As previsões do dream team da economia, por Emilio Chernavsky

do Brasil Debate

As previsões do dream team da economia

por Emilio Chernavsky

O baixo crescimento do PIB e projeções frustradas não têm impedido que analistas do mercado e a mídia continuem a reverenciar a equipe formada por Meirelles e Ilan Goldfajn

Desde que assumiu, a equipe formada pelo ministro da Fazenda Henrique Meirelles e pelo presidente do Banco Central Ilan Goldfajn e por seus auxiliares diretos tem sido largamente celebrada pela maior parte dos analistas do mercado financeiro e da mídia especializada, que a ela com frequência se referem como “dream team” da economia, o time dos sonhos.

Não obstante os aplausos, os resultados alcançados têm estado distantes daqueles que manchetes publicadas desde então tais como “A decolagem da economia” (Isto É Dinheiro, 22/07/2016) sugeriam. Com efeito, a despeito de partir de uma base deprimida por dois anos de profunda recessão e desfrutando de um cenário externo favorável e de um apoio no Congresso que o governo anterior nunca teve, o PIB em 2017, primeiro ano completo do governo Temer, registrou um crescimento pífio  de 1% que, mesmo pequeno, somente foi possível graças ao avanço recorde da produção agropecuária e à tímida expansão do consumo no ano proporcionada pela liberação dos saldos das contas inativas do FGTS, eventos que não se repetirão em 2018.

O baixo crescimento frustrou as expectativas da própria equipe econômica que em 2016 previa, no mês de agosto quando da apresentação da proposta orçamentária pelo Ministério da Fazenda e um mês depois quando da divulgação do Relatório de Inflação pelo Banco Central, expansão bastante maior, como vemos na figura abaixo. Esta mostra que não apenas as previsões sobre o PIB se mostraram imprecisas, mas também aquelas referentes à inflação.

O erro nas previsões sobre a inflação, que resultou ser bem mais baixa do que o previsto pela equipe econômica, é produto de um crescimento econômico que também foi menor do que o previsto. Hoje essa equipe promete uma retomada vigorosa em 2018 que é, todavia, ainda incerta.

Nem essa incerteza nem a frustração com o crescimento de 2017 têm impedido, contudo, que os analistas citados continuem reverenciando o dream team.  Isso não deve surpreender se considerarmos que o discurso da equipe continua a refletir largamente as preferências desses analistas quanto ao tipo de sociedade a ser construído e às políticas econômicas a serem seguidas. Assim, talvez esse seja mesmo o time dos sonhos. Deles.

Emilio Chernavsky – É doutor em economia pela USP

Crédito da foto da página inicial: Antônio Cruz/Agência Brasil

 

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

LUIZ VALENTIM

- 2018-03-14 11:25:35

A realidade é cruel com esses mentirosos

Nos programas televisivos volta e meia as jornalistas relatam que recebem resmungos de seus telespectadores que a realidade não apresenta nenhum nexo com o que os economistas e comentaristas organicos estam dizendo.

Os comentaristas  vivem futucando seus entrevistados sobre a reclamação que recebem de que a vida normal não está sendo nada disso que elesestam divulgando.

i Ai os entrevistados deitam falaçam desprovida de ciência se apegando a generalizações para defender suas falsas teses.

Nada como o dia depois do outro . Nada como a realidade nua e crua para desmistificar esses arautos da bonança..

Esse "des"governo está sendo vitima de suas prórias escolhas.

E não adianta bater bumbo dizendo que antes estava tudo errado.

O cidadão comum quer saber é do hoje e das perspectivas do amanhã. 

A inflação dos combustiveis, do gaz, dos plans de saúde, da energia elétrica ;  o desemprego e , pior os juros do crédito pessoal , do cartão decrédito e do cheque especial na estratosfera é que está ditando o humor da sociedade  brasileira que foi atormentada por essa gangue que tomou de assalto o poder.

Policarpo

- 2018-03-14 01:58:04

O que analistas de mercado

O que analistas de mercado pensam ou falam não se deveria escrever, mas no Brasil, para nossa desgraça,não só se escreve como se publicam em forma de falsa ciência, essas supersticiosas e interessadas opiniões, e pior, não só se publicam como são recebidas pelo pobre, desprotegido e indefeso público com uma incompreensível reverência. Se o distinto público soubesse de que é feito esse cozido nunca entraria no restaurante. Mas tudo isso talvez não seja exatamente uma novidade, no entanto parece que durante o processo de impeachment (e mesmo já antes dele) a enganação e o autoengano chegaram a um ponto como poucas vezes vimos acontecer antes em nossa história econômica. Talvez só a defesa da ancora cambial do Gustavo Barroso no primeiro FHC tenha despertado tanta irracionalidade e falsa ciência quanto a análise dos problemas da economia brasileira e a maneira correta de resolvê-los que apareceram na época do impeachment, das certezas anunciadas de recuperação da economia e do investimento no Brasil, o céu de brigadeiro projetado, a tara pelo "centro da meta" e suas propriedades curativas, corretoras e saneadoras, ou seja, um verdadeiro tour de force. Como contra fatos não há argumentos, a verdade factual de que nos falava a velha filósofa veio desmascarando as fraudes e a falsa ciência anunciada pelos falsos profetas e seus divulgadores na grande imprensa.

Ivan de Union

- 2018-03-13 22:54:42

Alguem aqui sabe que o"Dream

Alguem aqui sabe que o"Dream Team" original, que incluia ate mesmo Magic Johnson, perdeu praticamente TODAS as partidas que jogaram?

Andre Araujo

- 2018-03-13 22:32:37

https://jornalggn.com.br/fora

https://jornalggn.com.br/fora-pauta/o-projeto-rentista-e-a-falencia-do-pensamento-economico-nacional-por-andre-araujo

Otimo artigo. Um "dream team" de dois estrangeiros, um porque ancorado em Boston e Nova York, onde tem sua base residencial e outro, sequer é brasileiro nato, os dois em qualquer situação complicada podem mudar-se para outro pais em 12 horas. Como é possivel se aceitar que um Pais civilizado permita que se mantenham 26 milhões de familias com desempregados ou subempregados para levar fazer a inflação chegar na meta?  Como eles acham que essas familias sobrevivem? Nas piores condições que alguem pode imaginar, se um decimo de um por cento cair no crime já

se explica a violencia no Brasil de hoje, provocada por esse tipo de "dream team".

O "projeto rentista" atende a uma minuscula parcela da população a custa da desgraça dos milhões não rentistas.

Grande parte da culpa cabe à midia que faz louvaminhas e esses dois mediocres.

Uma politica contracionista no meio de uma recessão forte JAMAIS fara o Pais crescer, as micro oscilações entre um mes e outro existem em qualquer recessão e NÃO significam o fim do ciclo, que jamais acabará com esse politica QUE DEPENDE DA RECESSÃO PARA MANTER A INFLAÇÃO NA META.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador