Sob os céus de Brasilia, o strip moral dos poderes, por Luis Nassif

Por aqui, tudo é concentrado, sem a diluição que a distância impõe nos grandes centros. Os poderes se encontram nos restaurantes, nos gabinetes, nos salões dourados dos três Poderes, com a chocante contraste em relação à miséria nacional.

O panorama, visto de Brasília, é mais desanimador ainda. Estou desde ontem aqui, para uma palestra na Fundação João Mangabeira e, à noite, para o lançamento do meu livro – “Walther Moreira Salles, banqueiro e embaixador e a reconstrução do Brasil” -, às 19 horas no Carpe Diem.

Brasília é a síntese maior da perda de rumo nacional. Por aqui, tudo é concentrado, sem a diluição que a distância impõe nos grandes centros. Os poderes se encontram nos restaurantes, nos gabinetes, nos salões dourados dos três Poderes, com a chocante contraste em relação à miséria nacional.

Tem-se, por aqui, de forma clara, o mapa da perda de rumo nacional.

O álibi Lava Jato servia para tudo, era melhor do que o ipê roxo que, dizia-se, curava de câncer a dor de dente. Serviu para a imprensa se auto justificar e mergulhar de cabeça no pior período de antijornalismo da sua história; para Ministros do Supremo abrirem mão das convicções nas quais montaram para serem indicados ao cargo e cair no samba vivendo o papel de salvadores da moral; para o Ministério Público abandonar sua vocação garantista e se tornar um explorador de escândalos.

Agora, cai a noite e sob os céus de Brasília a divulgação das conversas pela Vazajato  tira dos principais personagens as vestes da hipocrisia, com as quais cobriam suas partes pudendas.

As instituições viraram fumaça e seus integrantes estão nus. Baixaram a cabeça para todos os abusos e, agora, quedam inertes, sem esboçar nenhuma reação ante o strip tease moral da Nação.

Perdeu-se completamente qualquer referencial de moral, qualquer senso de pudor.

Leia também:  'Desde quando o Brasil precisou da Argentina para crescer?', diz Paulo Guedes

* Juízes e promotores defendem interferências de Moro na Lava Jato, enquanto jornais de todo o mundo se escandalizam.

* Veículos relevantes, como Estadão e Globo, escondem a notícia.

* A tentativa de colocar a COAF para investigar Glenn Greenwald foi enfrentada por um procurador do Tribunal de Contas da União, porque a Procuradoria Geral da República não se manifestou.

* Um Ministro do Supremo, Luiz Fux, vai falar para um evento de uma instituição financeira, informa que será o próximo presidente do Supremo e apoiará todas as propostas econômicas do distinto patrocinador que lhe garantiu o cachê polpudo.

* Nos jornais, mentes mais sensíveis escandalizam-se com a indústria de palestras de Deltan Dallagnol. E como ficará a indústria de palestras do Ministro Luis Roberto Barroso que, primeiro, aderiu à Lava Jato por receio, e, depois, se tornou praticante do empreendedorismo judicial defendido por Deltan?

É um panorama tão contristador, que os personagens nem ousam atitudes minimamente dignas. Tome-se o caso de Raquel Dodge. Era nítido que não seria reconduzida no cargo de PGR. Tinha, então, a oportunidade histórica de resgatar a imagem do MPF, com um final de mandato altivo, independente, de defesa da Constituição, dos direitos, contra os abusos praticados nesse saque diuturno contra o Brasil. Não teria a recondução, como não terá. Mas sairia com a biografia consagrada. Em vez disso, preferiu se curvar ao ogro, tão submissa quanto Sérgio Moro, abrindo mão da votação na lista tríplice para tentar ganhar a confiança de Bolsonaro.

Leia também:  Após acordo com Mercosul, empresário sueco promete cruzada contra produtos brasileiros

A mídia que cobrava insistentemente a autocrítica do PT está presa ao seu passado, à banalização dos escândalos, ao protagonismo político, e a perda de credibilidade no bojo de uma crise universal dos modelões tradicionais de mídia.

A crise dos jornais se alastra por todos os cantos. Há notícias de passaralhos no Valor Econômico, ceifando os salários mais caros – justamente dos jornalistas que ajudaram a criar a reputação do jornal. Época, que voltou a fazer bom jornalismo, se sustenta com o apoio da mãe Globo. O Globo, que tentou se reciclar, volta e meia é derrubado pelo pacto do diabo firmado com a Lava Jato, que impede essa mea culpa disfarçada de outros veículos.

Mas a foto da home mostra que o enxugamento das redações cobrou um preço alto. As manchetes principais permanecem na home durante todo o dia, sem renovação.

Jornalistas que surfaram na onda, e se valeram do empreendedorismo da Lava Jato, como seus porta-vozes oficiosos, discretamente estão saindo da cobertura e se escondendo atrás de temas menos comprometedores.

Folha e Veja tentam, em um esforço desesperado, recuperar o jornalismo perdido.

Aliás, é comovente as tentativas de Veja, desde André Petry, de recuperar parte da imagem daquela que foi o mais influente órgão da imprensa e escrita por muitas décadas, jogada ao esgoto pelos próprios donos.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Crise na coalizão de direita na Itália leva à renúncia de primeiro-ministro

35 comentários

  1. Nassif foi mais um vez brilhante em seu artigo lucido e corajoso.
    Parabéns e sucesso no lançamento de mais uma obra, que seguramente vale a pena ser lida.
    Lamento não estar em Brasília para prestigiar o evento.

    16
    1
    • Escandalizado ficam os estrangeiros em saber que no Brasil Ministros do Supremo apóiam a impunidade e que no Brasil um rico só IA pra cadeia, se tivesse sua sentença confirmada pelo Supremo após 25 a 30 anos do processo aberto.

      11
      20
      • E continua assim porque preso so esta o presidente honestonque mais combateu a miseria no pais. Ricos e impunes estão os membros do Judiciario Moro e Delagnol que para prendê-lo deu liberdade a todos os corruptos que concodaram em denunciá-lo com base em roteiro proprio por eles montado.

        30
        1
      • Se você tivesse o mínimo conhecimento do que arrota saberia que nossa reputação lá fora está, no momento, em seu ponto mais baixo desde a escravatura.

        19
      • Se a LEI está errada ,mude-se a LEI,mas ,enquanto ela vogorar deve se respetada,ainda mais e principalmente por aqueles que devem aplica-la.
        Vc admira delinquentes como moro e sua troupe de procuradores criminosos ,vc precisa analisar o porque apoia delinquentes.

        13
        1
      • Rico só ia prá cadeia depois que tivesse sua sentença confirmada pelo Supremo após 25 a 30 anos do processo aberto.

        Aécio Neves e Michel Temer que o digam.

        O que impedia o Judiciário de submeter os acusados que preenchessem os requisitos a prisão processual?

        Brusque, você é muito tapadinho(a).

        11
        1
        • A prisão processual está prevista no Código de Processo Penal.

          A prisão após a 2ª Instancia também está prevista no art, 637 do Código de Processo penal.

          Você está insinuando que um criminoso deve aguardar em liberdade a sentença do Supremo por 20 a 30 anos se ele não for perigoso para a sociedade.

          Mas me diga quem é mais perigoso? Um ladrão que com sua arma assalta e mata uma pessoa por vez? Ou um corrupto que com sua caneta assalta e mata milhares, milhões de cada vez?

          O que é mais perigoso para a sociedade do que um assassino que mata 1 pessoa por vez? Oras, um corrupto que é uma arma de destruição em massa.

          1
          6
          • A florzinha de lis covardinha que nem nome assume, fingi-se de idiota invertendo o comentário realsobre a justiça brasileira que não prende ninguem alem, de dos quatros P, PT e Lula incluído, mesmo sem provas. Quem será a florzinha? Será um dos bandidos da Farsa?

            6
            1
          • Sr(a). Li de Brusque, o art. 637 do CPP encontra-se revogado pela art. 283 do CPP. Lei recente revoga dispositivos de lei anterior com ela incompatíveis. Os 2 artigos antecitados do CPP são mutuamente excludentes. A redação do art. 283 do CPP é mais recente do que a redação do art. 637 do mesmo Diploma Legal.

            Você está insinuando que uma pessoa presumidamente inocente fique submetida não à prisão processual mas à prisão penal por 20 ou 30 anos, enquanto o Moroso Poder Judiciário não soluciona definitivamente o seu caso?

            6
            2
          • Só petista foram presos?

            Eduardo Cunha PMDB
            Beto Richa PSDB (solto pelo Gilmar)
            Jorge Antonio da Silva Luz PMDB
            Luiz Argolo SD
            Pedro Correa PP
            João Cláudio Genu PP
            Gim Argelo PTB
            Bruno Gonçalves da Luz PMDB

            Só não prendeu mais políticos porque os processos contra eles estão no STF e o STF não é madrasta, é mãe.

          • Rui, o art. 637 não foi revogado pelo 238, tanto é que Lula está preso pelo 637. Além do mais o art. 283 é inconstitucional porque ele procura “reescrever” um inciso constitucional por uma lei ordinária, sem os tramites e quorum de uma emenda constitucional. Além do mais a redação do art. 238 não permite a interpretação que querem dar, de só permitir a prisão após o transito em julgado.

            Art. 283. Ninguém poderá ser preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente, (observe essa vírgula) em decorrência de sentença condenatória transitada em julgado (além do mais para que escrever “ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente”, podia apenas escrever sentença condenatória transitada em julgado) ou, no curso da investigação ou do processo, em virtude de prisão temporária ou prisão preventiva.

            O original inciso do art. 5º cláusula petrea inclusive:
            LXI – ninguém será preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada de autoridade judiciária competente, salvo nos casos de transgressão militar……

            Uma Lei ordinária não pode modificar um inciso da Constituição. Faz-se necessário uma PEC e aprovação de 2/3.

            Interessante notar que a redação desse artigo foi modificado em 2011, no auge do julgamento do mensalão.

            O mais interessante é que estamos discutindo o CPP. Como sabemos o CPP é uma Lei ordinária. Como dizer que é inconstitucional se os defensores da impunidade citam o Código de Processo Penal?

  2. Veja e Folha estão fazendo tentando fazer jornalismo não por ser esse o óbvio objetivo de um orgão de imprensa, mas por motivos pragmáticos =
    1) a folha porque Bolsonaro deixou claro, sem meias palavras, que quer destruí-la.
    2) a veja porque deve ter como projeto derrubar mais um presidente, e assim tentar recuperar o auge da sua força que foi com a queda de Collor, na qual foi a força principal.
    3) e sempre é importante lembrar que o vice de Bolsonaro é Mourão, ou seja, a saída do boçal não vai mudar em quase nada o plano de tornar o Brasil um país sem indústria e só vendedor de comida. Com Mourão, provavelmente a única coisa de diferente é que talvez evitem a venda da petrobrás ( pus um talvez ). Se o vice do boçal fosse um Roosevelt, não tentariam tirar bolsonaro.

    17
  3. Enquanto isso a Folha relata caso de crianças passando fome nas férias escolares. Não no interior do Nordeste ressecado mas em Paraisopolis, na São Paulo da XP que aplaudiu de pé o Moro que prendeu o presidente que mais se preocupou com o combate à fome. No relato da Folha as crianças vão procurar comida na casa da avó. Com a reforma da Previdência nem a avó terá comida para lhes fornecer. Os monstros que estão nos poderes da República brasileira se empenham para diminuir a pobreza matando os pobres de fome. INFAMES

    32
  4. Fatástico!
    “A mídia que cobrava insistentemente a autocrítica do PT está presa ao seu passado, à banalização dos escândalos, ao protagonismo político, e a perda de credibilidade no bojo de uma crise universal dos modelões tradicionais de mídia.”
    Cadê a autocrítica da mídia?
    Hoje por estar entre a Europa e o Brasil e não ter rabo preso com a nossa corrupção cotidiana, o EL PAÍS já é mais importante que “O Globo” e o “Estadão” juntos!
    E poderia levar até Juiz Espanhol a decretar prisão de brasileiros por corrupção!
    Fizeram isso com Pinochet!

    24
  5. Nassif, vc está na ilha dourada onde a vida mundana difere de tudo o que existe neste país. O dinheiro aí jorra e a moral e diferenciada. Trabalhei durante um bom tempo aí fazendo uma feira de antiguidades no Gilberto Salomão e vi coisas de arrepiar desde os tempos do
    collor. É muito comum aí ouvir a frase ( sabes com quem estás falando). A moral de Brasília serve somente para Brasília e fim de papo.

    13
    • Um vendedor de queijos conta que certo dia em Brasilia parou um carro na sua frente e o cidadão levou todos os queijos que ele tinha para vender, na hora de pagar o cidadão insistiu pagar em dinheiro……

  6. JK foi o presidente que decidiu que o Brasil não seria apenas um país agrário (como boa parte da elite da época achava), mas também industrial – que não seria só o país da carroça, mas também produtor de carro. Isso é um marco. Mas, como ninguém é perfeito, o maior erro de JK foi Brasília. Claro que provavelmente havia a objetivo de que Brasília representaria um país que ia rapidamente ao primeiro mundo, numa cidade criada por um gênio da arquitetura. Mas o que aconteceu na prática foi que Brasília distanciou a classe política do Brasil e tornou-se a cidade onde mais escancaradamente se vê os opostos sociais quando se compara Brasília com uma de suas cidades satélites. E ao mesmo tempo iniciou a decadência do Rio, com o baque de uma hora pra outra a cidade perder o status de capital do país. Se JK tivesse usado o dinheiro gasto em fazer Brasília pra reestruturar o Rio, teria sido muito mais vantajoso pros cariocas e pro país como um todo.

    • Não, Brasília não foi um erro de JK.
      O Rio de Janeiro, enquanto capital federal, estava tão corrompido que precisava de um respiro.
      Talvez intentasse um Brasil novo.
      Mas, não adianta montar uma casa nova, ampla e bela levando as tranqueiras e habitantes da casa velha.

  7. DESPUDOR FICOU MAIS EVIDENTE DEPOIS DAS
    DENÚNCIAS DO THE INTERCEPT, JÁ QUE ALGUNS HERÓIS
    de repente ficaram lívidos – suas róseas bochechas embranqueçeram
    talvez porque desmascaradas….

  8. Pois é minha gente… Não é de hoje que o reinó chamado Brasília’ é o centro e a matriz do ‘esbulho nacional, séde dos mafiosos lesa-pátria, vendilhões de nossas riquezas e escárnio para com o resto (povo) do País’, pois, me lembro ter cobrado do Senador licenciado candidato ao Governo de Minas, Sr. Itamar Franco há muitos anos, em uma reunião para se apresentar como candidato em Patos de Minas, com o apoio do Prefeito Arlindo Porto, na sala da Acipatos presidida por eu à época, o que poderia e deveria ser feito para se corrigir os ‘desmandos e a corrupção desenfreada’ nos Poderes públicos e no comando da Nação, pois, havia chegado a um ponto tal que era comum a gente ouvir sempre que ocorria em nosso meio, gente da família comentar: “acabaram-se os problemas de fulano de tal, pois, conseguiu uma ‘COLOCAÇÃO’ em Brasília”, pelo que me respondeu: “concordo em número, gênero e grau’, mas, infelizmente, a coisa está tão arraigada que é difícil, se não impossível, fazer qualquer coisa para corrigi-la’!!!… Isto já naquela época (década de 80).
    Aproveito para parabenizar ao Sr. Luis Nassif por sua reportagens e artigos claros e pertinentes com a nossa situação atual. Tem demonstrado grande coragem em suas análises bem fundamentadas, e, me faz lembrar a trajetória do pequeno/Grande Homem e Estadista Tancredo Neves que, apesar de sempre ter sido abertamente contra o ‘golpe de 64’, não tiveram (os golpistas da época) meios ou quaisquer lacunas para jogarem contra ele, mercê sua inteligência, coragem, conhecimento, e, sobretudo um Moral elevado e isento de máculas. Parece que a história está se repetindo, não, meu caro Luis Nassif ?… Continue sendo esse baluarte da ‘verdade e dos bons princípios’… O País está precisando e muito!!!… ACORDA BRASIL !!!
    Abraços a todos.

  9. Os jornalixos já estão no limbro da História, se lambuzaram tanto de fezes que sente-se o o fedor a quilometros……..só faltam deitar…….

    A maio burrice foi levar o centro do poder para o cú do mundo, ali os usurpadores se sentem como pintos no lixo…..aliás, ainda tem aquele barco ancorado no qual iam se servir de moçoilas de vida fácil? A mais perfeita tradução desse antro…..

  10. O interessante notar, com relação à súmula vinculante 13, uma guinada no que diz respeito aos cargos políticos. Antes, a súmula não exauria as hipóteses de nepotismo. Mas, de repente, principalmente por indicados pelo PT, houve uma atenuação de se aplicar a súmula a cargos políticos, o que podemos considerar: nomeações de desembargadores nos estados-federados, secretariados, etc… essa mitigação da súmula pode ser claramente vista aqui:
    http://www.stf.jus.br/portal/jurisprudencia/menusumario.asp?sumula=1227

    Ou seja, garantiria filhos (as) de ministros do supremo, num chamado nepotismo cruzado, vou aqui dito recíproco, nos outros entes da Federação. Essa mitigação é a certeza de que estamos numa capitania hereditária.

    Impressionante!

  11. Alto lá seu Nassifão,não se faça de inocente útil.Quem jogou a Veja,vide Editora Abril, no esgoto “financeiro” foi vosmece.

  12. Brasilia; Sylvia Plath

    Will they occur,
    These people with torso of steel
    Winged elbows and eyeholes

    Awaiting masses
    Of cloud to give them expression,
    These super-people! –
    And my baby a nail
    Driven, driven in.
    He shrieks in his grease

    Bones nosing for distance.
    And I, nearly extinct,
    His three teeth cutting

    Themselves on my thumb –
    And the star,
    The old story.

    In the lane I meet sheep and wagons,
    Red earth, motherly blood.
    O You who eat

    People like light rays, leave
    This one
    Mirror safe, unredeemed

    By the dove’s annihilation,
    The glory
    The power, the glory.

    ÷÷÷÷÷÷========÷÷÷÷÷÷÷

    Elas acontecem? –
    essas pessoas com torso de aço
    cotovelos alados e órbitas

    Esperam missas, massas
    de nuvens que concedem expressão,
    Essa super-gente! –
    E meu bebê um prego
    enfiado, enfiado.
    Ganindo em sua banha

    Ossos fuçando distância.
    E eu, quase extinta,
    Seus três dentes cortantes

    Abocanham meu dedão –
    E a estrela,
    História velha

    Nessa rua encontro ovelhas e carros,
    Terra vermelha, sangue de mãe
    Ó, tu que comes

    Pessoas como raios de luz, deixe
    só este
    a salvo do espelho, sem redenção

    Com a aniquilação da pomba,
    A glória
    O poder, a glória.

  13. Acho que Brasília hoje é o símbolo maior da barbárie que se instalou no país do futuro. O anjo da nossa história já morreu de ataque cardíaco de tanto contemplar nossas misérias. As instituições perderam qualquer transcendência, o dinheiro venceu, a civilização acabou.

  14. E aqueles três juízes do Supremo, hein?
    (Barro, Fucks e Facin.)
    Na verdade, são só três Luízes mesmo, né? 🙂
    (Contando com o Perdão e a Exceção do Luis Nassif.)
    ——-
    Já os 3 do trf-4 são mesmo Huguinho, Zezinho e Luisinho (não confundir o último com os Luizões acima, muito acima…), como muito bem assinalou o Nassif: suas falas são iguais, pensam igual, um completa a frase do outro.

  15. Especulando, discretamente, a opinião popular, fico sabendo que não houve golpe, Lula foi preso porque fizeram um acordo com os empresários (deve ser as empreiteiras), e Moro prendeu Lula porque haviam provas, não conseguem formar uma opinião clara sobre as divulgações do Intercept, bolsonaro vai melhorar o país, isso e outras coisas nos meus ouvidos incrédulos do nível da desinformação e confusão do brasileiro médio tanto do interior de SP quanto no Centro-Oeste. Que o céu não nos caia sob a cabeça.

    P-s: pelo whatsapp tem um bom resumo feito pela jornalista Leneide Duarte-Plon sobre uma palestra de Jessé de Souza há algumas semanas no IHEAL em Paris. A palestra dele deveria ser melhor divulgada.

  16. De fato, Maria Luisa,
    a população está cega e desonrientada. Não tem a menor noção do que aconteceu ou acontece, a não ser que tudo foi culpa do PT mas que com o bozo tudo vai melhorar, ainda que demore.

  17. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome