Covid-Ômicron: Na Holanda, 61 passageiros vindos da África do Sul testam positivo

As autoridades sanitárias informaram, por meio de comunicado, que estão sendo feitos exames suplementares para detectar se essas pessoas foram infectadas pela variante Ômicron. A nova variante foi classificada pela OMS como ‘preocupante’.

Jornal GGN – A Holanda anunciou, neste sábado, 27, que 61 passageiros que desembarcaram de aviões provenientes da África do Sul testaram positivo para Covid-19. Os passageiros foram colocados em quarentena.

As autoridades sanitárias informaram, por meio de comunicado, que estão sendo feitos exames suplementares para detectar se essas pessoas foram infectadas pela variante Ômicron. A nova variante foi classificada pela OMS como ‘preocupante’.

O governo informou que as 61 pessoas fazem parte de um grupo de 600 passageiros vindos da Cidade do Cabo e de Joanesburgo. E afirmou que os testes serão feitos rapidamente para identificar se as infecções são pela nova variante.

A Bélgica detectou a nova variante, sendo o único país europeu a fazer isso até agora. A Alemanha anunciou ter um caso suspeito de Ômicron. Depois de ter sido descoberta, a nova variante foi identificada em Botswana, Hong Kong e Israel.

Países ao redor do mundo, incluindo o Brasil, anunciaram o fechamento de suas fronteiras para viajantes vindos do sul da África. Os mercados mundiais foram afetados pelas notícias da nova variante, em meio ao temor de que a economia global sofra novo colapso.

O governo da África do Sul classificou as medidas dos demais países como ‘draconianas’.

Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, fez coro com a OMS e entende que a nova variante vai encorajar o resto do mundo a fornecer vacinas para as nações mais pobres. O presidente norte-americano também defendeu a renúncia às proteções de propriedade intelectual para permitir a fabricação de vacinas em todo o mundo.

Com informações da AFP

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador