixar o Brasil como um  criminoso fugindo da aplicação da lei.

A Sra Ligia se insere na qualidade de anafalbetos políticos, porque mistura conceitos morais com posições pessoais a respeito da política.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Motta Araujo
Motta Araujo

Ignorancia, segundo a autora,

Ignorancia, segundo a autora, é não acreditar cegamente no governo. Todo discurso que começa invocando a ignorancia dos outros é tolo.

Seu voto: Nenhum (25 votos)
imagem de Rodrigo G Leite
Rodrigo G Leite

Longe de mim criticar a

Longe de mim criticar a autora por suas preferências políticas, mas acusar que estão atacando o PT com generalização grosseiras e usar generalizações igualmente grosseias só que com sinal invertido (ex: "Grande parte dos médicos do Brasil nunca se preocupou com a saúde da população, mas, somente com seus privilégios capitalistas e corporativistas." ou "Grande parte dos empresários brasileiros nunca se preocupou com a sociedade brasileira, mas, somente com os lucros que eles poderiam usufruir, o que durante muito tempo deixou o país endividado.") é ilógico.

Seu voto: Nenhum (23 votos)
imagem de Paulo Figueiraa
Paulo Figueiraa

A afirmalção dela em relação

A afirmalção dela em relação a grande parte da classe médica e dos empresários é falsa?


Até o mundo mineral sabe que grande parte de nossa elite está pouco se lixando para o País, só pensam em seus interesses corporativos.

Seu voto: Nenhum (14 votos)
imagem de Rodrigo G Leite
Rodrigo G Leite

"Todo o sindicalista é

"Todo o sindicalista é sangue-suga", "todo o professor de humanas é esquerdopata", "todo o pobre é preguiçoso" são afirmações do mesmo calibre que destas que você sustenta, preconceito é preconceito independente de ideologia.

Seu voto: Nenhum (14 votos)
imagem de Paulo Figueiraa
Paulo Figueiraa

Onde foi que fiz alguma

Onde foi que fiz alguma referência à sindicalistas, professores ou pobres?  O que disse e reafirmo é que grande parte da classe médica e do empresariado nacional está pouco de lixando para o País, afirmo não por preconceito e sim por conceito formado pelo que observo da realidade.


Hoje no blog há dois posts sobre os conselhos médicos e suas ações em relação ao programa  mais médicos, leia-os e faça a sua análise se eles pensam no País e na população.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de Rodrigo G Leite
Rodrigo G Leite

Repito, seu apoio a uma

Repito, seu apoio a uma generalização no estilo - todo o rico é malvado - é tão ruim quanto - todo o pobre é preguiçoso. Em segundo lugar, talvez seja uma boa idéia ficar desconfortável quendo o governo decidir jogar a culpa de uma mazela de nosso país inteiramente em uma classe e lavar suas mãos, a próxima vítima pode ser você.

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Desde quando "grande parte" é

Desde quando "grande parte",  é igual a "todo"? Tenho umas duas dúzias de amigos médico, e concordo com a afirmação: "Grande parte dos médicos do Brasil nunca se preocupou com a saúde da população, mas, somente com seus privilégios capitalistas e corporativistas." E nenhum dos meus amigos médico se enquadram nessa afirmação.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Rodrigo G Leite
Rodrigo G Leite

Não quero lhe impor nada,

Não quero lhe impor nada, apenas uma sugestão: converse com seus amigos médicos e exponha sua preocupação com o corporativismo e o bem maior que o governo pretende atingir, talvez eles concordem com você, mas talvez você aprenda alguma coisa. Afinal, não deveríamos dar uma chance aos profissionais de se defenderem ao invés de aceitar a propaganda oficial?

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Você quer mais ?

Essa é a liderança da categoria médica:

 

http://jornalggn.com.br/noticia/conselho-federal-quer-que-medicos-brasil...

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Rodrigo G Leite
Rodrigo G Leite

Por favor, pergunte aos

Por favor, pergunte aos estudantes deste país se eles se sentem representados pela UNE?

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Um médico coxinha?

Tenho muito que aprender. Mas aos 66 anos, já aprendi muita coisa: E uma delas foi escolher meus amigos. Portanto, meus amigos médicos, não são parâmetros para julgar toda uma categoria. Alguns dos meus amigos médicos trabalham no SUS, e não usam "dedinho de silicone", para fraudar a presença, e receber sem trabalhar; Outros são professores, e não matam aula para atender em consultório particular; E nenhum deles - até onde sei - nunca vendeu recibo para fraudar o imposto de renda. Tem filiados ao PT, PSB, PMDB, e a maioria tem participação ativa nas eleições. Só não tenho amigo tucano: Não que todos eles sejam safados, mas dos que conheço, todos são.

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Rodrigo G Leite
Rodrigo G Leite

Peço desculpas por perder seu

Peço desculpas por perder seu tempo, achei ser possível colocar o foco do debate no ser humano mas seu interesse é a cor da bandeira, novamente perdão.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Frederick Cunha
Frederick Cunha

Sem discutir a culpabilidade

Sem discutir a culpabilidade ou não de Pizzolato, mas a fuga dele me faz lembrar do filósofo Sócrates antes de morrer, mais especificamente no livro Críton, de Platão.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Muito bom artigo. O povão

Muito bom artigo.

O povão escravizado ideologicamente, ainda é "maria vai com as outras". O PT é o único partido popular - nasceu do chão de fábricas e contou com intelectuiais comprometidos com os pobres e com o social ( Frei Beto, Boff, ....). Claro que teria que fazer concessões com o poder vigente para poder  e  aprender a ser poder - não existe unanimidade, tudo tem que ser negociado. 

Mas convenhamos: o PT, depois de 10 anos, já era para ter estratégias para consolidar "sua verdade porque tanto lutou com o povo sem direitos". Do jeito que está, se a elite voltar à  maneira que vem sendo imposta( AP 470 goela abixo, juros FHC, mentiras mils todos os dias, falsos intelectuais da mídia, juízes-deuses que não permitem contestações) vai ser uma decepção e abondono daqueles que acreditaram em justiça social. Não fazer nada e ver a banda passar pode ser uma maneira evangélica de aceitar que a hora ainda não chegou, talvez daqui uns cinquenta anos os futuros pobres se revoltem e recomecem o que há dez anos tenta-se mudar. O PT não quer pegar em "armas"  - ir prá cima da mídia, cortar propaganda da VEJA, da  Globo, do Folha, botar a militância cobrando do STF posturas dignas de representantes do povo, propor plesbicitos a torto e a direito para que as verdadeiras ideias do povão se tornem leis e matem as elites egoístas ( nada contra os mecenas, elite comprometida com o belo e a cultura, que sabem dividir).

O PT tem medo. O mensalão parece esconder fatos que os torna submissos. Se errou, vem e diz!

Todos os partidos se permitem ser corrompidos por conta de campanha.O povão vai saber entender !

Seu voto: Nenhum

MRE

imagem de Aroeira
Aroeira

Você está trafegando pela Avenida Gilmar Mendes

Ligia, gostei muito da sua matéria. Vou enviá-la para alguns amigos. Mas você foi muito irrealista em alguns parágrafos. Veja este:

"Fazendo isso, é possível perceber que os grandes tesouros que o PT trouxe para o país, não foram somente as melhorias econômicas e sociais na vida do povo brasileiro. O PT vem desmascarando desde 2003 até o momento atual a hipocrisia do sistema político nacional e seus mecanismos de imposição de uma cultura colonialista no país".

Nele você diz que o PT vem desmascarando desde 2003 até o momento atual a hipocrisia do sistema político nacional, e o Mais Médicos foi sem dúvida uma porrada no estômago das chamadas elites brasileiras, que envia bilhões de reais todos os anos para paraísos fiscais, e por isso mesmo não quer ouvir nem falar em CPMF. Mas, por que é que nós sabemos disso e o  motorista de taxi não sabe? Como vencer a manipulação, a desinformação e a mentira?

Além disso, veja o que aconteceu recentemente com a bancada do PT no senado assistindo a este vídeo que tem menos de 1 minuto de duração. Depois, se tiver tempo e achar conveniente, comente-o. Por favor.

http://youtu.be/NI4d-VejgLs

PS: Só falta agora Gilmar Mendes ser nome de Av. em Brasília. E, dependendo do PT...

E você, Lígia, poderá ter necessidade de um dia trafegar nesta avenida.

 

Seu voto: Nenhum
imagem de CB
CB

Você não perde por esperar:

Você não perde por esperar: no dia seguinte àquele em que fhc tiver falecido vai surgir uma corrente de compartilhamentos no facebook e outras rédeas sociais pra se mudar o nome da Av. Paulista pra Avenida Presidente fernando henrique cardoso.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de emerson57
emerson57

o imortal

fegacê prefere ser enterrado na França.

aquele é um pais de mortos "xikes".

Seu voto: Nenhum

Sem conhecimento, nada feito

Essa ignorância que Ligia notou e registrou e que eu também tenho notado no dia-a-dia é uma demonstração de que, sem conhecimento, o povo pode perder o que conquistou e voltar anos e anos no que diz respeito ao progresso, pois é o que ocorrerá caso esses regressistas de pensamento escravocrata[que vão de Joaquim Barbosa a Eduardo Campos passando por Aecio Neves] conquistem o poder

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Grato, Spin F

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.