Visto como investimento seguro, o ouro está em falta no mercado

Commodity é a mais usada como hedge entre grandes investidores, mas súbito aumento da demanda faz com que mineral tenha oferta reduzida

Cotação bate recordes, e alta demanda levou metal a ser artigo raro. Foto: Reprodução

Jornal GGN – Quando a bolsa de valores apresenta momentos de grande instabilidade, é comum que os grandes investidores migrem parte de seu capital para ativos considerados mais seguros, como forma de proteção. E o ouro é o ativo mais procurado para essa proteção.

E considerando o recente ciclo de queda generalizada no mercado financeiro por conta da pandemia do coronavírus pelo mundo, não é de se surpreender que o preço do ouro no exterior tenha disparado.

Apenas no dia 25 de março, a onça-troy (equivalente a 31 gramas, aproximadamente) ter chegado a US$ 1.660,80 no dia 25 de março, o maior patamar em onze anos.

Mas qual o motivo dessa disparada? Os investidores veem o ouro como uma proteção tanto contra a variação das carteiras de renda variável, como contra a desvalorização do dólar.

E com essa corrida por segurança, a demanda por barras de ouro aumentou de tal forma que já falta minério no mercado.

A maioria das refinarias na Europa está fechada por conta do isolamento necessário para o combate ao coronavírus, e todo o setor produtivo na África do Sul foi completamente fechado, uma medida considerada sem precedentes em 150 anos na história da mineração do país.

Além da tensão na produção, também está mais difícil transportar o minério. O setor é muito dependente da aviação, e os voos comerciais têm sido cancelados com frequência.

Os poucos voos existentes possuem um limite de ouro a ser transportado, e não é possível obter seguro por mais de um determinado valor em qualquer avião. Mas não é inédito que países enviem escoltas militares armadas para conduzir seu ouro pelo mundo.

O transporte desacelerou a tal ponto que, na Rússia, o envio de ouro para o exterior passou a demorar cerca de uma semana. Em condições normais, o transporte é diário.

Leia também:  Banco Central zera estimativa para o PIB brasileiro em 2020

A restrição no fornecimento aumentou os preços dos títulos futuros de ouro no mercado de Nova York, ao ponto de o spread entre a negociação futura nos Estados Unidos ficar muito mais cara do que a entrega imediata do metal, em Londres.

Tudo indica que o mercado futuro de ouro passará por um grande ajuste no curto e médio prazo, pelo menos enquanto a pandemia global do coronavírus gerar incertezas sobre os negócios.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. Índios
    (Legião Urbana)

    Quem me dera ao menos uma vez
    Ter de volta todo o ouro que entreguei a quem
    Conseguiu me convencer que era prova de amizade
    Se alguém levasse embora até o que eu não tinha

    Quem me dera ao menos uma vez
    Esquecer que acreditei que era por brincadeira
    Que se cortava sempre um pano de chão
    De linho nobre e pura seda

    Quem me dera ao menos uma vez
    Explicar o que ninguém consegue entender
    Que o que aconteceu ainda está por vir
    E O FUTURO NÃO É MAIS COMO ERA ANTIGAMENTE

    Quem me dera ao menos uma vez
    Provar que quem tem mais do que precisa ter
    Quase sempre se convence que não tem o bastante
    Fala demais por não ter nada a dizer

    Quem me dera ao menos uma vez
    Que o mais simples fosse visto
    Como o mais importante
    Mas nos deram espelhos e vimos um MUNDO DOENTE

    Quem me dera ao menos uma vez
    Entender como um só Deus ao mesmo tempo é três
    E esse mesmo Deus foi morto por vocês
    Sua maldade, então, deixaram Deus tão triste

    Eu quis o perigo e até sangrei sozinho, entenda
    Assim pude trazer você de volta pra mim
    Quando descobri que é sempre só você
    Que me entende do iní­cio ao fim
    E é só você que tem a cura pro meu vício
    De insistir nessa saudade que eu sinto
    De tudo que eu ainda não vi

    Quem me dera ao menos uma vez
    Acreditar por um instante em tudo que existe
    E acreditar que o mundo é perfeito
    E que todas as pessoas são felizes

    Quem me dera ao menos uma vez
    Fazer com que o mundo saiba que seu nome
    Está em tudo e mesmo assim
    Ninguém lhe diz ao menos obrigado

    Quem me dera ao menos uma vez
    Como a mais bela tribo
    Dos mais belos índios
    Não ser atacado por ser inocente
    Eu quis o perigo e até sangrei sozinho, entenda
    Assim pude trazer você de volta pra mim
    Quando descobri que é sempre só você
    Que me entende do início ao fim
    E é só você que tem a cura pro meu vício
    De insistir nessa saudade que eu sinto
    De tudo que eu ainda não vi
    Nos deram espelhos e vimos um mundo doente
    Tentei chorar e não consegui

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome