A gestão Haddad e a mudança de paradigmas

Nas últimas semanas, a gestão de Fernando Haddad, na prefeitura de São Paulo, foi objeto de reportagens elogiosas no Wall Street Journal, no New York Times e em evento da prefeitura de Paris.

Ontem, no Seminário Brasilianas “Cidades Saudáveis”, Haddad explicou sua gestão.

O grande desafio das grandes cidades será trabalhar em mudanças comportamentais e quebras de paradigmas.  “Até 50 anos atrás, ninguém imaginaria conglomerados urbanos com mais de 10 milhões de habitantes. Hoje, existem dezenas delas, exigindo uma nova ciência. Será necessária uma quebra de paradigmas. A maneira como os americanos conceberam, cidades e subúrbios não vai prevalecer por questão material: a menos que inventem carros que voam”.

E aí o grande desafio para o prefeito é buscar na academia as soluções para esse desafio. “Não se pode voltar as costas para a produção acadêmica”, diz ele. “Tem farta produção que vai aumentar cada vez mais. Um prefeito não pode se fiar apenas no senso comum”.

Como exemplo dessa falta de alinhamento com a academia, Haddad menciona os investimentos bilionários na malha viária voltada ao transporte individual, como foi o caso das marginais.

“Há anos não se investe assim em todo mundo, diz ele. A teoria do trânsito induzido mostra que quanto mais ampliar o espaço do veículo individual, mas trânsito haverá. Depois da ampliação o trânsito aumentou 80% nas marginais”.

***

Hoje em dia, em qualquer grande capital do mundo – seja na Europa ou na América Latina – um dos pontos centrais das leis de uso de ocupação do solo é o conceito do multiuso.

Em Paris, os novos bairros são construídos para multiuso, imóveis mais caros junto com imóveis populares, áreas de comércio e de serviços públicos, em uma mistura que permita o subsídio cruzado. Isto é, os maiores lucros obtidos com os imóveis de maior valor compensando as margens menores nos imóveis populares.

***

No Brasil, o Plano Nacional de Mobilidade Urbana, de 2012, determina as prioridades: primeira prioridade, o pedestre; depois, os ciclistas; em terceiro lugar o transporte público; em quatro, o transporte de cargas. E apenas em 5o, o transporte individual motorizado.

Segundo Haddad, trata-se de uma mudança paradigmática, equivalente ao Estatuto da Cidade, de 2001.

As medidas adotadas para São Paulo se inserem nesses princípios, como a construção de ciclovias, a moderação de velocidades. Em Nova York, há 3 mortes por 100 mil habitantes por ano; em Tóquio, 1,5 morte. Em São Paulo estava em 12, caiu para 9 e a meta é 6.

***

Ele não se considera um inovador. “Estou copiando o que ocorre no mundo inteiro, com dez, quinze anos de atraso. É o mesmo que perseguem os prefeitos de Bogotá, de Medellín, de Buenos Aires e do circuito chique de Paris, Londres e Amsterdam. “Estamos apenas promovendo a distribuição democrática do que é público e que foi privatizado: as ruas, calçadas, fachadas”.

O primeiro passo para o prefeito que quiser quebrar paradigmas é ter convicção do que está fazendo, para não fraquejar quando vierem as críticas.

Haddad menciona o corredor de ônibus na 23 de maio. Havia polêmica inclusive na CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). A maioria era a favor. Mas a minoria prevalecia por a classe política tinha por hábito adotar a postura de menor atrito.

Segundo Haddad, um truque que funciona na política é: se a imprensa bate em um problema, crie outro que acabam esquecendo o anterior. As faixas de ônibus ganharam um respiro na mídia quando o tiroteio se voltou contra as ciclovias. E as críticas às ciclovias reduziram-se quando implementou a redução de velocidade.

Finalmente, pela terceira lição: se não for para testar hipóteses, correr riscos, falar com a cidade, não há porque seguir a política.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A deterioração do emprego, especialmente para mulheres, pretos e pardos, por Luis Nassif

70 comentários

    • Que bela homenagem!

      Ele merece!  O prefeito preferido!  Também em homenagem a ele, espero num futuro próximo, em mais uma vitória, ver aquele vídeo maravilhoso que você postou quando ele conquistou a prefeitura!  Foi emocionante! Será mais ” um dia de alegria” !

  1. Não adianta. Depois da

    Não adianta. Depois da beberagem psicodélica que a mídia paulista fez todo paulistano ingerir à força junto com as  últimas gotas de lama da Cantareira, Haddad poderia até ter transformado São Paulo num paraíso, mas os eleitores psicodelizados de São Paulo irão preferir morrer de sede e de corrupção tucana ou dêmica, para não mais eleger o bom, o novo, o que seria melhor para a cdade. A não ser que se consiga um meio milagroso de distribuir a todos os paulistanos algum poderoso antídoto contra a venenosa beberagem midiática.

  2. Votei no Haddad. E volto nele

    Votei no Haddad. E volto nele de novo se o hospital que ele prometeu pra região onde moro estiver funcionando.  Aliás, o que conta mesmo para a população são três coisas para votar num prefeito = construção de creches, hospitais e melhoria do transporte de ônibus. O resto é até necessário, mas não se converte em votos suficientes para uma reeleição. 

    • É isso!

           Simples e claro.

           O grande prefeito inovador deveria também considerar este aspecto básico: escola (creche), hospital e transporte. O mais interessante é que isso é tão precário em São Paulo, que bastaria se preocupar um pouquinho para melhorar.

            Discutir faixa de bicicleta ou limite de velocidade é muito de nossa academia. A questão do povão – que vota e elege, pois a academia e a elite branca, azul e amarela, não ganha eleição nem para síndico – é tão precária que um pouco de cuidado já é reconhecido, o Lula que o diga, Se o ônibus está mais cheio, ou o metro, é que importa. Se o hospital e o posto de saúde está atendendo; se na escola tem professor – qualidade é coisa de academia, para muitos isso é binário: tem ou não professor -, tudo isso é medido na eleição.

            Não se diga que o povo é manipulado pela mídia, porque este mesmo povo elegeu Lula e Dilma. Elegeu o Haddad – interessante notar que o povo já sabia que a dupla Marta e Mercadante não era grande coisa…

            Abraço

    • Não sei não. A Midiona faz

      Não sei não. A Midiona faz milagres por aí. Elege e reelege os políticos mais destruidores dos espaços e bens públicos do Brasil. Qual grande região do Brasil, os mais incapazes políticos conseguem deixar o povo sem água? 

       

  3. Haddad dispender o tempo e as

    Haddad dispender o tempo e as energias dele e da equipe que o assessora para governar a capital nacional quatrocentona da midiotia é um baita desperdício de talento.

  4. Midiático

    Pontual como o Big-Ben: pelo menos um factóide por semana.

    Beabá da falácia: “Depois da ampliação o trânsito aumentou 80% nas marginais”. Será que é porque havia demanda reprimida e o trânsito estava entupido em outras vias?

    • Você está certo. Justamente
      Você está certo. Justamente na demanda reprimida está o problema. Quantos milhoes de reais e metros quadrados da cidade perderemos para os carros até que a demanda seja desrreprimida satisfatóriamente? Por isso o Haddad está correto: precisamos transmutar a demanda de carros para outros modais, senão haverá o caos.

  5. SP segue ainda em duas velocidades

    Desde que assumiu, que vimos que o prefeito Fernando Haddad veio para mudar o modo de fazer politica e isso provoca muita consternação. Qual a maior reclamação da classe média? De que não da para fazer em SP o que se faz no restante do mundo, porque o transporte publico é ineficiente. Mas quando se tenta modernizar o transporte publico viario, colocar corredores etc, saem as criticas dizendo que isso provoca mais congestionamentos. Mas em nenhum momento ha uma reflexão sobre mudanças de habitos e a necessidade de luta pela melhoria então do serviço publico de transporte, ja que essa luta ficou relegada, sempre e sempre, apenas aos estudantes. Sobre o metrô, não ha também cobranças. Os governos sucessivos não tiveram a responsabilidade de aumentar a malha metroviaria da capital paulista. Ai tem-se uma São Paulo em duas velocidades: um prefeito progressista e atuante e um governador que ainda vive na primeira metade do século XX, não fazendo nada ou a conta-gotas para melhorar a qualidade de vida na capital, na qual o prefeito é de outro partido (mas não faria de qualquer modo) e porque sabe que ganhara qualquer eleição na quatrocentona contra o PT. Sem contar no show de corrupção perpetuada nos metrôs e trens paulistas e engavetada pelo proprio governador. E vida que segue. 

  6. Papagaiada

    Melhorou?

    Transporte urbano? 

    Pego Onibus e Metro e não mudou nada. 

    Transito continua nos mesmos lugares. 

    Ciclovias Vazias, moro a mais de 30 klm do meu serviço e no calor que está trabalharia suado o dia todo. 

    Melhor Prefeito é Piada, vai em um hospital publico, creche, escola verá que não é bem assim. 

     

    Cidade esta suja, mendigos no centro estão roubando a torto a direito porque os policiais metropolitanos agora so aplicam multas. 

    Desculpa mais quem esta vendo uma cidade melhor deve estar com miupia. 

    • Concordo com você!

      Moro no Centro, trabalho em bairro, ou seja… tenho o privilégio de ir sentido centro-bairro quando todos estão congestionados e digo, transporte público tá uma porcaria!

      Eu uso ônibus elétrico e cansei de pedir, abrir chamados na SPTrans (tenho inúmeros), reclamar da PÉSSIMA QUALIDADE. E não é apenas com a minha linha. A Máfia dos transportes e a Tatolândia fazem a festa nas costas do povo. Motoristas mal educados, mal-vestidos, que tratam mal o passageiro, não respeitam a fila de ônibus, dirigem bruscamente, freiam bruscamente, passam direto pelo ponto, mesmo você dando sinal. Horários de saída não cumpridos. Ou seja, você fica refém da boa vontade desta corja. E o prefeito, se realmente se preocupasse com a cidade, tomaria o cuidado de dar um jeito nesta máfia.

      Eu ando pelo centro e o que vejo? Uma cidade A-BAN-DO-NA-DA! Me causa tristeza, muita. Como cidadão paulistano, me dói ver a cidade abandonada assim. Vejo ciclofaixas vazias pintadas. São necessárias? SIM! Mas pelo amor de deus! Mais planejamento e um plano adequado para inseri-las, por favor!

      Agora, você acha que o centro de Sampa tá um espetáculo? Ok. Não acredita em mim? Nem precisa. Dê uma olhada nas condições dos moradores embaixo do viaduto Alcântara Machado (aquilo é só um trechinho da demonstração de carinho do prefeito “paradigma”). Vá você mesmo checar!

      Ou melhor, SE tiver coragem… faça um trabalho voluntário nos Anjos da Noite de atendimento dos moradores de rua e OBSERVE a quantidade que há na cidade e o DESCASO com nossa gente.

      Se quiser ir sozinho, sugiro um passeio noturno na Faculdade de Direito do Largo São Francisco. Vai lá… quero ver ter coragem. E é a pouquíssimos metros do gabinete do senhor prefeito.

      Ainda acha pouco? Passeie pelo centro então durante o dia e veja a DEGRADAÇÃO que a cidade se encontra. Ruas sujas, prédios velhos, sem cuidado, sem restauro. IPTU alto. (outro dia um morador me disse que o Brás é o bairro que mais arrecada IPTU. Se for verdade, me dá vontade de saber, para onde vai o dinheiro?)

      Eu votei nele, acredito que nossa situação estava tão calamitosa, mas tão calamitosa que em terra de cego, quem tem um olho é rei. Então, comparando prefeitos de gestão passada, ele está infinitamente melhor mas, aquém daquilo que um prefeito digno, que um verdadeiro GESTOR público, com experiência e que AME a cidade poderia fazer.

      A única certeza que tenho é a minha decepção com ele, pelo descaso com a cidade. Nele, nem no PT eu não voto mais. Absolutamente NUNCA MAIS! (Eu já havia abdicado de votar no PSDB e sua corja desde a reeleição do estatista FHC, outro sem-vergonha!)

      Agora, confesso, se há algo de bom que eles são maestros e realmente ótimos, é no marketing. Se eu tivesse que contratar alguém para me promover, seria a agência de publicidade deles em época de eleição. São fantásticos. Principalmente para vender ilusões.

      Ou vocês, tolos que babam ovo em político já se esqueceram do Arco do Futuro?

      Precisamos sim é de MAIS LIBERDADE e MENOS ESTADO em nossas vidas!

      Que nos deixem em paz para vivermos!

       

      • Reginaldo. Nasci em São Paulo

        Reginaldo. Nasci em São Paulo , no bairro da Lapa, vivi em São Paulo até meados do reinado da Dona Marta, em quem não votei por desacreditar na competência , na decência e na honestidade do ex-partido dela. Jamais votei em qualquer um dêles.

        Pois bem, cansadíssimo de ver a deterioração da minha cidade natal já castigada e  pelos antecessores Erundina e Pitta,   e piorada com a gestão da senhora aqui mencionada,  em 2002 mudei-me para uma boa cidade do interior de São Paulo, , onde  até agora, vivo feliz e mal lembro da Capital onde nasci.

        Mas, dias atrás, após decorridos tantos anos, necessitei tomar parte de uma reunião bem no centro da cidade, e próximo do Largo São Francisco que você menciona.

        Desci do Metro na Pça. da Sé, que eu já conhecia como a praça da malandragem e da imundície desde dos  idos  tempos dos anos 80 e 90.

        Ao terminar de subir as escadas do Metro tive a impressão que tinha chegado em Bombaim , Cabul ou Mogadiscio . Foi a visão dantesca dos infernos e posso imaginar se um dos cartões postais da cidade que é a Praça da Sé, onde semanas atrás um bandido foi abatido em um tiroteio porque queria matar uma mulher  na porta da Catedral está dessa maneira, como é que estarão os cafundós de Pirituba, Jaraguá, Lapa de Baixo, Brasilândia, Jardim Rincão  ??. Da cracolândia não é necessário nem comentar – já é conhecida em todas as capitais mundiais.  É uma pena. 

        • Lave a sua boca antes de

          Lave a sua boca antes de falar de Pirituba, Jaraguá e região.

          Sou paulistano, nascido no bairro da Lapa, morei por muitos anos em Pirituba. Se alguma coisa é notória, é a melhoria nos bairros mais periféricos de São Paulo, economicamente e socialmente falando.

          Hoje resido no bairro de Perdizes, e analisando a linha do tempo de minha vida, minha evolução pessoal e da vila onde cresci, uma coisa que piorou com a melhoria do local é o CONSERVADORISMO que atinge, por mais paradoxal que seja, todos os níveis sociais.

          A mim, causa REPULSA, um indivíduo incapaz de perceber a melhoria em sua qualidade de vida nos últimos 15 anos. Esse mesmo indivídio é direcionado pelo grandes veículos de comunicação acriticamente, incapaz de perceber que a sua realidade foi PROFUNDAMENTE MODIFICADA por políticas públicas concebidas e implementadas pela gestão no plano federal.

          – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – 

          A classe média paulistana, em sua maioria, é uma espécie de câncer, que que se espalha pelo cérebro das pessoas que nela estão, causando uma cegueira, que não é ideológica, muito pior que isso, uma cegueira daquelas que NÃO QUEREM VER A REALIDADE SEM PAIXÕES, pessoas que RENEGAM O SEU PASSADO POR UM SENTIMENTO DE PERTENCIMENTO A UM ESTRATO SOCIAL QUE ACHA QUE A ELITE OS TÊM EM BOA CONTA.

          Não acredito mais que um prefeito COM ESSA CAPACIDADE INTELECTUAL, COM ESSA VISÃO DE MUNDO, possa prosperar nessas terras, onde o ódio é gerado e semeado para o resto do país, tudo em nome da retomada do PODER PELO GRUPO QUE NESSE ESTADO JOGOU A EDUCAÇÃO PÚBLICA NO BURACO, DEIXOU A SEGURANÇA PÚBLICA NA MÃOS DO MAIOR GRUPO CRIMINOSO DA AMÉRICA (O PCC AGORA É UM GRUPO FORTE, COM RAMIFICAÇÕES EM DIVERSOS PAÍSES), FECHOU OS OLHOS PARA O PROBLEMA MAIS GRAVE DE QUE SE TEM NOTÍCIA: A FALTA D’ÁGUA.

          – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – 

          Haddad, infelizmente, tem um futuro reduzido nesse Estado e nessa cidade.

          A minha perspectiva de futuro nessa cidade também, já se esgotou. Pois os que agora reclamam, são aqueles mesmos que não conseguem abrir mão de nada em sua individualidade para o bem comum.

          Um homem com um grande senso de bem comum, do Público, está fadado a ser ridicularizado nessas terras. 

          – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – 

          A pergunta que me intriga em 30 anos de exstência nesse Estado é: ATÉ QUANDO AS PESSOAS FINGIRÃO QUE O TUCANISTÃO É UMA MARAVILHA?

          CONTINUARÃO A JOGAR TUDO PARA DEBAIXO DO TAPETE AD ETERNUM?

    • Covardia

      Voce tem coragem de dizer que o onibus nao melhorou? Nao vou nem falar da covardia que é falar de metro em uma critica a prefeitura. Se não melhorou, é porque no seu caminho ainda não tem um corredor de ônibus, ou seja, você precisa de mais ação do prefeito, não de menos. Você deveria ser o primeiro a apoiar e pedir uma ampliação dos corredores de ônibus e faixas exclusivas.

      O transisto não vai mudar em 3 anos. Outra covardia usar isso como argumento. Não se resolve problema de décadas em 3 anos apenas. Mas está mudando sim, e não sou eu ou o Nassif que afirmam, e sim os super petistas datafolha e ibope. 

      Quanto às ciclovias, quais estão vazias? Eu uso bike pra ir pro trabalho. Uma distância de 6km aproximadamente. Quanto ao suor, é só levar uma camiseta reserva e uma toalha de rosto e um desodorante extra que já elvis, isso quando não existir um chuveiro no local. Agora, se tu trabalha 30km longe da tua casa, obviamente que não vai usar bike, nem aqui nem em Amsterdam nem em lugar nenhum. Mas isso não é argumento. Eu vejo as ciclovias até mais cheias do que eu gostaria. E óbvio que a demanda vem depois da oferta nesse caso. Outra covardia.

      Agora eu te pergunto. Não vou afirmar antes para não ser injusto. Tu vai em hospital público? Esse hospital, é da prefeitura ou do estado? Quanto as creches, mesma afirmação do transito. Não vai mudar um deficit em tao pouco tempo. E escolas públicas são em sua maioria de responsabilidade do estado, e não do municipio.

  7. Haddad é o paradigma do político moderno

    Um sujeito de visão, com idéias arejadas e sem medo de cara feia. Além de ser um sujeito boa-praça. Alguém para quem pagaria uma pizza com o maior prazer.

    É um político que não pensa nas próximas eleições, mas no futuro dos eleitores.

  8. Haddad é a cara da

    Haddad é a cara da qualificação profissional e política. Sabe aprofundar o debate da cidade com o povo, de uma forma que nunca vi político nenhum no Brasil fazer. 

    São Paulo é, realmente, um estado e cidade de contradições profundas. Na efervescência dele, produz os piores políticos do Brasil, mas, também produz os melhores. Está aí Haddad e Lula como exemplo. É uma pena que, o que tem de mais podre ganha  essa disputa por aí, mas, a Midiona, com seu rancor doentio, trabalha incansavelmente contra a penetração desse debate no seio do povo.

    A classe média de São Paulo, com seus preconceitos tão arcaicos, é a grande vitória da dessa Midiona sobre sua intelectualidade e sindicalistas tão qualificados.

  9. Sugestões

    Sugestões para a cidade de São Paulo:

    1- A cada 3 pontos de ônibus em algumas vias de tráfego intenso, reduzir 1. A vantagemé que o tráfego fluirá melhor reduzindo assim o consumo de combustível emelhorando a poluição ambiental.

    2- Aumentar drásticamente o IPVA de veículos velhos que só poluem e quebram no trãnsito. As vantagens ai são óbvias.

    3- Proibir ou limitar o  tráfego de caminhões e transporte pesado a diesel que emitem fumaça e poluem a cidade causando aumento de mortes . 

    4- Aumentar os investimentos em parques, praças de esportes e criar polos comerciais nas favelas(shoppings). As vantagens seriam melhorar as condições de vida das pessoas nas favelase ao mesmo tempo aumentamdo a oferta de empregos nas comunidades.

    5- Redução do número de bares nas periferias dando em  contra partida a redução de impostos caso migrem para outro tipo de atividade que não seja a venda de bebidas alcoólicas no balcão. A vantagem é a diminuição da violência gerada pela ingestão de bebidas alcóolicas naqueles locais.

     

  10. Haddad e visoes

    A saida mais inteligente para a falta de creches,seria aprovar leis aonde todos os terrenos pertencentes ao municipio,e,aonde funcionam escolas e creches municipais,fossem repaginadas.Explico:aonde funcionam EDI,EMEIs,creches em geral,foram construidas na sua maioria la pelos anos,pasmem!!!anos 40,50…Moro na zona sul,e vejo quarteiroes inteiros,e,com um terreno,que seria um palyground,abandonados…Por que nao faz uma PPP,e,a iniciativa privada junto ao municipio,constroem escolas,creches,centros integrados,VERTICAIS,modernos,com uma arquitetura sustentavel(int)Os terrenos ca pela Vila Mariana,Saude,Chacara Inglesa,sao enormes,e vejo so meia duzia de alunos usufruindo…Outra coisa,eh alugar imoveis compativeis…

     

  11. Queremos atraso

    Pior que deve perder as próximas eleições para o Datena ou algum outro ogro porque a classe média burra prefere o atraso ao invés de rediscutir o caos em que vive.

  12. Se o Hadad, fosse hoje do

    Se o Hadad, fosse hoje do PSDB, seria indicado ao premio Nobel. Como ele e do PT, tudo o que ele fizer ou falar sera ridicularizado pela midia e pelo povo lixo (do qual eu infelizmente me incluo) de Sao Paulo. Ja tive muito orgulho de ser paulistano, mas hoje em dia quando vou pra outros lugares, procuro ate evitar em falar que sou daqui. O povo que se diz o mais culto do Brasil, hoje nao passa de um bando de mimadinhos que acham que as coisas acontecem num passo de magicas e que tudo cai do ceu. Pobre Sao Paulo e força Hadad, quem sabe um luz divina alcance a cabeça dos paulistanos e faça como um milagre vc ser reeeleito (nao tenho esperança nenhuma)

    • Não, tu não tens que se

      Não, tu não tens que se colocar na qualidade de povo lixo. Acredito que tu não és e que a grande maioria também não o seja. Alegre-se por ter um sujeito como Haddad (amo esse cara) com essa disposição de transitar, e modificar, no antes intransitável e intransponível modus operandi vigente, e ainda, antes dele. O teu problema maior é o governador, meu deus, o que é isso? É uma inversão de valores. E o nosso exercício, meu e teu, cada qual com a realidade que se apresenta, é esse: não esperar mas fazer. Por que um mundo diferente, do que esse que se apresenta, é possível. A pergunta é: o que se quer? O que tu queres para ti e para o mundo que te cerca? Avante!

  13. Pois é…São  Paulo é uma

    Pois é…São  Paulo é uma cidade tão gigante e diversificada mas tem como principais características o provincianismo e o preconceito. Isto porque a diversificação da cidade não veio de dentro pra fora, mas de fora pra dentro através somente do interesse econômico. A superioridade com que seus moradores tradicionais se colocam com relação ao resto do Brasil os faz reféns do atraso, da cegueira e da inviável cidade que ajudaram a construir elegendo dirigentes não por sua capacidade administrativa, mas por seu conservadorismo e conluio com agentes da corrupção. Políticos  que nunca quiseram construir uma cidade para seus habitantes mas para seus parceiros e o proprio bolso. Tudo encoberto por meios de comunicação sem qualquer compromisso com a cidadania.

    Construiram ao longo de séculos uma cidade dividida  entre ricos e pobres. Pra mim (que não moro na cidade) o símbolo de São Paulo são seus dois rios em estado sólido de tanta poluição. Que moradores de capitais mais pobres do país convivam com rios poluidos posso até entender mas São Paulo, cujos moradores se acham os mais competentes, informados e modernos…  É que o preconceito, falta de convivio social e desinformação fez dos seus habitantes a vanguarda do atraso do país.

    Haddad é muito moderno para essa cidade  cuja elite se acha novaiorquina mas frequenta mesmo é Miami. enfim uma típica cidade de terceiro mundo.

    Ah! Eu moro no interior de São Paulo cujas cidades são pequenas cópias de São Paulo. 

  14. Falar com a cidade?

    Desde quando esse prefeito conversa com a cidade?

    Ele vem e comete as barbaridades que está cometendo sem sequer avisar, quanto mais perguntar se é isso que o CIDADÃO QUE O ELEGEU quer.

    Ciclofaixa em frente a hospital, a igreja, pedestre andando pela via enquanto as calçadas ficam para…para…o que mesmo?…ah sim: o onjetivo é apenas criar um novo fato absurdo para que parem de falar da besteira anterior. Tá na notícia, ele mesmo confessou.

    Tem problema não…ano que vem a gente se livra dele.

    • Pois é… Prefeito bom é

      Pois é… Prefeito bom é aquele que conversa com as grandes incorporadoras, com as grandes empreiteiras, com as grandes montadoras de veículos. Faça bom uso desse extraordinário Minhocão, cujo prefeito construtor é eleito deputado pela cidade de São Paulo até hoje.

  15. Escolas x ciclovias

    Alckmin vai fechar 1500 escolas estaduais, transferir mais de 1 500 000 alunos, demitir 28 000 professores, e a tucanolândia grita contra ciclovias.

    São Paulo não merece um prefeito como Haddad. Um macaco Tião ou um cone de sinalização já estavam de bom tamanho para esse povinho mesquinho, midiota, preconceituoso, elitista, preguiçoso, racista, homofóbico e ultra-reacionário. 

    Só o fato de termos candidatos a prefeito do naipe de Datena, Russomano e Dória mostram bem a verdadeira cara da cidade que ele governa. E merece um prêmio por tudo o que conseguiu fazer, mesmo o governo federal (leia-se Mercadante) boicotando e fingindo que ele não existe.

  16. Imprecisões e idéias fora do lugar.

    Começando pelo tal do “bairro misto em Paris, com moradias caras e populares coexistindo”. Na prática, o que temos é que as tais “moradias populares” foram, aos poucos, adquiridas por pessoas de classe média/alta e são ocupadas por pessoas nessas mesmas condições. Paris funciona como qualquer outra cidade: os ricos moram no centro, a classe média e baixa nos bairros mais periféricos. Baixe qualquer estudo sobre demografia na Cidade-Luz ou outra grande cidade européia. 

    Em relação a taxas de morte no trânsito. Trânsito, nessas cidades do 1o Mundo, começa na escola, educando o pedestre de hoje (a criança), incutindo nela um senso de responsabilidade que facilitará a formação do condutor de amanhã. Haddad não está nem perto disso.

    Em defesa do Prefeito, em boa parte das cidades exemplo, o metrô e sua verba (assim como suas metas) encontram-se sob a Prefeitura e não sob outras entidades, o que aumenta o foco sobre ele e lhe garante mais recursos. Sem metrô não há possibilidade de transporte ordenado em super-cidades como São Paulo. Essa era uma mudança importante a acontecer: tirar do governo do Estado o metrô e passá-lo para o controle da Prefeitura da cidade. O perigo é o Prefeito querer por ciclo faixas nele (que pareem uma boa idéia, mas que ninguém usa devido ao calor, às distâncias e irregularidade do relevo de São Paulo – procure um bairro como Perdizes em Amsterdam…)

    Como boa parte dos acadêmicos, Haddad se contenta em ter uma idéia. Para ele, isso basta. A comprovação se a idéia dá certo ou não, pouco lhe importa. E quando a realidade lhe atropela, insiiste em dizer que o erro está no mundo, não nele. Não é comportamento de administrador, nem de cientista. É coisa de mimado de academia. Mas custa caro demais.

  17. rodoanel

    “Depois da ampliação o trânsito aumentou 80% nas marginais”.”

    Isso agora, que temos Rodoanel ! 

    Sim, aquele Rodoanel que levaria de uma estrada para outra e NÃO teria pedágios!

    Com a prudência e clarividência do governador vitalício de todos os paulistas, ganhamos as modernas e “up to date” praças de pedágio.

    Os camioneiros e outros viajantes, muitas vezes evitam o “xique” e inseguro Rodoanel e preferem passar pelas marginais que não tem pedágio. Mas isso é apenas um detalhe.

  18. Se nossa claudicante

    Se nossa claudicante democracia resistir até lá, prevejo uma geração nova da política disputando o poder num nível mais elevado. Com Haddad pela esquerda e o Paes pela direita, por exemplo. Ainda tem o Ciro que vem recauchutado

    Para isso o país precisa de profilaxia primeiro. Os Gilmares, Cunhas e Nardes irem para o lixo da história. E que aposentados, o Lula fique trabalhando pelo imagem do país através do seu Instituto e o FHC contra através do pig

  19. Visão maniqueísta da política

    Não se esqueçam de que este mesmo Haddad ficou contra o Movimento Passe Livre e a luta pelo transporte público. Nessa visão tacanha que vê a política de forma maniqueísta, como se tratasse de um jogo do lado de lá contra o de cá, Haddad é Deus. Há interesses econômicos e sociais por trás do prefeito Haddad, mas tem gente que acha que ele plana acima do lodo e é santo.  

    • O Movimento Passe Livre só

      O Movimento Passe Livre só não foi inventado pelo Condutor de Marionetes (George Soros), porque este, antes de gastar dinheiro inventando um movimento, procura por algum movimento que já exista e que possa aproveitar no país que deseja atingir. Para corromper a juventude e em seguida toda a classe média, transformando-a em veículo bestial da dominação fascista-neoliberal, como aconteceu no Brasil. Questão de poupar grana.

  20. Mas será massacrado na

    Mas será massacrado na próxima eleição, justamente por combater o modelo do automóvel e também vai pagar pela incompetência da presidente. Queria vê-lo governador de SP, mas infelizmente não será eleito para mais nada.

  21. “Finalmente, pela terceira

    “Finalmente, pela terceira lição: se não for para testar hipóteses, correr riscos, falar com a cidade, não há porque seguir a política”

     

    Com todo o respeito, Nassif, mas numa cidade com os problemas de São Paulo não ha lugar para “testes” e “hipoteses”.

    Afinal quem vai sofrer as consequencias dos “riscos” não sera o prefeito, mas a maioria da população ja crucificada num ambiente de caos total.

  22. Ainda estamos atrasado

    10, 15 anos de atraso? Pois bem, enquanto para ele isso parece inovador, já estamos novamente atrasado. A cidade está abandonada.

  23. Reeleção de Haddad

    Apesar da oposição, alguma coisa me diz que, se tentar a reeleição, Haddad será reconduzido à Prefeitura. Os oposicionaistas vêm perdendo argumento para derrubá-lo. Os chiliques de Datena & Cia. não convence. A cidade está bem melhor com a administração petista. A não ser, claro, que a mídia crie um fato novo na última hora.

  24. Reeleção de Haddad

    Apesar da oposição, alguma coisa me diz que, se tentar a reeleição, Haddad será reconduzido à Prefeitura. Os oposicionaistas vêm perdendo argumento para derrubá-lo. Os chiliques de Datena & Cia. não convence. A cidade está bem melhor com a administração petista. A não ser, claro, que a mídia crie um fato novo na última hora.

  25. Esse se salva

    Não moro em São Paulo e não vou lá a muito tempo. Contudo, as notícias que leio na mídia permitem construir uma boa imagem sobre seu prefeito. Portanto discordo desse discurso antimídia dos radicais do PT. Acho sim, que o Haddad tem futuro político e possui qualidades como governante. Seus conceitos sobre soluções urbanas são modernos e terão bons resultados. Com o tempo os paulistanos verão isso.

    O problema dele é ter uma Dilma no seu partido, um poste que foi eleito pelo ACM dos tempos modernos. Ela acha que governar é mandar, achando que tudo vai dar certo e fazer cara feia toda vez que não der ( o que ela faz sempre).

  26. Mudança de paradigma

    A mulher de Cesar não basta ser honesta. Ela tem que parecer honesta.

    O pessoal até considera com boa vontade que os projetos são no fundo de boa qualidade. O problema é a maneira incompetente de implanta-los. Haddad repete o estilo ditatorial e truculento de como as elites sempre governaram. Decisões são tomadas entre quatro paredes e impostas sem consideração alguma com a população que em ultima analise deveriam ser os principais interessados e o primeiro consultado. é logico que se quiser administrar uma cidade complexa como São Paulo consultas pontuais são inviaveis, porem, se houvesse um minimo de inteligencia politica, deveria-se de alguma forma inserir os envolvidos nos projetos. Fazer de alguma forma que a população se sinta participe dos projetos, nem que seja apenas nas propagandas. Isto nunca aconteceu, consulta ou insersão popular são atitudes sempre negligenciadas, tiíco de pais civilizado com diretriz colonialista. 

    Sei não se o Haddad com toda convicção aparente, tem tempo até o proximo ano, que acontece as eleições, para incutir na população que seus projetos são coisa de gente civilizada. Deveria ter se preocupado de mudar o paradigma na forma de governar este povo relegado e  esquecido ao abandono.

    • Matou a pau.Não há o que

      Matou a pau.Não há o que acrescentar, exceto que se o pessoal do NYT tivesse um correspondente em qualquer lugar da periferia o Haddad seria conhecido como “rookie mayor”.Boas idéias mas de trágica execução.A Av.Inajar de Souza (Zona Norte) está há 3 anos em obras.Será que estão fazendo metrô ou algo do tipo e ninguém sabe?E se ele quer mudar paradigmas poderia começar pelo funcionalismo, usando critérios técnicos para realocar funcionários e não pelo “cumpanheirismo”.

  27. “Cidades Saudáveis”

    Promessas de campanha Haddad – Duplicar a Estrada do Alvarenga – nota 0(zero)

    Quanto a Ciclovias pagar para que joguem tinta vermelha e tanto as pistas das ciclovias quanto as pistas dos onibus e dos carros em diversas ruas e avenidas uma lastima. Já que faria esse serviço deveria ter refeito o asfalto, para que ai sim estejamos a caminho de que a cidade de São Paulo pudesse ser reconhecida como deve – nota 5(cinco)

    Nas grandes avenidas / marginais  de SAMPA ao invés de simplesmente baixar a velocidade para 50 Km / hora, deveria ter criado em cada faixa uma velocidade adequada – para cada faixa – exemplo se a avenida possui  4 , 3 faixas  80, 70, 60, 50 e 70, 60, 50 Km – isso sim seria Saudável – inclusive dizem que teria planos para implantar a velocidade de 40km nas ruas transversais da cidade e só não fez isso porque em 2016 haverá eleições – imagine um absurdo.

    O que dizer então da faixa verde que da mesma forma que as faixas vermelhas das ciclovias, uma lastima.

    Cidade Saudável seria melhoria da iluminação de todas as ruas, avenidas da cidade de SAMPA; plantar arvores em todos os bairros e cuidar das mesmas,  por exemplo com PP – parcerias publico privadas.

     

  28. O Patrus, quinze anos atrás,

    O Patrus, quinze anos atrás, fez coisas absurdamente inovadoras em Beagá, chamou para dentro da Prefeitura movimentos de base, empolgou a cidade, valorizou o PT como poucos.

    No Ministério foi o responsável pelo salvamento do Fome Zero.

    Era o nome para ser o atual Presidente do país. Não há quadro mais experiente e com competência igual.

    Foi relegado a segundo plano pelo Luis Inácio, o craque que foi sem nunca ter sido.

    Moral da história: para ser bom e ter chances é preciso ser paulista, preferencialmente, paulistano.

    Assim não dá. Enche o saco.

  29. Gostaria que comentasse sobre

    Gostaria que comentasse sobre a quebra de paradigmas do governador de Minas, senhor Pimentel.

  30. Parabéns Haddad, devolveu a cidade para seus habitantes

    Vou toda semana a São Paulo e a mudança é perceptível, com a redução da velocidade dos automóveis nas Avenidas podemos agora desfrutá-las, como se nos devolvessem a oportunidade de passear pela cidade e não somente nos locomover-mos do ponto A para o B. Isto sem mudança significativa, no meu ponto de vista, no tempo dos percursos.

    A cidade fica mais humana e agradável e enseja até novas visitas.

    O Haddad está fazendo por São Paulo o que os últimos prefeitos, que não gostavam da cidade pelo visto, olvidaram.

     

  31. Se o Haddad não for reeleito para a prefeitura de São Paulo…

    Se o Haddad não for reeleito para a prefeitura de São Paulo, acho que ele deveria concorrer à presidência em 2018. O Brasil inteiro precisa conhecê-lo.

    Ele não só é a esperança de renovação do PT, mas também de toda a esquerda. Tenho certeza que o Haddad vai ainda nos proporcionar muitas alegrias.  

    • Melhor politico

      Ate aqui , e um exemplo de lider com visão.

      Aturou as adversidades quieto , sem alarde. Não poucas vezes foi desprestigiado por DILMA. Sofreu artiharia feroz da imprensa . Nunca teve a sindrome do salto alto da qual Marta Suplic tem acessos cronicos. Esperou o tempo amadurecer e trazer os frutos de seu trabalho . 

      Nem mesmo aquela foto nefasta com MALUF as vesperas da eleicão conseguiu grudar em sua imagem .

      E o melhor quadro politico da atualidade. 

  32. fegacê e Haddad

    Post sobre fegacê:

    Merecidamente apanha mais do que ladrão de periferia quando é pego,

    Post sobre Haddad:

    A facistalha e seus empregados ficam em polvorosa! Como acontece desde o primeiro dia da gestão Haddad tentam impedi-lo de governar. Mentem e inventam. Haddad nem dá bola!

    Veremos se o PIG consegue mandar o Haddad para Cuba!

  33. DILMA

    E a DILMA , ao inves de aprender com ele , preferiu rifa-lo quando o Kassab a ela pediu socorro , para que o desmantelamento da mafia dos fiscais feita logo no inicio da gestão Haddad – mas que atuou tranquila durante toda a gestão Kassab – não lhe respingasse . 

  34. Jornal Nacional (2001): Fome
    Lula e Dilma fizeram uma revolução no Brasil pós herança de fome e falcatruas de FHC.                                                                                                                                                      Jornal Nacional (2001): Fome mata 300 crianças por dia no Brasilhttp://m.youtube.com/watch?v=UI3yFKVrE4I  

    • Impressionante

      Vendo isto, e sabendo que o Bolsa Família é o mais odiado dos programas petistas, faz com que essa gente que odeia revire meu estômago.

  35. ESSE TÁ SURPREENDENDO,TEM

    ESSE TÁ SURPREENDENDO,TEM CORAGEM

    MAS SP VAI TER BONS NOMES CANDIDATO A CAPITAL

    MARTA,RUSSOMANO,CHALITA E OUTROS

    SE DILMA FOSSE 50% DO HADDAD,O PAÍS ESTARIA BEM MELHOR!!!!

  36. Haddad

    Haddad para presidente!! O Brasil precisa de gente como ele, de idéias novas, arrojadas, e sem medo da elite!!!

  37. Reparos:
     
    BRT ( Bus Rapid

    Reparos:

     

    BRT ( Bus Rapid transport), como queiram, foi inventado em Curitiba pelo Jaime Lerner – naquela época, sem ter nada a ver com isso, eu estava lá.

    Posteriomente o Itagiba de Moura Brizola, (ou Leonel, com queiram), enquanto governador eleito pela seguanda vez, chamou o arquiteto e urbanista e ex prefeito de Curitiba para ser o seu secretário  de transportes. Alguem aqiui já ouviu falar de guerra?

    Quaisquer coisas, consultem  a Festranspor, o Barata, o Cesar Maia e, entre outros, o Eduardo Paes. Ocá?

  38. Haddad politico efémero, tal como Dilma.

     

    População não o elegeu para fazer de S.Paulo uma cidade provinciana.

    Ele não tem o direito de lambuzar as ruas da periferia e centro , ainda que sejam muito esburacadas, com tinha vermelha. Fazer mal uso do escasso dinheiro de impostos.

    Deveria  dar uma olhada em Salvador  e outras cidades, apenas se aplica uma pequena faixa de sinalização.

    Poderia sair do conforto e olhar avenidas abandonadas, tal como Presidente Wilson. Poderia acabar com a invasão de propriedades particulares e com a degradação de antigas áreas comercias, no lugar disso faz de conta que não sabe de nada.

    Bicicleta e ônibus não deveriam disputar espaço em avenidas, exceto se for para desvalorizar o metro quadrado da região. Bicicleta deveria rodar em ruas paralelas, nunca em avenidas como opção principal. 

    Quer aparecer com chapéu dos outros. Não tem chances de se re-eleger. Não se atira pedra em cachorro morto.

    a cidade de  S.Paulo não merece Haddad.

    para esse coletor de impostos, taxas e multas, quem paga IPTU e IPVA, ISS não tem preferencia.

    Mais um aposta furada do Lula. 

    Meta dos marronzinhos conseguir mais 20% na receita com multas para 2016, a bagatela de R$ 1.2 bilhões.

    Como ?

    Tome multa por rodar ou  andar de rodas, com limites de 30 km/h, outros 50 km/h, esse é o limite máximo. Motorista deve trafegar a 80% do limite, ou seja deve andar de carro a 24 km/h ou 40 km/h..

    Montadores por certo devem instalar paquímetros no  lugar dos  velocímetros com escala de 20 km, e bem grandes porque tá mui difícil dirigir olhando para velocímetro.

    Isso pode, mas olhar para celular, não pode.

    Toma multa se andar devagarinho na faixa da direita, sabendo-se que isso é necessário para o motorista fazer conversão.  Se motorista deixar para entrar na faixa da direita muito perto do ponto de entrada , é atropelado pelo ônibus. Motoristas de ônibus são os donos do pedação, não permitem ou tentam passar por cima que se arrisca.  Ônibus rodam no limite ou acima do limite de 50 km/h.

    Atitudes de Haddad, com certeza, desestimulam as trocas de carros nacionais. Haddad, contribui para o desemprego dos metalúrgicos, e da industria nacional.

    Pra que carro novo ?

    Tomar multa, mesmo em avenidas com 10 faixas, e  tarde da noite, avenida vazia. Depois de sair da Castelo a 120 km/h com 2 faixas 

    A cidade é um anel constante de congestionamento. .

    Para os amigos  dele, atendendo a pedidos,  desonerou de impostos e deu  privilégios, gente, “intelectual” sociólogo, preocupado com o planeta, minorias de poder econômico, liberou geral basta comprar um carro elétrico importado  

    Prefeitura de S.Paulo é cheia de servidores públicos, 30 secretários mais 30 subprefeitos, mas 300 secretários, mais 3000 cabides comissionados (incluindo desocupados políticos) em sabe-se lá  quantos “assistentes sociais”.  

    Trem da alegria.

    E tome multa. e de helicóptero, eu vou eu vou.

    Haddad é o porque Marta tinha o apelido de martacha.

     

     

    • Parabéns pela coragem!

      O senhor põe a cara e o nome inteiro aqui, e fala tanta besteira, baseado em achismos arcaicos e argumentos pífios para somente destilar seu atraso intelectual.

      “Bicicleta e ônibus não deveriam disputar espaço em avenidas”

      Muito corajoso!

    • Não, meu caro.

      Não, meu caro. São Paulo não merece moradores como você. O Brasil inteiro não merece pessoas como você. Mas, reconheço, vocês são muitos, fruto de uma política de imbecilização coletiva posta em prática pela ditadura militar e repetida pelas mídias tradicionais. O resultado disso são pessoas como você, revoltados com não se sabe o quê, em lugar desconhecido e em tempo indeterminado, porque “ouviram falar”, porque “ouviram dizer”, porque “sempre foi e deve ser assim”, porque “tem que mudar, desde que não seja o meu” e outras baboseiras mais. Por pessoas como você não acertamos as contas com os militares, não consolidamos as ações sociais bem sucedidas, não formamos gente que pensa, não nos libertamos das amarras da mídia tradicional, das classes dominantes de mentalidade colonial e ainda vemos um bandido do naipe do Eduardo Cunha exercendo liderança e influência em milhões, por pura carência combinada com ignorância de pessoas que não sabem formar suas próprias opiniões e acreditam em qualquer desqualificado com a fala um pouco mais incisiva. Eu lamento pelo Brasil, por vocês serem tantos.

  39. Gosto do Haddad pelo seu

    Gosto do Haddad pelo seu posicionamento e ação. Não fica em cima do muro como a tradicional política faz.

    Entre tantas que está demonstrando, agora foi a vez do UBER.  Parabéns!  

    Nada até o momento é irreversível e está sempre disposto a escutar. Parabéns novam/e.

  40.  Os quatro mandatos do PT
    Os quatro mandatos do PT estão fazendo os partidários do PSDB traçar princípios, reflexões e aplicações que deixam marcas destruidoras.

    Gente, entenda um pouco da necessidade nacional; Dilma está no andar de cima do crescimento econômico e, pelo ilustre significado na função representativa, nem precisava se apoiar em sua biografia e histórico acadêmico. Mas chegamos ao ponto de ter que lhe atribuir a nobreza mais elevada de cometer favorecimento social – o qual não corresponde a toda liberalidade de juristas que nada valem por si próprios.

    Aécio, faça um gesto de grandeza, aceite o resultado das urnas, o povo está sofrendo porque o país fica deformado pela desfiguração fastidiosa de teorias golpistas.

     

  41. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome