CVM pode investigar Petrobras após anúncio de Bolsonaro

Empresa perdeu R$ 28 bilhões em valor de mercado no Brasil depois que presidente usou redes sociais para anunciar troca de comando na estatal

Jornal GGN – A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) cogita a abertura de um processo administrativo contra a Petrobras para investigar a nomeação do general Joaquim Silva e Luna para a presidência da estatal.

O anúncio foi feito na última sexta-feira (19/02) pelo presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais, cumprindo assim as sinalizações dadas sobre “mudar alguma coisa” na estatal. Entretanto, a divulgação derrubou o valor de mercado da estatal em R$ 28 bilhões na bolsa de São Paulo, além de afetar o preço das ações em Nova York.

A mudança de comando na Petrobras tinha sido indicada por Bolsonaro em sua live semanal, quando reclamou dos reajustes de preços na gasolina e no diesel, afirmando que “alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias”. A intenção de efetuar mudanças na estatal foi confirmada na sexta-feira, durante evento em Pernambuco.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, a CVM pretende avaliar se o anúncio acompanhou as regras de divulgação de fatos relevantes que venham a afetar as ações de uma empresa negociada no mercado financeiro. Esse processo é considerado usual, para avaliar se as regras para o combate a abusos e assimetrias de informações estão sendo cumpridas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora