Bolsonaro recua, após nota de Barra Torres, dizendo que não falou em corrupção

Bolsonaro recuou e disse, em entrevista à Jovem Pan: “Não acusei a Anvisa de corrupção. Eu quis saber e repito: o que está por trás dessa sanha vacinatória?”.

Jornal GGN – A carta do diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres, foi comentada pela primeira vez pelo presidente Jair Bolsonaro. Barra Torres rebateu a fala de Bolsonaro dizendo que se há corrupção na Anvisa, que se investigue. Bolsonaro recuou e disse, em entrevista à Jovem Pan: “Não acusei a Anvisa de corrupção. Eu quis saber e repito: o que está por trás dessa sanha vacinatória?”.

Recuo feito após a declaração de Barra Torres, no sábado, dia 8. Mas o diretor-presidente da Anvisa exigiu um pedido de retratação ou a investigação, caso haja indícios de corrupção.

Bolsonaro assoprou: “Não quero aqui acusar a Anvisa de absolutamente nada. Eu escolhi o Barra Torres, que ganhou luz própria. Espero que ele acerte na Anvisa. Não precisava agir daquela maneira. Ele fez uma nota agressiva”, lamentou.

A fala de Bolsonaro que motivou a nota foi feita na sua live semanal do dia 6 de janeiro. Ele bradou contra a decisão da agência pela vacinação de crianças. “O que está por trás disso? Qual o interesse da Anvisa por trás disso aí? Qual o interesse daquelas pessoas taradas por vacina? É pela sua vida, pela sua saúde?”.

Em um dos trechos da nota, Barra Torres diz: “Se o senhor dispõe de informações que levantem o menor indício de corrupção sobre este brasileiro, não perca tempo nem prevarique, Senhor Presidente. Determine imediata investigação policial sobre a minha pessoa aliás, sobre qualquer um que trabalhe hoje na Anvisa, que com orgulho eu tenho o privilégio de integrar”.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

+almeida

- 2022-01-11 16:34:14

Mais um arrego do machão arregador. Quando ele é desafiado pelo outro lado, onde existe coragem, hombridade, dignidade e alguém que sabe falar mais alto e não tem medo de cara feia, o que ele faz? - arregar.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador