Início Autores Posts por Jorge Alexandre Neves

Jorge Alexandre Neves

79 Posts 0 comentários

Pesquisas de Intenção de Voto: ruim com elas, pior sem elas!, por Jorge Alexandre...

Reconhecer que pesquisas de intenção de votos têm problemas não significa dizer que não são desejáveis. Muito pelo contrário! Apesar de ter limitações, elas são a melhor fonte de informações que temos.

Ataque ao CrediAmigo, por Jorge Alexandre Neves

BNB iniciou uma parceria com o Instituto Nordeste e Cidadania (INEC), uma OSCIP que conseguiu criar um modelo organizacional extremamente inovador para os padrões brasileiros e, com ele, fazer do CrediAmigo um grande sucesso.

Vozes do atraso, por Jorge Alexandre Neves

Como é comum no governo Bolsonaro, também o atual ministro da educação é ignorante ou mentiroso (ressaltando-se que o “ou” em questão não diz respeito a eventos excludentes)

Os Donos do Poder: Coesão Estamental e Dominação de Elites no Brasil, por Jorge...

Raimundo Faoro observou bem que os políticos brasileiros formavam um estamento político. Mas falhou ao não perceber que a burocracia e os profissionais também tinham um caráter estamental.

Nem tanto ao céu, nem tanto à terra, por Jorge Alexandre Neves

Não só nessa entrevista, mas em várias outras, Marcos Nobre tem deliberadamente tentado diminuir o papel e a atuação de Lula, em relação à eleição do próximo ano.

Ignorância e crueldade, por Jorge Alexandre Neves

De modo geral não há soluções universais para as pessoas. As sociedades são diferentes e demandam soluções diversas.

A Nova República Bananeira: os EUA, o peso da demografia e o desafio da...

O que está acontecendo nos EUA que leva a tal rebaixamento inédito de sua centenária democracia? É a demografia, estúpido!

Keynesianismo perneta e tempestade perfeita, por Jorge Alexandre Neves

O neoliberalismo desorganizou por completo a economia brasileira. De um lado, passamos a ter problema sério com a inflação. De outro lado, não há qualquer perspectiva de elevação do PIB.

Por que precisamos de uma elite negra no Brasil?, por Jorge Alexandre Neves

A questão da desigualdade racial é envolta em uma grande quantidade de desinformação e mal-entendidos

Metafísica normativa, por Jorge Alexandre Neves

A dinâmica econômica dos próximos dois anos irá, em boa parte, ditar o que vai ocorrer em 2022.

Bolsonaro e a modernização conservadora, por Jorge Alexandre Neves

A enorme desigualdade mantida pela modernização conservadora no Brasil criou certa repulsa na base da pirâmide socioeconômica aos valores típicos da modernidade: racionalidade, secularismo, impessoalidade etc.

É a economia, estúpido!, por Jorge Alexandre Neves

Vou oferecer novas evidências empíricas de que – assim como costuma ocorrer com os governos em geral – as variações no apoio ao governo Bolsonaro estão associadas às variações no bem-estar econômico.

Perdão global, por Jorge Alexandre Neves

Te perdoo / Por todas mil ajudas / Que em nações civilizadas / Ninguém faz

A volta dos que não foram, por Jorge Alexandre Neves

A desigualdade – tanto de estoque quanto de fluxo – cria um ambiente propício ao autoritarismo. E a desigualdade é consequência do liberalismo econômico. Logo, como já afirmei antes, o liberalismo econômico destrói o liberalismo político.

Estado paralelo, por Jorge Alexandre Neves

O que estamos vivendo já há alguns bons anos, no Brasil, é um aprofundamento de práticas patrimonialistas.

Brasil: o país do futuro, distópico?, por Jorge Alexandre Neves

Nos últimos dias, uma série de artigos e reflexões transmitidas por diversas mídias levantou uma questão que está cada dia mais visível, qual seja, a intenção do presidente Bolsonaro de dar um golpe definitivo sobre o estado democrático de direito.

Como um sapo na panela, por Jorge Alexandre Neves

O estado democrático de direito está sendo destruído, pouco a pouco, há muito mais tempo do que os 16 meses de governo de Bolsonaro.

De Olímpio Mourão Filho a Carlos Lacerda, por Jorge Alexandre Neves

Carlos Lacerda rompeu com a ditadura militar que ajudou a consolidar, assim como Sérgio Moro rompe agora com o governo Bolsonaro, que ajudou a eleger.

O preço do ódio, por Jorge Alexandre Neves

Hoje o Brasil vive uma situação dramática e isso é resultado de uma cadeia de acontecimentos que só foi possível porque muita “gente boa” aceitou alegremente apoiar a destruição do Estado Democrático de Direito.

Crepúsculo macabro, por Jorge Alexandre Neves

Observamos no mundo uma mistura de estruturas institucionais e políticas liberais e, digamos, sociais. Quanto mais forte o elemento social, melhor o desempenho no enfrentamento da pandemia.

Leia também

Últimas notícias