Revista GGN

Assine
imagem de Nilva de Souza

CONTEÚDOS DO USUÁRIO

Postagens

Dulce Maia: Não somos vítimas nem heróis de uma época. De nada me arrependo!

Enviado por Nilva de Souza

por Paula Souza Lopez

do Facebook

Da pagina do querido Aimar Labaki que tive a sorte de encontrar por acaso hoje no cafe vizinho de casa com Pedro Pires...

Aimar fez ha pouco esta linda homenagem a Dulce Maia de Souza, mestra de todos nos (digo isso mesmo sem te-la conhecido de perto) E adotei ha pouco sua linda cidade: Cunha, que me acolhe mais a cada ida, a cada visita, a cada aproximacao!

Dulce, siga nos iluminando e nos fortalecendo!

"Dois obituários num mesmo dia. Seria demasiado, não fosse condizente com os dias que correm. Por outro lado, os protagonistas por certo ficariam felizes com a companhia um do outro. Horas depois de Antonio Cândido, se vai Dulce Maia de Souza. Exemplo para quantos atravessaram o inferno dos porões da ditadura, Dulce manteve até o fim a postura de quem não desiste de lutar pela Justiça, mesmo contra todas as evidências que a vida nos joga na cara de que essa luta está longe de terminar. Obrigado, muito obrigado, Dulce. Desculpe se não fazemos o mesmo tanto. R.I.P.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

O olhar treinado de um jornalista e a notícia da crise

Entrevista de Eugenio Bucci ao  jornal O Povo

http://www.opovo.com.br/app/opovo/paginasazuis/2016/05/02/noticiasjornal...

 

Sem votos

A trajetória de Márcio Thomaz Bastos, por Laura Diniz

Enviado por Nilva de Souza

Do Jota

Os 80 anos de Márcio Thomaz Bastos

Os planos

Aos 79 anos, o advogado e ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos seguia cheio de planos. Entre eles, fazer uma festança aos 80, publicar uma biografia, multiplicar dinheiro investindo em startups e em incorporações imobiliárias e, é claro, amenizar o curso da operação Lava Jato tanto quanto possível. “Eu achava que ele viveria mais uns dez anos. Acho que ele também”, diz a empresária Marcela Bastos, filha única de MTB. A comemoração de 80 anos seria hoje, oito meses depois de seu falecimento.
 
A morte de Bastos foi precipitada por uma viagem de trabalho. Acometido por um câncer em 2007, submeteu-se a uma cirurgia que lhe extirpou metade do pulmão esquerdo e a algumas sessões de quimioterapia. Ficou curado. Não era de repetir histórias, mas contava frequentemente, com orgulho, os detalhes de como havia derrotado aquele câncer e as lições que tirara disso.

Leia mais »

Média: 4 (8 votos)

A estigmatização da negritude, por Ademir Barros dos Santos

Enviado por Nilva de Souza

A ESTIGMATIZAÇÃO DA NEGRITUDE Ademir Barros dos Santos *

Este texto, aqui reescrito, foi retirado do livro África – nossa história, nossa gente, que se encontra em processo de publicação, busca abordar as razões próximas que levaram à estigmatização quase universal do negro, de modo a considerá-lo inferior aos demais elementos da humanidade. Para tanto, primeiro aborda a sempre negada resistência da população escrava ao regime que lhe foi imposto, como provocadora desta estigmatização; a seguir, trata dos campos das ciências sociais em que o embate se deu, e a interpretação dada, tanto às resistência quanto aos embates, na formação do ideal estigmatizador que, apesar da longevidade dos fatos, ainda persiste, inculcado nas culturas que conviveram, direta ou indiretamente, com o processo sistemático de sequestro de africanos para escravização.

Leia mais »

Média: 3.7 (6 votos)

O direito de morrer e a objeção de consciência

 
Enviado por Nilva de Souza
 
Do blog de Marcelo Semer
 
 
Jurista brasileiro discute caso colombiano: objeção de consciência não pode impedir a efetivação de eutanásia legalmente autorizada

O artigo que segue, do professor e juiz de direito José Henrique Rodrigues Torres*, é uma versão em português, fornecida pelo autor, daquele publicado na Revista Colômbia Médica (originalmente em inglês), que discute os limites da objeção de consciência, na aplicação da eutanásia, admitida no país.

A Corte Constitucional Colombiana, em 1997, reconheceu o direito à eutanásia -direito de morrer com dignidade. Como vários médicos se recusavam a cumprir a decisão, invocando o direito à objeção da consciência, a Corte proferiu uma segunda decisão, em 2015, determinando que medidas fossem adotadas pelo Ministério da Saúde para garantir o direito à eutanásia. O Ministério da Saúde editou portaria para regulamentar a prática da eutanásia, mas as objeções continuam.
Leia mais »
Média: 5 (3 votos)

Eliane Dias e o desafio de produzir os Racionais MC's

Enviado por Nilva de Souza

Da Vice

 
By Beatriz Moura
 
Como manejar personalidades e vontades e ainda impulsionar a carreira do maior grupo de rap do Brasil? Ambição, respeito e humor parecem ser a fórmula de Eliane Dias, produtora dos Racionais MC's. “Como mulher de negócios, tem dois homens que eu gostaria de ser: ou o Barack Obama ou o Jay-Z. Então o Racionais seria uma Beyoncé", brincou ela em palestra este mês no Pulso, ocupação de música independente que encerra esta semana, após um mês de atividades, no Red Bull Station. 
 
Além de produtora dos Racionais MC’s, Eliane também é advogada e mulher do Mano Brown, mas nem por isso o trabalho ficou mais fácil. “Sou capaz de cuidar de um ET agora. Existe o planeta Terra, existe o planeta Racionais, existe o planeta Fãs do Racionais e existe o planeta Mano Brown.”  
Leia mais »
Média: 5 (1 voto)

Na vila de Tiébélé, cada casa é uma obra de arte

Enviado por Nilva de Souza

do Hypeness

Cada casa desta vila africana é uma verdadeira obra de arte

Por Bruna Rasmussen

No oeste da África, em Burkina Faso, existe uma pequena vila chamada Tiébélé. Em um espaço circular com pouco mais de 1.2 hectares, moram as pessoas do grupo Kassena, que vivem praticamente isoladas do resto do mundo e mantêm uma identidade cultural bastante forte, distinta e histórica. Parte disso é revelado nas paredes das casas.

Cada residência possui um certo padrão de pintura e cor, garantindo uma “cara” única para cada casa. Muitas delas não são habitadas por integrantes do grupo, mas por cadáveres. Os mausoléus ficam juntos às residências comuns e trazem sua própria beleza, também expressa por meio da pintura nas paredes.

Todos os anos, passado o período de chuvas, as casas são repintadas pelas mulheres do grupo. Os símbolos são tradicionais da cultura Kassena e trazem seus próprios significados, além de representarem o dia a dia dos moradores.

Leia mais »

Média: 4.6 (7 votos)

O Judiciário no Brasil, segundo Comparato (1)

O Judiciário no Brasil, segundo Comparato (1)
POR FABIO KONDER COMPARATO
– ON 17/07/2015


Em estudo especial, um grande jurista brasileiro traça história de um poder submisso às elites, corrupto em sua essência e comprometido secularmente com a Injustiça

Por Fábio Konder Comparato | Imagem: Antonio Parreiras, Julgamento de Filipe dos Santos (1936)


O estudo será publicado em três partes.
Leia mais »

Sem votos

A prisão como regra: ideologia e decisões judiciais

Enviado por Nilva de Souza

Por Rubens R R Casara

No Empório do Direito

Em recente decisão, um juiz de direito do Estado do Paraná decidiu tecer considerações sobre a atuação do promotor de justiça signatário de uma peça posta à sua apreciação, imputando-lhe constantes manifestações em favor da liberdade dos réus. Em seguida, o juiz desconsiderou a promoção do Ministério Público, que sustentava a desnecessidade da custódia cautelar de um determinado réu, para manter a prisão.

Para além das diversas questões processuais que poderiam ser discutidas no caso concreto, essa decisão permite analisar a influência da ideologia na construção das decisões penais e a necessidade de sua compreensão e desvelamento em nome da concretização do projeto constitucional. Em um modelo em que vigora o Estado de Inocência, razão pela qual a prisão cautelar é sempre medida de exceção (Extrema Ratio), apenas a ideologia permite nublar a percepção a ponto de gerar estranhamento o fato de um promotor de justiça (portanto, em tese, comprometido com a legalidade constitucional) manifestar-se em elevado número de causas em favor da liberdade, valor fundamental consagrado na Constituição da República.

Leia mais »

Média: 4.6 (9 votos)

Em 'homenagem' a elas, Senado coloca mulheres na cozinha

Jornal GGN – O Senado Federal é moderno. Progressista. Atento às demandas dos movimentos sociais. Sensível. E encontrou uma forma de prestar homenagem às mulheres neste 8 de março: uma belíssima oficina de culinária!

É isso mesmo! A homenagem dos senadores às suas servidoras do sexo feminino é coloca-las na cozinha. Reforçando os estereótipos das funções sociais dos gêneros.

Dessa vez a Câmara dos Deputados foi mais feliz. Propôs um curso “Gênero e Atuação Legislativa”.

Porque lugar de mulher... é na política.

Enviado por Nilva de Souza

Em homenagem ao Dia da Mulher, o Senado Federal oferece oficina de culinária

Por Grasielle Castro

Do Brasil Post

Em homenagem ao Dia da Mulher, o Senado Federal anunciou na sua página interna para servidores que oferecerá oficina de culinária, intitulada Pão da Paz Interior. A mensagem irritou algumas servidoras, que consideraram a ~homenagem~ machista.

Leia mais »

Média: 5 (3 votos)

Festival Música Para Todos - Coletivos TDV

 Festival Música Para Todos - Coletivos TDV Dias 06, 07 e 08 de março - Largo da Batata (São Paulo, SP) - Metrô Faria Lima - GRATUITO - LIVRE Leia mais »

Sem votos

Paulo Betti encena o ambiente inóspito e poético da infância

Paulo Betti leva aos palcos o ambiente 'inóspito e poético' de sua infância 
01/03/2015 02h00

Paulo Betti está catando latinhas no mato para que elas não entupam os bueiros. Paulo Betti está gravando as últimas cenas da novela "Império", em que interpreta o homossexual Téo Pereira. Paulo Betti está tentando descobrir por que chora ao se lembrar do São Bento, time de futebol de Sorocaba (SP), cidade em que foi criado, e não ao se recordar de quando, aos 16 anos, internava o pai no manicômio. Paulo Betti mergulha nesse contrassenso enquanto lê para a sua terapeuta o monólogo (que chama de "monóloco") que levará ao teatro a partir do dia 19.

* Leia mais »

Sem votos

Mercosul aprova placas unificadas para os veículos do bloco

Enviado por Nilva de Souza

Mercosul aprova modelo de placas unificadas para veículos do bloco

Do Blog do Planalto

Foi aprovado neste sábado (28) o modelo da placa unificada para veículos dos cinco países que fazem parte do Mercosul – Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela. Em reunião nesta tarde no Uruguai, a presidenta Dilma Rousseff disse que a placa unificada é o início da integração entre o bloco em termos de movimentação de pessoas.

Dilma Rousseff e José Mujica apresentam novo modelo de placa unificado para veículos dos países do Mercosul. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.

Leia mais »

Média: 4.3 (11 votos)

O preconceito exclui pessoas com deficiência, por Vivian Alt

Enviado por Nilva de Souza

Como o preconceito exclui pessoas com deficiência

Por Vivian Alt

Da Politike.cartacapital

Ausência de políticas públicas e rejeição familiar violam direitos humanos

Em fevereiro de 2015, o mundo conheceu a história de Leo, o recém-nascido portador de Síndrome de Down na Armênia que foi rejeitado pela mãe após o parto.  O pai se recusou a abandona-lo e a mãe pediu o divórcio. A história foi divulgada no Brasil pelo senador Romário Faria, um dos principais ativistas pela inclusão de pessoas com deficiência no País. Em novembro de 2014, um episódio ainda mais dramático chegou aos noticiários mundiais: crianças em uma instituição pública para pessoas com deficiência naGrécia eram mantidas trancafiadas em jaulas. Jaulas, como se fossem animais! Essa sequência de acontecimentos em países europeus colocou em pauta uma questão de enorme importância que, contudo, é frequentemente esquecida: a proteção de direitos humanos de pessoas com deficiência.

Leia mais »

Média: 2.3 (3 votos)

Os 70 anos de Elke Maravilha

Enviado por Nilva de Souza
 
 
Por Bruno Astuto
 
Da Época
 
 
 
 
 
Elke voltou aos tempos de modelo e posou para a grife mineira Lucas Magalhães (Foto: Phillippe Kliot)
 
Com 70 anos recém-completados no dia 22, Elke Maravilha acaba de ser contratada para ser rever os tempos de modelo. Ela estrela a nova campanha da grife mineira Lucas Magalhães, encarnando o ícone nordestino Maria Bonita. "Nunca deixei de ser modelo. Mas hoje sou uma velha senhora que visto umas roupas", diz. Ela conta que celebrou o aniversário com força. "Teve alguns amigos que vieram passar uma semana aqui em casa comemorando comigo, enchemos a cara. Não sofro de ressaca, amor. Nasci na Rússia”, diz ela, que não tem nenhum problema em se assumir septuagenária. "Os 70 são os novos 50. Essas pessoas que acham que têm o espirito jovem não sabem envelhecer, fazem monte de merda no rosto. O resultado das operações é horrível". Elke mesmo já enfrentou o bisturi uma única vez. "Fiz a papada, porque estava enorme. E só. O resultado foi discreto", afirma a eterna jurada do Chacrinha, que bateu um papo com a coluna.
  
Como foi a comemoração dos seus 70 anos?
Comecei a comemorar no sábado (21) e o povo só foi embora aqui de casa três dias depois. Enchemos a cara. Foi uma festa do c****. Tinha gente desde os 16 anos até alguns mais velhos do que eu. Amo gente e gosto sempre de estar cercada por amigos.
 
A ressaca foi grande então?
Amor, nasci na Rússia. Meu pai me ensinou a beber quanto eu tinha sete anos. É o povo mais pau d'água do mundo. Está no DNA. Inclusive certa vez conheci um cientista em um avião e ele disse que estava estudando o fígado do meu povo, porque somos muito tolerantes a álcool. Não gosto de gente que não bebe, não dá para confiar. Eles não querem mostrar suas sombras. Nunca se case com uma pessoa antes de dar um porre nela. Sabe o que significa espírito em latim? Álcool. Por isso ele libera todos os espíritos, até os de porco. Fico totalmente espiritualizada quando bebo.
 
Teve experiências com drogas?
Fiz de tudo, menos heroína. Mas eu usei e não fui usada, graças a Deus. Se eu tivesse propensão ao vício já estaria morta, porque não gosto de regular mixaria. A droga faz coisas maravilhosas com as pessoas. Você já ouviu Janis Joplin antes delas? É uma m****. É melhor morrer de droga do que medíocre. Não faço apologia, mas cada coisa tem seu tempo e tem gente que tem problemas químicos. Eu não. 

Leia mais »

Média: 1.5 (2 votos)

Fotos

Sem colaborações até o momento.

Vídeos

Sem colaborações até o momento.

Documentos

A DIVINA TRAGÉDIA DE BELCHIOR

A divina tragédia de BelchiorProcurado pela polícia e hospedado de favor na casa de fãs, o compositor de clássicos como “Divina comédia humana” protagoniza uma história de amor e decadência

  Leia mais »

Áudio

Sem colaborações até o momento.