“Cala a boca”, diz Bolsonaro a jornalista que questionou interesse na mudança da PF do Rio

Negando ter benefícios na troca do comando da PF do Rio, Bolsonaro mandou uma jornalista "calar a boca"

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Jornal GGN – A troca no comando da Polícia Federal (PF) do Rio de Janeiro pelo novo diretor-geral nomeado por Jair Bolsonaro, Rolando Alexandre de Souza, reforçou as suspeitas de interferência do mandatário nas investigações que são de seu interesse. Negando ter benefícios na troca do comando da PF do Rio, Bolsonaro mandou uma jornalista “calar a boca”.

Poucas horas após assumir o posto, Rolando começou a alterar sua equipe da PF e, entre as mudanças, já pediu para o superintendente do Rio de Janeiro, Carlos Alexandre de Oliveira, assumir a direção executiva da Polícia Federal. Com isso, um novo superintendente no Rio precisará ser nomeado.

“[Carlos Alexandre Oliveira] vai sair da superintendência para ser diretor-executivo da PF. Eu não to [sic] trocando ele, isso é uma patifaria, cala a boca não perguntei nada, jornal patife e mentirosa, cala a boca [sic]. Se eu tivesse ingerência para a PF, ele [superintendente do Rio] não iria para lá [direção executiva da PF em Brasília]”, foi a fala do presidente da República.

https://twitter.com/sjpdf/status/1257660147016634370

No Rio de Janeiro, é onde tramitam inquéritos que envolvem a família de Bolsonaro, entre eles o relacionado ao condomínio do presidente, aonde um suspeito de participar do homicídio de Marielle Franco, em 2018, entrou no local com a então autorização do próprio mandatário. Bolsonaro, na ocasião, estava em Brasília, e a investigação sobre o caso tramita na sede do Rio.

Também é na Polícia Federal do Rio que transcorre uma apuração sobre um possível homônimo de Hélio Lopes, amigo de Jair Bolsonaro, sobre crimes previdenciários.

É no Rio aonde estava a investigação sobre o filho mais velho do mandatário, o senador Flávio Bolsonaro, sobre lavagem de dinheiro no esquema da rachadinha da Assembleia Legislativa do Rio. Apesar de o caso já ter sido arquivado este ano, outras suspeitas derivadas dessa mesma investigação são apuradas pelo Ministério Público Estadual do Rio e pela Polícia Civil.

Mas ao ser questionado, Bolsonaro mandou “calar a boca” a jornalista que perguntou e ofendeu o jornal.

 

 

7 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

alfredo machado

- 2020-05-06 09:02:55

O miliciano de rio das pedras precisa ter, diariamente, um inimigo para que ele possa ter um dia agradável, ou seja, atacando o tal inimigo da vez. O fato é que o sociopata vem aumentando o padrão de ataque e ninguém reage, a mídia finge que não está vendo, na Câmara já são 29 pedidos de impedimento, mas RMaia consegue dizer que não é hora prá isto, o STF começa a dar sinal de vida, a classe política está se lixando, até porque nada acontecerá a ela, aconteça o que vier a acontecer. Hoje foi dia de a achincalhar um jornalista a partir do nada, mas os barões da mídia não assistiram, deviam estar dormindo. Quanto ao coronavírus, tudo indica que o idiota fará deste país o destaque mundial no ranking da doença implacável, mas também não aparece ninguém, classe médica, etc... para protestar. E "um dia entraram no meu quintal e eu não falei nada, no dia seguinte roubaram as minhas frutas e eu não falei nada, ..............., no dia seguinte cortaram a minha garganta, aí eu já não podia mais falar". É isto.

Vladimir

- 2020-05-05 19:49:30

Quem cospe para cima....

Não é do Coojornal

- 2020-05-05 17:58:42

Os jornalistas poderiam se divertir e se vingar, fazendo as perguntas mais cabeludas para o Coisa Apoplética. Cale a Boca, Jornalista! é o título de um livro de Fernando Jorge. Aliás, o seu subtítulo é "O ódio e a fúria: os dois mandões contra a imprensa brasileira".

Carlos Elisio

- 2020-05-05 17:24:22

Querem tornar o bozo ainda mais apopletico? Querem ver estes idiotas que o cercam babando de ódio? Querem finalmente induzi-los ao erro que os retirará para sempre da vida do pais? Simples! 1) STF Que se faça justiça a Lula, anulem todas estas acusações infundadas e restituam seus direitos políticos. 2) Globo, Folha, etc Coloquem os holofotes sobre Lula. Tenham a grandeza de reconhecer todo mal que fizeram e abram espaço para este líder. Tragam-no de volta para a arena. E façam pesquisas com Lula no jogo. Façam isso. O resultado surpreenderá.

Ugo

- 2020-05-05 10:55:09

Carmencita do céu, tá de boca calada?

Maria Luisa

- 2020-05-05 10:46:00

Começou com o chiqueirinho, bananas, ofensas e humilhações, agora ja diz textualmente para calarem a boca. E se se calam é porque merecem.

euclides de oliveira pinto neto

- 2020-05-05 10:44:30

Não dá para esconder a patifaria. Está tentando criar uma "famiglia" no estilo italiano... e se acha o dono do pedaço... Já devia estar preso há mais de trinta anos...

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador
[Fancy_Facebook_Comments]