Canção ao exmito, por Marília Moreira

Nossos campos têm mais valas, Nossa vida tem mais dores.

Luis Martins Sete

Canção ao exmito

por Marília Moreira

Nesta terra de palmeiras,
Já não canta o sabiá;
O abutre cacareja,
Cloroquiiii, cloroquiná.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas cepas mais sabores,
Nossos campos têm mais valas,
Nossa vida tem mais dores.

Em cismar, sozinho, à noite,
Já não há prazer, não há;
Nesta terra de palmeiras,
Já não canta o sabiá.

Um enxame de vexames,
Atacou o palmeiral;
Em cismar – sozinho, à noite –
Já não há prazer, não há;
Nesta terra de palmeiras,
Já não canta o sabiá.

Ah, permita Deus que eu viva,
Para ver cair do altar
Essa ave de rapina
Que se empoleirou por lá
Faz titica e cacareja,
Cloroquiiii, cloroquiná.

Marília Moreira é atriz e escritora

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome