Nasa realiza concurso para levar poemas a Marte em nova sonda

A Agência Especial Norte-americana (Nasa) abriu um concurso mundial para escolher três poemas que serão embarcados na sonda Mars Atmosphere and Volatile Evolution (Maven), que será enviada em novembro deste ano ao planeta Marte para estudar a atmosfera do planeta. A iniciativa, chamada “Going to Mars” (“Indo para Marte”, em tradução livre), é organizada pela Universidade do Colorado e vai receber inscrições de poemas até o dia 1o. de julho. A escolha das três composições será feita em votação popular via internet, que começará dia 15 de julho e terá duração de duas semanas. Além dos poemas vencedores, a Nasa também vai embarcar em um DVD os nomes de todos os participantes da iniciativa.

Para participar, os candidatos terão que compor poemas obrigatoriamente em inglês e no formato haicai japonês – estilo métrico que contém três linhas, com cinco, sete e cinco sílabas, respectivamente. A coordenadora da campanha, Stephanie Renfrow, explica que a definição do formato se deve à popularidade do gênero nos Estados Unidos, à sua simplicidade e ao seu tamanho. Os interessados em apenas ter seu nome registrado no DVD que levará os poemas junto à sonda Maven só precisam se cadastrar no site.

“Com essa ação, queremos estimular pessoas de todo o mundo a se conectar com o espaço, com a exploração espacial e com a ciência”, afirma Renfrow. “Nosso objetivo é promover a interação entre ciência e literatura e estimular a criatividade no público em geral, da mesma forma que a primeira fase da campanha fez entre os estudantes”, diz, referindo-se à campanha similar feita para escolher a ilustração que vai integrar a missão. De acordo com a organização da iniciativa “Going to Mars”, já foram registrados mais de 10 mil nomes e quase cinco mil poemas.

Todo o material embarcado com a sonda orbitará o planeta vermelho durante seis anos, período em que a Maven vai explorar a atmosfera superior de Marte e buscar novas pistas para compreender o processo de desaparecimento da água na sua superfície. Depois desse período, o que deve acontecer por volta de 2020, a sonda Maven, juntamente com a ilustração, os três poemas e todos os nomes dos participantes, será destruída ao penetrar a atmosfera de Marte.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador