Temer recua e concede reajuste para o Bolsa Família

Jornal GGN – Depois de negar o reajuste de 9% previsto por Dilma para os beneficiários do programa Bolsa Família, o presidente interino, Michel Temer, voltou atrás e autorizou um aumento de 12,5%.

O reajuste de 9% havia sido concedido pela presidente eleita por meio de um decreto publicado no dia 6 de maio, uma semana antes da votação pela admissibilidade do processo de impeachment no Senado Federal. A justificativa do interino é que o Planalto avaliaria os “cortes promovidos pelo governo anterior para poder conceder o reajuste”.

Dilma disse que a atitude era mesquinha. “Não pagaram o reajuste do Bolsa Família, de 9%, que nós tínhamos deixado os recursos e aprovado direitinho, todas as condições para ser pago. Aí vocês vejam, quanto custa isso? Custa menos de R$ 1 bilhão, mas ao mesmo tempo vão e aumentam o deficit e dão aumento para todos que lhe interessam, que montam na casa de R$ 56 bilhões. Para o povo pobre, R$ 1 bilhão é muito; para os ricos, R$ 56 bilhões é pouco. É esse o governo da desigualdade, da mesquinharia com o nosso povo. Não pagar o reajuste do Bolsa Família é uma mesquinharia com o povo pobre desse país”.

Da Agência Brasil

Temer anuncia reajuste de 12,5% do Bolsa Família e R$ 700 milhões para educação

Por Pedro Peduzzi

O presidente interino, Michel Temer, participa hoje (29) de uma cerimônia para anunciar a liberação de R$ 700 milhões em recursos para a educação básica e superior. De acordo com o Planalto, o valor do reajuste a ser aplicado no programa Bolsa Família será de 12,5%.

No último dia 17, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário havia informado que o pagamento dos benefícios referentes a junho seria feito sem o reajuste de 9%, previsto para ser aplicado a partir deste mês, conforme anunciado anteriormente, na gestão da presidente afastada Dilma Rousseff.

O reajuste de 9% no Bolsa Família foi concedido pelo governo anterior por meio de um decreto publicado no dia 6 de maio, uma semana antes da votação do processo deimpeachment de Dilma no Senado. Na época, o governo disse que o valor médio do benefício pago para 13,8 milhões famílias passaria de R$ 162 para R$ 176 mensais.

Em justificativa apresentada para não pagar o reajuste, o governo Temer disse que estava avaliando os cortes promovidos pela gestão anterior para poder efetivar o aumento. No mesmo dia, em ato no Recife (PE), Dilma classificou como “mesquinharia” o não pagamento do reajuste.

Agenda

Temer se reúne às 10h30 com o ministro do Esporte, Leonardo Picciani. A cerimônia de liberação de recursos para educação básica e superior está marcada para as 11h30 e contará com a presença do ministro da Educação, Mendonça Filho. Às 15h, Temer receberá o líder do PMDB na Câmara, deputado Baleia Rossi (PMDB-SP) e o diretor do Hospital do Câncer de Barretos (SP), Henrique Prata. Em seguida se encontra com o deputado Jerônimo Goergen (PP/RS).

*Matéria atualizada às 11h10 para incluir percentual de reajuste do Bolsa Família

3 comentários

  1. Quem diria… Agora o PIG só noticia…

    Isso seria UMA GRITARIA NO PIG, SERIA TRATADO COMO UMA HERESIA SE TIVESSE SIDO FEITO PELA MÃOS DE DILMA NAS CONDIÇÕES ATUAIS DA ECONOMIA!

    IRRESPONSABILIDADE seria o termo mais leve…

    Os empresários estariam cuspindo fogo…

    A CBN iria noticiar em tom agressivo isso que agora é APENAS NOTÍCIA…

     

  2. Ninguém agrada a gregos e

    Ninguém agrada a gregos e baianos. Afinal, como o interino quer ser lembrado? Como o decidido vingativo, porém flexível? Como o ‘espera um pouco que vou confabular com meu conselheiro Cunha’? Como o interino maleável iôiô? Ou como o ‘decorativo da frase feira – O importante é que emoções eu vivi’?

  3. Quantos não estão recebendo mais o Bolsa Família?

    É o que eu gostaria de saber: quantos foram cortados para receber o Bolsa Família? Que eu saiba os 9% de aumento de Dilma seria para os 47 milhões de beneficiados, agora esses 12,5% vai para quantos? Conheço muita gente que já não recebe mais o benefício. Esses que não recebem estão “P” da vida com Temer.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome