Início Análise

Análise

Bacha revela baixo apreço pelos fatos, por César Locatelli

Entretanto, quando, do alto de sua posição de celebridade nacional, mistura sua ideologia conservadora com dados econômicos falseados, temos um problema.

(Procurando somar) Uma breve história da 3a. via no Ocidente, por Gunter Zibell

Em alguns países (México, França, Colômbia, Chile) algo como Nova Política rendeu bons frutos. Em outros (EUA, Reino Unido, Itália) rendeu uns sustos. E em alguns (Alemanha e Canadá) é o ambientalismo que que cresceu na agenda de discussões

O 12FLOP, o nem-nem e o balde de água fria na terceira via, por...

A flopagem também mostra que, cinco anos após o golpe, as forças de esquerda, apesar de toda a pancadaria, não estão mortas e sepultadas, como muitos gostariam. Como a Fênix, a esquerda renasce. Está bem viva, ao que parece.

Intervenção militar no governo militar? Fechamento do STF com STF acovardado? Golpe no meio...

Eles não querem “romper”, pois já romperam em 2016 e 2018. Querem manter a institucionalidade porque necessitam de uma máscara de legitimidade

Por que os manifestantes bolsonaristas estão cada vez mais à vontade nas ruas?, por...

Uma narrativa midiática construída a partir de dois eixos: (a) Bolsonaro é um bicho acuado e com medo de ser preso; (b) A economia vai mal porque temos um presidente que não quer trabalhar. A missão é blindar a agenda neoliberal.

Boletim do JN 07-09: JN coloca impeachment no colo de Bolsonaro. Governo subiu no...

Na edição do dia da Independência, JN crava o impeachment e dá um “tchau, querido” a Jair

7 de Setembro: a República prostrada, por Aldo Fornazieri

Quem pensar que Bolsonaro pode ter algum gesto de moderação ou negociação engana-se. Até pode fazer algum aceno, mas será para ganhar fôlego visando atacar novamente. Qualquer condescendência ou concessão a Bolsonaro favorecerá o caminho do golpe.

Bomba semiótica da Anvisa é o ‘esquenta’ para o 7 de setembro, por Wilson...

Estratégia semiótica com as digitais da comunicação alt-right: polissemia, novidade, efemeridade, movimento e imprevisibilidade.

O tamanho do estrago das Fake News, por Letícia Sallorenzo

As últimas pesquisas divulgadas trazem alguns números que deveriam estar tirando o sono de todo e qualquer marqueteiro que vai trabalhar em 2022

Miséria e pobreza explodem com Bolsonaro, por Paulo Kliass

Apesar da inegável contribuição da pandemia para explicar o atual quadro de aprofundamento das condições de vida dos menos favorecidos, o fato é que tudo tem início ainda em 2015, quando a estratégia do austericídio tomou conta da área econômica

Guerra do Afeganistão: um enigma e quatro hipóteses, por José Luís Fiori

Um texto de 2010, que deixa ver que a derrota já estava definida há 11 anos

Capitalismo à Brasileira, por Fernando Nogueira da Costa

Há bastante evidências de o capitalismo, baseado em mercado de ações, comportar-se como um “tigre de papel”. Parece ser poderoso ou ameaçador, mas, na verdade, se mostra ineficaz e incapaz de enfrentar competições

Alta dos juros deve gerar gasto de R$ 217,3 bilhões em 12 meses, por...

Caso as expectativas do mercado financeiro se mostrem acertadas, guardadas as devidas proporções, o arrocho monetário será mais severo do que aquele perpetrado entre 2013 e 2015

Luiz Fux e o abuso discursivo de Bolsonaro, por Letícia Sallorenzo

O que Bolsonaro faz chama-se firehosing. Por mais incrível que pareça, tem fundamento científico.

Autonomia Financeira e Dependência Tecnológica: Baixe o Livro, por Fernando Nogueira da Costa

Boa notícia: autonomia financeira. Má notícia: dependência tecnológica. Desafio: eleger um governo não negacionista da Ciência & Tecnologia!

Renda efetiva das famílias ainda acumula perdas de R$ 50,6 bilhões, por Lauro Veiga...

A queda nos rendimentos e o desempenho sofrível do mercado de trabalho, diante de dificuldades evidentes para a retomada de fato das contratações, aliado à suspensão do auxílio emergencial entre janeiro e abril deste ano, explicam a forte retração ainda acumulada pela renda das famílias

O inferno da repetição é o que ardeu nas chamas da estátua do Borba...

Sincronicamente, Bolsonaro encontra-se com deputada da extrema-direita alemã: articulação da extrema-direita internacional como arma, sempre em stand by, aguardando os futuros momentos mais agudos do Grande Reset Global do capitalismo.

Uma escolha difícil 4, por Eliara Santana

O primeiro ponto é que o editorial fala do “medo” de Lula e Bolsonaro, mas a maior parte do texto é sobre Lula, ou melhor, é para defenestrar Lula, falar de corrupção ligada somente ao PT e a Lula.

O golpe militar no labirinto de espelhos da guerra semiótica criptografada, por Wilson Ferreira

Cenário de dissonâncias para apagar as pistas do verdadeiro golpe que já ocorreu, contando com o efeito Heisenberg midiático e as fraquezas do “terreno humano”: explorar o pecado da vaidade de jornalistas que buscam vantagens pessoais e profissionais.

Evento ‘Cyber Polygon 2021’, os segredos de polichinelo de Snowden e o Estado-Plataforma, por...

Quem ganha com esse segredo de polichinelo do “vazamento”? A fusão público-privado na cyber militarização do espaço, da qual participam, por exemplo, Elon Musk com o StarLink e SpaceX.

Leia também

Últimas notícias