Xadrez da marmelada do tríplex de Guarujá

Talvez a rapaziada seguidora da novilíngua da Internet não saiba o significado da palavra “marmelada” – não o doce. Significa combinar de forma desonesta com o adversário o resultado final.

Entenda como se montou a marmelada do tríplex de Guarujá – cuja propriedade é atribuída a Lula.

O maior abuso cometido hoje em dia contra o Estado de Direito é o instituto da delação premiada. É escandalosa a sem-cerimônia com que a delação é manipulada pela Lava Jato, pelo PGR Rodrigo Janot e pelo juiz Sérgio Moro. É o maior argumento em defesa da Lei Antiabuso.

Em um processo, há os dois lados: a acusação e a defesa. E o juiz arbitrando o jogo.

Na teoria, o procurador não é exclusivamente a pessoa da acusação, mas o que busca a verdade. Só na teoria. Na prática, é como o delegado que não quer estragar um grande caso descobrindo a inocência do réu, ou o jornalista que não quer estragar a manchete com dúvidas sobre a culpa do suspeito.

O MPF só aceita a delação de quem diz o que ele, procurador, quer ouvir. O réu não pode dizer mentiras factuais. Mas nada impede que avance em ilações falsas sobre fatos – que é uma forma mais inimputável de mentir – ou afirmações não comprováveis e que, por isso mesmo, podem ser manipuladas ao seu gosto. O melhor, ao gosto do procurador.

Vamos entender melhor esse jogo de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, com a Lava Jato-Procurador Geral da República. Esta semana, Léo declarou que Lula é o verdadeiro proprietário do tríplex de Guarujá, apesar dos advogados de Lula terem mostrado escrituras comprovando que a OAS continua como única proprietária do tríplex

Lance 1 – a armação para pressionar Pinheiro e mudar a versão

O lance Léo Pinheiro foi cantado no dia 29 de agosto do passado ((https://goo.gl/Pt4xbA), quando o Procurador Geral Rodrigo Janot intempestivamente suspendeu as negociações para a delação com base em um motivo ridiculamente primário: uma denúncia anódina contra o Ministro Dias Toffolli, publicado pela revista Veja, e imediatamente atribuída por Janot a Léo – sem nenhuma comprovação.

Leia também:  A encruzilhada econômica chamada Paulo Guedes, por Luis Nassif

A delação de Pinheiro comprometia fundamentalmente os governos de Geraldo Alckmin e José Serra, relatando o sistema de propinas em obras públicas estaduais. Até então, o que se sabia das delações da Odebrecht é que se limitavam a relatar financiamentos de campanha por caixa 2 e que Léo Pinheiro avançaria expondo sistemas de propinas.

Escrevi na época:

Versão 1 – o PGR acusou advogados da OAS de terem vazado parte do pré-documento de delação de Léo Pinheiro, com o intuito de pressionar para que a delação fosse aceita. (…) A versão não se sustenta porque, além de ser ilógica – é evidente que o vazamento comprometeria a delação (…)

Versão 2 – imediatamente Janot suspendeu as negociações para a aceitação da delação do presidente da OAS, Léo Pinheiro. Para justificar a não tomada de decisão ante as 17 delações anteriores vazadas, alegou que a de Toffoli era diferente, porque a informação não existia. Ou seja, tratou drasticamente um vazamento irrelevante (porque, segundo ele, de fatos que não existiam) e com condescendência vazamentos graves.

Na atual edição de Veja, tenta-se emplacar uma nova versão: a de que o anexo (com o suposto vazamento) existia, mas não constava da pré-delação formalizada. Como fica, então, o argumento invocado para livrar os procuradores da suspeita de vazamento?

 (…) No dia 11 de agosto passado, a sempre atilada Mônica Bérgamo deu pistas importantes para entender os últimos episódios (http://migre.me/uMCbH)”

“A revelação feita pela Odebrecht sobre dinheiro de caixa dois para o PMDB, a pedido de Michel Temer, e para o tucano José Serra (PSDB-SP) tem impacto noticioso, mas foi recebida com alívio por aliados de ambos. Como estão, os relatos poupam os personagens de serem enquadrados em acusações mais graves, como corrupção e formação de quadrilha.

 (…) Neste final de semana, Veja traz o conteúdo total da pré-delação de Léo Pinheiro.

Há informações seguras de pelo menos um depósito na conta de Verônica Serra. Esse depósito não aparece na pré-delação da OAS divulgada pela Veja. Talvez apareça mais à frente, quando se avançar sobre os sistemas de offshore”.

Há a necessidade de ler a íntegra da próxima delação de Pinheiro, para uma avaliação melhor sobre a maneira como relatará os esquemas de São Paulo. Mas é fora de dúvida de que, para conseguir se livrar da prisão, Léo Pinheiro teve que se propor a entregar Lula.

Leia também:  Lewandowski reafirma direito de Lula aos documentos retidos pela Lava Jato

Esta semana, as informações sobre o tríplex de Guarujá foram prestadas por ele ainda sem constar do acordo de delação. Mas, antes do início do depoimento, fontes da Lava Jato já antecipavam seu conteúdo, o que significa que já haviam chegado a um entendimento, visando o objetivo central da operação: inviabilizar a candidatura de Lula para 2018.

Lance 2 – a ideia fixa do tríplex

No depoimento prestado a Moro, Pinheiro faz um relato inverossímil das ligações com Lula.

Dizer que financiou o PT é verossímil, assim como o apoio dado ao Instituto Lula. É verossímil também que teria aceitado assumir o edifício do tríplex, por saber que o casal Lula tinha uma cota em seu nome. Afinal, quem não gostaria de ter um edifício tendo como um dos proprietários de imóvel um ex-presidente da República. É igualmente verossímil que tenha convidado o casal Lula-Marise a visitar o edifício, para ver se se interessavam pelo apartamento.

A partir daí, não há um elemento sequer que comprove que Lula ficou com o tríplex. Lula declarou ter visitado o edifício, não ter gostado do apartamento e não ter ficado com ele.

Há uma montanha de testemunhas e documentos comprovando que a OAS permaneceu como proprietária do edifício.

Mas os brilhantes Sherlocks da Lava Jato transformaram o tríplex em questão de honra. Como é um caso mais ao alcance do chamado telespectador comum, a comprovação da posse do tríplex tornou-se uma obsessão.

Por conta dessa obsessão, já quebraram a cara ao descobrir que estava em nome de uma conta do escritório Mossak Fonseca. Promoveram o maior alarido, invadiram o escritório da Mossak, acessaram seu banco de dados e levaram duas pancadas simultâneas. A primeira, a constatação de que a offshore dona do tríplex era da OAS mesmo; a segunda, ao descobrir uma offshore de propriedade da família Marinho, da Globo.

Numa só tacada inocentaram o alvo e comprometeram o aliado.

Leia também:  Objetivos do Milênio: as cidades como centro das políticas públicas, por Luis Nassif

Foi um custo varrer o elefante para baixo do tapete.

Lance 3 – a encomenda entregue por Pinheiro

Agora, Léo Pinheiro aparentemente cedeu e entregou a encomenda pedida.

Mas há um jogo curioso montado.

De um lado, deu declarações que, sem provas, não têm o menor valor penal. As provas, segundo antecipou o jornal O Globo, são terrivelmente ridículas: comprovações de reuniões com Lula, de telefonemas a funcionários do Instituto Cidadania. Junto, as delirantes provas colhidas pelos Sherlocks da Lava Jato que identificaram quatro (!) viagens em um ano de carros do Instituto até Guarujá.

Fica-se assim, então:

1.     As declarações de Pinheiro garantem alguns dias de cobertura intensiva no Jornal Nacional, preparando o ambiente para uma próxima condenação de Lula.

2.     Mas Pinheiro não entrega nenhuma prova comprometedora contra Lula, nem no caso do tríplex (que não deve ter mesmo), nem em nenhum outro caso relevante.

Além disso, o Código Penal proíbe que uma pessoa seja julgada duas vezes pela mesma acusação. E o caso do tríplex já foi julgado e anulado pela Justiça estadual de São Paulo, apresentada pelos procuradores estaduais.

Ou seja, a grande armação visando ou a prisão ou acelerar a condenação de Lula é ridiculamente frágil.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

81 comentários

  1. “Além disso, o Código Penal

    “Além disso, o Código Penal proíbe que uma pessoa seja julgada duas vezes pela mesma acusação. E o caso do tríplex já foi julgado e anulado pela Justiça estadual de São Paulo, apresentada pelos procuradores estaduais.” Parece que isso agora só acontece em filme americano. Porque aqui, o que está valendo vai na lógica de uma amiga que afirmava, durante o período da ditadura militar: Tá tudo errado, mas o errado é que tá certo. Pelo menos para turma lá de Curitiba e do Janot.

  2. Tragédia!….

    O triiplex do Lula é a mesma acusação do  som gradiente que o  Collor de Mello, esse FDP que os inocentes do PT ousaram acreditar, acusou em 1989!…

     

    Agora, é ir pra cima!….e nunca mais fazer merda!….

  3. A verdade? Quem está

    A verdade? Quem está preocupado com a verdade?

    Há a necessidade do MPF entregar a mercadoria que a Globo exige: a inabilitação de Lula para a próxima eleição.

    O problema? O tempo. O tempo não corre conforme os humanos querem, mas sim conforme ele (tempo) quer; o tempo corre contra a acusação caso ainda queiram manter a fachada democrática com eleições em 2018. Então precisam inabilitar Lula por qualquer motivo, por mais que não faça sentido judicial algum; se não conseguirem, vão ter que aplicar a bomba atômica do adiamento das eleições, desnudando o regime que está sendo criado.

  4. Provar, para que ?

        Em nada importam “provas”, sequer a busca delas para corroborarem delações ou investigações, de nada importam para um esquema de condenar alguem, “provas” podem e são selecionadas visando, a servir a idéia original para uma condenação, e qualquer idiota sabe : é pratica antiga, mesmo antes da Inquisição ( seculo XIII ), passando no século XX por Béria, Himmler, Heidrich, Fleury, Tuma – e outros demais icones de defensores do Estado – que agregar delatores, fornecer a eles acesso a midia, é o que basta para desconstruir alguem.

         O esquema de  magnificar a mesma acusação ou imputação, é mais velho que andar para frente, a diferença atualmente é que ele é mais propagandeado, não fica apenas restrito aos autos de um processo ( aliás pouco intelegiveis a massa ), mas caem na midia de massa ( parte interessada ), e repercutem exponencialmente nas famigeradas redes burrificas sociais, portanto hj. alem da massificação das suspeitas, tidas como realidade “transitada e julgada”, podemos medir as reações em tempo real, a condenação – independente de processo legal – é imediata, o processo descontrutivo tende a aumentar a cada inserção de midia.

  5. Triplex

    Acredito que dessa história toda quem não pode sair ileso são os procuradores e o moro, porque estão tentando incriminar um cara sabidamente inocente. Pior o Cara que os fdp estão perseguindo é um representante dos maiores e mais importantes interesses do povo brasileiro.  

    Os Sherlocks da Lava Jato e da Carne Fraca têm contas a acertar com o povo brasileiro, pois, além dos salários indevidos, seus crimes são gravíssimos e de lesa à pátria.

    Terão muita sorte se não acabar em linchamento.

    • Venho dizendo, esses caras

      Venho dizendo, esses caras são muito jovens para não responderem um dia, por essa operação criminosa de Lesa Pátria, a Lava Jato. Não sei qdo, mas responderão. São demasiado exibicionistas para se esconderem, ao contrário dos torturadores da ditadura.

      Qdo suas corporações estiverem completamente desmoralizadas, serão seus colegas q farão questão de entregá-los para demonstrar q são diferentes. A Globo fará uma “autocrítica” safada, dirá q foi induzida a erro.

  6. O delator diz que destruiu as

    O delator diz que destruiu as provas a mando de Lula e no dia seguinte diz que tem provas. O que já era para um juiz inteligente (nem precisa ser imparcial) cancelar imediatamente a delação. Ao que parece a tal da destruição de provas não colou nem com o público globotomizado, de tão ridícula que foi. Mas serviu pra mostrar que os serviçais dos marinhos na justiça são um bando de néscios e colocou os concursos públicos no Brasil sob suspeita.

    A única prova que consegui observar até agora é de que o MP deve ser extinto. Quem paga a exorbitante conta de sua manutenção somos nós mas quem controla todas as suas ações é a rede globo e o restolho do pig. 

  7. Como dizia o Jucá, Caju da Odebrecht: “Ali é a Torre de Londres”

    Como dizia o Jucá, Caju da Odebrecht: “Ali é a Torre de Londres”

  8. Má vontade com a defesa de Lula

    A má vontade de Leo Pinheiro e Moro para com a defesa de Lula ficou demasiado explícita no depoimento de Leo desta semana; ficou acintosamente de costas para os advogados que lhe faziam perguntas e lançava olhares e esgares supostamente cúmplices para com Moro, procurando desmerecer e desprezar a defesa. Moro negaceava a entrega de documentos à defesa para vistas e não exigia que o interrogado respondesse, como seria de esperar de um juiz que está presidindo o processo.

  9. “A partir daí, não há um

    “A partir daí, não há um elemento sequer que comprove que Lula ficou com o tríplex. Lula declarou ter visitado o edifício, não ter gostado do apartamento e não ter ficado com ele.”

    Como você diz que não há um elemento sequer?

    A cozinha do Triplex foi comprada da Kitchens, e na nota fiscal está o nome de Fernando Bittar, proprietário no papel do sítio de Atibaia.

    Por que Fernando Bittar compraria uma cozinha caríssima para uma cobertura de propriedade da OAS senão por causa de ser do Lula?

    Fiquem vocês negando os fatos e o Lula vai depressinha para a cadeia.

    Desde o início Lula deveria ter assumido o triplex, pago as parcelas faltantes e as reformas, ponto.

    Negar a realidade dá nisso.

    Essa nota fiscal em nome de Fernado Bittar é o passaporte de Lula para a prisão.

    Arrangem uma maneira de se defender da nota fiscal.

    • Qual a fonte?

      De onde você tirou a informação de que uma “cozinha caríssima” foi comprada pelo Bittar para o tal de apartamento? Do anta agonista? Aliás, tenho uma curiosidade que talvez você possa desvendar: troll trabalha como free lancer ou tem carteira assinada?

      • Irrelevante saber quem deu a

        Irrelevante saber quem deu a informação.

        Se for verdadeira, cadeia pro Lula será automático.

        Mas mesmo se as notas não estejam em nome o Fernando Bittar.

        Está claro e foi apurado que as cozinhas foram pagas pela OAS.

        Oras, qual o vínculo entre a OAS e Fernado Bittar? Lula.

        Pagou pela cozinha do sítio (por causa do Lula) e também pagou pela cozinha do triplex (por causa do Lula).

        Se o nome de Fernado Bittar estiver nas notas fiscais, ula vai perder de goleada, sem precisar sequer apelar para o depoimento de Leo Pinheiro.

         

        • Tolinho, ou mal-intencionado,

          Tolinho, ou mal-intencionado, um homem da importância do Presidente Lula, com o prestígio (bem merecido) internacional que goza, é disputado, paparicado por tudo quanto é tipo de lobistas, honestos ou criminosos. Todos querem lhe dar presentes, estar em sua companhia, ter referências ou recomendações dadas por ele. Eles dão presentes mesmo se Lula disser que não quer. Como o Nassif disse, o boato espalhado de que Lula estava adquirindo um apartamento, deve ter provocado uma correria entre os puxa-sacos interesseiros para agradá-lo. Se Lula estivesse interessado em corrupção, iria aceitar uma simples cozinha? Só isso? Uma reforma num sítio, um pedalinho?

          • Isso mesmo

            É só olhar a lista do chá de panela do casamento do Aecim (ou do Temer) apenas para citar um exemplo.

            Do Cabral nem se fale! Deve haver cada presente graúdo!

          • Lembro ter lido há anos

            Lembro ter lido há anos atrás, que o auditor Antoninho Marmo Trevisan alertou Lula sobre o enxame de lobistas que o assediavam com mimos. É bem possível que a empresa Gamecorp, dos filhos de Jacó Bittar e Lula, tenha sido uma primeira tentativa de assédio, talvez até ação já planejada pelo Golpe (Lá em ultramar, com o domínio das espionagens na Net). A partir do alerta, Lula ficou mais esperto em relação aos perigos. Um homem paparicado por todos os interesses, que podia ter enriquecido muito e ir morar na Europa ou em Miami (como o Golpe gosta), ser acusado de ter roubado uma cozinha, uma canoinha de lata, não é ridículo? 

          • Um grande Presidente, que se

            Um grande Presidente, que se fez de caxeiro viajante mundo afora para ajudar as empresas brasileiras, fazendo não mais que as obrigações de todo presidente, pois quando vemos comitivas de presidentes ou reis europeus (ou gringos) por aqui, eles vem junto com 100, 200 empresários para fazer negócios. Esse grande Presidente ser acusado de corrupção por defender os interesses das empresas privadas e estatais brasileiras além-mar, não é ridículo?  O que a nota fiscal de uma cozinha instalada num apartamento que nem foi adquirido pelo Presidente prova, coisa louca? Um homem dessa importância, desse prestígio, merecia muito mais, se ele fizesse parte de algum esquema, não? 

          • Mas é isso o que interessa ao golpe

            Vulgarizar ou “Datenizar” as noticias em relação ao Lula, tornando os crimes mais bregas e ordinários, compreensíveis pelo povão. Nada comparado ao elegante trust do Cunha.

          • E pensar que um homem desse

            E pensar que um homem desse naipe, vilipendiado, ofendido, caluniado, que poderia estar na vida mansa, se houvesse se aliado ao 1%, e não na vida dura da defesa dos trabalhadores, é injuriado por uma pobre tonta chamada Luciana Genro que diz “Lula não está mais no andar de baixo”.

          • Mas por que alguém iria

            Mas por que alguém iria reformar um sítio que não era do Lula, ou uma cozinha cara num apartamento de cobertura de 3 andares que também não era dele?

            Só se ele pediu, não acha?

             

        • O cinismo e a canalhisse das

          O cinismo e a canalhisse das elites rapineiras e da classé média masoquista (dá qual provavelmente você é um elemento) é de surpreender até os mais realistas e desencantados. Dois pontos: 1) É preciso provar a ligação que você acusa. Não basta supor que é razoável, que é o mais lógico, que é “fato”. Não se constroi uma verdade só com convicções, muito menos com má fé. 2) Como já disseram por aqui: foda-se se esse triplex vagabundo no guarujá ou o sítio mequetrefe em atibaia é mesmo do Lula. Isso é um cisco em meio à tempestade de corrupção, crimes de lesa pátria e destruição de direitos sociais capitaneados por rede globo, judiciário,mpf, tucanos, temerosos e plutocratas em geral.  Lula é de longe o melhor, e o mais honesto para ser presidente de novo e ajudar a tirar o Brasil desse atoleiro que idiotas como você estão endossando diuturnamente. Lula para presidente (ou o cachorro da esquina que ele indicar, caso seja ilegalmente preso pelo Estado crimininoso a mando de rede globo). 

        • O cinismo e a canalhisse das

          O cinismo e a canalhisse das elites rapineiras e da classé média masoquista (dá qual provavelmente você é um elemento) é de surpreender até os mais realistas e desencantados. Dois pontos: 1) É preciso provar a ligação que você acusa. Não basta supor que é razoável, que é o mais lógico, que é “fato”. Não se constroi uma verdade só com convicções, muito menos com má fé. 2) Como já disseram por aqui: foda-se se esse triplex vagabundo no guarujá ou o sítio mequetrefe em atibaia é mesmo do Lula. Isso é um cisco em meio à tempestade de corrupção, crimes de lesa pátria e destruição de direitos sociais capitaneados por rede globo, judiciário,mpf, tucanos, temerosos e plutocratas em geral.  Lula é de longe o melhor, e o mais honesto para ser presidente de novo e ajudar a tirar o Brasil desse atoleiro que idiotas como você estão endossando diuturnamente. Lula para presidente (ou o cachorro da esquina que ele indicar, caso seja ilegalmente preso pelo Estado crimininoso a mando de rede globo). 

    • Complementando….
      Dá para

      Complementando….

      Dá para entender as cozinhas do sitio serem compradas em nome de Fernando Bittar porque ele é o dono, no papel, do sítio, mas não dá para entender por que diabos a OAS pagou a cozinha.

      Também dá para entender a OAS pagando a cozinha Kitchens do Triplex mas não a cozinha do Triplex sair em nome de Fernando Bittar.

      Qual o elo de ligação entre Fernando Bittar e OAS? Oras, o Lula!

      Assim a única conclusão lógica é que a OAS estava pagando as reformas, e Fernando Bittar ficou como testa-de-ferro, laranja do Lula, e que tanto o sítio quanto o triplex eram (são) do Lula a despeito de quem está nas escrituras.

      E essas conclusões absolutamente independem do depoimento do dono da OAS, e estão baseadas em prova documental.

      Não adianta ignorar os fatos. Fatos são fatos.

       

       

       

       

    • Viu no “jornal livre”, no
      Viu no “jornal livre”, no “avancabrasil – maçons br” ou na “folha politica”?

    • Foda-se o sítio

      Não há defesa alguma . O sitio e o triplex são dele mesmo !

      Se tudo que têm para acusar esse cara é “um sitio em Atibaia” e um “triplex no guaruja” , e sendo fuzilado noite e dia pela escória dessa país , ele é o melhor.

      E é isso aí. Não merece ser preso. Eu voto nele. O jogo é outro. Nem Moro , nem o Supremo estão interessados em desmontar a corrupção no país.

      Paulo Skaf recebeu R$6milhões em propina , gritava todos os dias na TV contra Dilma , e está escondido. José Serra , R$23 milhões , está escondido . Aécio está escondido . Temer , presidente da República , está escondido. A grande mídia não toca em seus nomes.  

      Dilma , legítima e honesta , foi posta para fora , e o homem que está no centro da corrupção há 30 anos está blindado pela mídia , pelo judiciário , para que execute o desmonte do estado contra a maioria da população. 

      Esse é o jogo de meia dúzia contra o qual a maioria tem que reagir. Que se foda o sítio . 

    • A cozinha do Lula

      Sabe o que é, Eugênio,

      se eu tiver um apartamento na praia, especialmente um triplex, eu vou querer que ele tenha uma cozinha.

      Não fica bem um apartamento triplex na praia sem cozinha, seja quem for o habitante.

      Aliás, se fosse pro Lula o apartamento teria uma cozinha da Marabraz, muito mais a seu gosto.

       

  10. O rude Moro tem ambições

    O rude Moro tem ambições internacionais, claro que uma condenação baseada nessa farsa descancarada colocaria o justiceiro numa situação complicada, por exemplo nos EUA, para onde ele deve fugir após destruir esse pais.

  11. Leo é uma das provas vivas
    Leo é uma das provas vivas das torturas que os responsáveis pela lavajato estão aplicando. Pelo menos até o dia que resolverem desabafar essas torturas que estão sofrendo.

  12. Leo é uma das provas vivas
    Leo é uma das provas vivas das torturas que os responsáveis pela lavajato estão aplicando. Pelo menos até o dia que resolverem desabafar essas torturas que estão sofrendo.

  13. Globo e a tecla SAP para o povão

    Além da extrema claridade do texto (parabéns ao Nassif!), aparece aqui um parágrafo que deve ser muito bem observado: ”Como é um caso mais ao alcance do chamado telespectador comum, a comprovação da posse do tríplex tornou-se uma obsessão”.

    Embora tenha tentado não acompanhar mais os noticiários do PIG (é muito deprimente) tenho notado que aquele quartel geral da rede Globo tem sido muito eficiente na tradução de crimes da lava-jato para o povo brasileiro, como uma tecla SAP. É incrível como o povo se escandaliza com um pacote de dinheiro na cueca, mas nada entende o que é um “trust”. Assim como o escândalo daquele caminhão de dinheiro de traficantes da Venezuela que, no cambio comum, não chega nem a 100 reais brasileiros.

    É a “sensação térmica” que permite agregar ou tirar alguns graus na temperatura, para “calibrar” a noticia. Aquela “narrativa” do Gerson Camarotti ou Cristiana Lobo (eles gostam dessa palavra “narrativa”. No futebol chamam da “leitura” do jogo).

    A tecla SAP é utilizada a todo instante e podem prestar atenção. Quando se trata de Lula, procura-se uma “narrativa” popular e brega; fala-se que a lava-jato matou a cobra e mostrou o pau (ou cortou a cabeça, como a VEJA), mas, quando se trata de alguém que não é do PT, o informativo fala que os fatos ilustram um ofídio ao qual foi lhe subtraída a vida e que o jornal, depois de uma pesquisa profunda, exibe em forma democrática e imparcial o artefato de madeira que poderia ter-lhe causado o óbito.

    Neste jogo, será o povo quem vai terminar julgando (se Deus quiser), e para eles o Lula não precisa de nenhuma tecla SAP, mas apenas falar, do fundo da sua alma. Por isso o eleitor é Lula ou anti-Lula, PT ou anti-PT, pois a direita não tem discurso efetivo, mas apenas a tradução enviesada favorável e “gurmetizada” da mídia, apenas compreensível pelo andar de cima, ou a deformação – para o povão – dos discursos do PT e a vulgarização dos eventuais crimes da esquerda.

    • Delações combinadas, antes que premiadas!

      Com a possível anuência do comentarista, gostaria de me deter em alguns “detalhes” esquecidos tanto pelo Nassif quanto pelo comentarista Alexis, que todavia não deslustram as opiniões emitidas, quais sejam,

      – entre as gafes da República de Curitiba, foram inúmeras, não se pode esquecer do tratamento indigno, seguido de rasteiro pedido de desculpas, dado à cunhada do Vaccari, presa sob os holofotes globais a partir de interpretação errada de um simples vídeo de agência bancária;

      – quando um engenheiro erra no cálculo de uma obra ou um médico se equivoca durante uma cirurgia, via de regra as consequências para as vítimas do erro podem ser até fatais, e quando um magistrado mete os pés pelas mãos, deliberada ou maldosamente, como fez Moro tanto na divulgação do áudio das conversas ilegalmente gravadas de Lula e Dilma quanto na coercitiva de Lula, ambos “os delitos do juízo” seguidos de pedido de desculpas ao Ministro Teori, como não se pensar em punição exemplar para “o juízo”, e mais, também para o TRF de Porto Alegre, “o acobertador de delitos graves”?;

      – como se tratar o caso “do juízo”, como sempre se autodenomina Sérgio Moro nas audiências, em cujas barbas uma delação (de Marcelo Odebrecht), enfatizada pelo próprio “juízo” como “sob sigilo”, é transmitida em tempo real para um blog (O Antagonista) cujo dono, de longuíssima data, insiste em defender a prisão dos lulo-petistas, estando o próprio agora delatado nas delações odebrechtianas?

      – por fim duas referências aos Marinho, primeiro quando nada se fala do “triplecão” de Paula Marinho conhecido mundialmente como Paraty’s House, cuja opulência rivaliza em tamanho com o nível de leis ambientais violadas, além do mais um empreendimento gerido pela notória Mossack Fonseca, a mesma “idônea” gestora de 8 (oito) unidades no Condomínio Solaris, segundo PHA em seu Conversa Afiada, e, “last but not least” a referência explícita, que nem batom na cueca, da “associação da Odebrecht com a Globo, no desgoverno FHC, em empresa (?) que visava preparar insersão de ambos nos negócios privatizados de telecomunicações e petróleo! Em seguidas matérias, em rádio, tv, revistas e jornais, a Globo faz-se de morta em face destas citações. 

       

  14. Mas que diacho de golpe é esse?
    A manchete do O Globo usando a expressão “cartas na manga” e na matéria as ridículas “provas” DEMONSTRA que o golpe não tem força para caçar Lula, não há credibilidade e eles insistem no formato novelístico, ou seja, um roteiro que sempre aparece um elemento novo de desconfiança, é tratado como evidência, mas nunca, nunca apresentam provas de fato e se repete, repete, repete.

    É enfadonho até para os torcedores odiosos fascistas a Lula. É evidente a criação de “novos contextos” para manter a narrativa criminalizadora com a abstração da acusação. Ora, as acusações são sabidas, repetitivas, mas cadê as provas?! O tempo da ficção se esgota neste show como em qualquer outro programa de TV, pois os elementos emocionais são os mesmos.

    Sim, parece que é escrito por um roteirista de novelas ou filmes policiais, mas esse show de tv parece ser um fracasso, não colou as malas/mochilas de dinheiro vivo do MO e não colou a agenda do LP, tem mais outros personagens vindo por aí?

    Das acusações que fazem a Lula não há de fato a mínima demonstração provas. A manchete mostra a pobreza de recursos dos golpistas que ficam apenas no âmbito de uma narrativa da desconfiança, é muito pouco para criar timing.

    A catarse pretendida com a manchete, a sensação e impressão de culpa se tornam fogo de palha que não dura uma lida rápida sobre a matéria, tamanha liquidez do que eles chamam de provas.

    Uma coisa também chama a atenção: as cartas na manga vieram depois das provas destruídas.

    Esses anúncios seguidos pareceu uma isca, pois logo que estimulou o debate sobre Lula com a ideia de destruição de provas, onde o estímulo de discussão social veio principalmente com os defensores de Lula ao promoverem a notícia enquanto atacavam ela, vem a das cartas na manga, agora alimentada pelo estímulo anterior.

    Parece que quiseram chamar para a discussão já com a outra ideia de cartas na manga como, digamos, jogatina na retórica quando se espera uma resposta óbvia do adversário, isso para criar a catarse e o tal do timing.

    Não acredito que o cartas na manga já não tivesse sido pensado antes e segurado para usar na disputa retórica nessa criação repetitiva desse roteiro.

    É como eu vejo a tentativa de manipulação da opinião do leitor. Porém repito: está pobre e isso demonstra a fragilidade do golpe.

    E se foi um erro o alvo escolhido?

    Dizem que o Diabo escolheu Eva para a tentação da maçã, pois Eva era mais difícil de convencer, conseguindo o intento, o homem seria facilmente seduzido. Ou seja, derrubando o mais forte o mais fraco é de menos.

    Tirar Dilma pode ter sido prioritário aos golpistas que queriam estancar a sangria, mas Lula forte não é nada bom para o projeto entreguista antinacional e os interesses internacionais. Não pensaram isso os americanos?

    Lula deveria ser abatido antes, Dilma depois?

    O problema é que não havia tempo para isso e em boa parte o mérito da tirada da Dilma está nos erros e falta de habilidade política do próprio governo que se recolheu na comunicação, essa fragilidade do governo os oportunistas souberam bem aproveitar.

    Isso tudo nos mostra que a tal inteligência do golpe, o tal núcleo de inteligência não é lá essa Coca toda e que nós, aqui mesmo em nosso quintal, podemos sim nos organizar e combater o projeto antinação ultralibetal.

  15. Depoimento

    O depoente afirmou, sem nenhuma prova, que Lula lhe havia “mandado” destruir provas. Não disse se ele, o depoente, tão ingênuo, humilde e obediente, cometeu (ele sozinho, não quem teria sugerido) o crime de destruí-las. Mas informa também que Lula, além de ser o “proprietário oculto” do famigerado triplex, ainda fez questão de manter essa “propriedade”. Então, ficamos assim: segundo o enredo, construido provavelmente a várias mãos (imagina-se de quem), Lula “mandou destruir as provas” mas fez questão de manter a prova maior, de concreto armado, alvenaria, esquadrias etc: o triplex. Enredo pior do que o de certas novelas  a que muitos assistem, bovinamente, antes e depois do Jornal (anti)Nacional. Talvez alunos adolescentes de escolas sem partido possam acreditar.

  16. Coincidências inocentes

    Que estranha e peculiar coincidência foi a juíza da quarta cara criminal de SP extinguir a ação do caso Bancoop e triplex ( http://m.migalhas.com.br/quentes/257564/juiza-considera-denuncia-muito-vaga-e-absolve-reus-em-acao-sobre ) exatamente na véspera do depoimento confessional do Léo Pinheiro ao Moro. Pinheiro deixou magicamente se ser réu num processo e, portanto, passou a poder depor ao Moro sem que houvesse litispendência? E eu que não acreditava em coincidências…

    • Bem que eu achei estranho.

      Bem que eu achei estranho. Ainda mais uma juiza do Tucanistão. Agora entendi. Assim como achei estranho aquele pedido de prisão da Cláudia Cruz um dia após a derrota de Temer no Congresso e no mesmo dia vários deputados mudaram seus votos e outros sumidos apareceram para votar. 

  17. USUCALULA, um produto da Lava-Jato

    A legislação cria a figura jurídica da USUCAPIÃO para que um determinado imóvel possa ser acreditado a alguém que durante muitos anos, em forma inconteste, tenha morado lá, desde que não seja titular de outro imóvel, seja este urbano ou rural. Mas, isso é para pião. Há uma tramitação e não é assim tão simples.

    O USUCALULA da lava-jato é muito mais simples, e basta que um corrupto conceda o imóvel a alguém, mesmo a revelia do suposto receptor.

    A OAS bem que gostaria ter um prédio inteiro para vender a preço de Ouro, com alguém como Lula morando nele. Imaginemos, como exemplo contrário, a queda de preço dos apartamentos de Salvador, onde o Geddel queria morar – de graça.

  18. síntese do xadrez da marmelada

    Síntese do xadrez da marmelada: Lula será bombardiado com mentiras sobre o triplex jeca que quase comprou para diminuir a adesão às manifestações do dia 28/04 e 03/05.

     

    • Cara como você é bom analista

      Cara como você é bom analista da cena politica brasileira: O objetivo imediato é esse mesmo, senta que essa semana o bombardeiro será por terra, mar e  ar inclusive subsolo!

    • Cara como você é bom analista

      Cara como você é bom analista da cena politica brasileira: O objetivo imediato é esse mesmo, senta que essa semana o bombardeiro será por terra, mar e  ar inclusive subsolo!

  19. Assim como no golpe (que

    Assim como no golpe (que acabou dando certo),o que essa gente tem a perder? Se não prenderem o presidente Lula ele vencerá as próximas eleições com os pés nas costas e demolirá todo o golpe construído durantes os quase 14 anos em que o PT esteve no poder.

    Se prenderem,pode haver uma rebelião popular,reações inesperadas,problemas internacionais,etc. Mas,convenhamos,é a única chance deles.

    Assim,sem querer ser profético,mas só por uma questão de lógica,o destino do presidente Lula já está traçado: Prisão!

  20. Exército concede a Luciano

    Exército concede a Luciano Huck e Sergio Moro medalha “talk show da Pátria”

    20.04.2017 | 20H04 | Celebridades

    The piauí Herald

    O blog do diário mais elegante do Brasil

    Caldeirão do Moro

    SET DO PROGRAMA DO JÔ – O general Eduardo Villas Bôas, autoridade máxima do Exército brasileiro, entregou hoje pela manhã a medalha “talk show da Pátria” ao magistrado Sergio Moro e ao apresentador Luciano Huck. A honraria é concedida anualmente àqueles que se destacam por “levar informação e entretenimento aos lares brasileiros por meio da antiquíssima arte do diálogo”. Edições anteriores já premiaram Gilmar Mendes, Sérgio Mallandro e Eurico Miranda.

    Após a transmissão da comenda, Villas Bôas pediu que Moro desse uma “palhinha” para a plateia. O juiz assumiu o microfone e pediu ao público que advinhasse se as declarações que faria a seguir eram “9 verdades e 1 mentira” ou “9 mentiras e uma verdade”. “Sou vegetariano, quero ser presidente, quero ser presidente do STF, sou tucano de coração, sou lindo, sou sério, sou foda, sou best-seller, vou ter minha própria série do Netflix, minha fruta preferida é pequi”, enumerou, sorrindo. A plateia aplaudiu.

    “Sergio Moro é o maior showman brasileiro do momento” comentou Huck, entusiasmado. Em seguida anunciou que ele e Moro pretendem lançar em parceria um novo quadro do Caldeirão do Huck. “Vai se chamar ‘Decoração Coercitiva’, mas ainda não posso antecipar os detalhes”, confidenciou o apresentador.

    http://piaui.folha.uol.com.br/herald/2017/04/20/exercito-concede-a-luciano-huck-e-sergio-moro-medalha-talk-show-da-patria/

  21. Com ou sem VazaJato, Lula pode vencer 2018

    E claro a fragilidade dos dados contra Lula, e latente o uso político e partidário da judiciário! Perseguem Lula para inviabilizar sua candidatura porque sabem que sem duvida e o candidato com mais chances para ganhar em 2018. No seu governo o país realmente cresceu, deu um salto, distribuiu renda, enfim, fez um bom governo, dando mais esperança de um país melhor, e o povo não esquece. O que se sabe e que, com ou sem VazaJato, com ou sem campanha, Lula pode vencer, e isso o MPF e a mídia não querem. Podem ser enquadrado como antidemocráticos. A Lei Antiabuso precisa ser aprovada. E 

  22. Lembro agora do caso Batisti,

    Lembro agora do caso Batisti, o principal argumento dos que o condenavam era de que a Ítalia vivia um regime democrático com instituições funcionais portanto sua condenação não teria tido viéz ideológico, depois de assistir aos últimos 4 anos de história brasileira vemos que nem sempre uma “democracia’ é tão democracia quanto quer parecer, e nem sempre as instituições são tão despidas de ideologia quanto deveriam, falaram tanto em aparelhamento do estado quando o PT era governo, mas o que constatamos agora é que o estado foi verdadeiramente aparelhado por uma casta que quer girar para tras a roda de história e desfazer todas as conquistas arrancadas a duras penas de um estado que sempre serviu a extrato mais rico de sua população. A população esta entregue, não há a quem recorrer, o executivo é corrupto, o legislativo é um balcão de negócios sujos em “fim de feira”, a mídia é corrupta, a policia e a justiça também se corromperam, para quem observa com atenção vemos que quem verdadeiramente manda é a banca internacional e nacional que se lambuzam no rentismo e põe todo o conjunto da sociedade para pagar o pato.

  23. Lava jato

    O que esta Lava-jato esta precisando é de um bom  LAVA JATO, para ver se faz uma limpeza geral e retira todo o lamaçal que a envolve, começando pelo PGR, que está até o nariz de tanta sujeira.

    • Sujeira era a especialidade da velha UDN.

      Quem construía antigamente a narrativa da sujeira e faturava politicamente em cima desse discurso era a velha UDN. O líder fascista era o Lacerda e a GLOBO-Mossack-Fonseca da época, lá pelos anos 50, era os Diários Associados do Roberto Marinho de então, o famigerado Assis Chateaubriand. Denominaram a tema, a marca da campanha, para motivação da turba ignara da época (a atual manada ignara bate panelas e veste-se com as cores da corrupta CBF).

      Quem assume a liderança da mobilização das massas ignara hoje é o PMP – Partido do Ministéiro Público. O papel do Lacerda cabe ao Rodrigo Janot e seus Dallagnois. Com a vantagem que não precisa, a nova UDN, de sair pelo mundo gastando sapatos e a paciencia para batalhar votos junto ao povão, como fazia tinha que fazer o Lacerda, o Corvo. Os seus sucessores se dão ao luxo de fazer campanha política em ambientes confortáveis, com ar condicionado, custeada com dinheiro público que não precisa passar pelas mãos impuras dos financiadores de campanhas, empresários, empreiteiros e essa gente toda desqualificada. 

      O mote da campanha eleitoral é o mesmo de antes, combater o “mar de lama”. Na nova versão da malandragem, o PMP adotou o tempa do “Combate à Corrupção”, para servir direitinho de catarse para a massa ignara corrupta, típica da classe média brasileira.Eles dizem na campanha:

      “Não tolere qualquer tipo de corrupção, por menor que ela seja!!”

      Desde que não tenha algum amigo, comparsa ou partido aliado envolvido, claro!!

      E, olha que o Lacerda era considerado um gênio. Sabia nada, inocente!! Como diz o Chico:

      “Agora já não é normal

      O que dá de malandro regular profissional”

      http://corrupcaonao.mpf.mp.br/sobre-a-campanha   ….(campanha eleitoral paga com o nosso dinheiro!)

  24. Lula a Léo: “Destrua as provas que eu lhe darei outras”

    Lula a Léo: “Destrua as provas que eu lhe darei outras”

    A marmelada Moro-Leo-MPF-PF-Janot teve como uma das mais sujas vigarices a de fazer o delator torturado Léo PInheiro dizer que Lula – o Gênio do Mal – mandou destruir as provas em “maio ou junho de 2014”.

    E então, o delator torturado, no mesmo depoimento, afirma que, depois de mandar destruir as provas, Lula – a Anta – mandou que seus “comparsas” Marisa e Fábio voltassem ao “local do crime em agosto de 2014″, inclusive para que avisassem o delator torturado que já queriam tomar posse do triplex no reveillon 2014-2015.

    Realmente, esses lavajateiros precisam se decidir: ou bem Lula é o Gênio do Mal ou então é uma Anta. Não dá para esses imbecis de Curitiba venderem as duas convicções ao mesmo tempo.

    • Registros do pedágio

      O que me espanta também é o que leva a um presidente de uma empresa ter consigo registros de carros do Instituto Lula por 4 e 6 anos respectivamente passando pelo pedágio do Guarujá. Coisa de louco.

      • Na verdade, essa “prova” fantástica foi obtida pelo MPF…

        Na verdade, essa “prova” fantástica foi obtida pelo MPF…

        … na EcoVias, com mandato judicial do juiz Moro para a “Quebra de Sigilo de Pedágio”, a nova ferramenta penal-lavajateira.

  25. Descaradíssima forçação de

    Descaradíssima forçação de barra pra incriminar Lula. Diante dessas ridículas “provas”, vão ter que inventar algo tipo “domínio do fato” se transformar em “domínio do triplex”, que nunca foi dele, MAS É !, pra efeito de condenação, entendeu ?  Mais ridículo e idiota e imbecil que isso, só em Curitiba mesmo.

    • Fica junto com a Friboi, a

      Fica junto com a Friboi, a BrOI, as fazendas, os jatinhos, os iates e a grana na Suiça. Faça um esforço, sempre cabe mais uma merda qualquer contra o Lula nessa cabecinha de coxinha. 

    • O fedido

      Léo Pinheiro é o gambá do Moro, da PGR e do STF e da Globo.

      Estou sentindo o fedor daqui de casa.

      Que coisa nojenta, não bichinho, claro né?

  26. Atirar no que vê e acertar no que não vê – balas perdidas…

    A se consumar esse absurdo de atribuir por provas escassas este crime ao LULA, estaremos mostrando a sociedade brasileira e comunidade internacional – a extorsão de estado!

    A guerra da rede globo inundou o nosso cotidiano com esse absurdo…

    Nenhum cidadão estará a salvo de ser perseguido nos mesmos moldes no qual o LULA está sendo perseguido!

    Empresários serão extorquidos por funcionários públicos mediante provas frugais!

    Os milicianos estarão em alta nos próximos anos e ocuparão áreas hoje, inimagináveis!

    Grupos como o PCC e outros entenderão que o caminho mais fácil para o poder será a politica!

    Esses a lavagem cerebral do PIG não controlam…

    E isso se dará em silêncio, como um câncer tomará conta do Brasil!

    Por quê?

    Por que a justiça não se assumiu como justiça, se omitiu…

    Não haverá um juiz que não possa ser extorquido, que não possa sofrer ameaças – basta que esteje na rota dos interessses dos corruptos…

    Todos que possuem um minimo de inteligência estão vendo isso, para os de esquerda vem a decepção com a causa brasileira, para os de direita e para os corruptos que não serão alcançados pela lei entenderão que o jeito deles de ser venceu!

    Essa notícia estará de forma velada na boca dos empresários que virão investir no Brasil, eles confrontarão a justiça que têm em seus países com a que temos aqui…

    Virão para o Brasil com quem vai a um prostíbulo…

  27. Uma das coisas que mais me

    Uma das coisas que mais me decepciona em vocês brasileiros é esta insistência em esperar justiça dentro de um sistema judicial feito por criminosos para proteger criminosos (que vêm desde o século dezoito assim), aonde lógica e leis são deturpadas em plena luz do dia e diante de todos para favorecer os criminosos que tomaram o país e para atacar os cidadãos de bem.

    Entendam de uma vez por todas, vocês não têm justiça. A única forma de vocês voltarem a ter democracia é liquidando esse “juíz” Sérgio Moro e todos os comparsas dele, e nisso se inclui os irmãos Marinhos dono da Rede Globo de televisão e jornais. Eu sei que vocês são historicamente um povo covarde e submisso, mas dessa vez ou vocês pegam em armas e tomam o seu país de volta à força, ou vocês serão para sempre escravos.

    • E quem segura o grande irmão?

      Oh Somebody? E como é que vc propões que enfrentemos com pás e picaretas a Quarta Frota do Grande Irmão do Norte reativada e patrulhando o Atlântico Sul? Pegar em armas? Quais armas? As FFAA que são mais adesistas que covardes?

      • Vocês não precisam. Não é a

        Vocês não precisam. Não é a quarta frota “ameaçando bombardear o Rio de Janeiro” que está impedindo os brasileiros de terem uma democracia, o que está impedindo a democracia brasileira são brasileiros traidores em postos-chave que se vendem com facilidade. Um criminoso como Sérgio Moro no posto de juíz, e os comparsas dele nas outras instâncias judiciais brasileiras, causam muito mais estrago do que um porta-aviões.

  28. Lamentável (que feio) o blog dar importância ao triplex e sítio

    Primeiro, porque eu acredito que foram ou são de Lula tais imóveis etc.

    Segundo, somente os assíduos frequentadores do blog acreditam o contrário. Parece uma nova igreja sectária.

    Terceiro, o povo eu acho que não leva isso em conta na decisão de seu voto pró-Lula. O resto é encher linguiça e bloguice.

    • Se fosse no seu.

      Se fosse em alguem caro ao Visitante, que estivesse entrando essa “…bloguice ou linguiça…”, como ele se refere, ele não consideraria assim tão irrelevante e indigna de atenção a questão em apreço.

      • “Preferências” de juízos alienados
        Ele prefere acreditar numa história só porque é incessantemente repetida, sem levar em conta critérios de verificação. Ele ‘prefere’ e não percebe que seu juízo de valor é alienado ao imaginário da Globo em conformidade com os interesses dela. É um capturado.

        No mínimo prefere acreditar em mentirosos comprovados do que na verificação dos fatos, pois se uma versão dá delação mudou ao contrário é porque o delator mente quando há algum interesse. Sobre a Globo e suas mentiras nem é preciso falar muito.

        Portando, a pessoa faz sua preferência e esta é acreditar em dois mentirosos comprovados do que na análise da acusação e critérios de verificação.

  29. MARMELADA DO TRIPLEX.

    MARMELADA DO TRIPLEX. SOBREMESA DO REGABOFE DAS ELITES ENDINHEIRADAS

    …“Nossa Organização foi criada com base em sólidos valores e crenças, transmitidos a seu fundador pela educação familiar, e que diziam respeito à realização do Homem pelo trabalho. Norberto Odebrecht, em “Sobreviver, Crescer e Permanecer.”…

    “O cinismo de Emílio.”

    “Sucessor do pai na direção executiva do grupo baiano, Emílio Odebrecht defendeu em seu livro “Confiar e Servir – Ideias sobre o Desenvolvimento do Brasil e de Suas Empresas.” …

    …”Essa reforma passa por nós, que fazemos parte da elite da nação, nós que podemos e devemos liderar porque, queiramos ou não, em qualquer que seja atividade que exerçamos, a maneira como usamos nossos recursos e prestígio social.”

    (Isso, é o que diz sem o menor resquício de vergonha na cara, o arrogante, e desonesto sub-patriarca da Organização Criminosa, digo, Odebrecht. Emílio). (restolho recolhido no UOL). Por favor, lavem as mãos após a leitura.

    Quanta hipocrisia…

    Com uma elite de merda dessa bitola: canalha! Canalha, e hipócrita. Não há nação que suporte tanta tranqueira. Não é por menos que renomados analistas estrangeiros reservadamente afirmam: o Brasil é o país que possui, e conserva, a elite mais hipócrita, nefasta, predadora, e reacionária do mundo.  Tai o Emílio Odebrecht a confirmar aquilo que apenas deus e o mundo, sabiam de cór e salteado.

    Temos, uma elite de merda! Portanto, não há razão para estranhar, o mau-caratismo da rapaziada da “lavajato.” Eles, tiveram bem a quem puxar. Ou, em quem se espelhar.

    Orlando

  30. Operação boneco de madeira que vira gente
    Léo Pinheiro destruiu as provas que incriminariam Lula mas não destruiu as que incriminariam a ele próprio.

    Alguém está mentindo e não é Léo. Nem Lula.

  31. O Caso Lava Jato é para estudo juridico

    Juridicamente a delação deve vir acompanhada de um punhado de provas. Se não ha prova alguma daquilo que o delatado diz, é a palavra de um contra a palavra do outro… No normal juridico, um juiz não arbitra nesses termos, mas na Lava Jato sobram convicção, parcialidade, ideologia, jogo de poder.

    A Lava Jato, mas tão certo quanto o chão da rua que temos para andar, vai ser o maior escândalo juridico do século. Sergio Moro, Dallagnol, esses delegados, se não forem processados e julgados, terão as carreiras arruimadas, serão exonerados e os nomes vão para a lata do lixo da historia.

  32. Nassif excelente sua

    Nassif excelente sua reportagem, mas veja só essa preciosidade que saiu na Revista Época:

    http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2016/02/exclusivo-documentos-revelam-que-lula-e-familia-viajaram-111-vezes-sitio-de-atibaia.html

    diz que Lula e familia estiveram 111 vezes no sito de Atibaia e a quantidade de vezes é a prova (seguranças receberam diárias para isso).Acredito que o próximo passao será fazer com que algum segurança diga que ficou hospedado no Triplex!

  33. Nassif excelente sua

    Nassif excelente sua reportagem, mas veja só essa preciosidade que saiu na Revista Época:

    http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2016/02/exclusivo-documentos-revelam-que-lula-e-familia-viajaram-111-vezes-sitio-de-atibaia.html

    diz que Lula e familia estiveram 111 vezes no sito de Atibaia e a quantidade de vezes é a prova (seguranças receberam diárias para isso).Acredito que o próximo passao será fazer com que algum segurança diga que ficou hospedado no Triplex!

  34. O comentário do PauloBR, colocado no destaque, traz um ponto

    Dúvida sobre o motivo do encerramento do caso triplex/Bancoop  na Justiça de SP

    O comentário do PauloBR, colocado no destaque, traz um ponto até então não abordado por ninguém: tramoia para evitar litispendência, ou seja, sobreposição de ações com o mesmo pedido?

    Pegando o fio da meada: lá atrás, dá prá ver que, a mesma juiza que encerrou o processo, agiu com muita maldade ao atendender a Globo e cia, para quem tem boa memória se lembra que a coxinhada e penduricalhos criaram o maior alvoroço para que o caso fosse transferio para o Moro, o que era uma ilegalidade, mas a juiza mandou sim o caso para o Moro e sua turba:

    “A juíza Maria Priscila Ernandes Veiga Oliveira deixou de analisar o pedido de prisão preventiva contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Sillva feito por promotores de São Paulo e transferiu nesta segunda-feira, para a 13ª Vara Federal do Paraná, a denúncia contra ele e outras 15 pessoas por fraudes nas transações da construtora OAS em projetos da Bancoop – cooperativa habitacional dos bancários. Lula era acusado de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica pela omissão da propriedade de um tríplex no condomínio Solaris.”

    Triplex no Guarujá: juiza – Priscilla Ernandes –  transferere caso para Moro, março/2013

    http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2016/03/triplex-no-guaruja-juiza-transfere-caso-para-moro.html

    O que aconteceu 1 ano depois? A mesma juiza que havia transferido os réus para as masmorras do Moro encerrou o caso. Por bondade ou boa justiça com certeza não foi, e sim, ao que tudo indica, para evitar questionamento de litispendencia e deixar a taca nas mãos do Moro/Globo

    Caso do triplex do Guarujá é encerrado em SP

    A juíza Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira, da 4ª Vara Criminal do Fórum da Barra Funda, em São Paulo, decidiu nesta terça-feira (18) absolver 12 pessoas incluídas em denúncia do Ministério Público envolvendo crimes de estelionato, “lavagem” ou ocultação de bens, direitos ou valores em quatro empreendimentos da Bancoop (Cooperativa Habitacional dos Bancários).

    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/juiza-de-sp-absolve-vaccari-leo-pinheiro-e-mais-10-suspeitos-do-caso-bancoop-em-que-promotoria-pediu-prisao-de-lula.ghtml

    Publicado momentos atrás no blog do Fausto Macedo/Estadão

    Errou a juíza que absolveu sumariamente Vaccari e Léo Pinheiro

    *Luiza Santelli Mestieri Duckworth, advogada

    A notícia de que o ex-tesoureiro do PT e ex-dirigente da Bancoop Vaccari Neto, além do presidente da OAS Léo Pinheiro e outros foram absolvidos sumariamente foi um tapa na cara de centenas de cooperados que viram seus direitos serem absolutamente ignorados pela sentença da juíza da 4ª Vara Criminal de São Paulo.

    As irregularidades apontadas no processo criminal contra Vaccari, Léo Pinheiro e outros personagens do caso são diversas: tentativa de vender o mesmo imóvel duas vezes para a mesma pessoa, venda do mesmo imóvel para pessoas diferentes, desdobro de terreno após a venda de diversos apartamentos (acarretando, entre outras coisas, o desaparecimento de garagens vendidas)… Mas a absolvição foi sumária.

    Ao ler a sentença verifica-se que a juíza utilizou-se de processo de um cooperado como paradigma para fundamentar a absolvição sumária, mas equivocou-se completamente a julgadora, pois usou como paradigma uma decisão de primeiro grau que já havia sido reformada.

    O duplo grau de jurisdição, conhecido na prática jurídica como o instituto da recursividade, existe basicamente para tentar corrigir três fatores: a falibilidade do juiz, o inconformismo da parte vencida e a eventual existência de despotismo por parte dos membros da magistratura.

    Todos somos falíveis, logo, um juiz pode sê-lo pelo simples fato de se tratar de um ser humano. No linguajar jurídico seriam os errores in procedendo ou errores in judicando, ou seja, erros cometidos no procedimento utilizado ou na fundamentação de sua decisão.

    No caso específico, a fundamentação utilizada pela eminente juíza é equivocada, porque utilizou de sentença que foi reformada pelo Tribunal.

    Vejamos o que alega a julgadora em sua sentença: “Ademais, alguns cooperados ingressaram com ações cíveis com o intuito de amparar seu direito patrimonial. Inclusive, nos autos nº 0003276-55.2013.8.26.0011, os pedidos, relacionados aos fatos ora em julgamento, realizados por dois cooperados em face da Bancoop e da OAS Empreendimentos S/A foram julgados improcedentes”.

    Nota-se que o texto serviu como fundamento para absolvição dos denunciados. A juíza errou. Os pedidos foram julgados procedentes! Assim como centenas de outros casos idênticos. No mais, é preciso esclarecer que a jurisprudência do Tribunal de Justiça de São Paulo e do Superior Tribunal de Justiça indicam o direito do cooperado e não o inverso, como externou a eminente juíza.

    A sentença criminal ora mencionada, ao invés de analisar a jurisprudência dos tribunais em casos similares – o que indicaria um caminho absolutamente inverso ao adotado pela juíza -, usou como parâmetro um caso que é praticamente uma exceção e, ainda por cima, foi revertido em segunda instância.

    Desde que as irregularidades contra a Bancoop começaram a ser investigadas e analisadas pelo Judiciário, várias já foram as decisões do Tribunal de Justiça de São Paulo no sentido de assegurar o direito dos cooperados em ter a escritura de seus imóveis sem tem ter de pagar qualquer valor a mais para a Bancoop ou OAS. O fato é que a Bancoop teve uma administração ruinosa. Contudo, a juíza valeu-se uma decisão de primeiro grau, que foi reformada em instância superior, para decidir a favor daqueles que provocaram os prejuízos aos cooperados.

    O que esperam os cooperados da Bancoop, é um Ministério Público e um Judiciário atuantes. Logo, aguarda-se que seja feito um Recurso de Apelação para que o Tribunal de Justiça avalie a decisão de absolvição sumária, a fim de que, ao final , sejam condenados todos aqueles que, de forma direta ou indireta, se beneficiaram de um esquema de desvio de mais de R$ 160 milhões e que prejudicou milhares de famílias, iludidas pela possibilidade de adquirir a casa própria.

    *Luiza Santelli Mestieri Duckworth, advogada

    http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/errou-a-juiza-que-absolveu-sumariamente-vaccari-e-leo-pinheiro/

     

    Posts relacionados

    O caso do encerramento do processo do caso triplex do Guarujá/Bancoop, pela Justiça de SP

    Sem ver irregularidades na Bancoop, juíza absolve Vaccari e mais quatro réus

    http://www.conjur.com.br/2016-nov-09/ver-irregularidades-bancoop-juiza-absolve-joao-vaccari

    Justiça arquiva denúncia contra Bancoop, e Vaccari é absolvido Juíza determinou arquivamento de denúncia do MP por erros jurídicos e por alegações vagas e superficiais. 

    Caso também envolvia apartamento do Guarujá atribuído a Lula

    http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2017/04/justica-arquiva-denuncia-contra-bancoop-e-vaccari-e-absolvido

     

    Fonte: Nassif: Xadrez da marmelada do triplex do Guarujá

    http://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-da-marmelada-do-triplex-de-guaruja

     

  35. O comentário do PauloBR, colocado no destaque

    No mínimo muito estranho o arquivamento da sentença do triplex do Guarujá pela Justiça de SP, o que pode ter sido uma forma de evitar alegação de litispendência, ou seja, mais de um processo sobre o mesmo caso, dai que a juiza optou por transferir sua responsabilidade ao Moro que, a partir da decisão da justiça paulista, passar a ser dono “exclusivo” de um processo cuja competência deveria ser da Justiça de SP: a  principio  pensou tratar-se de desacerto entre duas Justiças  mas, ao que tudo indica, está mais para combinaçao do que para descombinação. 

    http://jornalggn.com.br/blog/jose-carlos-lima/duvida-sobre-o-motivo-do-encerramento-do-caso-triplex-bancoop-na-justica-de-sp

  36. Vocês não estão entendendo

    o significado dessa delação claramente forçada.

    Ha notícias de que o MPF está pressionando o Cerverò a incriminar o Lula no caso da delação do Delcídio:

    http://www.ocafezinho.com/2017/04/22/o-banditismo-da-lava-jato-nao-tem-limites-quer-incriminar-cervero-por-nao-ter-delatado-lula/

    Jean Willys está denunciando pressões de todos os tipos sobre os fornecedores e clientes do Instituto Lula:

    https://t.co/VUwoGid3aB

    Temos a história do Eduguim e agora essa delação forçada.

    A LavaJato está entrando numa nova fase, de arbitrariedades à luz do dia, com total apoio da imprensa e dos tribunais superiores, ou seja, de quem a deveria fiscalizar.

    Some-se a isso a luta desabrida, que apenas está começando, contra a lei do abuso de autoridade, e você vai perceber que estamos no limite da ditadura midiático-judicial.

    Direitos e garantias estão virando pó debaixo do nariz das instituições, acumpliciadas com a sua destruição. E o povo quer sangue, como sempre (confiar no povo é uma doidice).

    Preparem-se: está oficialmente aberta a temporada da perseguição. É a terceira ou quarta fase do golpe, que não vai parar.

    • Interessante …

      …  Como eles não possuem qualquer prova, talvez estariam apenas postergando o processo com novos fatos, mesmo sem substância jurídica, para alongar o tempo, para que consigam alguma prova antes do fechamento do processo.

  37. Encontraram um saco de sal da
    Encontraram um saco de sal da marca Cisne na cozinha do Triplex. Vejam bem, cisnes são animais aquáticos que navegam sobre as águas, exatamente o habitat natural dos moluscos, possuindo como representante mais ilustre Lula. Moluscos também vivem em águas marinhas que contém como principal constituinte o cloreto de sódio, exatamente a substância achado na cozinha do Triplex. São muitas coincidências para serem simples obra do acaso.

    Outra prova inegável foi quando o ex-presidente da OAS foi flagrado num restaurante especializado em frutos do mar dizendo que “gostava de Lula” através de escutas anais, indicando uma forte afinidade com Lula.

    Como podem ver, todas as evidências apontam como elo principal e chefe de todo esquema, Lula. Só não vê quem não quer.

  38. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome