Lava Jato: tudo começou em junho de 2013

Para entender o nosso jogo de xadrez é importante clareza sobre um divisor de águas: a condução coercitiva de Lula a Congonhas.

Para o juiz, os procuradores justificaram que a intenção seria proteger a imagem e a integridade de Lula. Na nota oficial, os procuradores sustentam que pretenderam conferir a Lula o mesmo tratamento aplicado em 114 réus anteriores. Quem está enganando quem?

A operação fugiu do padrão escracho da Lava Jato. Lula foi conduzido em sigilo à sala VIP do aeroporto de Congonhas, na beira da pista, com um jatinho da Polícia Federal no hangar pronto para decolar.

Pesados todos os fatos e possibilidades, a hipótese mais robusta foi levantada por José Gregori, ex-Ministro da Justiça do governo FHC: a intenção era, de fato, prender Lula e conduzi-lo a Curitiba.

No interrogatório havia quatro delegados da PF e quatro procuradores. À medida que o tempo avançou e divulgou-se a localização de Lula, de dentro da sala era possível ouvir os urros da multidão do lado de fora.

Seja lá o que ocorreu, a ida de deputados do partido a Congonhas, a aglomeração de manifestantes, o fato é que não se consumou a operação.

No final do dia, um Sérgio Moro visivelmente assustado com os riscos da operação, soltou a nota oficial explicando que o pedido partiu dos procuradores, enfatizando a intenção de preservar a imagem e a integridade de Lula e lançando um apelo pela paz e pela concórdia.

Mesmo com a perspectiva de acirramento de conflitos de rua, os procuradores da Lava Jato trataram de botar mais óleo na fervura, soltando a nota em que desmentiam as razões invocadas por Moro e se comportavam como deuses ex-machina lançando raios do Olimpo.

A história reconhecerá no futuro a enorme contribuição do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima para expor a conspiração quase em tempo real. Seu estilo grosseiro, tosco, atropela e expõe uma estratégia muito mais refinada. Tão refinada que parece difícil que tivesse sido planejada em Curitiba.

A estratégia se completa com a matéria de ontem da Folha, de que a Lava Jato prepara um conjunto de ações de improbidade visando impedir Lula de concorrer novamente (http://migre.me/tbiYy), confirmando, aliás, os cenários que venho traçando.

Os dois comunicados, mais as informações adicionais, colocam, de uma vez, quatro peças a mais no nosso quebra-cabeças.

Peça 1 – A radicalização é alimentada pelos procuradores da Lava Jato. Mais do que explicações, a nota oficial dos procuradores é um libelo, antecipando a peça final da acusação.

Peça 2 – Moro não é nem nunca foi o cérebro por trás da operação.

Uma operação dessa envergadura não poderia ter sido obra de um juiz de primeira instância, de um estado pouco relevante politicamente, conhecido por seu conservadorismo, rígido nas sentenças, mas tímido, tosco até fora dos limites dos autos. Foi só recuar para ser atropelado pela Força Tarefa.

Peça 3 – A Polícia Federal é um mero instrumento nas mãos dos procuradores.

Domingo, o Estadão publicou matéria condenando os abusos da operação, atribuindo-os à Polícia Federal. Ora, a PF limitou-se a cumprir um mandado requerido pelos procuradores e autorizado pelo juiz Moro. Já os procuradores formam um todo coeso, obedecendo a uma estratégia nítida: a inabilitação política de Lula.

Peça 4 – Em meio às turbulências políticas, houve o risco de confrontos entre manifestantes se alastrarem por todo o país. Um mero Procurador Regional de Curitiba pode definir, por si, a oportunidade de um libelo político com aquele grau de temperatura?

Aí cabem duas hipóteses:

Hipótese 1 – O Ministério Público Federal é um arquipélago formado por comitês, regionais independentes, cada qual com poderes de interferir até nos aspectos psicossociais do país, sem nenhuma forma de coordenação ou de controle interno.

Hipótese 2 – há um comando central, de nível hierárquico superior ao dos procuradores do Paraná.

Em qualquer hipótese se abre um enorme flanco na armadura institucional do Ministério Público. Quando o modelo de atuação torna o país refém de um juiz de 1a instância armado por procuradores regionais beligerantes, há algo de errado na história.

Para entender o jogo, vamos relembrar o histórico da perseguição a Lula.

A perseguição a Lula

As declarações reiteradas dos procuradores – que investigam fatos e não pessoas – foram desmentidas cabalmente pela última operação.

A perseguição a Lula pela Lava Jato começou em março do ano passado, em cima das investigações da Bancoop pelo Ministério Público Estadual (MPE).

O site Jota contou em detalhes essa história, em reportagem de Laura Diniz (http://migre.me/tbiZP).

Em março de 2015 o promotor José Carlos Blat, do MPE paulista, foi procurado por integrantes da Força Tarefa da Lava Jato, para compartilhar informações. Em maio teriam surgido fatos novos em relação à Bancoop, OAS e o prédio de Guarujá. Blat comunicou à juíza Cristina Ribeiro Leite Costa, da 5a Vara Criminal da Capital. Em despacho de 10 de junho, a juíza informou que novas informações deveriam ser investigadas em separado.

Resolveu-se rapidamente o problema através de um artifício, uma Representação Criminal combinada com três escritórios de advocacia que já atuavam no caso Bancoop, dirigidas diretamente ao procurador – atropelando o conceito de promotor natural, aquele designado por sorteio..

Com o estratagema, o tríplex entrou na Lava Jato, diz a matéria. E “caídas literalmente do céu”, segundo a reportagem, as informações sobre a offshore Murray e a Mossak Fonseca, que serviram de pretexto para a Operação Triplo X.

Caíram do céu da mesma maneira que as informações iniciais sobre a Petrobras caindo no colo do juiz Moro.

Na mesma época, um obscuro deputado federal do PSDB do Acre pega matéria de Veja, que falava do sítio de Atibaia, com informações erradas – atribuindo as obras à OAS – e fez uma representação ao MPE paulista. O MPE recusou e encaminhou a representação para a Procuradoria Geral da República. No dia 15 de julho, o próprio PGR Rodrigo Janot encaminhou a Curitiba, abrindo o segundo duto de bombas contra Lula (http://migre.me/tbj0y).

Na nova etapa, a primeira investida foi sobre a Mossak Fonseca. A Força Tarefa invadiu os escritórios, deteve funcionários, recolheu computadores e e-mails. Pouco depois vazou a informação das ligações da Murray com a casa atribuída à família Marinho em Parati. Imediatamente a operação Mossak sumiu dos noticiários, os detidos foram imediatamente liberados, contradizendo todo o padrão da operação até então, demonstrando que a Lava Jato não investigava fatos, mas pessoas. Aliás, algumas pessoas.

Leia também:  Grampo ilegal de Moro é descoberto, mas Hardt não anula sentença

A perseguição a Lula ficou mais nítida no dia 2 de fevereiro, por volta das 18 horas, quando quatro procuradores da Força Tarefa foram à casa do trabalhador Edivaldo Pereira Vieira.  Eram eles, Athayde Ribeiro Costa, Roberto Henrique Pozzobon, Januario Paludo e Júlio Noronha.

Não tinham mandado, intimação, apenas suas carteiras de promotores e o autoconferido poder de investigar. Pressionaram, constrangeram e intimidaram Edivaldo, um sexagenário humilde, porque era irmão de Élcio Pereira Vieira, caseiro do Sítio Santa Bárbara – levado em condução coercitiva na 24a fase da Operação. Ao final dessa típica batida policial, os procuradores deixaram um telefone de Curitiba, para o caso de sua presa decidir “colaborar”.

Finalmente, com a operação de sexta, se valeram do estratagema de envolver esposa e filhos de Lula, visando derrubar emocionalmente o adversário

No decorrer de todo o ano, os vazamentos da Lava Jato, planejados pelos Procuradores da República e Delegados Federais, lançaram no ar toda sorte de factoides.

Qualquer suspeita, por mais ridícula que fosse, era transformada em sentença condenatória, misturando fatos relevantes com bobagens monumentais. Essa mistura ajudou a alimentar dois sentimentos conflitantes. Nos especialistas, a convicção de que a Lava Jato perseguia pessoas, depois ia atrás de qualquer fato que incriminasse o alvo. Nos leigos a certeza de que havia um ladrão de galinhas no Planalto, pois até suspeitas de desaparecimento de estátuas e adagas foram ventilada pelo escoadouro montado na Lava Jato.

E aí alguns fatos incômodos começam a invadir o raciocínio. Toda a estratégia de mídia foi montada em Brasília, pela própria Procuradoria Geral da República, assim como o reforço da Força Tarefa e a ênfase na cooperação internacional.

Seria Janot responsável direto por todos esses absurdos, ou meramente abriu a porteira e perdeu o controle da boiada?

Vamos avançar no nosso quebra-cabeça, sem nenhum juízo de valor definitivo.

A Primavera brasileira no início de tudo

O ponto de partida foram as manifestações de junho de 2013, que deixaram claro que o Brasil estava preparado para a sua “Primavera”, a exemplo das que ocorreram nos países árabes e do leste europeu. Essa possibilidade alertou organismos de outros países, como o próprio FBI e acendeu alerta na Cooperação Internacional – a organização informal de procuradores e polícias federais de vários países, que se articularam a partir de 2002 para combate ao crime organizado.

Evidência: informação me foi confirmada por Jamil Chade, correspondente do Estadão em Genebra, para explicar porque o FBI decidiu só agora investir contra a FIFA. As manifestações teriam comprovado que a opinião pública brasileira estaria suficientemente madura para apoiar ações anticorrupção – e de interesse geopolítico dos EUA, claro.

Atenção – não significa que as primeiras manifestações foram articuladas de fora para dentro. O início foi de um grupo acima de qualquer suspeita, o MPL (Movimento Passe Livre). Foi a surpreendente adesão de todos os setores, da classe média à extrema esquerda que mostrou que a sede de participação, trazida pelas redes sociais, havia transbordado para as ruas. As manipulações das manifestações passam a ocorrer mais tarde devido à absoluta insensibilidade do governo Dilma e do proprio PT em entender o momento.

É a partir daí que, em contato com a cooperação internacional, começam a ser planejadas as duas grandes operações mundiais anticorrupção do momento: a Lava Jato, que visaria desmontar a quadrilha que se apossou da Petrobras e a do FBI contra quadrilha que se apossou da FIFA e da CBF. 

Houve movimentos internos relevantes que antecederam o início do jogo. No bojo das manifestações de 2013 ficou nítida a parceria da Globo com o MPF.

Evidência – Do nada começaram a pipocar cartazes pedindo a derrubada da PEC 37 – que proibia procuradores de realizar investigações por conta própria. Os veículos da Globo passaram a dar cobertura exaustiva à campanha, ajudando na derrubada da PEC. Matérias no Jornal Nacional (http://migre.me/tbj1a e  http://migre.me/tbj1I) conferindo dimensão nacional ao movimento. E propondo não apenas derrubar a PEC, como aprovar nova PEC que garantisse explicitamente o poder do MP de investigar (http://mcaf.ee/auivz5).

No mesmo mês de junho de 2013 surge outro fato revelador: o vazamento de informações da NSA (Agência de Segurança Nacional) pelo ex-técnico Edward Snowden.

Na primeira semana, foram vazados documentos de casos internos de espionagem. Depois, a espionagem sobre outros países. Na enxurrada de documentos vazados, fica-se sabendo que a NSA espionava preferencialmente a Petrobras.

De repente, um juiz de 1a instância em Curitiba, Sérgio Moro, tendo como fonte de informação apenas um doleiro, Alberto Yousseff, tem acesso a um enorme volume de informações sobre a Petrobras e consegue nacionalizar um processo regional.

Até hoje a Lava Jato não revelou como chegou às primeiras informações sobre a Petrobras, que permitiram expandir a operação para todo o país.

Leia também:  Três vazamentos e três posturas diferentes de Sérgio Moro, por Fernando Haddad

O que se viu, dali em diante, foram dois dutos de informação montados entre o MPF brasileiro e a cooperação Internacional: o duto da Lava Jato e o duto da FIFA. Pelo duto da Lava Jato vieram informações centrais para o desmantelamento da quadrilha da Petrobras. Já o duto da FIFA ficou obstruído. As informações de lá para cá esbarraram em uma mera juíza de 1a instância do Rio de Janeiro e até hoje não foram destravadas. E as informações daqui para lá não fluíram. Por todas as informações levantadas em Genebra, a Globo era peça central do esquema FIFA-CBF.

Depois disso, a cooperação internacional torna-se instrumento central nas investigações da Lava Jato. Mas nas investigações da FIFA, o braço brasileiro da cooperação internacional falha. A Globo está sendo poupada.

Evidência – A entrevista de Jamil Chade (http://migre.me/tbj35) informa o desagrado do FBI com a demora do MPF em atender às suas solicitações sobre a Globo. Diz ele: “Um dos únicos países que não colabora nesse caso (é o Brasil), ironia total. O craque que montou é brasileiro e parte fundamental atuação foi dos dirigentes brasileiros. O Departamento de Justiça já deixou muito claro ao Brasil que estava muito incomodado com essa falta de colaboração”.

A estratégia midiática da Lava Jato

Um levantamento sobre as intervenções norte-americanas nas Primaveras que sacudiram o Oriente Médio, mostra que todas elas vieram acompanhadas de uma estratégia de comunicação através das redes sociais. E com foco na corrupção e na defesa da democracia.

A Lava Jato foi montada seguindo todo o receituário das Primaveras. Receita pronta, ou recolhida de algum manual ou aulas particulares com especialistas.

1.    Acesso a informações críticas sobre a quadrilha que atuava na Petrobras.

2.    Identificação de algum inquérito regional que pudesse ser nacionalizado. Não havia nenhum melhor que Sérgio Moro, testado na AP 470 – como assessor da Ministra Rosa Weber – tendo atuado no caso Banestado.

3.    Montagem imediata de um aparato de comunicação, contratando assessorias especiais, montando hotsites de maneira a potencializar as denúncias de corrupção. O que foi feito pela Procuradoria Geral da República.,

Outro know-how adquirido foi o da criação de personagens para atuar como polos nas batalhas pelas redes sociais.

Nas eleições de 2010, com seus consultores estrangeiros a campanha de Serra registrou pela primeira vez o uso científico das redes sociais. Criavam perfis fakes, capazes de galvanizar ilhas de influência no Twitter. Havia o jovem curitibano de vinte anos, vítima de uma doença fatal; o músico negro da periferia de São Paulo, capaz das maiores baixarias (aliás, o fato de conferir esse perfil a um músico e negro é indicativo do jogo conservador).

Na Lava Jato, investiram em duas imagens reais. Numa ponta, a imagem evangelizadora de rapaz do bem, o procurador Deltan Dallagnol; na outra, do homem mau, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, uma imagem tão marcadamente detestável que, infelizmente, será a imagem do MPF durante bons anos para grande parte da opinião pública.

Obviamente, não me refiro ao procurador, que nem conheço, mas à imagem propagada. O MPF não tem mais a cara dos procuradores que ajudaram a institucionalizar direitos sociais, democracia, direitos das minorias, a punir os crimes da ditadura. É de Carlos Fernando e seu olhar rútilo, de matador, a nova cara do MPF.

Nas redes sociais e movimentações de rua surgem, da noite para o dia, movimentos como o “Movimento Brasil Livre” e “Estudantes Pela Liberdade”. Constatou-se, com o tempo, que eram financiados pelo Charles Kock Institute, ONG de dois irmãos, Charles e David, herdeiros donos de uma das maiores fortunas dos Estados Unidos.

Os Kock ficaram conhecidos por financiar ONGs de ultradireita visando interferir na política norte-americana (http://migre.me/tbj3w). E tem obviamente ambições de ampliar seu império petrolífero explorando outras bacias fora dos EUA.

Para selar de vez a parceria com a cooperação internacional, o próprio PGR Rodrigo Janot foi aos Estados Unidos comandando uma equipe da Lava Jato para dois eventos controversos.

O primeiro, levar informações da Petrobras para possíveis processos conduzidos pelo Departamento de Justiça contra a estatal brasileira. O segundo trazer de lá informações que explodiram na Eletronuclear, depois de encontro com advogada do Departamento de Justiça ligada a escritório de advocacia que atende o segmento nuclear por lá.

A geopolítica da cooperação internacional

Desde os anos 70, a parceria com ditaduras militares mostrou-se inconveniente para a diplomacia norte-americana. De um lado, pela dificuldade em justifica-la perante a opinião pública liberal norte-americana. De outro, pelo fato dos governos militares terem nítido cunho nacionalista – como se viu com o governo Geisel, no Brasil, ou a ditadura militar argentina deflagrando a guerra das Malvinas.

Gradativamente, a diplomacia e as instituições norte-americana foram mudando o eixo, aproximando-se dos sistemas judiciários nacionais, das polícias federais, de procuradores e estimulando ONGs, especialmente aquelas voltadas para a defesa do meio-ambiente. A internacionalização da Justiça tornou-se um fator legitimador, para fortalecer outro polo de influência nos sistemas nacionais, acima dos partidos e do Congresso.

Tornou-se conhecido o modelo de desestabilização no Oriente Médio com as diversas primaveras nacionais. Insuflava-se a classe média com denúncias de corrupção. Seguiam-se as manifestações de rua que, devido ao clima de catarse criado, descambavam para a violência. Depois, a intervenção de alguma força visando trazer a ordem e implantar a democracia. Foi assim nas ações desastrosas no Iraque, Afeganistão e Líbia – conforme explicou o professor Moniz Bandeira em longa entrevista concedida esta manhã ao GGN. Em todos esses casos, desmontou-se um regime autoritário e deixou-se como herança o caos, a destruição de nações e regimes muito mais restritivos dos direitos individuais, quase todos marcadamente conservadores nos hábitos morais.

Leia também:  TV GGN: A guerra dos porões e a demissão do Secretário da Receita, por Luis Nassif

O problema está no lado oficial da história. E aí entra o papel da cooperação internacional na nova geopolítica do poder.

Desde a viagem de Janot aos Estados Unidos começamos a desconfiar  que os EUA estavam se valendo dessa cooperação para impor suas estratégias geopolíticas.

A Lava Jato não pode mais ser vista como uma operação de investigação isolada. Ela é tudo o que gerou de forma associada, e teve a ajuda central de organismos internacionais – caso contrário jamais teria chegado às quadrilhas que operavam na Petrobras.

Ambos –operadores da Lava Jato e do Congresso – estão umbilicalmente ligados. No plano econômico e social, a contraparte da Lava Jato é a flexibilização da Lei do Petróleo e dos gastos sociais, acabando de vez com o legado social dos últimos governos. 

Evidências – as operações de impacto da Lava Jato sempre caíram como uma luva, sincronizadas com as estratégias de impeachment seja no Congresso seja em dobradinha com Gilmar Mendes no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Toda a pressão em cima de Dilma têm, do lado político-econômico, a intenção precípua de obter concessões nas áreas de petróleo e de gastos sociais.

No plano social, a Lava Jato conseguiu despertar a comoção popular, o afloramento de uma ideologia da classe média, ultraconservadora e intolerante, muito longe da vitalidade juvenil do MPL. No plano econômico, além da flexibilização da lei do pré-sal e do fim dos gastos sociais obrigatórios, ganhou corpo a criminalização das estratégias de desenvolvimento autóctone – como o avanço diplomático na África e o financiamento às exportações, as políticas de conteúdo nacional (que podem ser liquidadas com o fim da Lei do pré-sal.

Ou seja, não dá para desvencilhar a Lava Jato de todo esse leque de princípios ultraconservadores e ultraliberais. Fazem parte do mesmo pacote político.

Na falta de estudos mais apurados sobre o tema, alguns comentaristas julgaram estar frente a uma dessas teorias conspiratórias que povoa o universo das redes sociais.

No Brasilianas de ontem, o professor Luiz Felipe de Alencastro (recém aposentado da Universidade de Sorbonne) informou que nas últimas semanas, o tema ganhou repercussão nos círculos acadêmicos internacionais.

Em breve, a Lava Jato deixará de ser estudada meramente como uma imensa operação anticorrupção para se transformar em um case sobre as estratégias geopolíticas norte-americanas na era das redes sociais, da globalização e da alta tecnologia.

O presidencialismo de coalizão do MPF

E aí se entram nas questões internas do Ministério Público Federal.

Trata-se de uma organização admirável que, desde a Constituição de 1988, foi protagonista de inúmeros avanços civilizatórios no país.

Com o tempo, algumas de suas maiores virtudes – como a independência de cada procurador – transformaram-se em alguns dos seus maiores problemas. A sucessão de representações contra Lula, partindo de todos os cantos, mostra que, hoje em dia, qualquer procurador que queira participar do jogo político basta pegar um factoide qualquer e transformar em representação, valendo-se do poder que lhe foi conferido pela Constituição. E nada acontecerá com ele, sequer o repúdio dos colegas.

Os procuradores se organizam em grupos, de acordo com suas convicções e áreas de atuação. Há desde grupos envolvidos com direitos humanos até os que atuam na área criminal. E há, também, uma enorme gana de protagonismo político por parte de alguns grupos, de participar de cargos executivos, a exemplo de colegas de MPs estaduais.

Quando Lula sancionou a eleição direta para escolha do PGR, abriu a caixa de Pandora. Os candidatos são indicados pela ANPR (Associação Nacional de Procuradores da República) – que representa apenas uma classe de procuradores e é uma associação sindical, de defesa dos interesses corporativos da classe. Não participam os procuradores estaduais, os dos Tribunais de Contas, os militares.

Recentemente, o CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) avançou na questão de permitir que procuradores ocupem cargos no Executivo – hipótese vedada pelo STF.

Na própria campanha eleitoral, os candidatos a PGR vão firmando acordos políticos capazes de viabilizar sua eleição. E, com isso, diluindo poder e capacidade de intervir em abusos.

Em Brasília, há integrantes isentos do Judiciário que defendem Janot, consideram-no uma pessoa equilibrada e responsável. Sustentam que ele perdeu o controle da situação. Ou seja, abriu a caixa de Pandora quando estimulou o vazamento da Lava Jato e agora não conseguiria controlar sua tropa.

Mas há um conjunto de atos e omissões inexplicáveis:

1.    A visita aos EUA levando informações da Petrobras e trazendo da Eletronorte.

2.    A blindagem ao senador Aécio Neves. Na única vez que conversei com Janot ele assegurou que até abril (do ano passado) daria parecer no inquérito que investiga contas de Aécio em Liechtenstein. Não só não desengavetou como desqualificou três delações sobre ele.

3.    A incapacidade de conduzir um inquérito sequer sobre as Organizações Globo.

Será possível que, com a enorme capacidade jurídica acumulada entre seus procuradores mais velhos, com as inúmeras referências de direitos humanos, cidadania, responsabilidade para com o Estado brasileiro, o Ministério Público Federal tenha se transformado em uma corporação dominada pelo sindicalismo?

É a última incógnita desses tempos turbulentos. Todas as demais peças já foram devidamente encaixadas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

303 comentários

  1. Nassif, primeiramente, meus

    Nassif, primeiramente, meus parabéns! Muito do que você diz em sua postagem o Sr André Araújo vinha alertando há tempos. Incrivel como parte da esquerda brasileira não enxergou isso. Como aconteceu em 1964.

  2. PQP

    Que ingrenagem FDP. De desanimar ou pegar em armas. A política parece que não tem mais força para controlar esta cambadas de traidores do país. E para finalizar uma presidenta omissa que hoje, borra nas calças, com medo até de panelaço. Fugindo de uma tradição sua, não apresentou em horário nobre para homenagear as mulhres. Como se diz, está mijando para a trás a madame.

  3. ERRO EM LINKS

    Caro Nassif,
    os links entre parênteses não abrem quando clicados, pois o parêntese final está sendo incluído automaticamente no endereço. Está sendo necessário copiar, colar na barra de endereço do navegador, e editar para conseguir acesso às matérias.

  4. Mimimi

    Esse largo relato do Nassif demonstra uma lógica de profundo menosprezo pelo inimigo, transformando-o em mero demônio moral.

    É da natureza dos inimigos aproveitar qualquer oportunidade. Aproveitar a oportunidade não significa ter que reduzir a complexidade do fenômeno à mera oportunidade. Que as jornadas de junho de 2013 possam ter sido aproveitadas pelo inimigo não quer dizer que foram uma criação deles, saída do nada.

    Falar de “primavera brasileira” é reduzir um complexo de relações significativas à caricatura conveniente de uma narrativa vitimizatória e míope, de um modelo de governança boçal, que é o modelo do lulismo.

    Pensar da forma como o Nassif pensa é acreditar que o inimigo combinou tudinho com “o adversário”, para que tudo saísse da maneira como ele queria, pra poder fazer o gol que tanto esperava.

    Calma lá! E as burradas políticas da Dilma? E o plano econômico que ela patrocinou e que criou as condições de fundo para que o oportunismo do inimigo se mova agora com notável desenvoltura?

    Quer saber? A Dilma merece cair. E merece cair por ter sido incompetente, inepta, politicamente autista.

    Esse “merece” não é um julgamento moral; é um julgamento tático. Diz respeito ao reconhecimento da competência de quem tem em mãos a condução de uma guerra. Esse governo merece cair porque se mostrou uma força combatente de merda. Ele não passa de um bando de cagões.

    A culpa da derrocada deste governo será toda dele. O mérito dos inimigos do país… bom, isso há que se reconhecer: eles simplesmente estão sendo muitíssimo mais competentes.

    Se o governismo quiser começar a ser competente, tem que começar por reconhecer competentemente o significado profundo de algo como as jornadas de junho de 2013.

    Bola fora, Nassif!

    Não adianta o governo te encomendar a pauta. As pessoas inteligentes (tanto agora como na década de 80), não vão cair facilmente em lorotas.

    • Discordo de Ricardo. Não

      Discordo de Ricardo. Não precisei do artigo de Nassif para entender que o desfecho das manifestações no mundo árabe, e também na Espanha, eram por demais óbvias e resultado de um mesmo método. Isso eu já tinha percebido em 2013, e o mecanismo desse método está brilhantemente exposto na reportagem.

    • Não me parece que o Nassif

      Não me parece que o Nassif tenha dito que as manifestações de 2013 foram “criação deles”. No mais, até concordo com muito do que você escreveu em relação ao governo Dilma.

        • As manifestações “espontâneas” guiadas pela Internet …

          As manifestações “espontâneas” de 2013 guiadas pela Internet claramente fazem parte de um pacote de desestabilização do governo brasileiro.

          A grande semelhança de todas as revoluções coloridas em todos os países com MANUAIS escritos, editados e públicos sobre a desestabilização de governos é conhecido por quem queira conhecer, não há uma mínima tentativa de esconder isto, não são documentos secretos mas livros e artigos escritos por acadêmicos norte americanos.

          O grande diferencial foi a resiliência do governo brasileiro, pois fazer uma revolução colorida em países pós regime fechados em que os contrapesos institucionais não são sólidos é uma coisa, outra coisa é fazer o mesmo no Brasil, que apesar de tudo ainda tem um supremo, um congresso e uma imprensa paralela que mesmo que estes não funcionam às maravilhas, eles funcionam.

          Para by passar isto procura-se enfraquecer as instituições, a figura de Cunha no congresso é um deste caso, no qual se procura desmoralizar as instituições, porém a cada passo nesta direção devido a complexidade da sociedade brasileira cada passo gera um contra-passo.

          A Lava a Jato, assoldadamente agiu contra o contra-almirante Othon e com isto perdeu por completo o apoio da caserna, e pensam que podem golpear contra as PRÓPRIAS FORÇAS ARMADAS, porém as forças armadas não são mais soldadinhos de chumbo, SÃO FORÇAS e SÃO ARMADAS.

          Qualquer oficial que tem no seu peito um espírito nacionalista sabe claramente que toda esta ação da direita brasileira quer simplesmente transformar o EXÉRCITO BRASILEIRO numa mera polícia de fronteiras que se restringiria a controle do trafego (e por consequência se corromperia com isto). Porém as FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS esperam um papel internacional bem melhor do que ficaram tutorados por forças estrangeiras.

          Em resumo, o golpe começa em 2013, mas desde aquela época não estão conseguindo cumprir as determinações do manual, pois o Brasil é o Brasil.

    • Os erros políticos da Dilma

      Os erros políticos da Dilma não justifica o partidarismo, a seletividade e o golpismo da operação Lava Jato.

    • Os erros políticos da Dilma

      Os erros políticos da Dilma não justifica o partidarismo, a seletividade e o golpismo da operação Lava Jato.

    • E pessoas como você são pagas

      E pessoas como você são pagas para enterrar fatos debaixo de uma pilha de mentiras. Esse truque é velho rapaz =)

    • Ricardo, o Brasil vivia um

      Ricardo, o Brasil vivia um momento único de bem estar social, de elevada autoestima e de repente … BUM! Aparecem as jornadas de junho de 2013 com todas as características já vistas em outros eventos no mundo árabe. Por que? Para todos a economia aparentava saúde e estávamos com a senssação de que as portas do primeiro mundo se abririam, então porque tanta revolta? Ora, nem de longe parece ter sido um movimenro natural. Quando você fala que as pessoas inteligentes não vão cair em lorotas você está se incluindo nesse rol? Sua premissa pode estar errada porque me parece que ou você caiu em uma lorota ou você não é tão inteligente quanto pensa.

    • Bola dentro, totalmente encaçapada, Nassif

      Só pra quem não quer entender, ou é “coxinha” anencéfalo achando que é inteligente!

    • Ad hominem

      Prezado, sua crítica é ao autor, o Nassif.

      Você não escreveu sequer uma linha argumentando o texto, apenas ataca a pessoa.

      E você não perde a viagem !

      Nos brinda com a falácia do espantalho “Não adianta o governo te encomendar a pauta.”, mas qual governo? Este: “E as burradas políticas da Dilma?” e este “E merece cair por ter sido incompetente, inepta, politicamente autista”.

      Seu texto não podia ser mais brilhante, afinal você deve estar incluído na seleta confraria das “As pessoas inteligentes” que “não vão cair facilmente em lorotas”, pois não caiu em lorotas, não é mesmo?

      Parabéns

      • Não, meu querido!

        Minha crítica é às ideias do Nassif. Ideias repentinas, que apareceram recentemente. Rsrsrsrs.

        Mas parece que algo tocou o Nassif. Teria sido a menção aalgo que poderia ter ocorrido na década de 80??? Rsrsrsrs.

    • Que dó, dó, dó …, quanto samba de uma nota só!

      A teoria do flogisto era mais interessante para explicar as combustões.

      Como é que movimentos isolados, dirigidos a foros locais, como o movimento do passe livre, assumem um caráter nacional e de confronto com o poder central?

      Coitadinhos dos anarcóides do passe livre. 

      Tem gente que só acorda na hora do trovão, e acha que é castigo dos deuses. Ficam dormindo enquanto os cumulus se animbusam; enquanto a mídia dava o sinal de reversão de sentido no trato do movimento do passe livre. De baderneiros a portadores da vontade geral da população, nas vésperas do 20/jun.

      A reversão do sentido foi operada de maneira afluente em todas as vias de comunicação. Tem gente que ficou dormindo enquanto se tratou neste blog da origem dos anonimous, que povoaram o processo de convocação das jornadas com o sentido invertido.

      O sonho da automobilização das massas fica se alimentando da única possibilidade para contornar a evidência de que foram bucha de uma grande jogada política orquestrada internacionalmente. Que mobilização sem âncora, sem organicidade nas tradições dos movimentos populares agrega apenas para aqueles que preferrem agir incógnitos, investindo no confusionismo (não tem nada a ver com Confúcio). 

      Olhando para o próprio umbigo, eles não conseguem perceber as similaridades com o que está a ocorrer no resto da América Latina: o fiscal (procurador) argentino deve ser um impoluto inquiridor das causa da lei, ou uma das peças de lá que por sua inépcia de denunciante veio a ser passível de ser sacrificado por aqueles que o empoderaram?  As tentativas de golpes menos sutís nos países menores da América Latina. Não percebem que o Brasil é central para a desmontagem da impermeabilidade da região ao jogo do Império. Não entendem a ameaça que os BRICS impõem no horizonte da ação predadora da pirataria capitalista.

      No “Citizenfour”, documentário de Laura Poitras, que contou com a contribuição do Glen Greenwald (Guardian), que trata da denúncia do Snowden esse mecanismo de interferência nos processos de agitação popular via internet é descrito com detalhes, e a presença da NSA e da CIA nas desestabilizações internacionais é escancarada. O texto do Nassif não ignora a história da investigação da Petrobrás pelas agências americanas. 

      Nassif, teu texto está brilhante, só restou pro comentador acima tentar a desqualificação do analista. Demônio Moral? Tem gente que acha que o Demônio pode não ser moral, deve ter visto algum em alguma pintura do Bosch e acreditou.Você traça o retrato falado do inimigo.  

      Logo ele que escreveu uma bela matéria sobre o massacre do carnaval de Campinas.

      Não entendeu que aquilo que ele viu, foi somente um treinamento para a militarização da Guarda Municipal, para combates frente a agitações sociais. Funções que devem ser exploradas nos embates que estão no horizonte deste ano.

       

      • Batata
        Em relação ao MPL você deixou de considerar aspectos importantes, no meu entender. Como muitos outros acontecimentos na História já havia um terreno propício desde sempre, com serviços de transportes públicos péssimos e caros. A repressão policial do governo paulista f oi o estopim que faltava. A brutalidade e a repressão causaram revolta e a chama se acendeu. Vc desconsidera um fator importantìssimo hoje que são as redes sociais e o whatsapp. Em questão de segundos a mensagem se espalha como uma faísca. Como agora com a condução de Lula. De imediato havia centenas de pessoas no aeroporto. Nassif faz, em certos pontos boa anàlise, mas tem também muita teoria de conspiração. Okbre a FIFA pir ex., ele desconsidera movimentos relevantes que vêm acontecendo na Europa, especialmente na Alemanha e na França. A teoria dele carece de mais fundamento.
         

    • E qual seria esse significado

      E qual seria esse significado tão profundo? Que segredo tào oculto é esse? Precisa fazer um curso de ocultismo para conhecer? Ou entrar para a maçonaria resolve?

      Posso estar ficando velha, mas idiota ainda não. Lembro muito bem da manifestaçào de junho/2013 em Recife, à qual me recusei a comparecer. Tinha todo tipo de gente e desejos, que jamais poderiam ser considerados como um movimento só. Tinha muito do que hoje conhecemos como coxinhas, mas tinha esquerda radical também. Tinha movimento gay e seus algozes também, os evangélicos. Mesmo sem ter ido, conhço todos esses tipos que citei é que estiveram na manifestação. Como já sabia disso, não fui. 

      Nem mesmo as boas intenções do MPL salvam tais eventos. Não vi, à época, um grito sequer contra empresários do transporte público que são vereadores e deputados pelo país todo. Essas pessoas passaram incólumes pelo movimento sem liderança. O problema é que a direita tem liderança, e muita. Movimentos sem liderança, sem partido, com pauta única, são apenas fruto da pós-modernidade e não carregam a possibilidade de mudança estrutural exatamente por isso. Aliás, alguém precisa estudar como a Pós- modernidade se relaciona com a geopolítica.

      Se o governo é ruim, vocês não ficam atrás. Dilma fez seu único esforço à época tentando chamar uma constituinte, mas cadê resposta? Ela, que já não é hábil, foi ficando isolada. Só que os gênios das mobilizações não estão nem aí, já que é um governo ruim. E chegamos a essa situaçào absurda atual. Essa conta não é só do governo e do PT, é de vocês também. O PT, pelo menos, tem resultados positivos, além de todas as besteiras que fez, e vocês? Tá torcendo pro governo cair? Se cuide, porque assim vocês desaparecem de vez. Depois de tanto barulho e luta dos estudantes em São Paulo e Goiás, o que conseguiram? Nada. O PSDB segue seu plano livre, leve e solto. Quer brincar ainda de movimento sem liderança? 

      Acho que uma das maiores evidências do que Nassif esta falando é o que aontece hoje com todos os governos de esquerda na América Latina. Todos estào acuados, mesmo tendo sido governos muito diferentes. Por que não teve primavera no México? Outra evidência é o fato de que os partidos que mais têm políticos envolvidos com a Lava Jato não sofrem nenhuma perseguição jurídico- midiática. Querem extinguir o PT, mas o PP continuará roubando feliz. Isso não tem nada a ver com corrupção do PT.

      Nunca pense que a coisa não pode piorar, porque pode, muito. Tá achando Dilma ruim? Aguarde.

    • Será que o troll voltou…

      Schiel, por acaso você não  é aquele troll que sempre muda de nome para atacar as pessoas, vc vem atacando um outro por qualquer motivo, inventa qualquer coisa para denegrir o outro, tá nos seus seus últimos comentários. Fica aí o alerta para a equipe do blog: tipos assim não contribuem em nada com o debate e o aprendizado, melhor vc procurar sua turma.

    • Boa, Ricardo!

      1 – Me poupou o trabalho xde escrever o que penso, e é bem por aí mesmo.

      2 – Os governos progressistas tiveram uma grande chance de emamcipar o Brasil dessas “interferências externas”, mas optaram em impôr uma agenda deles que na verdade troca um feitor por outro.

      3 – Se a matéria é encomendada, sei lá. Mas dava um bom roteiro para um blockbuster hollywoodiano. Uma prova que fatos podem ser modelados para se criar uma versão da verdade ao gosto do freguês.

      Engraçado que todo mundo grita contra o imperialismo americano, mas não chiam de estarmos nos tornando um satélite, colônia, gerador de matéria prima, coisa que o valha, para a China.

      Ou seja: O Brasil nasceu como colônia portuguesa, depois virou parte do império espanhol, se tornou alvo dos interesses ingleses, depois quintal dos ianques e agora finalmente, uma neo colônia chinesa.

      Mudam os cafetões, mas continuamos quenga de algúem. E sempre com a ajuda da classe dirigente do momento. Ora, se agora estamos sob o governo de um grupo dito progressita, trabalhista, socialista há quase 24 anos, é claro que essa elite política é parte do problema.

      Por mais que eles neguem. Apenas eles dominam bem a arte de botar a culpa nos outros.

      .

       

       

    • Prezado,se você fosse

      Prezado,

      se você fosse inteligente veria que em nenhum momento acusei o MPF e as primeiras manifestações de manipulação. As manifestações iniciais apenas mostraram a predisposição da classe média em sair às ruas. Achei que estava claro no texto. Coloquei as notas no texto para impedir que pessoas que lêem com o estômago não cometam a mesma interpretação torta.

      Uma pequena recomendação para os que, como você, lêem com o fígado. Antes de explodir, leia duas vezes, especialmente se for de fontes que você conhece. Como frequentador corriqueiro desse blog, você deve ter alguma confiança no que escrevo, inclusive na defesa que fiz do MPL.

      A leviandade com que me lança uma acusação é a mesma daqueles que acusam o MPF. Vocês são iguais.

      • Acusou o golpe, Nassif?

        Ou você acha que ninguém percebeu que nos últimos dez dias o blog virou uma contundente orquestração pró-governo?

        Cadê aquele Nassif do esgotamento do tempo político? Evaporou como mágica inusitadamente inusitada (rsrs)?

        Abraçar teorias da conspiração a essas alturas do campeonato não parece forçar demais a barra?

        O problema do seu texto é que ele resvala muito rapidamente do contextual para o causal, na tentativa de consagrar uma narrativa explicativa uníssona. Enfim, ele é, antes de mais nada, mau jornalismo e péssima sociologia. Pra alguém como você, isso soa, no mínimo, suspeito. Pense nisso!

        • Agroboy

          O Nassif expoe os problemas da crise brasileira com argumentos. A trama montada pelo Nassif está bem conceituada, datada e com provas, incluindo comportamentais dos principais envolvidos neste golpe paraguaio movido a USA. Vocês, coxinhas tucanos, só vem aqui criticar e desprestigiar, principalmante o governo PT. Você então é um poço sem fundo de inveja e mágoa do Lula e do PT. Coisa tipica de incompetente. Queria ver os mesmo aqui quando aparecem posts mostrando as falcatruas tucanas, mas vocês evaporam como fantasmas fujões. Vocês não tem nenhuma imparcialidade e vem cobrar isto do Nassif? Falsa indignação.

    • atendendo sugestão feita pelo próprio

      em 18/06/2013:

      A moçada condenou todos os símbolos de poder

      Um a um, os principais agentes políticos do velho modelo curvaram-se à voz das ruas, da moçada do Movimento Passe Livre (MPL).

      […]

      Mas, inegavelmente, o movimento foi contra toda a estrutura de poder existente – do Executivo aos grandes grupos de mídia, do Congresso aos grandes partidos políticos e também aos pequenos (manifestantes queimaram bandeiras do PSTU e PSOL). Sobrou até para a UNE (União Nacional dos Estudantes), que desapareceu.

      […]

      Afinal, contra o quê é o movimento? É contra tudo. E não se considere que esse “tudo” signifique um anarquismo inconsequente. Significa que a moldura institucional do país não cabe mais no organismo social brasileiro..

      .

    • Incompetência ou má fé ?

      Em primeiro lugar, não enxergo a análise do Nassif como algo “encomendado” e também não leio “lorotas” na matéria.

      Eu li o seu comentário e respondo / comento, atinando para o fato da possibilidade de intervenções semelhantes à sua, seja com base na incompetência, seja com base na má fé.

      Apesar de você escrever razoavelmente, o seu texto mostra claramente uma interpretação manifestamente equivocada de inúmeros fatos.

      Um deles é atribuir falhas ao tal “modelo lulista de governar”, sendo que a crise foi instalada pelo Congresso e abonada sim pelo  Ministério Público.

      Dilma tem defeitos, mas nada é perfeito e ela fez o que a presidência tem o direito e o dever constitucional de fazer.

      Ela encaminhou ao Congresso uma pauta corretiva que não foi votada.

      Reitero que o Brasil passa primeiro pelo Congresso, votado pelo povo.  O Congresso não foi indicado pela Dilma ou pelo PT.

      Se o Brasil conta com o Congresso das pautas-bombas, a questão  está relacionada com a balbúrdia política emergente das tais “jornadas de 2013”.

      Por que os manifestantes de 2013, nunca fizeram campanha pelo voto a um Congresso cidadão ?

      É porque a parcela majoritária da população é igorante politicamente. Inclusive os manifestantes.

      Depois de muito me contorcer em leituras e análises, cheguei à conclusão que todos nós deveríamos atinar mais para o Congresso como o verdadeiro sinônimo de “governo”.

      No seu caso, entre a incopetência e a má fé, eu realizo leitura a partir da convicção de ser você um incompetente político.

      Não fique chateado comigo.  A incmpetência é algo que se possa corrigir.

      Já com a má fé … a questão é outra…..é uma outra história.

      Valeu.

       

       

    • Está faltando inteligência

      Está faltando inteligência emocional. Ao afirmar que o texto do Nassif é “encomenda” do governo, o que quem frequenta esse blog sabe que é um absurdo, contaminou todo seu comentário.

      As jornadas de julho são defensáveis? Eu acho que são, devido a complexidade do fenômeno e diversidade de atores. Mas a minha tendência é achar que foram péssimas para o país. Já o Nassif sempre as defendeu, acho até que de forma ingênua. Só que agora ele percebe o ingrediente geopolítco e o demonstra com fatos.

      Caberia a voce, ínves de desqualificá-lo, mostrar os fatos que revelariam o lado progressista e libertário das tais jornadas. Quanto aos erros políticos da Dilma serem a razão da erosão do governo, concordo, em parte. 50% para a incompetência da presidenta e 50% para o golpismo sem limites da direita 

  5. Sim, Nassif, até que enfim

    Sim, Nassif, até que enfim você enquadrou aquelas chamadas jornadas de junho no lugar certo do quebra-cabeças (ou xadrez, como você prefere e costuma usar). Toda a análise é muito bem fundamentada. 

    Cá entre nós: você sempre soube desses detalhes da trama, da conspiração  (que não é uma teoria, mas uma realidade, como você acaba de provar)? Se sim, porque por que cometeu auto-engano e não esclareceu os seus leitores desde o começo? Se não, fico surpreso, pois como você pode observar nos comentários que tenho feito ao longo desses três anos, a trama, a articulação e os propósitos daquelas manifestações já eram claros para mim desde o início.

    O encadeamento que você deu a todos os movimentos e atos desempenhados pelos atores  da trama, assim como as diretrizes dos que a dirigem não deixam qualquer dúvida sobre quais são os mentores do golpe, golpe este que não visa apenas a tomada do poder pela direita local, mas principalmente vergar o Brasil aos interesses geopolíticos dos EUA na América Latina. As operações no Brasil não são um caso isolado; basta observar o que ocorreu em Honduras, no Paraguai, na Venezuela e na Argentina,  país onde a direita oligárquica e plutocrta local (afinada com os interesses estadunidenses) chegou ao poder por meio do voto popular.

    Parabéns pela lucidez, brasilidade e visão estratégica dos interesses nacionais e do desenvovimento soberano de nosso País.

  6. Nassif, look at across

    Nassif,

     

    É hora de checar fontes importantes e amigas no The Guardian, Snowden e Wikileaks! Junto com material recente da Siria ou Egito deve ter referência ao Brasil!

     

    Sua capacidade investigativa é muito importante para o Brasil!

     

    Boa Sorte,

     

    Djalma

     

     

  7. Na análise do Nassif faltou a

    Na análise do Nassif faltou a da gestão econômica neoliberal. Vou me repetir: frente NACIONALISTA JÁ! Governo de coalizão das forças progressistas e nacionalistas, dirigido por pessoas de coragem e capacidade. A Dilma deve aceitar na prática ser apenas chefe de estado. E acrescento: deve ser criado um ministério da Economia, o qual o BC deve ser subordinado.

  8. Mais de 12 anos no poder ..

    E o PT não viu (ou não quis ver) a cupinzada trabalhando dia e noite! E ainda “injetou” grana nos caras. PqP. E os principais blogueiros do país acusados de fazerem o “serviço sujo”. Sem um tostão para investir numa pequena redação. Pega gente como o Eduardo Guimarães, do Cidadania. O cara é um vendedor de dia e blogueiro à noite. Cadê a grana do governo? Não tem .. e o cara (o Cidadania) é acusado de chapa branca! Como ele, um monte de cases semelhantes. Teve blogs que acabaram por falta de grana. O sujeito não aguentou trabalhar de dia e blogar durante às madrugadas! E grana na Globo. Até pouco tempo anuncios maravilhosos do governo na Veja, Época, IstoÉ …  Ninguém entendia. Alguns “ins” do PT torciam o nariz:  “bobagem esse negócio de midiaPIG”. Não vai ser fácil pessoal. Não vai ser fácil. No governo Dilma foram criados verdadeiros cupinzais …

  9. Geopolitica

    Sem querer ser pedante, mas me ocorreu durante a leitura do texto que Dilma foi presa durante a ditadura por defender um país democratico de cunho nacionalista e hoje se encontra presa pela oposição que quer acabar com a democracia conquistada apos a ditadura e o que conseguimos em termos de nacionalismo até então. Nas duas ocasiões o tio sam colocou e coloca suas patas. Seria isso destino ou uma coincidencia dessas de dar medo dos resultados? Acho que sonhamos demais e ao mesmo tempo fomos muito ingênuos nos ultimos anos ao ingnorar que o tio sam não ia dar um jeito de atrapalhar o nosso crescimento e independencia, pois é isto que eles fazem de melhor. Fizemos barulho demais, mudamos paradigmas economicos, investimos em tecnologia militar e descobrimos que temos um tesouro debaixo de nossas aguas territoriais. Os sinais das primaveras arabes eram claros demais para serem ignorados como foram pela nossa falta de habildade em geopolitica. 

  10. E só agora muitos caíram na
    E só agora muitos caíram na real do quão nocivas eram essas páginas de Facebook de extremistas.

    Sempre levantei isso por aqui e sempre fui ignorado.

    No mais, e os militares? Estão aceitando a prisão do Othon na Boa?
    Admiram Moro?

    O que dizer e os rumores de que Lula só não foi preso por conta da ação de um Coronel da Forçab aérea e alguns homens dá Polícia da FA que enquadraram a PF no aeroporto de Congonhas, chegando a bloquear passagem do avião que conduziria Lula à Guantánamo?

    Se Moro estava assustado na sexta, não seria por conta da turbulência nas ruas (quem quebra o país não daria a mínima para isto). Pode ter se assustado com um possível conflito com as FFAA.

    • Pois é

      Diante do episódio Congonhas, que para mim atrasou os planos de golpe do Moro, aqueles artigos com mensagens cifradas dias atras aos militares, do Noblat e do Merval, porta-vozes oficiais da Globo, ao invês de um pedido de intervenção, não teria sido ao contrário, de não intervenção, de advertência?

      Acho que por enquanto, os militares, nacionalistas, estão com Dilma.

  11. Nesse post o Nassif retomou

    Nesse post o Nassif retomou um artigo que já fez em seu blog, mas agora com maior embasamento: analisa o movimento plutocrata que ora nos assola com mais informações sobre o assunto ao par de inseri- lo numa perspectiva global. E nesses dois artigos percebe-se que, para ele, só falta esclarecer uma coisa para a confecção de um paper: afirmar com segurança qual o papel de Janot nesse imbroglio que está se configurando como um apêndice (latino) ao The Grand Chessboard: American Primacy and its Geoestrategic Imperatives do Brzezinski. E nessa perspectiva, para preservar Lula (leia-se, uma nação mais autônoma e, no plano interno, atos progressistas no Ministério Público), não valeria a pena livrar a cara do Aécio?

     

  12. H de se tentar falar com

    H de se tentar falar com snowden… Se realmente os states estao nessa, ja havia algo embrionario que estava ao alcance dele na epoca. Sera que voce conseguiria esse contato, nassif?

  13. Afora isso, Cunha recebe mais
    Afora isso, Cunha recebe mais de uma dezena de delegados federais em busca de apoio. Cunha, indiciado no STF e sendo cassado, em conluio com delegados federais

  14. brihante.mais uma vez,

    brihante.mais uma vez, histórico.

    lava-jato é um esquema vinculado ao fbi,

    interesses geopolíticos estadunidenses, etc…

    só assim para entender esse rolo todo, a força que tem pessoas

    cujos grupos não teriam essa força toda, nacionalmente….

    só adquiriram ou adquirem essa força toda por esse reforço internacional…

    enfim, a lucidez…

    a visão mais profunda da sitruação….

    agora, é saber sair dessa…

    • Bela análise, Nassif!

      É verdade. Bela análise de Nassif sobre toda a situação que estamos vivendo. O foco da Lava Jato sempre foi Lula. Será que diante de toda a reação que vimos acontecer ainda vão tentar de novo prender Lula? Ainda ontem um comentarista, aqui no blog colocou um vídeo com o Mino Carta chamando a atenção do Lula para que cuidasse de sua segurança, alertando-o de que poderia ser vítima de um homicídio. Isso me levou a pensar sobre o caso do promotor Alberto Nisman da Argentina. Ele, segundo li no site http://www.conexaolivre.com.br, era uma “pedra no sapato” no governo Cristina Kirchner pois a acusou, dias antes de ser encontrado morto com uma bala na cabeça, de encobrir os responsáveis pelo atentado que matou dezenas de pessoas  na AMIA (Associação Mutual Israelita Argentina) em julho de 1994. O procurador se tornou uma estrela de televisão e ovacionado pela mídia oligopolistas que deram ampla divulgação às suas sonoras denúncias contra Cristina Kirchner, geralmente vazias de provas. Nisman era para a mídia argentina algo como se tornou o juiz moro para a imprensa tradicional brasileira. E a Wikileaks revelou que Nisman se reunia frequentemente com a CIA e o FBI. Teria sido Nisman morto pela própria CIA para culpar Cristina Kirchner? Só sei que essa morte de Nisman prejudicou muito o governo Kirchner perante a opinião pública, pois a mídia argentina fez questão de culpar a sra. Cristina pela morte de Nisman. Daí, vendo o vídeo do Mina Carta, fiquei pensando no seguinte: ao invés de Lula ser vítima de homicídio, será que um dos procuradores ou até mesmo o juiz moro poderia ser vítima de um  atentado simulado pela CIA, e a mídia aproveitando o fato  jogaria toda a culpa no PT para incriminá-lo perante a opinião pública, como aconteceu na Argentina em relação ao promotor Nisman culpando Cristina Kirchner por sua morte? Isso iria atingir muito o PT e atenderia o interesse de muitos em prejudicar o partido. E nessa altura dos acontecimentos não duvido nada dessa intenção dos nossos procuradores e do próprio juiz moro para se passarem por vítimas perante a opinião pública e levar a mídia a culpar o PT. Dá o que pensar….

      http://www.contextolivre.com.br/2015/01/a-quem-interessava-morte-do-promotor.html   

  15. Mais um texto memorável do

    Mais um texto memorável do Nassif, é compartilhar e levar no bolso para levar ao conhecimento de quem não tem acesso a web e só se informa pelo JN

  16. Servindo a um mal muito maior!

    Como um juiz caipira da vez (Moro) consegue tantas informações, poder, para: aprofundar e agravar a crise política financeira no país, está matéria só vem de encontro a um comentário que postei sobre a publicação  http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,em-ny–procurador-diz-que-lava-jato-demonstrou-a-existencia-de-quadrilha-na-petrobras,10000015645#wrap-comments

    Segue comentário:

    Funcionários públicos brasileiros prestando conta e buscando orientações a quem eles realmente estão servindo (espíritos de vira lata e traidores), demonstrando que os repasses de informações denunciados por Snowden das escutas e espionagem da NSA e outros serviços de espionagem estadunidense estão atingindo os seus objetivos: incentivando e subsidiando as ações judiciais nos EUA contra Petrobras enfraquecendo a Petrobras, destruindo recriação da indústria da defesa brasileira, a fabricação do submarino nuclear, a compra de aviões de caça com repasse de tecnologia e a destruição das grandes empreiteiras e empresas brasileiras, abrindo caminho para as multinacionais venderem seus equipamentos, serviços, comprarem as indústrias e empresas brasileiras quase de graça e tentando reverter a exploração das áreas petrolíferas.

    Acrescento: Desta forma também, tentam desqualificar os governos progressistas brasileiros e suas conquistas e retirar o Brasil do seu protagonismo no cenário mundial com os BRICS, para uma nova alternativa ao neoliberalismo e da governança mundial exercida pelos grandes grupos empresariais e financeiros!

  17. Gravíssimo. Sem comentários.

    “Em breve, a Lava Jato deixará de ser estudada meramente como uma imensa operação anticorrupção para se transformar em um case sobre as estratégias geopolíticas norte-americanas na era das redes sociais e da globalização.”

    Gravíssimo. Sem comentários. Fiquei assim meio sem voz mas, vamos lá: o mercado, as grandes corporações que fomentaram por exemplo a invasão do Iraque e, logrado o êxito com o fim de Sadam, expulsaram a Mendes Júnior, o mesmo acontecendo com a vitória deles(invasores, mercenários disfarçados de ventos de primavera) simbolizada no linchamento de Kadafi. Que moral tem essa Forca(sem c cedilha)-Tarefa para promover o linchamento de Lula, agora sabemos que, por trás disso há interesses outros, isso era óbvio mas ainda não tinha sido racionalizado verbalizado como fez Nassif. É óbvio que essa fúria da Lava Jato contra a Odebrecht faz rir e rir muito as concorrentes desta empresa nacional em solo americano, onde construiu por exemplo o Aeroporto de Miami após vencer corporações americanas, e avançou mundo afora: na África, América do Sul, Caribe…fosse na China estes traidores dos interesses nacionais disfarçados de defensores dos interesses do povo já teriam ido prá forca.

  18. a globo deve ter feito um

    a globo deve ter feito um acordo com o mpf, fbi…

    por aí,pelo jeito..

    o mpf  engavetou  as informações  sobre os rolos-fifa da globo,

    as quais, pelo acordo, deveriam ser encaminhadas ao fbi…

    a globo então deu em troca o apoio ao mpf….

    é isso?

    há uma hipótese mais verossímel:

    a globo fez um acerto com o fbi para apoiar os interesses

    estadunidenese junto ao mpf e à operação lava-jato…

    ou vice-versa… o ” fbi ” cooptou a globo….

    o histórico da globo aliás indica isso….sempre defendeu os

    interesses de lá desde os tempos de getúlio e jango, 64, golpes, etc…

  19. Tudo começou com o Passe
    Tudo começou com o Passe Livre. Aquele movimento crescia e o Haddad se alinhou ao Alckimin. Erro mortal. Em 18 de maio de 2013, o Haddad convocou o Conselho da Cidade, criado por ele mesmo, que pediu para que ele reduzisse a passagem, e ele não ouviu. A Dilma, um pouco antes, tinha entre 50 a 60 por cento de aprovação. O movimento cresceu, e quando estava fora de controle o Haddad teve que abaixar a passagem, mas aí mídia foi hábil em isentar o alckimin e canalizar nacionalmente a insatisfação, e depois disso nunca mais tivemos paz. Sem entrar no mérito dos 20 centavos tivesse o Haddad cedido em 18 de maio de 2013, aos apelos do Conselho que ele mesmo criou, criaria em seguida os passes livres que acabou criando, para jovens, etc, que na prática esvaziaram o mpl, para aumentar a passagem um pouco depois, isso chama-se habilidade política, e teríamos a melhor Copa de todos os tempos, o mundo desembarcaria em massa no Brasil, e o Brasil se firmaria de uma vez por todas. O alckimin tava na dele, jogando com a desestabilização, mas o alinhamento para o Haddad e o PT não era bom naquele momento. Como a Dilma e Haddad puderam arriscaram deixar desestabilizar o país com dois eventos mundiais às portas? Eventos em que colheriamos quiçá, se o Brasil estivesse estável, um trilhão de reais. Como jogamos isso no lixo? O Brasil não recebeu nem um quarto do que era previsto, por causa de uma briga inútil do Haddad por não querer dar os 20 centavos e nao ter uma estratégia para esvaziar o mpl, como passe grátis para estudante, que ele acabou criando mas bem mais tarde, mas aí a vaca já tinha ido pro brejo. Mais uma vez, sem entrar no mérito dos vinte centavos, mas a habilidade política é a ação de contornar situações difíceis, mesmo cedendo e recuperando ali na frente, sem deixar que se destrua o país. Agora se o Brasil escapar dessa cagada é que Deus ama a gente mesmo.

    • Memória

      Gabriel, a redução da tarifa aconteceu UM dia após a reunião do Conselho da Cidade e custou aos cofres públicos, em subsídio, R$ 1,5 bilhão. Acho que o valor envolvido justifica a “demora”.

  20. Brilhante, Nassif
    O resto fica por conta do que não sabemos, os subterrâneos de Washington, 64 da parte que pouco se conhece, chegando a ideologização da paranóia,. Não a tupiniquim, mas a de Edgar G. Hoover e o posterior macarthismo. Tudo que é diferente de mim deve ser demonizado e expurgado da minha cultura. Esta é a base da ‘receita da compreensão para o mundo’. Não é à toa que uma das primeiras críticas islâmicas é a decadência moral do Ocidente. Cujo autor desta debacle tem a mais nojenta das políticas externas. A exclusão violadora e violentadora do não conforme, do diferente. E, onde pátria americana passa à pátria da empresa americana, uma política externa desta ordem, aplicada ao Brasil, é batata. Basta ver quantas antenas de retransmissão tem a Embaixada Americana e suas ‘colleagues’ de poder dentro de Brasília. É estarrecedor… E sem controle. Fazer este jogo sem esta leitura hodierna, recente, igual à desenvolvida no seu artigo é explicar um Moro sem contextualizá-lo como adequado joguete e ridícula marionete, em achar que pode recriar acentos culturais de um país ,o qual tenta explicar ( baseado na compreensão dos valores oriundi de sua migração de cento e cinqüenta anos num país de quinhentos ), e pior, corrigir apenas jogando sete ou oito dúzias de brasileiros ( diferenciados politica e economicamenfe ) na prisão. Conseguirá mudar o inteiro traço de conseguir vantagem de um povo?

    Em tempo: ao Dr e janota, o que foi tomar o baciamano aos estadunidenses ( adequados termos pelos quais os norteamericanos mexicanos referem-se aos seus pares, gringos, de América ) lembrar que se um brazuca der um tiro na cabeça de um natural de lá e, para aqui fugindo, o Brasil não o extraditará para lá ter o seu cumprimento de pena. Aqui será ela cumprida. Por que será assim, seu janota? Tão firmado na ‘leis’ que esquece os detalhes… Crime indiscutível lá, mas está pontuado e bem visto o mas…

    Em tempo, ainda: o mundo após o ‘manipulite’ de lá, foi finalmente exibido neste domingo, em matéria comprada do Sixty minutes na Record: o azeite, o vinho e a qualidade não pode ser mais a mesma de antes. A máfia agora não mata, desnecessariamente. Frauda.

  21. É hora de denunciar isso na

    É hora de denunciar isso na Tribuna de Senado e Camara, denunciar nos Orgãos Internacionais.

    Os EUA não vão arrefecer, enquanto não tirarem Lula da jogada. Não esperarão até 2018. Vão dar o Golpe é já, a qualquer momento. Não se deve nem mesmo descartar atentados contra a VIDA de Lula e de Dilma tb.

    Resta saber se os Militares vão se perfilar com os EUA, ou se vão se colocar contra esse Golpe

    O suposto Coronel que barrou Moro e evitou a prisão de Lula é um fato veridico ?

    Se é veridico, é um militar que agiu isoladamente ? Ou os Militares vão aceitar passivamente um Golpe armado pelos EUA aqui ?

     

  22. Meus comentários

    Inexplicavelmente não vem sendo publicado.

    Só pode ser por uma razão: minha cobrança ao Nassif e ao blog as justificativas para a operação Lava Jato desencadear um processo investigativo viciado, inescrupuloso, atropelando a Constiutição, por um juizeco de meia tigela, MP pactuado com um grupelho de  Procuradores justiceiros e PF cujo simbolo é o japones bonzinho contrabandista e que investigam só um lado.

    Após comentar o post ” Os foguetes políticos que faltam ser disparados” e que não foi publicado, fiz críticas a insistência do Nassif se autocobrar da necessidade de fazer um “editorial” todo o dia, o que qualifiquei como prejudicial ao seu raciocínio por falta de elementos diários suficientes.

    O post de hoje me dá razão, o que automaticamente desqualifica o post citado por sua superficialidade.

    O de hoje não. Ele vem robusto de informações novas e que vem explicar o que sempre cobrei do blog.

    Esse bando de bundas sujas não teriam culhões para fazerem essa operação por vontade própria.

    Estava claro que o governo norte americano e a banca internacional vem patrocinando toda essa operação.

    E para se somar a essas informações acabei de ler um artigo no Facebook  com este título “Detenção de Lula pode fazer parte de estratégia de domínio regional, com o dedo dos EUA” que compartilho com o blog neste link: http://www.jornaltornado.pt/detencao-lula-pode-parte-estrategia-dominio-regional-dedo-dos-eua/#.VtwTkxnk3nA.facebook

    Num outro comentário que também não foi publicado, eu dizia da postura do Ministro da Defesa Aldo Rebelo junto aos comandantes das três Armas, Exército, Marinha e Aeronáutica. Os mimos trocados entre o ministro e os comandantes em operções militares simuladas, inaugurações, palestra…sem nenhum alarde na grande mídia, mas que acompanho nas redes sociais. Isso vem dar subsídio as noticias comentadas, se verdadeiras ou não, do episódio da prisão do Lula no aeroporto de Congonhas e a interferência do comando da Aeronautica no local junto com os seus soldado. Não duvido dessa possibilidade.

    O que fica agora para se apurar, é se o governo e as forças que o apoiam, estão preparados com serviços de contra inteligência. Se existe, está apoiado por quem? Pelos parceiro do Brics, principalmente a Russia que é o único que faz frente ao poderio dos EUA?

    Se não existe, já passou da hora de se articularem, pois os laços do Brasil nos governo do Lula sedimentou essa posição e seria mais lógico que o bloco se defenda em conjunto.

    É bom lembrar que com toda a desgraça que vem vitimando o país ao longo da sua história e que não consegue superar o seu subdesenvolvimento, nós somo um país continental com imensas riquezas e que no segundo mandato do governo Lula, o país chegou a conquistar a sexta posição na economia mundial, superando a Grã Bretanha, embora por um curto período, mas não deixou de se tratar de uma façanha.

    O medo deles é o nosso destino escapar das suas garras.

     

  23. Judiciário?

    O Procurador Geral da República (FEDERAL), Rodrigo Janot, é um “ENGAVETADOR” a serviço do PSDB. O Deputado Estadual de Minas pelo PT, Rogério Correia, entregou provas de crimes financeiros pela “LISTA DE FURNAS” para ele em 2015 e nada: confiram em: https://www.youtube.com/watch?v=hTE-pqImd40

    Este procurador estadual do Paraná:  Carlos Fernando dos Santos Lima – tem rabo preso no escândalo da investigação do Banestado, que investigou, estando sua finada esposa lotada nos setores do banco em que a roubalheira ocorria. Viajou pros EUA com Deputados do Paraná numa CPI, e quis evitar obtenção de evidências. É UM MALA VENDIDO COM CARA DE SABONETE. 

  24. Republicanismo

    Não. tudo começou quando Lula enveredou para o republicanismo, e nomeou Joaquim Barbosa para o Supremo. Aí, este ministro apoiou a ação penal 470, circo midiático conhecido como “mensalão”.

    • A ação do governo é

      A ação do governo é condizente com o nivel de indigência de nossa sociedade. “Brasileiro é um povo gentil” PQP! Quanta inocência! Cambada de burros! E eu acreditanto que tinham tudo sobre controle.

      Só espero que a Inteligência esteja abastecendo eficientemente a Dilma para uma estratégia de resistência e contra ataque.

      Continuo acreditando por patriotismo, e confiando, que tenham alguma cartada.

  25. Isso eh uma guerra, eh assim que deve ser tratada.

    Nassif

     

    As Forcas Armadas não vao interferir a favor de ninguem. Eles sabem o que está ocorrendo. A Globo escancarou que eh entreguista.

    Eh urgente o Lula ir à Paraty e expor o lado sujo da Globo. Resta pouco tempo. Os 

    Procuradores, possivelmente irão prende-lo.

    Temos que expor o lado sujo da Globo.

    Temos que pendurar a Mansão e  a Mossak no pescoco da Globo e da Força Tarefa da Lava Jato. Isso só pode ser feito com uma ida do Lula a Paraty. 

    Ele vai e a imprensa terá que ir também, a nacional e a internacional.

    Isso joga luzes em um assunto que,  propositadamente, foi deixado de lado.

    Dessa forma a Lava Jato e a Globo terão de se explicar. Tem que ser feito antes de domingo.

    Isso seria um fato novo na imprensa. Eh de fatos novos,  com repercussão nacional e internacional, que se precisa neste momento. 

    A Globo tá deitando e rolando todo dia em seus tele-jornais.

    O Lula tem que criar este fato.

     

    Abc

  26. Capturação e capitulação do CNJ e STF

    O Nassif só deixou de dizer que o CNJ e o STF foram capturados sem perceber totalmente (se perceberam, perceberam tardiamente) o que estava acontecendo (exceto alguns membros dessas instituições comprometidos com os procuradores golpistas), de tal forma que, agora, somente com uma intervenção na Operação Lava Jato e um profundo expurgo no MPF será possível barrar o golpe.

    Então, não será por aí, ou seja, com o Poder Judiciário cortando na própria carne que o processo golpista será interrompido, dado que os membros do Poder Judiciário jamais reconhecerão que foram sumariamente feitos de bobo .

    Como os CNJ e STF irão reconhecer que uma complexa organização antidemocrática e golpista entranhou-se no MPF, articulou-se com uma parcela do judiciário, com uma mídia e uma oposição profundamente retrógadas e antinacionalistas, tendo como estratégia de ação uma megaoperação de combate à corrupção para trair os interesses nacionais ? (uma velha e conhecida estratégia golpista de grupos conservadores para derrubar governos progressistas)

    O golpe terá que ser barrado tendo como entendimento um acordo amplo entre as forças políticas que sairam imunes à conspiração com os setores responsáveis da sociedade civil organizada que lutam pela manutenção do Estado Democrático de Direito e, consequentemente, pelo respeito a soberanis do voto popular.

    Ou, então, surgirá o caos.

    Esperemos que, desta vez, diferentemente de 1964, as FFAA estejam discretamente engrossando o campo daqueles que querem transformar o Brasil numa grande nação soberana e verdadeiramente democrática.

    Caso tomem essa posição: Viva as Forças Armadas Brasileiras, de volta à defesa da soberania nacional.

    Acreditemos que eles se incorporarão àqueles que não querem entregar nossa imensa reserva estratégica de petróleo ao domínio do capital estrangeiro.

  27. Vou arriscar esclarecer a

    Vou arriscar esclarecer a última incógnita. O modo mais simples seria recorrer aos ensinamentos de Agatha Christie: o autor do crime se conhece pelo motivo do crime; e, para ela, só há dois motivos para crimes: dinheiro e sentimentos. Assim, alguém está recebendo dinheiro nessa história, mas não faço ideia de quem seria.

    Para uma explicação mais complexa, recorro a Bourdieu. Esse autor tem uma ideia diferente para o que chamamos de conjuntura. Para ele, uma conjuntura é o encontro entre o evento e o agente. O MP é o agente e a Lava Jato, o evento. Com as condições de liberdade de trabalho que têm e pelas relações com a mídia, Os agentes do MP têm tudo na mão para protagonizar os principais papêis da vida pública. Sendo a Lava Jato o que é, como bem descreveu Nassif, não foi difícil para determinados agentes do MP tomarem a dianteira. Isso explicaria a mudança na tendência das ações do MP. Caso o governo tivesse detonado, por exemplo, um verdadeiro processo de punição aos agentes da ditadura, aí veríamos outro grupo de agentes atuar de forma diferente. Com um evento tipo Lava Jato em vigor, desconfio que na lista tríplice só aparece gente que agiria como Janot. Por isso a responsabilidade absoluta de Lula e Dilma para com essa nomeação. Abrir mão da escolha do agente, nesse caso, foi o mesmo que pedir ao PSDB para escolher o candidato petista ao governo. Imperdoável. 

    Aqui encerro minha apostas.

     

  28. Interessante é que parecer

    Interessante é que parecer ser intelectualmente bonito associar as revoluções recentes no Oriente à mão dos EUA, mas quando as peças também se encaixam aqui o antipetismo diz que “não tem nada a ver”.

    Admitir em qualquer grau que existe esse encaixe internacional é assumir a própria ignorância e isso nenhum brasileiro de classe média é capaz de admitir. A arrogância é um aspecto da falta de sapiência, do não conseguir enxergar um palma além dos olhos.

    Parabéns Nassif, esse texto deve ser guardado para a posteridade, para uma geração que seja menos influenciável.

    Essas gerações que forma o caldo da imbecialidade antipetista não tem mais jeito.

  29. Acompanho essa confusão desde

    Acompanho essa confusão desde 2013 e ao meu juízo toda começou mesmo na eleição de 2010, mas deixemos isso pra lá.  

    Não é preciso ser um gênio para saber que quem está por trás de tudo, chama-se NED (National Endowment of Democracy), que tem uma agência especializada em subverter regimes, chamada CANVAS. O receituário que vemos no Brasil  (idêntico ao desenvolvido pela ONG CANVAS e aplicado nas Revoluções Coloridas e na Primavera Árabe), começa sempre do mesmo jeito: pessoas ignaras e ingênuas, aliciadas e instigadas pelas redes sociais e mídia, resolvem, do dia para noite, ir as ruas exigindo o fim da corrupção…. Sem saber muito bem porque…  e tudo com uma tremenda cobertura de mídia alinhada com interesses que não podem ser revelados…Xiii… Estão vendo esse filme?

    Bem resumidamente, o NED bolou tudo e, ao meu juízo o tem aplicado (pelo lado da mídia), no Brasil através do Instituo Millenium. Claro, com imensa acessoria de ONG´s suspeitas e outras agências de segurança dos EUA….

    Nomes no Brasil? Surgirão ao longo do tempo. 

    Motivações para derrubar o governo? Esses apontadas neste artigo do Nassif.

    Teoria da Conspiração? De jeito nenhum. É só somar 2+2 e ter um mínimo de dissernimento que você mesmo pode comprovar tudo o Nassif escreveu.

    Doideira minha? De jeito nenhum. O maior defensor dessa versão é Luis Alberto Moniz Bandeira, talvez o maior historiador brasileiro vivo e um sujeito que pesquisa política externa dos EUA a 50 anos. Se ele não sabe o que diz, quem saberá? Aliás, seria muito bom entrevistá-lo mais longamente.

    O mais espantoso para mim é que, numa cabal demonstração de ingenuidade, ninguém do governo se deu conta disso tudo… Ou se alguém alertou não foi ouvido. O resultado está aí.

     

  30. Bom dia, meus caros,

    Duas coisas que, a meu ver, corroboram o texto do Nassif, mas que não foram citadas.

    A Eletronuclear, fabricação de submarinos com tecnologia francesa e compra de caças suecos, ou seja, Brasil preparando seu pequeno arsenal não deve ter agradado ao tio Sam.

    A tentativa do Procurador em calar os blogs, especialmente o Eduardo Guimarães, por vazamento da operação contra Lula.

    Esse último fecha o círculo.

    Valeu, seu Nassif, um grande dia pra vc.

  31. o buque de Espertirina e Junho de 2013

    -> “A Primavera brasileira no início de tudo”

    a incapacidade do lulismo governista compreender Junho de 2013 é sua mesma dificuldade em responder a crise atual, que nos lança no abismo da ruptura institucional.

    Junho de 2013 não foi obra de demiurgos da CIA, assim como Maio de 68 não nasceu de algum plano de Moscou para desestabilizar a democracia ocidental e tampouco Lula foi cria de Golbery – como até prega a teoria conspiratória tanto à Esquerda, vinda de Brizola, ou à Direita, partindo de adeptos de Bolsonaro.

    quando em 1977 o estudantes inesperadamente reocupam as ruas, iniciou-se então o levante geral contra a Ditadura.  em 1978 ressurge o movimento sindical. nesta ascensão dos movimentos sociais, um obscuro e burocrático dirigente sindical é transformado, pelo calor da luta, na maior e mais vigorosa liderança dos trabalhadores brasileiros: Lula.

    a complexidade de processos sociais de tamanha envergadura não pode ser reduzida a laboratórios nos quais é manipulada a própria História. é inegável também em toda grande movimentação social a intensa atuação de forças políticas organizadas, tentando capturá-la e dirigi-la conforme seus respectivos interesses e projetos. por outro lado, o surgimento de novas lideranças e novos agentes sociais escapa completamente ao controle de quem quer que seja, tornando esse momentos de súbita e intensa irrupção do movimento social absolutamente imprevisíveis em seus desdobramentos.

     é correto afirmar estar Junho de 2103 no início de tudo. mas qual início? e principalmente qual tudo?

    .

    • Quem é o MPF

      Olá Mario Mendonça. 

      Quem é o MPF. Quais joelhos? O que vemos na realidade é o MPF aparelhado por jovens recem formados, com um monte de PHD de Direito em HARVARD, STANFORD e CASCADURA, para medir e ditar regras. Para coibir isso, basta mesmo o STF assumir as regras. O REPUBLICANISMO exite e existirá sempre numa DEMOCRACIA. 

      Estamos mesmo é vencendo esse verdadeiro PAREDON promovido pelas “HOSTEIS”…da pior ditadura que é a DITADURA de TOGA, frase recentemente repitida pelo MINSTRO MAM e dita originalmente pelo RUI BARBOSA. 

       

       

       

       

  32. o buque de Espertirina e Junho de 2013 (2)

    Junho de 2013 é o início do fim do modo lulista de governar. o sistema de poder estabelecido com a Nova República começa a ruir, assim como 1977 marca o início do fim da Ditadura.

    a partir de 1977 iniciou-se um longa e tortuosa travessia. a falência histórica do velho já acontecera, mas não sua falência política. no vácuo deste interregno, através da luta entre os diversos setores sociais, ocorre a construção de um novo sistema de poder. estamos hoje no meio de uma destas arriscadas travessias.

    com a fundação do PT em 1980, até hoje o primeiro partido brasileiro surgido das lutas sociais de base, um imenso e poderoso setor participa organizadamente da gestação de um novo modelo político. até então sempre condenados a um papel subalterno, os trabalhadores assumem inédito protagonismo. a Constituição de 1988 é a obra ainda inacabada daquela travessia e as eleições de 1989 sua abortada culminância política.

    em Junho de 2013 o clamor das ruas era claro: mais participação, mais direitos, mais Democracia. nem o governo, nem o lulismo e muito menos os próprios manifestantes souberam canalizar a insatisfação e a combatividade produtivamente. aquele foi o momento mais favorável para o governismo lulista operar seu giro à Esquerda, o que chegou timidamente a ensaiar, sem nunca ter tido nem desejo, e muito menos capacidade, para concretizar.

    é a negação de Junho de 2013 que trouxe o lulismo a sua patética situação atual. acuado e sob “condução coercitiva” não consegue formular qualquer agenda positiva para nos arrancar do abismo em que fomos lançados.

    .

     

      • desesperador

        -> “Explique isso para o Ricardo, mais embaixo, incapaz de uma leitura fria e correta do texto.”

        as pessoas se fecharam em seus dogmas, até como tentativa de auto proteção frente ao desmoronar de tudo. ninguém quer explicação, só uma solução rápida e indolor. em meio ao caos, o que é possível fazer? ações pontuais, certamente. mas estas não tem força para alterar o curso dos fatos. quem sabe um conjunto de ações pontuais convergindo, mesmo não intencionalmente, na mesma direção e propósito?

        abraços

        .

         

    • Lulismo? Mas a presidenta

      Lulismo? Mas a presidenta Dilma não conta nada? É realmente um poste?

      No sistema presidencialista como o nosso, o presidente tem o protagonismo, mesmo com o fortalecimento recente dos MPs e outros orgãos independentes. 

      Não acho que Lula seja perfeito, mas a incapicidade de lidar com a crise que começou em 2013 é do atual governo. Para mim é claro que a Dilma resolveu “desgrudar-se” de seu padrinho, para colocar “seu jeito” de governar. No segundo mandato isso intensificou-se. A tal ponto que junto com Mercadante quase caiu de maduro. Aí com um pé no abismo teve que recorrer a quem teria condições de socorrê-la.

      A tal crise de “representação”, dos partidos e etc é real, assim como é real a criminalização da política por parte principalmente da mídia. Como as jornadas de junho não apresentaram propostas só ficando no “contra tudo que está aí”, o saldo ficou sendo a criminalização do voto, já que as unicas instituições que saíram ilesas, excluidas do “tudo”, foi o judiciário, o MP e a PF.

      Daí os superpoderes do Moro e desses procuradores, o boçal e o “iluminado” 

  33. Não se pode esquecer que o

    Não se pode esquecer que o marco zero de tudo isso foi Dilma Rousseff. Se ela tivesse agido no campo econômico de forma correta a partir de 2013( ou seja, feito pelo menos 10 por cento do que o Nassif escrevia aqui ) , o país não teria chegado a isso. A única coisa que imuniza um país desses interesses internacionais que o Nassif aponta é uma economia que esteja indo bem. No momento em que ela fica débil, se torna alvo de todo tipo de vírus oportunista. 

    • Joel, não concordo com vc. o

      Joel, não concordo com vc. o problema é que a direita precisa assumir o poder a qualquer custo….. mesmo que Dilma tivesse agido, a Lava Jato iria existir de outra forma…… acho que vc. ainda não entendeu bem a situação……. mas vamos em frente

  34. Boa, Nassif !

    Assisti (ao vivo e a cores) às manifestações de 2013.

    Boa parte delas, embora não a primeira, deram-me a impressão de um movimento adrede preparado e com inspiração diretista (não esquecer que o povo levou cartazes contra a PEC 37, a partir da segunda, vivamente apoiada pela Globo, malgrado não se compreendesse nada a respeito do assunto, discutido apenas por juristas e alguns poucos interessados, à época).

    Os pesquisadores e cientistas sociais à esquerda produziram inúmeros textos de apoio aos manifestantes, porém nenhum deles teve a capacidade de explorar os aspectos geopolíticos que você aborda com tanta lucidez neste artigo .

    E parabéns, também, pela entrevista com o professor Alencastro. Pena que o tempo foi mínimo, para explorar todo o conhecimento do entrevistado, acumulado nesses anos todos de estudos e pesquisas sobre o período  da formação afro-indigenista do Brasil e as relações com o continente africano. Não seria possível fazer um segunda (e terceira…) entrevista com ele?

    Guardarei este texto, para que as próximas gerações tenham um documento de como os fatos aconteceram (hoje) no País !

  35. Dia 13 é dia de Gringos go Home
    Chega de Golpe.
    Só irá às ruas no dia 13 quem for contra o Brasil.

    E que mega-ligada de pontos , Nassif!

    Há muitas evidências da interferência externa em pontos estratégicos da economia e política nacional.
    Uma amigaa de uma vizinha da minha casa de praia tem ex-namorado que trabalha na Petrobras. Ele disse a ela que todos os computadores e telefones de lá estão grampeados. Nenhum órgão brasileiro tem estrutura para gerir essa quantidade de dados roubados.

  36. o buque de Espertirina e Junho de 2013 (3)

    a sucessão de acordos palacianos sempre fazendo das crises brasileiras momentos de renovação  do pacto entre as elites, está agora brutalmente interrompida pela Lava Jato: o setor dominante rachou. Marcelo Odebrecht condenado a mais de 19 anos de prisão expõe já não mais sabermos ao certo quem manda no Brasil. qual o novo sistema de poder que emergirá da Lava Jato?

    até hoje, a cada conchavo de gabinete a crise foi superada com um rearranjo para nada mudar. cabia somente aos trabalhadores padecer a mudança, pagando a conta do “ajuste”. enquanto aparentemente se digladiava, o setor dominante sempre duelou com flores, reservando as bombas  para os oprimidos. com os empreiteiros encarcerados, desfaz-se um acordo  vindo desde JK e consolidado na Ditadura.

    esta é uma situação inédita no Brasil. o que torna o momento ainda mais perigoso e imprevisível.

    grande parte da oligarquia brasileira (banqueiros, rentistas, agroexportadores e mineradores) desde sempre sonha com a total integração com os EUA. seu único projeto é a subserviente condição de sócio minoritário do grande interesse internacional. o retorno do Brasil a um status pré Revolução de 30, reduzindo o país a mera base territorial para atender demandas externas, povoado por uma população extirpada de cidadania e dignidade.

    o empresariado brasileiro ancorado no mercado interno (industriais, empreiteiros, usineiros, serviços) jamais assumiu estratégia própria e independente. por isto estão endividados, à beira da falência e literalmente enjaulados.

    e esta seria a única “delação premiada” que caberia a Marcelo Odebrecht, expondo a Lava Jato como uma intrincada luta política contra os interesses do Brasil e de sua população.

    mas os empresários brasileiros jamais tiveram esta grandeza, que sempre coube aos filhos dos oprimidos.

    um de nossos mais prodigiosos filhos do povo, Lula, também já não demonstra intenção e muito menos gesto.

    em 1917 no Rio Grande do Sul, num protesto durante o enterro de um trabalhador grevista, a cavalaria da Brigada Militar investiu contra os manifestantes. com apenas 15 anos, Espertirina Martins jogou contra os soldados um buquê de flores. escondido dentre dele uma bomba. com a explosão a repressão recuou.

    se há alguma saída da crise, virá do que foi reprimido em Junho de 2013. em meio ao bombardeio com o qual o velho barra o avanço do novo, brotam algumas flores. entre as quais, o levante por todo país da juventude através do movimento dos secundaristas.

    precisamos nos reencontrarmos com a energia e a indignação de nossa juventude que nos impeliram a transformar um mundo  profundamente injusto e desigual.  precisamos rejuvenescer.

    .

  37. Não vamos esquecer que o

    Não vamos esquecer que o movimento cresceu após a repressão violenta do Alckmin, que acabou levando outros setores para os protestos…. o que era contra o aumento da tarifa de onibus acabou crescendo “contra tudo o que esta aí”. Me lembro claramente que um fascista, ao saber que o movimento não tinha liderança, conclamava que alguem deveria ocupar o movimento… ai começaram a surgir os outros lideres raivosos….. mas a indignação de algo local, o aumento de 20 centavos na tarifa de onibus, foi inflado depois da repressão na Paulista…. 

    • A repressão de Alckmin já

      A repressão de Alckmin já fazia parte da estratégia: dar gás aos revoltosos tolos; porque os malandros sempre souberam do que se trata.

  38. Da estratégia do golpe

    Dos fatos dos últimos dias e a estratégia do golpe.

    Todo último lance de um golpe tem que acontecer de forma rápida e eficiente para não dar espaço para a reação. Foi assim com Chavez na Venezuela. O sequestraram, anunciaram a sua renúncia na GloboVision, empossaram um novo Presidente e pretendiam despachá-lo ao exterior, onde provavelmente seria executadoo. Deu xabú porque o Exército lhe foi fiel…

    Aqui também,, a intenção era prender Lula, isolar o Governo, bombardear a semana inteira com vazamentos e a mídia, insuflar as manifestações, e iniciar o processo de impeachment na semana seguinte. Com um governo atordoado, o povo desnorteado e com seu líder, que poderia organizar a resistência, enjaulado.

    Dias atrás escrevi um comentário questionando a falta de um Sistema de Inteligência que abastecesse com informações ao Governo: http://jornalggn.com.br/comment/860366#comment-860366

    Acho que me enganei. O Governo foi sim avisado pelo seu sistema de Inteligencia sobre a deflagração do golpe e se antecipou. O vazamento para IstoÉ foi do Governo, assim como, a relação de busca e apreensão envolvendo Lula e a família, vazada pelo blogue do Edu. Os fatos estavam previstos para esta semana, mas com os vazamentos, Moro teve que antecipar as suas ações. Isso explica a condução coercitiva, sem chances para Habeas Corpus…

    Acredito que a ordem para o Comandante da Aeronáutica não deixar decolar o jato da PF com Lula veio do Ministro da Aeronáutica, por ordem de Dilma. Houve reação militar em Congonhas como informa este link no Carta Maior (http://cartamaior.com.br/includes/controller.cfm?cm_conteudo_id=35659), quando consultado Moro, temendo a repercussão de um confronto com vítimas, recuou.

    Achei estranho, após a coletiva de Lula, no programa de Christiane Pelajo na GloboNews ela dizer: “Esta conosco para analisar a Renata LoPrete, que acabou de chegar de Curitiba (?)…”. Então, caiu a ficha.

    Uma ação que a ajuda a entender os movimentos golpistas são as movimentações na Bolsa de Valores. Em qualquer Pais, quando um governo está prestes a cair, as bolsas se derrumbam e o dólar sobe. Aqui está acontecendo ao contrário (Nassif alertou para isso dias passados). Isso indica movimento de mega investidores (Lehmann?) apoiando golpe, criando euforia com a ameaça da queda do Governo.

    Dilma recebeu alguma informação de acontecimentos próximos. Por isso a reunião de hoje com Lula no Planalto.

    Os próximos dias prometem ser tensos, fiquemos na vigília.

     

    PS: Vejam esta análise de um comentarista no DCM, num post que me ajudou a entender melhor os fatos dos últimos dias:

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/e-lula-falou-por-ignacio-godinho-delgado/

    Walter Bom Braga2 dias atrás

    Eu desenvolvi uma teoria da conspiração bem interessante, não posso afirmar que é verdadeira, mas comporta muito bem os fatos ocorridos.

    Na minha opinião, as coisas estavam programadas para ocorrer nessa semana que está iniciando hoje. Se o documento da falsa delação de Delcídio, estava pronto desde dezembro, por que não divulgaram antes? A Veja e a Época são os órgãos de imprensa oficiais da Lava Jato, e pode ser que tenham acesso a todos os documentos livremente. Não publicaram antes, porque esperavam as operações contra o Lula e as manifestações de 13/03. A coisa ocorreria dessa forma. Na quinta feira dessa semana (10/03) a Veja ou a Época iria vazar a delação. Na sexta-feira (12/03), Moro iria prender o Lula. Durante todo sábado (12/03) toda a imprensa iria noticiar tudo com enorme repercussão. E no domingo (13/03) chamariam as manifestações para as ruas. Na semana seguinte os partidos de oposição, com o aval de Eduardo Cunha iriam botar em votação o impeachment, sob o clamor do carnacoxinha. Tudo bem articulado e planejado. Prender o Lula, mesmo que sem provas, e cassar a Dilma com um só movimento. Brilhante plano, temos que reconhecer, apesar de não concordar. O PT seria atacado em um movimento rápido e preciso. Entretanto o plano deve ter vazado para o governo. O que a Dilma fez? Primeiro trocou o ministro da justiça, por um com maior conhecimento jurídico. Suspeito que foi do governo a idéia de publicar a matéria na ISTO É. Essa revista nunca foi veículo o oficial da Lava Jato, ao contrário da Veja e da Época. O governo fez isso, para antecipar e desarticular a bomba e ganhar uma semana para se defender. Corre um rumor, de que a jornalista que publicou a matéria divide a cama com o ex-ministro da Justiça. Não é possível que ela fez essa matéria sem que ele tomasse conhecimento. Na coletiva de Dilma o Eduardo Cardozo estava ao lado da Dilma, em uma clara demonstração de que conta com o apreço da Dilma, o que corrobora com a ideia de que foi o governo que vazou para a ISTO É, para queimar a largada do golpe.

    Os despachos de Sérgio Moro já estavam prontos, só esperando a matéria vir a público. Assim tiveram que antecipar a coação ao Lula. O Lula seria preso, mas para isso precisavam da condução coercitiva, para não dar tempo de produzir um habeas corpus para o Lula. A defesa de Lula, pensaria que seria conduzido somente para depor. Todos os juristas foram unanimes em afirmar que a condução coercitiva, não se aplicava ao caso do Lula. O juiz Sérgio Moro precisava dela para servir de cortina de fumaça, e não cometeria esse enorme erro jurídico, se não fosse necessário para prender o Lula. No aeroporto, Moro lavraria a prisão preventiva de Lula, que ficaria preso até que o impeachment fosse aprovado na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. Por isso levaram Lula para o aeroporto, se quisessem apenas ouvir o Lula, qualquer fórum ou sede da polícia federal, bastaria. A intenção era embarcar o Lula direto para Curitiba. Entretanto a reação foi muito enfática, e como o golpe tinha sido antecipado, não teria o aval do carnacoxinha para apoiar a prisão de Lula. Ao invés disso, houve uma grande reação popular e política contra a coerção realizada contra o Lula. Os jornalistas esperavam a prisão do Lula, mas viram que não conseguiriam, e ficaram muito tensos. Dava para ver isso na cara deles, principalmente na face de Renata Vasconcellos. Por isso que o diretor de redação da Época contou vitória antes do tempo no Twitter. Achou que mesmo tendo perdido o furo, que Sérgio Moro manteria sua parte no combinado. Agora sabemos que ele amarelou, por não contar com o apoio dos coxinhas nas ruas, mas o jornalista da Época pensava o contrário e publicou no Twitter a seguinte mensagem: “Quase duas horas da manhã. Poucas horas para um amanhecer que tem tudo para ser especial, cheio de paz e amor”

     

  39. Prezado Nassif

    Falta uma peça importante a ser explicada: Dilma Roussef ?

    Qual papel ela desempenhou ?

  40. Um resumo da largada

    Para mim esse xadrez esta fechado faz tempo e quem comanda toda a putaria do golpe é o governo americano.

    O inicio de tudo começa com tentativa frustrada de derrubada de Chavez Acordo com Uribe e base militar ianque na Colômbia. Controle sobre Venezuela, Equador e Bolivia (?)

    Derrubada de Lugo, fácil com a ajuda da embaixadora norteamericana que hoje conspira aqui (à luz do dia) e mais bases militares no Paraguai, controlando Brasil,Argentina e Bolivia (?).

    Base de operações e de espionagem montadas. Satelites de vigilância, drones e agentes da CIA espalhados pelo continente coletando dados, preparando o terreno e fornecendo dados para andamento das estratégias de conspiração. Direita e meios de comunicação cooptados. Começa a Primavera Latina.

    Se estourar como tudo indica, um conflito social, armado, ou no pior dos casos, uma guerra civil,  os mortos e feridos são nossos. O petróleo e as riquezas, continuarão como sempre, nas mãos dos EUA e do capital internacional.

    Quero ver desmontar esta bomba…

    • Se eu fosse petista, aquele

      Se eu fosse petista, aquele que fez muita campanha de graça, foi à passeatas com chuva ou sol, que acreditou que o Lula era o unico capaz de mudar esse sistema de desigualdade pois viveu uma vida dificil e que sobretudo acredita que o PT é o unico partido que defenderia acima de tudo a soberania nacional, EU ESTARIA MUITO PUTO, eu estaria com mais raiva do que um idiota de direita que defende o Bolsonaro !!!! Sabe por que ? Pour que o PT fez caixa 2, comprou parlamentares enriqueceu fazendo um rombo de 20 bilhoes de dolares na empresa de petroleo nacional, a mais estrategica para a soberania do Brasil. O Lula sempre tao lucido em relaçao o valor do Brasil. Sabendo como os USA de forma historica intervem em paises para influenciar a politica nacional se aproveitando da fraqueza do mesmo, foi muito irresponsavel cometendo esse rombo na Petrobras. Dando de bandeja à oportunidade tao esperada e nao se iluda, ele sabia muito bem o risco que corria. Lula foi idiota, displicente e desonesto. O que me impressiona é que o Lula é tao egoista que para se defender ele tem posiçoes ainda mais periogosas para à soberania nacional, pois ele incita uma guerra civil de classes no dia 13, criando o caos no pais. Se estivesse no Brasil iria na manifestaçao com um cartaz : Lula isca facil pra peixe grande !

  41. Minha modesta opinião.
    O

    Minha modesta opinião.

    O Brasil é o Iraque e a Líbia da vez.

    As armas do interesse geopolítico norte-americano são o grupo anti-petista espalhado na PF, no MP e no judiciário em geral.

    O Depto. de Estado dos EUA promove cursos para lideranças jovens ( nas quais ele vê grande potencial aos seus interesses ) do nosso judiciário.

    Espero que as Forças Armadas tenham clara consciência da manobra extraordinária que enreda o nosso país.

    E também que os políticos nacionalistas consigam fazer chegar ao povo a compreensão do momento que estamos vivendo.

     

  42. Tudo dominado. De forma

    Tudo dominado. De forma escancarada. De ontem pra hoje moro condenou Odebretch a 19 anos e foi ao convescote do tucano Dória falar sobre corrupção (rs rs). Janot arquivou delação contra Aécio sem sequer ouvir a testemunha. Tudo isso para dar uma mais forcinha às manifestações dos zumbis globotomizados.

    Há uma outra coisa a se pensar: A participação das empresas que contrataram Lula para as palestras no conluio. Microsoft não foi uma delas?

  43. Caro Nassif, sua análise ao

    Caro Nassif, sua análise ao mesmo tempo magnífica é assustadora porque revela um MPF em conluio com os interesses norte-americanos em desfavor dos interesses nacionais e da soberania brasileira.

    No centro da conspiração quem diria o próprio PGR Rodrigo Janot entregando segredos nacionais da maior empresa brasileira em troca de informações que conferissem ao MPF os holofotes da mídia como salvadores da pátria no combate à corrupção.

    A suspeita sobre o caráter de Janot só aumenta não só por sua proteção paternal a Aécio Neves, notório corrupto, como a proteção a rede globo totalmente intocável em suas 2 gestões.

    Triste dizer isso mas o MPF junto com a globo se tornaram 2 monstros que atrasam o Brasil. 

  44. Bravo, Nassif!

    Excelente análise Nassif! Você está fazendo história em cima do lance, algo tremendamente difícil de se realizar. Seremos capazes de, neste momento, fazer prevalecer os interesses maiores do povo brasileiro, no sentido de por fim às quadrilhas que sempre assaltaram os cofres públicos e, simultaneamente, aprofundarmos a democracia? Parece difícil, sobretudo porque a nossa esquerda possível, partidária, governista está demonstrando que não está à altura das necessidades renovadas do pais. Mas a história, é óbvio, continua.

     

  45. Muito boa as linhas de

    Muito boa as linhas de pensamento, Nassif. Mas, todo esse voluntarismo político tem origem na vaidade e arrogância do bacharelismo brasileiro. Esse povo acredita que pode mudar o mundo numa canetada. Desconhecem completamente as leis da natureza e as demais ciências. Como diria Nash, é a soberba dos estúpidos. Assim, um tolo vaidoso é facilmente abduzido.

    Mas, não estou escrevendo para dizer que os integrantes do mp, judiciário e pf são simplesmente tolos. A situação é muito mais grave: eles não têm compromissos com os rumos do país. Para eles, o combate a corrupção é um fim em si mesmo. Para todos esses, sua corporação é mais importante que o próprio país. Isso é um continuo em todos os órgãos públicos: o serviço público e a corporação a que pertencem são um projeto de vida. Observe o padrão comportamental de um reitor de universidade pública? O funcionários públicos fazem uma votação simbólica e esse governo republicanicista nomeia o mais votado. Ou seja, a vontade de um corporação se impõe diante da vontade do país. O próprio pt abriu mão de exercer sua vontade política, tentando governar com os funcionários públicos. Sendo a maioria gente que nunca trabalhou no mundo real.

    Por outro lado em 2013, o pt perdeu a oportunidade de acampar com os manifestantes e fazer uma reforma política, aumentar a democracia participativa, desmilitarizar e desencastelar as polícias, implodir os cargos vitalícios no judiciário e mp e fazer o estado de servidores públicos servindo à sociedade e não se servindo dela. Mas quem estava lá no núcleo duro de Dilma? Cardozo e Mercadante. O que esperar de um representante do bacharelismo e de outro representante da burocracia acadêmica?

    Assim, esse núcleo duro de Dilma, todos burocráticos como ela, são totalmente previsíveis porque seguem as regrinhas da burocracia judicial. Ao contrário de Lula, um verdadeiro porta voz da vontade de um povo. Este sim, é capaz de mandar enfiarem o processo no **. Por quê? Porque o processo não é uma vaca sagrada, lógico. Ele tem o bom senso de relativizar com mais intensidade. De dizer: não vou jogar esse joguinho formalista com regras viciadas e facilmente fraudadas, mas com aparência de legalidade.

    Falando agora da lava jato: são apenas operadores. Não têm visão geopolítica e, ressalto, inteligência extremamente limitada. Um adulto tem que lhes tirar o brinquedo e dizer: vocês são pagos pela sociedade brasileira para agir em prol dela. E no segundo momento, acabar com essas corporaçãozinhas de araque às nossas custas. Esse povo tem que ter transitório: trabalhar no mundo real, no mundo que financia o estado. Um homem não pode passar a vida inteira às custas da sociedade brincando de autoridade. Só um um tolo infantil almejaria isso.

    Por fim, os funcionário públicos “moderados” (aqueles que querem apenas se manter em seus cargos) dirão que os lava jatos cometeram equívocos e tentarão condená-los a uma censura ou aposentadoria. Algum castigo de faz de conta. Isso, se a democracia vencer. O mundo mágico do bacharelismo é o atraso e como tal não irão deixar o progresso nascer tão fácil.

    Ah, mais um detalhe, eles não têm ordem para recuar. Acredito que alguns até querem, mas a condenação de Odebrecht é o sinal que moro recebeu a ordem: destrua a cadeia produtiva brasileira. Se o lava jato ganhar, seremos colonia novamente.

  46. Dilma/Lula aparelham politicamente a Petrobrás

    Depois represam os preços da gasolina, investem em furadas bilionárias por “vontade política” e armam um esquema de corrupção nela para se perpetuarem no poder. Resultado: a maior empresa nacional em frangalhos. Mas agora… não mais que de repente…. dizem que a culpa na verdade é de uma conspiração internacional mirabolante e não da quantidade absurda de picaretagens que fizeram na empresa. Está cada vez mais difícil ter paciência com uma manipulação ideológica cada vez mais patética viu… 

    • 4ª maior reserva mundial

      E ainda assim, esta empresa que já era sucateada, tem hoje um valor de mercado maior que há 15 anos atrás, época dos governos entreguistas, incomptentes e corruptos.

      E de quebra, descobriu o pre-sal, que eles diziam que não tinnhamos know how para extrair e que fazê-lo seria inviável economicamente. Ah, conseguimos a nossa auto-suficiencia que não tinhamos. Tudo isso só no governo do PT.

      Deveria ter vergonha de escrever um comentário neófito desses. Nem ideia do que seja o petróleo…

      • Beto

        A petrobrás está com problemas gravíssimos de caixa, inclusive revendo diversos investimentos. Diz o ditado que até uma petroleira má administrada é um bom negócio. Não tem sido o caso da Petrobrás, quem comprou ações dela na época da descoberta do pré-sal está no prejuízo. Em nenhum momento eu quis denegrir a empresa. Eu quis dizer é que essa teoria da conspiração toda não é nem 1% da devastação que o próprio governo fez na empresa. Vocês inventam histórias mirabolantes para criar cortinas de fumaça para roubalheiras e incompetências gestadas no próprio governo. Não é possível que vocês mesmos acreditem nessas palhaçadas.

  47. Ao ler este artigo do LN logo

    Ao ler este artigo do LN logo de manhã cedo tive uma sensação de desânimo e falta de perspectiva sobre o futuro do meu país. Também fico indignado em saber que o meu imposto não esta pagando servidores públicos mas sim servidores dos interesses estrangeiros.

  48. Peça 3 – A Polícia Federal é

    Peça 3 – A Polícia Federal é um mero instrumento nas mãos dos procuradores.

    Domingo, o Estadão publicou matéria condenando os abusos da operação, atribuindo-os à Polícia Federal. Ora, a PF limitou-se a cumprir um mandado requerido pelos procuradores e autorizado pelo juiz Moro. Já os procuradores formam um todo coeso, obedecendo a uma estratégia nítida: a inabilitação política de Lula.

    A POLÍCIA FEDERAL NÃO É TÃO INOCENTE ASSIM. Na corporação há um setor completamente golpista (Políciais treinando tiro, com Dilma de alvo) e que não só cumpriu a ordem, mas pelo que tudo indica, cumpriu com fervor (vide o novo uniforme, que mais caracterizava militares” do que policiais (civis) que são).

     

    No dia 04 de março, os tanques de 1964 colocados na rua, é a BANDA BANDIDA E GOLPISTA da Polícia Federal. Traduzindo: PF FOI O BRAÇO OPERACIONAL E TRUCULENTO DO GOLPE !

  49. Defesa

    Tenho acompanhado atentamente a defesa levantada pelo Partido dos Trabalhadores sobre as denuncias do recebimento de dinheiro desviado da Petrobrás ao longo desses anos, e pude constatar que está baseada em apenas dois pontos:

    1) Negação: nenhuma doação ilegal foi recebida pelo partido;

    2) Igualdade: mas se for provado que recebemos, os outros partidos também receberam. Ou seja, quem não tem pecado atire a primeira pedra;

    • Descortesia com Nassif

      E sobre o texto? Nada a rebater? Olha que o Nassif teve trabalho para escrever esse texto…

      Fato 1: Todas as doações ao partido foram declaradas e com recibo eleitoral, tanto é que as contas foram aprovadas, não acontecendo o mesmo com o PSDB (mesmas empreiteiras) e PSB (jatinho fantasma e refinaria Abreu e Lima), PMDB? PP?

      Fato 2: Pau só dá em chico (Só Aécio tem 4 citações). PMDB? PP? Engavetaram ou arquivaram

  50. Lava Jato

    É muito elucidante sua análise.

    Pena que não atinja os que nada querem ver e os que camuflam a realidade

  51. Magnífica reportagem

    Excelente Nassif, se suspeitava a muito de um complo internacional visando a Petrobrás, agora com essa magnífica reportagem tudo se encaixa, é o velho método da capitalismo internacional de desestabizar governos e se apoderar de suas riquesas. Melhor reportagem do ano,fato que o Governo Dilma ao deixar livre os conspiradores tem um governo inviabilizado pela oposição.

  52. Admiração cada vez maior…

    Há pouco mais de três anos optei por ter internet, estimulada por grande amigo que diariamente o segue, Nassif. Foi daí que comecei a me interessar pela poítica. Muito desconfiada, cansei de reportar nesse espaço os acontecimentos a partir de junho de 2013. Os brasileiros que formavam o “Change Brasil” insuflando as manifestações contra o Governo. Simultaneamente a propaganda do Itaú enfatizando a palavra ” MUDE”. E para ouvir a musiquinha da propaganda bastava uma mensagem para o número que eles indicavam, mencionando a palavra “mude”. Li vários comentários que, supostamente havia dentre os candidatos, pessoa ligada às ONGS americanas. A luz amarela ia acendendo. Ao ver o vídeo que quase 30 minutos sobre os acontecimentos anteriores a junho de 2013,  a luz vermelha já estava acesa nessa minha cabeça de iniciante de entendedora de política. Cada vez admiro você Nassif. Bravíssimo pelo esclacedor artigo do dia de hoje.

     

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=rKuxBPMMas4%5D

  53. alea jacta est !

     

    A lava jato é um instrumento golpista. Se os procuradores do MPF recuarem, serão julgados pelos seus crimes. O confronto está posto: alea jacta est ! 

  54. O tempo esta do lado do governo!
    O tempo esta do lado do governo! Explico: a sequencia de ações da Lava-jato nos últimos dias demonstra para mim um sinal de desespero. Em breve teremos as olimpíadas e logo depois as eleições municipais. Para o processo de impedimento andar na câmara com apoio popular é preciso remover o Cunha e eleger um novo presidente. A oposição precisa conquistar a confiança do Michel Temer e por isso vai ter de abrir mão do processo no TSE. A venda do braço catarinense do grupo RBS mostra que a mídia esta perdendo as forças e precisa URGENTEMENTE retomar o poder para ter acesso aos recursos publicitários, financiamentos do BNDES, mas principalmente o poder de redigir leis que as protejam da concorrência internacional e das operadoras de telefonia, pois o “império” não precisa mais da Globo. O grupo Abril esta a meses da falência, só conseguiram rolar a divida porque os herdeiros finalmente botaram dinheiro no grupo e duvido que queiram colocar mais 400 milhões no final do ano. A mídia esta em uma luta desesperada por sobrevivência e mesmo tendo muito menos poder que antes o seu desespero a torna mais perigosa. A lava-jato é um castelo de cartas mantido pela total cumplicidade dos integrantes. Exemplo: porque o diretor da PF pediria o retorno de uma agente com mais de 60 anos e processos pendentes? Resposta: Não é por falta de pessoal, mas confiança.  Eles estão com muito medo, pois fizeram muita coisa errada e agora tem um novo ministro da justiça. Quanto tempo até ele pedir algumas explicações sobre vazamentos, etc? Se ele perguntar as horas pro diretor geral a grande mídia vai fazer um escândalo, mas se ele for correto, firme e sereno (e a Dilma também) a lava-jato desaba mesmo com todo o apoio da mídia. A mídia quer nos fazer acreditar que existe um consenso anti-governo em todos os órgãos (MPF, PF, etc) mas não acredito nisso, acredito que exista uma minoria barulhenta que conta com uma cobertura excepcional da grande mídia. O melhor caminho para o governo é manter a firmeza e a serenidade, intensificar as conversas com o congresso e os governadores e deixar a radicalização por conta da oposição. Falo isso porque ficar parado é o que o governo Dilma sabe fazer e quando tenta fazer alguma coisa faz lambança. A manifestação do dia 13 deve ser grande e a grande mídia vai fazer parecer ainda maior, mas se o movimento anti golpe botar a mesma quantidade de gente na rua o congresso vai ficar do lado do governo. O PT deve continuar recorrendo a justiça e pedindo explicações sobre os mal feitos tucanos e abrindo canais de comunicação com todos os segmentos da sociedade, sem esquecer da imprensa estrangeira (uma maneira de romper a barreira comunicação), devem ser agendadas manifestações de apoio ao governo para mostrar que existe apoio popular. Lula não deve aceitar cargo no governo e deve manter o seu roteiro e retomar os encontros com o povo, entidades, sindicatos, etc, explicar com tranquilidade e segurança o que esta acontecendo.  Se ele for efetivamente preso por estas acusações ridículas (o que seria uma tremendo erro politico da lava-jato) o jogo vai virar contra a oposição.

     

    • Em relação a compra da

      Em relação a compra da afiliada da emissora golpista em Santa Catarina o mais provável não é desespero e sim a injeção de quase UM BILHÃO de reais no golpe através de um dos braços desta emissora no sul.

      Não é pouca coisa. É mais um bilhão que entra nestes grupos sem investigação nenhuma. Há pouco tempo a editora da revista da marginal (ou revista marginal?) também fez um pequeno aporte,segundo eles “da poupança”da família de quase 500 MILHÕES de reais.

      Esta golpe que esta gente está tentando já começa com uma dívida aparente de 1,5 BILHÃO de reais que serão pagos pelos contribuintes através de publicidade oficial.

      É preciso ficar atento.Eles estão desesperados mas dinheiro não será problema para essa gente.

    • Conselho

      Marc, muito bom o seu comentário.

      Uma critica construtiva, textos longos sem separação de parágrafos torna dificil a leitura. Embaralha as linhas.

      Principalmrte dos miopes… Um abraço

      • Comentário truncado

        Oi Beto.

         

        Não sei o que aconteceu, usei paragrafos separados (algumas vezes pulando duas linhas) e tudo ficou truncado.

         

        Estou usando o Chrome com Linux.

  55. Dilma patrióta.

    Como bom petista, mesmo envergonhado, sou um daqueles muitos que desejam que todos os fatos sejam apurados, e que todos os culpados sejam presos, porém, atualmente, só isto não basta, o país está parado e sem perspectivas de melhora a curto prazo, os interesses pessoais e partidários se sobrepõem as necessidades do povo, então Presidenta, mostre que realmente é uma grande patrióta e renuncie, pois só assim sairemos do atoleiro.

    • e a oposição???

      Carlos, que tal pedir á oposição, que se mostre patriota, e pare de encher o saco…………

      desde 16.11.2014 esta oposição enche o saco e não deixa a Dilma governar.

  56. Nassif não sei você não abordou de propósito

    mas o início da operação lava jato tratava de rede lavagem de dinheiro fruto do trafico de drogas e do descaminho.

    As quebras de sigilos telefônico, bancários e fiscal dos doleiros foram baseados exclusivamente nesses fatos onde aparecia Youssef e outros doleiros e uma LAVANDEIRA DE ROUPAS NUM POSTO DE GASOLINA EM BRASILIA, que deu origem ao nome da operação.

    A operação foi deflagrada pelo Moro porque supostamente Youssef, seu velho conhecido da operação Banestado, teria residência em Londrina-PR o que segundo consta não era verdade já que Youssef há anos morava em São Paulo. Coincidência (sic)?

    Tanto isso é verdade que Paulo Roberto Costa somente foi preso alguns dias após a deflagração dessa operação a partir das escutas telefônicas e por conta do Range Rover Evoque dado por Youssef a ele.

    Mas há outro fator importante que a meu ver implica nessa investida geopolítica americana.

    Os BRICS! e seu enorme potencial de acabar com a hegemonia do dólar como meio de pagamento internacional.

    Imagine isso acontecendo. Seria uma queda vertiginosa dos USA.

    E aí nós, Brasil, somos os mais vulneráveis, pois somos a sociedade mais “ocidentalizada culturalmente”. Mesmo os sul-africanos com falam a mesma lingua são menos permeáveis culturalmente pois a maior (maciça) parte da população é de origem africana e para sorte deles foram alijados do aculturamento por séculos.

    Assim, há muitos mais que aviões de carreira no ar.

     

  57. confusão mental

    Salve o Brasil:

    Por favor, denuncie nesta coluna

    O povo não suporta mais:

    1-A volta da inflação

    2-A rescessão e o desemprego

    3-Corrupção

    4-Empreguismo, chupinzada mamamndo no governo e ainda se considera vítima.

    Ajudem o Brasil dos políticos que se acham donos da verdade e do Brasil.

     

    • Ixi os trolls sairam do

      Ixi os trolls sairam do esgoto e invadiram o post, viralata é assim mesmo, tirou a máscara do Tio Sam eles saem a campo para proteger, será que são mercenários pagos para atuar na web, não duvido não

    • A palavra “político”, num sentido restrito, é uma invencionice.

      Políticos todos nós somos.

       

      Os itens 1, 2 e 3 da sua lista são  decorrências do voto do cidadão  para o Parlamento.

      Cabe aqui lembrar que há mais de um ano, a presidenta Dilma encaminhou ajustes econômicos ao Congresso Nacional.

      Mas, o Congresso, eleito pela população políticamente distraída, além de não votar ajuste algum, ainda interpôs chantagens, através de pautas-bombas.

      O problema não  está com os “políticos”, o problema está na gigantesca ignorância política da maior parcela da população.

      Uma vez que não se pode reclamar da democracia, cabe ao cidadão reconhecer que :

      1) o Brasil passa primeiro pelo  Congresso;

      2) a palavra “governo” não é sinônimo de Poder Executivo;

      3) a melhor atitude não é a de reclamar, disseminar indignaçãoes etc.  A melhor atitude é a de contribuir para que essa ignorância diminua.

      Entendo perfeitamente a sua postura, mas tembém entendo que cabe a cada um a missão de alertar para a responsabilidade do voto ao Parlamento.

      Num parlamento em que Cunha perde por um placar de 10 a 11, detecta-se muita urgência quanto à necessidade de mais educação política.

      Valeu.

  58. Há uma ingrediente nessa salada, Nassif

    Não se pode esquecer que Barack Obama declarou guerra à Libia direto de Brasilia. Isso foi no dia 19 de março de 2011 às 12h e 30 min durante um almoço no palácio do Alvorada, ou foi do Planalto, se não me falha a memoria.

    Meses depois desse ato de afronta ao Brasil foi que o julgamento do mensalão entrou na pauta do dia e nunca mais saiu.Quando Joaquim Barbosa perdeu os embargos infringentes de José Dirceu ele fez uma viagem  estranha para os EUA logo no dia seguinte à universidade de Yale  dar uma ¨palestra¨  que ninguém pode documentar o teor , pois todos os jornalistas foram impedidos de entrar no auditório. No dia seguinte a volta do ministro  estava la  procuradoria geral da Republica pedindo a prisão dos presos do mensalão, o Dirceu era o unico que não poderia estar nessa lista, mas lá estava ele sem que ninguém podesse explicar.

    Há ainda mais coisa…

    Na semana da prisão do Almirante Othon um ministro do TCU deu uma OTIMA entrevista ao Correio Brasiliense falando que a sua mãe trabalhou no Banco do Brasil, dias depois o Joaquim deu no seu Twitter que ali naquela casa só tinha perdedores. Sabe por que Joaquim Barbosa disso aquilo? Acho que eu sei a resposta, foi porque Dilma ganharia mais umas 2 ou 3  semanas para recompor sua base e sair com as 100 mil margaridas nas ruas de Brasilia.

    Sim, a aliança da PGR com Joaquim Barbosa naquele 2013 foi escandalosamente precisa  depois que JB volta dos EUA,a prisão prematura de José Dirceu e todos os detalhes são dificeis de não apostar que no   19 de março de 2011 a conspiração deu inicio.

    De qualquer forma já ganhamos outras batalhas de uma guerra que terá sim um fim, quando os EUA ficarem de joelhos diante da nova ordem mundial. Tenho fé que mesmo que esse dia não esteja alí naquela esquina está na outra mais adiante.

    De qualquer forma, esse seu texto é muito bom, Nassif. Temos que ligar todos os pontos para que a tese da conspiração comece a invadir o imaginário coletivo, pois a conspiração é real sim, basta apenas ligar os pontos.

     

    • mais uma ligação importante

      mais uma ligação importante para enterdermos  a sequencia

      iniciada pelo joaquim que não é silvério e veio dar agora na visão

      ruitílenia,

      feroz

      e voraz

      traição

      à patria

      do perseguidor-mor da república

      morocrátioca de curitiba…

  59. Quem é o padrinho?

    Quem é o padrinho da direita brasileira? Se até o helicoca ninguém ousou pegar e tocar adiante, dá para suspeitar que alguém com muito poder está protegendo a familgia.

    Sugestão de filme, de onde pode estar vindo o dinheiro que sustenta todo o esquema, o que seria um horror de amoralidade dos golpitas. Esse filme é sobre um fato verídico, onde agências americanas traficavam drogas pra pagar os contra da Nicarágua. Eu já tinha lido que caiu no México um bimotor da CIA cheio de drogas (http://www.horadopovo.com.br/2008/setembro/2700-10-09-08/P7/pag7f.htm  http://www.brasildefato.com.br/node/9765 https://pt.wikipedia.org/wiki/Tr%C3%A1fico_de_drogas_pela_CIA). Pra que seria? 

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=Uwnpeo5Llts align:center]

     

    • – voce acredita em teoria da

      – voce acredita em teoria da conspiração?

      – não, eu acreditona conspiração!!!!

      esse diálogo é muito expressivo nesse trailer do filme…

      e a alusão ao medo que impregna as pessoas…

  60. Nassif, qual o papel dos EUA

    Nassif, qual o papel dos EUA nesse caso ?

    Você explicou como aconteceu. Gostaria de entender o porquê. 

    A escolha dos caças gripen e a sinalização de que o Brasil avançaria no desenvolvimento militar com a EMBRAER, o o submarino nuclear, a criação do banco dos BRICS e o estreitamento das relações do Brasil com “inimigos dos EUA”, Russia e China, tiveram alguma influência ?

    E o apoio interno, como se deu ? A tentativa da Dilma de controlar e abaixar os juros bancários cobrados no Brasil foi determinante, ao colocar os banqueiros contra seu governo ?

     

  61. O comando da Aeronáutica do

    O comando da Aeronáutica do aeroporto de Congonhas foi quem impediu de embarcarem Lula para Curitiba. Os militares cercaram a saida e os justiceiros recuaram

    • Gostaria que tivesse sido

      Gostaria que tivesse sido verdade, mas certamente não é. Com centenas de pessoas trabalhando num aeroporto, e não haver nenhum registro… A boataria é grande. Primeiro disseram que era “por acaso” que o ministro do supremo estava lá, e barrou a coisa, agora essa história.

  62. muito bom texto
    E quem não concordar que apresente sua versão.

    Gostaria de ver uma analise dessas na imprensa, mas já é pedir demais.

    Vamos replicar o texto pelos demais blogs e se voce recebe aqueles convites para ir aá paulista, responda com os argumentos do texto.

  63. E a embaixadora dos EUA que

    E a embaixadora dos EUA que também esteve no Paraguai na época em que armaram a derrubada de Lugo, tocou algum apito nisto tudo? Em relação ao MPL em 2013, de cara deu pra desconfiar o rumo que a coisa tomaria, não era pelos 20 centavos mesmo. O fato de que os moleques podem ser considerados inocentes úteis não lhes reduz a responsabilidade. Homicídio de democracia culposo… Nassif montou o quebra cabeças. Será que pra diminuir um pouco o desânimo poderiam começar a levantar possíveis soluções? O que acho é que os golpistas (sobretudo a mídia) não podem ficar impunes desta vez como ficaram quando terminou o regime militar.

  64. É mais do óbvio que há um

    É mais do óbvio que há um comando central, de nível hierárquico superior ao dos procuradores do Paraná. O que há é um grupo de procuradores agindo em bloco, em conjunto com outros setores. No contexto geral do bloco, eles têm proeminência sobre o juiz e controlam a polícia. Poderíamos dividir o esforço golpista em “núcleos”, para usar a linguagem dos promotores do Mensalão, que para ferrarem com o PT transformaram um crime de caixa dois em crime hediondo, escondendo provas e promovendo julgamentos forjados em cima de conceitos jurídicos malformados.

    O esforço golpista, cujos objetivos não são apenas ferrar o PT e o Lula e tomar de assalto o poder, divide-se em diversos núcleos: Há o núcleo jurídico-executivo, cuja figura central é o juiz Moro, mas que também conta com um trabalho jurídico que envolve outras pessoas e segmentos.; há o núcleo dos procuradores, que é o mais importante; o núcleo midiático; o núcleo financeiro; o núcleo promocional de eventos e, por último, o núcleo de guerra de informação extra-mídia, principalmente internáutica.

    E há evidentemente, a despeito de alguma independência de ação entre os núcleos, um comando central, que tem o privilégio de se comunicar com os agentes e setores estrangeiros comprometidos com o andamento das operações golpistas.

    Chamou grandemente a atenção o fato de que foram os procuradores os que protestaram violentamente contra a possibilidade do Governo vir a fazer acordos de leniência que salvassem as empresas nacionais de engenharia. Eles queriam a destruição total destas empresas.   

  65. Do texto em questão eu

    Do texto em questão eu extraio duas coisas:

    1) É que foi uma enorme besteira ter reconduzido Janot ao cargo. Para mim está claro que ele é peça chave e ativa dos acontecimentos. Existe alguma maneira legal de se retirá-lo do cargo antes de completar os dois anos ? A presidente tem que ser mais cuidadosa com essas indicações e nomeações.

    2) Em determinado momento o Nassif, sugere que as investigações da FIFA pelo FBI dos EUA teria como (um dos) pano de fundo a conquista da opinião pública brasileira. Eu queria ler mais artigos de jornalistas internacionais que corroborassem essa visão. Para mim, está óbvio que há um componente geopolítico nessa investigação mas, acreditava eu, estaria mais ligado à Russia que ao Brasil, já que a próxima copa do mundo vai ser lá.

  66. Lava Jato como Quinta Coluna

    Bem, se as argumentações do articulista estiverem corretas, resumidamente, poderíamos dizer que a “Vaza a Jato” é a Quinta Coluna dos interesses dos EUA no Brasil. De qualquer modo, essa falsa operação de combate à corrupção cada vez mais mostra a que veio. 

  67. A articulação de fora…

    Ela só pode existir com a colaboração prestimosa de traidores da pátria. Pena que esse artigo não tenha o alcance da mídia golpista. E pensar que dia 13, muitos brasileiros estarão saindo às ruas desconhecendo que estão colaborando com forças já não tão ocultas assim, que visam dilapidar as riquezas de nosso país. Acordem brasileiiros!  Não  permitam que transformem  nosso Brasil numa Síria ou Ucrância!

    • Marly, permita-me discordar.

      Marly, permita-me discordar. A maioria dos que irão ao Carnacoxinha do dia 13 sabe muito bem o que está fazendo. A pátria deles são os arredores de Miami e Orlando, e muitos querem mesmo é que a coisa aqui exploda, para então chamar os militares e as polícias estaduais para enquadrar os negros, pobres e esquerdistas.

  68. Teve o caso da primavera da

    Teve o caso da primavera da Ucrânia também, a ucrânia depende de energia da Rússia e o presidente decidiu largar das promessas de integração a UE (a ucrânia lá pertence a terceira classe da Europa) e se voltar economicamente para a Rússia, o que também interferia com os planos dos EUA pela OTAN de criar um cerco militar a Rússia. Insuflaram a classe média que queria virar Euro-peia contra o presidente democraticamente eleito, contra a corrupção do governo e etc depois do presidente decidir não seguir mais os mandos do capital internacional. O presidente não reprimiu as manifestações até darem um golpe a la Venezuela, atiraram e mataram alguns manifestantes, culparam o presidente e derrubaram o governo de maneira ilegal. A Ucrânia caiu na mão de neo-nazistas e da mafia oligárquica tradicional, entraram em guerra contra quem não apoiou o golpe e hoje o FMI diz que se eles não diminuírem a corrupção no governo vão parar de mandar dinheiro com o pais em frangalhos.

    Alias é revelador o discurso da procuradoria americana falando muito em “corruption” no caso da FIFA, isso nunca foi parte do discurso americano, obvia engenharia de linguística de propaganda esta em ação visando atingir o publico aqui do “terceiro mundo” e mundial. A “corrupção” como uma generalização serve tanto como instrumento midiático para justificar acoes como para a coxinhizacao da politica.

    Mas da para mudar o protesto do Rio da Globo para a justiça federal, ontem nomearam a filha do Fux, aquela sem experiencia, desembargadora.

     

  69. Brincando com fogo em paiol de pólvora

    As inéditas sequências de arbitrariedades “legais” utilizada pela Justiça, AGU e Judiciário, escandalosamente direcionada contra o PT, especialmente depois de 2013, centrada no ex presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva objetivando inviabilizar sua candidatura  para presidente da República, por certo que possui poderoso comando central. Disso não se discute. O que se discute, é onde pretendem chegar os verdadeiros comandantes dessa truculência toda, bem própria de uma ditadura? Onde estariam os principais responsáveis por essa gigantesca operação de desestruturação da economia do Brasil, bem visíveis nas diárias notícias negativas divulgadas pela grande mídia “livre”, objetivando quebrar a confiança dos investidores, internos e externos?

    A sociedade capitalista, desonesta por sua própria natureza e fundamentos, não teria resolvido, de uma hora para outra, fazer uma devassa nas contas de uma única empresa estatal, exatamente, a importantíssima e estratégica Petrobras, buscando implantar no Brasil a tão sonhada e desejada honestidade no trato do dinheiro alheio. Essa, não cola. Se era para moralizar, teriam que fazer a mesma devassa em todas as demais empresas e instituições, inclusive, Justiça, Congresso, Governos, Prefeituras, etc.

    Portanto, ninguém que tenha um mínimo de conhecimento poderia acreditar nos objetivos de honestidades e de patriótismos dessa turma, cheia de gente comprometida e de suspeitos. Tragicamente, estão procurando um jeito de entregar e desmontar  o Brasil, com gigantescas privatizações, logo mais adiante. Nos últimos tempos, fizeram a desmontagem da ex URSS e de diversos paises árabes, causando muita desgraça e terríveis sofrimentos, com o êxodo de milhares de refugiados. Se conseguem semelhante empreitada criminosa no Brasil, então, a desgraça também tomará conta de nosso povo. Acreditem. Que Desus nos ilumine. 

  70. Limpido e claro

    Apenas sintetizando as palavras de Nassif.

    O silẽncio e a a pouca importância dada ao caso Snowden, pela imprensa, foi muito significativo. ( Quem lembra de Waack e Merval minimizando e ridicularizando o episódio, seguido de um silêncio  proibitivo sobre o assunto. A entrega de documentos contra a Petrobrás pelo Dr Janot foi muito significativo. A recepção de documentos contra Othon SIlva e Eletronuclear e setores a ela ligados, é muito significativo. O silêncio sobre Othon SIlva e seu afastamento forçado dos projetos da usina de refinamento de urânio, e do propulso nuclear para submarino, é muito significativo. O ataque a Odebrecht, quando esta faz um acordo bilionaŕio com a China para construção e implantação de um sistema de monitoramento e defesa da Amazônia, quando constroi em uma de suas subsidiárias um míssil, é muito significativo. Quando companhias petrolíferas poderosas mantém os preços de petroleo  extremamente baixos  quebrando pequenas petrolíferas e principalmente colocando em risco a saude da Petrobrás, e destruindo a economia Venezuelana, é muito significativo. Quando o ataque a corrupção na petrobrás, se torna um ataque à propria Petrobrás, que é a vítima. Quando a propaganda vende a imagem de uma companhia  destruída, enquanto os dados são opostos e mostram a única companhia que resiste bravamente aos baixos custos do petróleo. Quanto a máxima do quem desdena quer comprar se materializa,  no meio do caos político, com a proposta de  Serra de projeto de privatização do pré-sal. O mesmo que tendo consciência do importante papel de nossas estatais  (eletronuclear, embrapa etcl…..) apresenta um projeto de lei, para obrigar estatais a se abrirem ao mercado acionário, (isto é estarão sujeitas às leis  emtrbunais americanos, como agora o fazem com a Petrobrás), é significativo. Quando  propoe uma lei de ajuste fiscal que impede o governo de tomar qualquer medida  , como por exemplo gerar subsidios para estimular o crescimento, é significativo. Quando pretendem flexibilizar as leis trabalhistas para a entrada do capital estrangeiro, ao mesmo tempo que golpeiam nossas principais empregadoras, é significativo. Quando criminalizam a política externa brasileira é significativo. Quando pretendem uma autonomia ( com relação ao governo) do Banco Central e uma submissão a um possível Banco Central Mundial, é significativo. Afinal como ficarão os acordos  entre bancos centrais com os BRICS?  

    Se ao final disto tudo algúem ainda falar pejorativamente sobre Teoria da Conspiração, é porque é de fato mal intencionado. Acima não temos nenhuma teoria, temos uma série de fatos, que dificilmente poderiam ocorrer ao acaso, e que também dificilmente podem ser explicados por qualquer ação negativa dos governos petistas.  

    • voce alinhou muito bem,

      voce alinhou muito bem, sabra, os  vários fatos que levam ao essencial post do nassif.

      na verdade, não há teoria da conspiração.

      o que há é a conspiação, são os fatos…

      o que há é o que  os conspiradores relatam na internet

      há tempos,primaveras, etc, etc;;;

  71. Em suma: o país está como

    Em suma: o país está como está por causa dos interesses americanos, aqui representados pela Rede Globo. Lula é o homem mais honesto entre todos nós, o PT nada fez de irregular esses anos todos e a Lava-Jato está inventando fatos que nunca existiram, sobre uma corrupção que não foi praticada em uma esmpresa (ou mais) que está indo de vento em popa. Os empresários e banqueiros citados também são e sempre foram honestíssimos e se ligam ao governo apenas por puro patriotismo. Pena que houve a Lava-Jato, o país estava uma maravilha antes dela. É isso?

  72. A grana tá curta, a dispute vai see no foice
    Delegados, promotores e juízes disputando quem vai escapar do mico.
    Nāo vai ter para tofos, a maioria vai see massa de manobra e vai trrminar chupando dedo com suas asinhas cortadas.

  73. A grana tá curta, a dispute vai see no foice
    Delegados, promotores e juízes disputando quem vai escapar do mico.
    Nāo vai ter para tofos, a maioria vai see massa de manobra e vai trrminar chupando dedo com suas asinhas cortadas.

  74. “Não é coincidência que as

    “Não é coincidência que as três maiores nações BRICS estejam sendo simultaneamente atacadas – em incontáveis níveis: Rússia, China e Brasil. A estratégia combinada pelos Masters of the Universe que ditam as regras no eixo Wall Street/Av. Beltway [governo dos EUA em Washington] é minar por todos os meios possíveis o esforço coletivo dos BRICS para produzir alternativa viável ao sistema econômico/financeiro global – esse mesmo que, atualmente, está submetido ao capitalismo-de-cassino. É pouco provável que Lula, sozinho, consiga detê-los.”

    http://blogdoalok.blogspot.com.br/2016/03/terremoto-no-brasil-por-pepe-escobar.html

     

    • Moro e o crime de traição ao Brasil

      soaresdearaujo

      Você foi no núcleo da questão. O capital financeiro central é a força-motiz que impulsiona o golpe contra o Estado Democrático de Direito no Brasil, visando a manutenção do seu poder internacional.

      Moro, com seus valores fascistas, é um instrumento adequado para o golpe.

      Moro tem consciência de que é um instrumento para esses interesses internacionais e atua coerentemente. Um juiz decente não determinaria o “sequestro” de Lula. Por exemplo, o Ministro Marco Aurélio (um liberal que sabe o valor da Democracia e do Direito para a Liberdade).

      Não sei Moro já refletiu sobre isso, mas penso que ele está cometendo um crime de traição ao Brasil.

  75. Moro está sendo chantageado,

    Analisando dezenas de videos onde o Moro aparece,  minha mais firme convicção e que Moro é refém do MPU.  Só posso imaginar mas não posso comprovar o tipo de informação que o MPU tem capaz de o haver transformado na mais perfeita marionete de um grupo sedicioso, com fortes vínculos em Minas Gerais. Se tem garras de gato, pelo de gato, corpo de gato e mia como gato, só pode ser gato.Não precisa jogar na parede para ver se mia. 

  76. LAVA JATO!

    O IMPERIO AMERICANO QUER A MUITO SE APOSAR DO NOSSO PETROLEO E NOSSAS IMENSAS RIQUEZAS.TEMOS UMA AGRICULTURA DE PRIMEIRO MUNDO+PECUARIA+SUNICULTURA+AVILCUTURA EXPORTANDO E SOMOS LIDERES MUNDIAL.MINERIOS,AVIOES,CAFE,SOJA,EO MAIS IMPORTANTE IMBRAPA.PRE SAL TECNOLGIA BRASILEIRA FANTASTICA MAS O BRICS MECHE COM TUDO.CHINA,RUSSIA,INDIA,AFRICA,BRASIL O AMERICANO NAO PERDOA.VEJA O CASO DE IRAQUE,LIBIA,EGITO,IRAM.A LADEIRA ABAIXO AMERICANA PODE SER ANALIZADA POR SUA PROXIMA ELEICAO A PRESIDENTE DO MAIOR PAIZ EM FORCA E PODER DO MUNDO EM FRAGALHOS.BRASILEIRO AMEN ESTE ABENCOADO E LINDO PAIZ SE PERDEMOS NAO TEREMOS VOLTA.

  77. Por favor destaque as

    Por favor destaque as atualizações.

    Nassif, num análise grande como esta fica difícil achar as atualizações se elas são inseridas no meio do texto.

    Teria como você coloca-las em negrito?

    Obrigado.

  78. Da estratégia do golpe

    Dos fatos dos últimos dias e a estratégia do golpe.

    Todo último lance de um golpe tem que acontecer de forma rápida e eficiente para não dar espaço para a reação. Foi assim com Chavez na Venezuela. O sequestraram, anunciaram a sua renúncia na GloboVision, empossaram um novo Presidente e pretendiam despachá-lo ao exterior, onde provavelmente seria executadoo. Deu xabú porque o Exército lhe foi fiel…

    Aqui também,, a intenção era prender Lula, isolar o Governo, bombardear a semana inteira com vazamentos e a mídia, insuflar as manifestações, e iniciar o processo de impeachment na semana seguinte. Com um governo atordoado, o povo desnorteado e com seu líder, que poderia organizar a resistência, enjaulado.

    Dias atrás escrevi um comentário questionando a falta de um Sistema de Inteligência que abastecesse com informações ao Governo: http://jornalggn.com.br/comment/860366#comment-860366

    Acho que me enganei. O Governo foi sim avisado pelo seu sistema de Inteligencia sobre a deflagração do golpe e se antecipou. O vazamento para IstoÉ foi do Governo, assim como, a relação de busca e apreensão envolvendo Lula e a família, vazada pelo blogue do Edu. Os fatos estavam previstos para esta semana, mas com os vazamentos, Moro teve que antecipar as suas ações. Isso explica a condução coercitiva, sem chances para Habeas Corpus…

    Acredito que a ordem para o Comandante da Aeronáutica não deixar decolar o jato da PF com Lula veio do Ministro da Aeronáutica, por ordem de Dilma. Houve reação militar em Congonhas como informa este link no Carta Maior (http://cartamaior.com.br/includes/controller.cfm?cm_conteudo_id=35659), quando consultado Moro, temendo a repercussão de um confronto com vítimas, recuou.

    Achei estranho, após a coletiva de Lula, no programa de Christiane Pelajo na GloboNews ela dizer: “Esta conosco para analisar a Renata LoPrete, que acabou de chegar de Curitiba (?)…”. Então, caiu a ficha.

    Uma ação que a ajuda a entender os movimentos golpistas são as movimentações na Bolsa de Valores. Em qualquer Pais, quando um governo está prestes a cair, as bolsas se derrumbam e o dólar sobe. Aqui está acontecendo ao contrário (Nassif alertou para isso dias passados). Isso indica movimento de mega investidores (Lehmann?) apoiando golpe, criando euforia com a ameaça da queda do Governo.

    Dilma recebeu alguma informação de acontecimentos próximos. Por isso a reunião de hoje com Lula no Planalto.

    Os próximos dias prometem ser tensos, fiquemos na vigília.

     

    PS: Vejam esta análise de um comentarista no DCM, num post que me ajudou a entender melhor os fatos dos últimos dias:

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/e-lula-falou-por-ignacio-godinho-delgado/

    Walter Bom Braga2 dias atrás

    Eu desenvolvi uma teoria da conspiração bem interessante, não posso afirmar que é verdadeira, mas comporta muito bem os fatos ocorridos.

    Na minha opinião, as coisas estavam programadas para ocorrer nessa semana que está iniciando hoje. Se o documento da falsa delação de Delcídio, estava pronto desde dezembro, por que não divulgaram antes? A Veja e a Época são os órgãos de imprensa oficiais da Lava Jato, e pode ser que tenham acesso a todos os documentos livremente. Não publicaram antes, porque esperavam as operações contra o Lula e as manifestações de 13/03. A coisa ocorreria dessa forma. Na quinta feira dessa semana (10/03) a Veja ou a Época iria vazar a delação. Na sexta-feira (12/03), Moro iria prender o Lula. Durante todo sábado (12/03) toda a imprensa iria noticiar tudo com enorme repercussão. E no domingo (13/03) chamariam as manifestações para as ruas. Na semana seguinte os partidos de oposição, com o aval de Eduardo Cunha iriam botar em votação o impeachment, sob o clamor do carnacoxinha. Tudo bem articulado e planejado. Prender o Lula, mesmo que sem provas, e cassar a Dilma com um só movimento. Brilhante plano, temos que reconhecer, apesar de não concordar. O PT seria atacado em um movimento rápido e preciso. Entretanto o plano deve ter vazado para o governo. O que a Dilma fez? Primeiro trocou o ministro da justiça, por um com maior conhecimento jurídico. Suspeito que foi do governo a idéia de publicar a matéria na ISTO É. Essa revista nunca foi veículo o oficial da Lava Jato, ao contrário da Veja e da Época. O governo fez isso, para antecipar e desarticular a bomba e ganhar uma semana para se defender. Corre um rumor, de que a jornalista que publicou a matéria divide a cama com o ex-ministro da Justiça. Não é possível que ela fez essa matéria sem que ele tomasse conhecimento. Na coletiva de Dilma o Eduardo Cardozo estava ao lado da Dilma, em uma clara demonstração de que conta com o apreço da Dilma, o que corrobora com a ideia de que foi o governo que vazou para a ISTO É, para queimar a largada do golpe.

    Os despachos de Sérgio Moro já estavam prontos, só esperando a matéria vir a público. Assim tiveram que antecipar a coação ao Lula. O Lula seria preso, mas para isso precisavam da condução coercitiva, para não dar tempo de produzir um habeas corpus para o Lula. A defesa de Lula, pensaria que seria conduzido somente para depor. Todos os juristas foram unanimes em afirmar que a condução coercitiva, não se aplicava ao caso do Lula. O juiz Sérgio Moro precisava dela para servir de cortina de fumaça, e não cometeria esse enorme erro jurídico, se não fosse necessário para prender o Lula. No aeroporto, Moro lavraria a prisão preventiva de Lula, que ficaria preso até que o impeachment fosse aprovado na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. Por isso levaram Lula para o aeroporto, se quisessem apenas ouvir o Lula, qualquer fórum ou sede da polícia federal, bastaria. A intenção era embarcar o Lula direto para Curitiba. Entretanto a reação foi muito enfática, e como o golpe tinha sido antecipado, não teria o aval do carnacoxinha para apoiar a prisão de Lula. Ao invés disso, houve uma grande reação popular e política contra a coerção realizada contra o Lula. Os jornalistas esperavam a prisão do Lula, mas viram que não conseguiriam, e ficaram muito tensos. Dava para ver isso na cara deles, principalmente na face de Renata Vasconcellos. Por isso que o diretor de redação da Época contou vitória antes do tempo no Twitter. Achou que mesmo tendo perdido o furo, que Sérgio Moro manteria sua parte no combinado. Agora sabemos que ele amarelou, por não contar com o apoio dos coxinhas nas ruas, mas o jornalista da Época pensava o contrário e publicou no Twitter a seguinte mensagem: “Quase duas horas da manhã. Poucas horas para um amanhecer que tem tudo para ser especial, cheio de paz e amor”

    • este seu comentário tem tudo

      este seu comentário tem tudo a ver e se

      coaduna com a contextualização primorosa do nassif…

    •  
      Beto vosmecê acredita que o

       

      Beto vosmecê acredita que o governo brasileiro dispõe de algum órgão de informação que não esteja inteiramente bichado? Há muito, o jornalista Bob Fernandes produzia denuncia, com provas contundentes, sobre a participação de agentes estrangeiros, ditando o que fazer, e, como deve proceder servidores públicos traidores da Pátria, dispostos a venderem-se de quatro pés, entregando questões sensíveis de interesse do País, aos dólares dos manda-chuvas americanos. Ou seja, o país se encontra infectado de agentes americanos e quinta-colunas à soldo da CIA, FBI, DEA, NSA, e o diabo. A título de ilustração, reproduzo alguns tópicos, da matéria* antiguíssima, que está disponível na íntegra no blog do Bob Fernandes*

      Orlando

       

      V14 de fevereiro de 2014

      Do blog do Bob Fernandes

      *”O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso diz que “nunca soube de espionagem da CIA” no Brasil.”… O governo atual cobra explicações dos Estados Unidos, e a presidente Dilma trata do assunto com a cúpula do Mercosul, no Uruguai, nesta quinta-feira (11). O Congresso Nacional envia protesto formal ao governo de Barack Obama.”

      “Vamos aos fatos. Entre março de 1999 e abril de 2004, publiquei 15 longas e detalhadas reportagens na revista CartaCapital. Documentos, nomes, endereços, histórias provavam como os Estados Unidos espionavam o Brasil.”…

      …”Documentos bancários mostravam como, no governo FHC, a DEA, agência norte-americana de combate ao tráfico de drogas, pagava operações da Polícia Federal. Chegava inclusive a depositavar na conta de delegados….”

      …”A CIA, via Departamento de Estado, pagou uma base eletrônica da PF em Brasília, até os tijolos. Nos idos do governo Sarney…. “

      Obs. minha:  Será que esses criminosos nada sabem sobre a explosão da Plataforma de Lançamentos de Foguetes da Aeronautica? Estariam os bolivarianos de Hugo Chaves por trás das explosões de foguetes na base maranhense de Alcântara? Ou seriam os nossos mui amigos do Norte?

      • Então

        Também já vi essas reportagens e afirmações em video do Bob Fernandes.

        É só uma teoria, Orlando.Não descarto nada. Longe de mim afirmar o contrário com certeza (e absoluta).

        Ma num pais como o Brasil, uma Nação deste porte, acredito impossivel não existir na corporação (e que Dilma não tenha se cercado deles) um mínimo de agentes nacionalistas e confiáveis. Se assim não fosse, seria muito viralatismo.de nossa parte. Pode ser que os agentes ruins tenham sido expurgados na Satiagraha…

        Ainda, partindo do principio que as forças militares apoiam Dilma no seu projeto nacionalista, poderiamos contar com seu serviço de Inteligência?

    • Estas notícias sobre a

      Estas notícias sobre a atuação da Aeronáutica no aeroporto de Congonhas são de uma importancia vital na história toda. Houve informação de que quase ia acontecendo um confronto entre policiais federais e soldados da Força Aérea. Um coronel teria pedido reforços e não tardaram a chegar algumas centenas de soldados da Polícia da Aeronáutica, que tem fama de ser a mais dura polícia do país. O recuo teria acontecido pela completa incapacidade da PF encarar. Se estas histórias forem verdadeiras, o que temos ai? Temos que as Forças Armadas impediram um golpe de estado no Brasil. Estariam redimidas pela quebra da democracia, no passado.

        • Desconstrução

          É que o Governo não pode desmontar a farsa de uma tacada, criaria um “efeito abafa” nos coxinhas lobotomizados e na sociedade em geral. Ainda mais, com a midia sofismando a narrativa

          Tem que ir desconstruindo paulatinamente, passo a passo, num trabalho de contra inteligência paa levar à desmoralização do conluio. Isso claro, confiando na capacidade de nosso Serviço de Inteligência (e lembrando que eles tem o apoio da CIA). A divulgação do nome do Aecio hoje pode ter sido mais um sinal.dessa estratégia.

          Desmoralizar, e quando tiver as provas definitivas, desmontar. Lembrando que esas conspirações quando derrotadas, geralmente nunca vem a público, sendo resolvidas nos bastidores da politica em segredo de Estado.

  79. O RJ VAI EXPLODIR
    O maior

    O RJ VAI EXPLODIR

    O maior colégio eleitoral do PT corre o risco de ser o cenário de fortes revoltas populares nesta semana. Isto porque o PMDB local está apostando no caos quando ameaça não pagar o salário dos servidores mais uma vez.

    Os cardeais do PMDB fluminense, que foram os mesmos que apoiaram Aecio para presidente, agora começam a mostrar a que vieram:

    junto com a Globo , que estranhamente está dando visibilidade a greves e a protestos, esses  senhores  vêm insuflando diariamente a população local com o pouco caso de suas declarações, como por exemplo:

    “não sabemos se vamos pagar salários e fornecedores…”

    “dependemos de repasses federais para termos caixa…”

    “a crise da Petrobrás faliu o RJ…”

    Só via a Globo dando visibilidade a greves e a grandes conflitos sociais no período em que Brizola aqui governou, lógico, com a clara intenção de detonar com o ex- governador.

    O PMDB local já garantiu a liderança da câmara em Brasília dando um apoio mixuruca a Dilma no primeiro round do impeachment, mas agora, com ela queimada no estado do RJ pelo próprio PMDB, a presidente corre o risco de ser enterrada viva no próximo embate montado para derrubá-la.

    Dilma e Lula precisam acudir ao RJ para não correrem o risco de perder o único bastião ainda resistente aos encantos da mídia golpista. 

    O RJ VAI EXPLODIR.

  80. Tá,

    Vamos combinar que o autor está integralmente correto; mas, porque então o Executivo não se contrapôs aos estadunidenses?

    O atual chanceler era o embaixador brasileiro em Washington, e o atual era o antigo ministro do Itamaraty. Mais ainda, temos o grande assessor especial Marco Aurelio Garcia. Ninguém viu o que passava? Qual foi a “política de adultos” contra os EUA?

    Sr. Nassif, real politik….

    Não sabe brincar, não desce pro play….

  81. Fico impressionado como a

    Fico impressionado como a cupula do GOVERNO e do PT não conseguem entender o jogo da politica ou de poder. A nomeação do pgr por eleição é INCOMPREENSIVEL, SOB QUALQUR HIPOTESE. Não consigo acreditar em tamanha infantilidade para quem já ocupa o governo há mais de 12 anos…

  82. A geopolítica norteia, concordo, Moro, Globo, parcela MPF…

    A geopolítica norteia, concordo. Globo, Moro, parcelas do MPF e da Polícia Federal, PSD, PPS, DEM, etc..

    Porém, creio que faltaram dois (2) pontos a serem mencionados no xaderz de Luis nassif : o fator China ( Brics ), e a projeção do Brasil na geopolítca regional ( América do Sul ).

    — a inteligência norte-americana quer afastar os interesses comerciais e investimentos da China em espaço que considera como sendo “seu”: a América do Sul, em particular o Brasil. Os EUA tentam inviabilizar o Brics, a inauguração do NBD, prevista para abril próximo, com o Paulo Nogueira nos representando. Esse é um ponto central da tentativa desestabilizador e golpista.

    — outro fator é a nossa ativa política externa em nossa região, em que nos propusemos ser proativos na consolidaçãoe ampliação do Mercosul, e principalmente, a criação da Unasul e Celac, sem a participação dos EUA ( OEA )  — o que para os EUA é uma grave constestação.

    Os EUA não tema mais de 800 bases militares mundo afora à toa. A “América” é considerada como “território” deles, dos EUA.

  83. Espero que todos os grupos e

    Espero que todos os grupos e instituições importantes neste país, leiam este post, é elucidativo de como se trama um golpe com ar de legalidade no país.

    Principalmente a presidência da república, membros do STF, membros da Forças armadas,ABIN, sociedade civil, formadores de opinião,artistas, intelectuais,mídia alternativa, mídia engajada, emfim, todos aqueles que possam influir e estancar o golpe que está em curso.

    Estou fazendo a minha parte, publiquei nas redes sociais que participo.

    Se cada um der um pequenas contribuição, muito mais pessoas ficarão sabendo.

    • Concordo totalmente, mas

      Concordo totalmente, mas infelizmente o texto precisou ser grande para poder elucidar tudo e 99,999999% não irá ler nem 1/3

  84. DILMA TEM DE NOMEAR LULA MINISTRO

    Já falei aqui outras vezes, de há muito tempo, mas só agora parece que estão caindo na real…

    DILMA TEM DE NOMEAR LULA MINISTRO ! 

    É a única maneira de impedir que um juiz partidário de 1a instãncia de Curitiba o tire da eleição de 2018 com uma canetada. 

    Porém depois isso tem de ser muito bem expicado a sociedade, não se trata de Lula “fugir” da Justiça e sim impedir que um único juiz irrelevante de 1a instãncia, que na verdade não passa de um instrumento nas mãos de grupos da oposição, concretize com uma canetada o golpe tão desejado pela grande imprensa, PSDB e a direita, ou seja, tirar Lula do jogo. 

  85. A análise faz todo o sentido.

    A análise faz todo o sentido. O investimento norte-americano na primavera brasileira é alto. A Globo tem cumprido o papel dela com primor, como sempre, o que é facilitado pela classe média, preconceituosa até a medula, e por parte do pobretariado, ignaro e manipulável. Apesar da grita dos milicos de pijama e dos familiares deles, o comando das Forças Armadas pelo jeito não embarca na onda. O que não dá para prever é se isso tudo vai mais adiante ou termina junto com o nosso verão agora em março, debaixo de chuva.

  86. uso da informação, moldura para guerras modernas…

    melhor forma de usá-la como arma, a informação,é antecipá-la de acordo com o que se quer

    por aqui fizeram duas vezes, uma por espionagem padrão e outra ao entregar para o MPF, talvez, com instruções de especialistas americanos para uso unicamente na esfera civil e política

    O maior banco de informações do Brasil e sobre o Brasil ( politica, economia, tendências sociais, recursos naturais, comprometimentos de políticos e autoridades, etc, etc ) é a Globo que já foi STF com Dantas, e atualmente é MPF com Aécio, sem nunca ter deixado de se posicionar ao lado, favoravelmente, dos que insistem em atacar, destruir e saquear o Brasil

    se ela mesma vem demonstrando o posicionamento, não resta dúvida alguma

    • reparem bem…

      tudo está sendo antecipado estrategicamente para que não haja “terror” com que poderá acontecer de forma definitiva e reconhecida e apoiada mundialmente

      como já está sendo, com o possível desmantelamento da base governista

      • nossa imprensa não é nenhuma brastemp…

        não tem e nunca teve nada de bom, profissionalmente, para justificar apoio e colaboração da imprensa internacional

        se está recebendo, só pode ser porque está trabalhando com os mesmos interesses

  87. E o papel da ABIN neste

    E o papel da ABIN neste enredo? Pra quem essa gente trabalha, de fato?

    Seria melhor fechar as portas.

    • A rede da informação

      Os integrante da ABIN de hoje, por certo que estarão na turma de preto de amanhã. Por tudo que estamos vendo desde os tempos da ditadura militar, assim funciona. Acredito que, do mesmo modo, em todo o sistema capitalista. Na nações pro-socialista, creio que o Estado não perdeu o controle de seus órgãos de informação.

  88. Nassif,
    Mais claro do que

    Nassif,

    Mais claro do que isto impossível.

    Este post tem de chegar às mãos da Dilma, do Requião, do Lindenberg e muitos outros. Da Dilma não sairá nada mesmo, mas ela precisa saber onde a falta de ação do seu governo está nos levando.

    Estamos sendo roubados à luz do dia. E, para piorar, com a ajuda de funcionários públicos brasileiros muito bem pagos com dinheiro público.

    Ou seja, nós estamos pagando para sermos roubados.

  89. Simplificando

    Tudo começou com o youssef que estava preso e tinha ligação com os dretores que roubavam da Petrobrás.

    Então criaram a falácia que o pt tirava 3% dos contratos da pertobras e a revistinha do esgoto quase dá a presidência ao aécio.

    De lá para cá quase destruiram a petrobras, destruiram as nossas empreitiras no exterior e destruiram o projeto do submarino atômico. Tiraram uns duzentos bi de nossa economia.

    No final 200 policiais da pf armados de fusis e dando chute nas portas prende o lula porque “acham que ele cobra muito de suas palestras” e deve ser dono de apt ou sitio que está registrado no cartório em nome de outros; o youssef foi condenado mas… ficará com seu tutu e andando por aí; a condenação do oderbrech por uma culpa que automaticamente prenderia todos os donos de empreiteiras no país ( em qualquer país) .

    E uma autoridade mostrando que violenta e prende quem quer porque quer.

    O dono e condutor disto tudo: a corrupta e sonegadora globo da fifa e da mossak.

  90. Texto preciso

    Essa avaliação é precisa e fundamental. A bandeira da derrubada da PEC  37, que foi enfiada nas manifestações de 2013 é, sem dúvida, a cartada fundamental que aponta em direção aos protagonistas desse jogo sujo. Outros elementos, como a nomeação da atual embaixadora americana, especialista em “primaveras” e trabalho sujo com as ongs; a derrubada do jatinho sem dono; a derrota da alternativa “Marina-Ongs”; a presença de número exagerado de funcionários na embaixada americana no RJ; a presença do Anonymous os black-blocs e a reação da polícia PM para criar clima de guerra, etc, corroboram com o texto.

      • Não funcionam pelo país e

        Não funcionam pelo país e sim, CONTRA o país. Qual a explicação para aquela multidão que não se sentia representada por ninguém estar fechada com o congresso mais consevador da História e, pior comandado por CUNHA? O alvo era o Governo Federal. Na época a gente cansou de dizer isso.

    • Não, muito pelo contrário.
      Se

      Não, muito pelo contrário.

      Se a análise do Nassif for correta, sabemos agora contra quem lutar, brigar, defender nosso país.

      O pior inimigo, é o oculto.

  91. DILMA TEM DE NOMEAR LULA MINISTRO ( 2 )

    Acabo de ler no site Brasil 247 que Dilma já teria oferecido o Ministério das Realções Exteriores a Lula. Mas esse é que está resistindo em aceitar… Então é Lula que ainda não caiu na real. Se ele acha que seus advogados podem apresentar qualquer argumento ou defesa para a turma da Lava Jato, então está cego. O pessoal da Lava Jato vai indiciar e condenar o Lula, ISSO JÁ ESTÁ DECIDIDO ! Só estão arrumando a justificativa. Essa turma não vai ceder, agora é até uma questão de honra pra eles, depois das várias criticas recebidas, até de ministros do STF. A unica possibilidade de Lula não ser condenado é ele ser investigado ou julgado de forma imparcial, em instãncias superiores, no STF no caso.

  92. Moro

    Nassif, permita-me divergir quanto a pequenez que vc atribui ao juiz Moro.
    Ele foi o juiz do escândalo do BANESTADO que, propositalmente, acabou sem punidos.
    Durante o Mensalão, ele prendeu arbitrariamente pessoas em Curitiba e lhes ofereceu delações que incriminassem de alguma maneira Lula e Zé Dirceu.
    Ele viu o tamanho da coisa e ficou obstinado. Foi ele quem procurou os Marinho e, a partir daí, passou a seguir o script sabido.
    Meus parabéns pelo juntar do quebra-cabeça.
    Grande abraço.

  93. Aplaudo esse texto do Nassif

    Moro é convicto de ser uma Coca-Cola no deserto. Nassif revelou no também no importante ”A Lava Jato foi pensada como uma operação de guerra”, um artigo de 2004, onde o Moro fã de Mani Pulite explica como seria uma operação ”sotto la sua cappella”.
    Quando leio que informações iniciais sobre a Petrobras cairam no colo do Moro e que a NSA espionava direto a Estatal, lembro imediatamente do que revelaram analistas italianos sobre Mani Pulite: quando o então chefe da CIA, James Woolsey, fizera saber que o governo Clinton recolhera volumoso dossier sobre financiamento ilícito e possuia material suficiente para criar escândalos quando quisessem. Os EUA sempre foram covardes e chantagistas.  A sacanagem de espalhar que o Lula roubava coisas no Planalto, ventilado pela Lava Jato, já circulava na rede faz anos. Eu mesmo recebi vários PowerPoint sobre isso. Quanto aos financiadores da subversão (um problema ainda não resolvido na transição democrática), aqui vai uma dica pra quem ainda não leu:   http://www.revistaforum.com.br/blog/2015/06/a-nova-roupa-da-direita/