fbpx
domingo, agosto 18, 2019
  • Carregando...
    Início Cultura

    Cultura

    Crimes do Futuro? (I), por Izaías Almada

    A própria eleição presidencial de 2018 foi uma farsa. Tudo indica que essa farsa foi descoberta e ainda teremos grandes surpresas.

    Mando o poema, com amor/na dentição do Pastor, por Romério Rômulo

    Enquanto isso, entrementes / 157 mil / o Pastor pagou nos dentes / com nossa moeda vil.

    Thamires Tannous lança seu segundo álbum autoral neste 8 de agosto, em São Paulo

    O show acontecerá no Sesc 24 de Maio, em São Paulo.

    Os biólogos dialéticos: genética e ideologia, por Bekah Ward

    Resenha do livro “Não em Nossos Genes: Ideologia, Biologia e Natureza Humana”, por Richard Lewontin, Steven Rose e Leon Kamin. Lewontin também é conhecido por sua obra “O biólogo dialético“, em parceria com Richard Levins.

     Cabra me arrespeite, olhe a cor do pano!

    Marinalva canta A COR DO PANO de J. Cavalcante e J. Mendonça. Resgate de Luciano Hortencio.

    14ª Mostra Mundo Árabe de Cinema, de 7 a 14 de agosto, no Cinesesc

    No total, 12 filmes serão apresentados, sendo quatro inéditos e sete dirigidos por mulheres, com temas relacionados aos desafios enfrentados no Mundo Árabe, tal como a crise de refugiados.

    B.Negão: “O Brasil nunca teve uma democracia plena”

    B. Negão está sempre com a faca nos dentes. E mesmo nos momentos mais tensos, como quando teve um show interrompido pela Polícia Militar dia 27 de julho no município de Bonito (MS), diz que está pronto para qualquer batalha.

    Violência e intolerância são sinais de repressão, diz cineasta argentino

    Em filme premiado, Benjamin Naishtat conta os momentos vividos pela sociedade pouco antes da ditadura de 1976 da Argentina. Ao GGN, relata que cenário pode se repetir

    Clássico e popular dão o tom ao novo álbum do Trio in Uno

    Os músicos chegam ao Brasil para o show de lançamento no dia 13 de agosto, no Blue Note SP

    “O bobo está nu”, por Bruno Quintella

    O rei diz não querer saber de mais nada e abre a própria fábrica de roupas virtuais. Quer produzi-las apenas entre ele e seus ministros reais. Mas o bobo mantém sua agenda de pacotes e piadas sem graça. Quer e precisa de novas medidas. 

    Conto para ninar corvinhos, por Wilson Luiz Müller

    Estamos vendo um bando de corvos sobrevoando nossas cabeças. Quando batem as asas faz um barulhinho gostoso, que faz a gente querer dormir: Zás – trux – fux. Estão voando em círculos, farejando carniça.

    De uma escrita no inverno II, por Maíra Vasconcelos

    Aqui não há vivalma. Tudo se parece a um espaço enorme e cinza, ou um lugar apenas nublado como dias de inverno.

    Crônicas sem fábulas, por Eliseu Raphael Venturi

    As coisas, ou seja, as relações, as políticas, os direitos, seguiam, então, um tanto "vergonhosas", mas, sabíamos, "vergonha" já não era dos melhores conselheiros há um tanto

    Dê cá o pé, papagaio louro!

    Aldair Soares interpreta PAPAGAIO LEAL de Hugo Lisboa. Resgate de Luciano Hortencio.

    Bolsa de mulher, por Janderson Lacerda

    No primeiro encontro surpreendi-me quando ela retirou de sua bolsa um hacker que conseguiu explicar-me como obteve acesso às mensagens ilícitas de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol.

    Lista de Livros: O Rendimento e suas Fontes, de Karl Marx

    "A terra se torna fonte de renda fundiária, o capital, a fonte do lucro, e o trabalho, do salário."

    Cenas do primeiro Sarau GGN em BH

    Hoje, a partir das 17 horas, estaremos no Bar da Esquina. Amanhã, na segunda resistente. Aqui, cenas do primeiro sarau com grandes músicos

    Músicas do itambacuriense Baim, comentário de Antonio Neves

    Músicas do itambacuriense Baim, Cristiano Baim Guedes.

    D’artangnan D’ourinol episódio 9, por Rui Daher

    "O pretendente juris(im)prudente? O Presidente Insano Primeiro? Ele atormentou todas minhas noites dormentes. Não, editor prepotente e decadente"

    O amor não se obriga e nem se implora…

    "Mas me digas pra que chorar. E me digas pra que penar. Se conforma, não chora. Que o amor não se obriga, nem se implora"

    Mais comentados

    Últimas notícias