Início Autores Posts por Fábio de Oliveira Ribeiro

Fábio de Oliveira Ribeiro

3012 Posts 7086 comentários

EUA x China: o jogo Poker planetário começou, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Os norte-americanos têm deslocado tropas e equipamento militar para a Europa, algo que incomoda muito a Rússia. Eles também tem continuamente provocado Pequim no Mar da China.

O STF na era do “copiar e colar”, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Desde que assumiu a presidência do STF, Fux tem agido como se fosse uma espécie de secretário de negócios jurídicos de Jair Bolsonaro.

O sistema x Conrado Hubner, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Se a importância de um colunista pode ser medido pelos inimigos que ele faz, podemos dizer que Hubner é um dos maiores colunistas brasileiros nesse momento.

22/07/2021, um dia para entrar na infâmia, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Há bem pouco tempo Joice Hasselmann era a heroína dos bolsonaristas. Agora foi reduzida a objeto de escarnio num momento de fragilidade.

Gail Bradbrook x Justiça Inglesa: uma colisão de duas visões de mundo, por Fábio...

O caso da Dra. Gail Bradbrook x Justiça Inglesa não pode ser tratado como um mero processo criminal de dano a patrimônio particular.

A estética da morte, por Fábio de Oliveira Ribeiro

E assim, a interdição ética, moral e até religiosa (não matarás) é esteticamente levantada ou, no mínimo, fragilizada. O capitalismo opera assim a última revolução: a nazificação da sociedade mediante o consumo de armas de fogo.

Um AGU muito engraçado e o presidente desgraçado, por Fábio de Oliveira Ribeiro

A cada dia um número maior de pessoas contrai a moléstia, fica doente e eventualmente morre. Os hospitais estão lotados de pacientes e os estoques de suprimentos hospitalares estão começando a se esgotar.

Fux 1º e único, legislador em última instância, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Na prática, o presidente do STF introduziu na Lei um novo prazo que não foi prescrito pelo Poder Legislativo. Ele poderia suspender a eficácia da Lei, mas não criar outro prazo para o seu cumprimento.

Fake Militarism, a maior e mais duradoura obra do capitão amalucado, por Fábio de...

Em caso de golpe, o mito será rapidamente descartado por militares como ocorreu no caso de Castelo Branco.

Léthê, a padroeira do Brasil, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Não é possível escrever um livro contendo as biografias de cada uma das vítimas da violência policial no Brasil desde 1988. Se fosse escrito, nenhuma editora o publicaria.

E com vocês a Justiça Militar, um T-Rex prestes a ser extinto, por Fábio...

Legítimo representante do Predador-Exterminador que dominou o Brasil, Bolsonaro foi programado para destruir o presente e caçar o futuro idealizado pela Constituição Cidadã.

Adeus Ramiro d’Orco tupiniquim… seu prazo de validade terminou, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Na prática o governo Bolsonaro acabou no sábado em que o Brasil ultrapassou a marca de 500 mil mortes causadas pela forma criminosa como o combate à pandemia foi gerenciado pelo governo federal.

Só agora começou, por Fábio de Oliveira Ribeiro

José Sócrates é um escritor refinado e dono de um temperamento desafiador. Isso fica evidente quando ele narra o episódio das botas, que o diretor do presídio resolveu confiscar alegando que o regulamento não permitia o uso de botas de inverno por detentos.

A luta pela democracia deve ser permanente, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Todo o peso da responsabilidade pela perpetuação do Estado está nas costas do Poder Judiciário, algo que os malditos agentes imperiais norte-americanos estão destruindo por toda parte, como se fossem gafanhotos que assolam as plantações na África.

Um herói do genocídio pandêmico?, por Fábio de Oliveira Ribeiro

O processo está concluso com Marco Aurélio desde 02/03/2021. Até aquela data 257,5 mil pessoas haviam morrido no Brasil por causa do #COVID19.

Sade, Hayek e von Mises: os pais fundadores do neoliberalismo bolsonarista, por Fábio de...

O neoliberalismo é o sadismo acima de todos. A agressão como fundamentos da atividade governamental. A solidão e o abandono como experiências sociais fundamentais garantida pelo Estado.

Suspeito e para sempre suspeito, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Águas passadas, o triunfo do advogado não deve representar a humilhação do juiz beligerante. Sérgio Moro não foi vítima de seu próprio método, mas da ausência dele.

Cassandra e a maldição brasileira, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Extermínio do rebanho, seja durante a pandemia seja depois dela. As opções colocadas à disposição da população não incluem o livre exercício da soberania popular para mudar o curso dos acontecimentos.

Lagartixa jacaré efeito, noite 1, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Meus pés ficaram gelados, então coloquei uma meia. Com febre eu perdi o sono e comecei a ter delírios. Eis aqui um deles.

Cassandra e a maldição brasileira, por Fábio de Oliveira Ribeiro

O objetivo é apenas preservar a financeirização da economia com o menor custo orçamentário possível. O sofrimento imposto ao povo desta vez não virá embalado na promessa “É preciso fazer o bolo crescer para depois dividir”.