Revista GGN

Assine

Genoino: uma questão de humanidade

 
José Genoino, cidadão que por sua notoriedade todos sabiam que recentemente havia feito delicada operação cardíaca, por ordem e graça do Ministro Joaquim Barbosa, que não é nenhum imbecil, do ponto de vista intelectual, para ignorar tal fato, foi submetido a condições extremamente desgastantes do ponto de vista físico e psíquico, isto, até mesmo para alguém em plenas condições físicas de saúde.
 
O grau de degradação que cercou tal ato, somente tem paralelo nas masmorras do tempo em que imperava neste país a ditadura militar - um regime de exceção,  em que  atos medievais como estes eram comuns.
 
Mas, o que também não deveria ser comum, são as manifestações de certos partidos, colunistas e políticos, que certamente são de oposição, mas oposição à  vida e a decência,  jamais oposição ideológica ou política, pois, se fosse assim, teriam ao menos hombridade, dignidade e ética para se manifestarem diametralmente contra tamanha falta de humanidade.
 
Ao contrário,  ao invés de repulsa, única atitude que, perante tais atrocidades, considero digna de homens  que possam ostentar tal condição de humanidade, muitos vieram saudar e exaltar tais atos.
 
Isso mesmo, vieram saudar tais atos, dizendo em altos brados que isto representava o  fim da era da impunidade, quando na realidade era o fim da humanidade, traço que diferencia os homens dos animais.
 
Exatamente como num período de trevas, em que, em épocas pretéritas, se saudava a morte de estudantes e políticos adversários,  em bárbaras torturas, como sendo o fim do comunismo, seja lá o que for que eles queriam que fosse isso,
 
Lamento, mas tanto o ato de Joaquim Barbosa quanto o destes seres abjetos, representa apenas iniqüidade, nada mais.
 
Esta celebração da barbárie não é digna de alguém que se intitule homem, ser criado a imagem e semelhança de Deus.
 
Sinto muito, mas Deus está longe de compactuar com o ódio, com a tortura, com estas tentativas de assassinato.
 
Definitivamente, sempre achei que a ditadura e toda sua barbárie, somente se deu,  em tal extensão, devido a imensa manipulação dos atos e fatos por parte da imprensa, ao manter o povo na ignorância acerca de seus desmandos.
 
Agora, com o advento da internet, não vejo tão claro.
 
Algumas escolhas nos definem.
 
Desde sempre escolhi a vida, e, de todas as formas tentei  torná-la digna, e com isso me tornar digno dela.
 
As pessoas simples e de boa vontade saberão do que falo e, acredito, retomarão este país.
 
O resgatarão das trevas que, pela boca de seus falsos porta vozes, neste dias, o fez  contrária a vida.
Média: 5 (10 votos)
7 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Dante sem Virgilio

Muito bem Sergio.

Parece que setores da imprensa e da oposição mandaram às favas a dignidade. Como não conseguiram tirar o PT do Palacio do Planalto através das urnas e de um impedimento qualquer, abraçaram o velho aliado Judiciario e foram até o ultimo circulo do inferno na companhia de Barbosa. 

Mas é isso. Eles passarão. Nos, estaremos na historia pela luta em prol de democracia, justiça e igualdade.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Marly
Marly

Sergio Medeiros!

Sergio Medeiros, levou-me às lágrimas seu comentário!  Desde essa viagem novelesca à Brasília, tenho tentado de várias formas esbravejar contra essas arbitrariedades insanas! Não me conformo com tanta indignidade cometida aos presos!  O SEU COMENTÁRIO LAVOU A MINHA ALMA!!!!!

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Marco A.
Marco A.

Vejamos...Quando dotado de

Vejamos...Quando dotado de plena saúde, o reu condenado, a pretexto de um projeto de poder, já que não se aproveitou pessoalmente, dada sua renda; participou de ações que visaram falsear a verdade e esconder a origem expúria de dinheiro que jorrava aos borbotões de um caixa de partido que antes estava em condições ruins e não reunia consições mínimas até para obter empréstimos; lembrando que até o relator do processo viu os empréstimos do banco rural ao partido como eivados de irregularidades, tanto que condenou os reus relacionados ao banco e as empresas de propaganda. Por obvio os réus politicos desses crimes não poderiam ser inocentes.

Na cpi, nos inqueritos policiais e no processo judicial, além de entrevistas parz tv e jornais o réu condenado negou até que tivesse assinado documentos relacionados a empréstimos e reuniões para "acertos".

Mas os documentos estavam lá e testemunhos de outros réus o colocaram nas reuniões. Logo somente a cegueira que resulta da militância ideológica ou a miopia gerada por excessiva ingenuidade ou ainda o uso de viseira proporcionada por se estar a soldo do governo ou partido de plantão, apontam inocência por conta tão somente de sua 'luta" contra a ditadura, que é preciso notar nunca foi uma luta pela democracia, mas a derrubada da ditadura militar ruim por uma ditadura socialista igualmente ruim, já que o modelo era cuba, china maoista ou urss antes stalinista.

Mas voltando a questão, se o sujeito é um réu condenado, deve cumprir a pena. A gritaria que se faz por conta do "estado de saúde" do heroi da turminha, é muito seletiva não é mesmo?

Quando se reportou que aquele sem vergonha do ex-juiz nicolau estava em prisão domicilar por conta do estado de saúde a gritaria foi na mão contrária. Quando se reporta a situação de saúde de presos comuns que sofrem de turbeculose, aids, doencas cardiácas entre outras, não se ouve uma unica opinião sequer em defesa dessa massa de presos que merecem a prisão mas não possuem o pedrigree politico correto para ativar a turma. Nesse caso, eles que se danem.

Pessoalmente, acho que que aqueles que pelos crimes já condenados e sem direito a recurso deveriam estar no regime semi-aberto (o que é diferente do regime aberto), deveriam ter a prisão domiciliar decretada com tornozeleira implantada e guarda na porta. Lembrando que nenhum de nós, inocentes ou culpados teriámos direito se a situação fosse conosco.

 

 

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Marcos Carvalho Campos
Marcos Carvalho Campos

Você está completamente

Você está completamente enganado. Simples assim.

Uma única pergunta, duas: Porque então o TSE aprovou as contas do PT relativa as eleiçoes passadas, de 2006 e de 2002. 

Segunda: Você sabe que foi omitido pelo Joaquim Barbosa um inquérito (2474) que provava que os recursos que foram considerados como públicos e que teriam irrigado o "mensalão", são na verdade privados?  O dinheiro da VISANET entrou na DNA do Marcos (executaram os serviços) e nunca foram usados para comprar políticos, algo que nunca existiu, (invenção do Jefferson, que ele próprio desmentiu depois).  Mas cuja "existência"  (a compra de politicos) foi usada sem ser provada, contra os réus.

Precisa se informar mais. 

Quanto a ditadura ... Nunca tivemos neste país um sistema econômica e político socialista , e acho que isto não vai acontecer tão cedo, hoje estamos no máximo tentando nos aproximar da social-democracia nórdica de bem-estar social porém de regime econômico capitalista, cujas bases ainda estão em expansão no Brasil, ou você acha que um país avançado como a Suécia a distribuição de renda é igual ao do Brasil ?

De fato, por definição não existe ditadura socialista, se é ditadura não é mais democracia, socialismo sem democracia participativa e representativa ao mesmo tempo NÃO EXISTE.

Seu voto: Nenhum

O texto nos mostra a pura

O texto nos mostra a pura realidade, o que nos leva a concluir que parte da sociedade e do Estado, particularmente a mídia e o judiciário, ficaram lá na ditadura militar. De lá não saíram até hoje.

E se mais barbaridade não fazem é porque não contam mais com a Forças Armadas. Apenas por isso

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Juliano Santos

Uma questão de humanidade e

Uma questão de humanidade e outra de absoluta irresponsabiidade funcional e institucional. O ministro Barbosa com essas ações também mancha a própria reputação do STF, e por extensão do próprio Poder Judiciário. 

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Marcos Carvalho Campos
Marcos Carvalho Campos

Acho que tem muita gente no

Acho que tem muita gente no Poder Judiciário louca para ver o JB fora da presidência do STF. Eu já estou torcendo para ele sair candidato a Presidência para levar tinta.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de maria cecilia miranda palhares
maria cecilia miranda palhares

questão de humanidade

Sergio nunca faço comentarios sobre o que leio, mas
não resisto ao seu. Como diz voce pegou na veia, é uma questão de humanidade e as escolhas definem as pessoas, que nojo do PSDB e do FHC.

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de cristina ribeiro
cristina ribeiro

Sergio, brilhante o seu

Sergio,

brilhante o seu texto. Também estou estarrecida com tanta falta de humanidade e excesso de odio.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.