Combustíveis atingem maior valor médio semanal desde 2004

 
Jornal GGN – De acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), os preços médios da gasolina, etanol e diesel aumentaram na semana encerrada na última sexta (13), atingindo o patamar mais alto desde o início da série histórica medida semanalmente pela agência, em 2004. 
 
A gasolina ficou mais cara pela segunda semana consecutiva e teve preço médio de R$ 3,773 por litro, um aumento de 0,29% na semana. Já o diesel chegou a uma média de R$ 3,085 o litro, crescimento de 1,28%, e o etanol atingiu R$ 2,193, alta de 1,75%. 

 
 
Na semana passada, durante o anúncio da inflação oficial do país, os técnicos do IBGE afirmaram que os combustíveis deverão pressionar a inflação de janeiro.
 
A gasolina começou a subir com mais intensidade em dezembro, quando a Petrobras reajustou o preço do combustível nas refinarias. Em sete semanas, o valor da gasolina aumentou 2,95%, sendo que, ao longo de 2016, a alta foi de 3,3%, abaixo da inflação medida pelo IBGE. 
 
Segundo a ANP, foram consultados 5.667 para medir o preço médio da gasolina, 5.092 para o valor do etanol e outros 3.535 postos para o diesel. 
 
Em outubro do ano passado, a Petrobras adotou uma nova política de preços para os combustíveis nas refinarias. No último dia 5, a estatal decidiu reajustar o preço do diesel e manter o da gasolina. 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

5 comentários

  1. Para a Globo o aumento da
    Para a Globo o aumento da gasolina năo contribui para o aumento do preço da cesta básica….deve ser por isso que a emissora que articulou o golpe de Estado não aponta o aumento do preço dos combustiveis quando faz suas reporcagens sobre aumento de preços. Por outro lado a classe me(r)dia năo bate panelas nem estampa adesivos pornográficos nos carrões, como aquele contra Dilma. Se bem que estão felizes, uma vez que o objetivo não era combater a corrupçao e muito menos melhorar a economia e sim trocar um governo eleito por qualquer um que fosse: para os trouxinhas do Fora Dilma balançando o esqueleto naquela dancinhs na praça, tá de bom tamanho serem governados pelo crime organizado que tomou de assalto o poder.

    Como dizia minha avó, quando a cabeça não pensa o corpo padece.

  2. Segundo o JN

    não é aumento, é “avanço”… mude o léxico Nassif.

    Na boa: a classe mérdia, talvez também atingidos pela alta de combustíveis (no caso do diesel, sentiram a “boa novidade” mais diretamente os e as que possuem caminhonetes “possantes”) que inevitavelmente também irá refletir-se no aumento desenfreado das outras mercadorias; esses e essas merdinhas foram a tropa de choque principal que foi pra ruas endossar o golpe contra Dilma, a “anta” que mereceu um adesivo canalha e violentamente agressivo quando reajustou o preço da gasolina em 6 centavos em 2015.

  3. E continuando a entrega da
    E continuando a entrega da Petrobras Pedro Total PArenti agendou uma visita francesa na RLAM Refinaria da Bahia que sera vendida de porteira fechada juntamente com osTerminal Msdre de Deus e as tubovias mas o Sindicato ficou sabendo antes da visita e promoveu um trancaço na porta da Refinaria fazendo com que os visitantes desistissem da visita…Se o preço dos combustiveis estao alto imagina so quando privatizsrem a Petrobras

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome