A lama continua seu percurso de destruição e falta comunicação do governo

 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Recebi por whatsup este vídeo sobre a situação de emergência em Governador Valadares, na qual já foi decretada situação de calamidade pública. Toneladas de peixes mortos, falta d’água e o cenário típico de crime ambiental que afeta não só a natureza, mas as pessoas. Mas, o que mais me chamou atenção: 1. “a comoção” do rapaz, perante a situação, balbuciando “salvem os peixes”. 2. A angústia dele com a falta de ação do “governo”, a quem ele atribui, por desconhecimento (?), a culpa pela situação. Óbvio que o “governo” federal não é o responsável por este crime. Mas, não importa: na ausência de qualquer comunicação efetiva sobre este tema, a vox populi, com razão, busca um responsável pela tragédia. Se o “governo” bobear, uma vez mais, estará pagando por equívocos que não são (principalmente) seus. No silêncio, vai-se construindo uma interpretação e, não duvidem: esta “culpa” ainda vai cair no colo de Dilma. Impressionante como erram. Não dá para entender que existe vida além de Brasília? Alguém tem que contar isso com urgência para o “governo”. Por que se calam?

Posted by Mara Telles on Terça, 10 de novembro de 2015

 
 
Recebi por whatsup este vídeo sobre a situação de emergência em Governador Valadares, na qual já foi decretada situação de calamidade pública. Toneladas de peixes mortos, falta d’água e o cenário típico de crime ambiental que afeta não só a natureza, mas as pessoas. Mas, o que mais me chamou atenção: 1. “a comoção” do rapaz, perante a situação, balbuciando “salvem os peixes”. 2. A angústia dele com a falta de ação do “governo”, a quem ele atribui, por desconhecimento (?), a culpa pela situação. Óbvio que o “governo” federal não é o responsável por este crime. Mas, não importa: na ausência de qualquer comunicação efetiva sobre este tema, a vox populi, com razão, busca um responsável pela tragédia. Se o “governo” bobear, uma vez mais, estará pagando por equívocos que não são (principalmente) seus. No silêncio, vai-se construindo uma interpretação e, não duvidem: esta “culpa” ainda vai cair no colo de Dilma. Impressionante como erram. Não dá para entender que existe vida além de Brasília? Alguém tem que contar isso com urgência para o “governo”. Por que se calam?
 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora