Parabéns São Paulo pelo seu adversário, por Rui Daher

A primeira “Entrevista Clube dos Garotos”, ainda com patrocínio das Estampas Eucalol, foi com o então candidato a prefeito de São Paulo, João Doria Júnior, publicada em 12 de julho de 2016, neste BRD, espúria incrustação do GGN.  (https://jornalggn.com.br/usuario/rui-daher?page=4)

Alguém se lembra? O episódio terminou mal. Nestor, em avançado estado etílico, incentivado pela excelente qualidade do uísque oferecido pelo anfitrião, confundiu Doria com Chiquinho Scarpa. O candidato ficou, digamos, fulo da vida, desfez-se do cashmere sobre os ombros, e tacou uma bola de golfe na testa do solerte repórter.

Contive-os. Já previa que os paulistanos o elegeriam, na esperança de que Deus, um dia, os faria à imagem e semelhança de João ou até mesmo de Chiquinho. Ilação óbvia.

Pois bem, alguns meses depois, vitorioso já no 1º turno (confesso que isso não previ), o engomado Doriana Júnior foi eleito alcaide da capital do estado que é governado por Geraldo “Sílaba” Alckmin.

Logo que tomou posse, em 1º de janeiro, pôs mãos dos outros às obras. Hoje participará das comemorações dos 463 anos da cidade. A programação cultural é boa e impossível ter sido contratada por ele em prazo tão curto.

Doriana Júnior convidou seu secretariado e alguns amigos e amigas da sociedade paulistana ou aqui radicada para uma programação paralela. O BRD, Blog-Boteco Rui Daher teve acesso exclusivo e publica:

06:30 – Sessão de embelezamento fitoterápico nos salões do Clube Harmonia (pede-se que os participantes já venham com banho tomado e necessidades fisiológicas realizadas);

07:30 – Partida das limusines para o Hotel Emiliano São Paulo;

08:00 – Preleção de Doriana para encomendar a alma do anfitrião ausente por força-maior;

08:15 – Oração ecumênica e simultânea em agradecimento às oferendas postas à mesa;

08:20 – Se o efeito Babel tiver deixado confusos os participantes, porta-vozes serão escolhidos para falas individuais;

08:30 – BREAKFAST;

09:15 – Mutirão solidário na cozinha do hotel para ajudar os funcionários na lavagem de louça (não é necessário levar avental, a atividade será simbólica e durará cinco minutos);

09:20 – Deslocamento para o Clube Militar;

10:00 – Palestra do coronel da reserva Prudêncio Alves sobre o tema: “Se precisarem, estamos aqui”;

11:00 – Missa na Catedral de São Paulo. A homilia será lida pelo jurista Ives Gandra da Silva Filho. Coral Opus Dei;

12:00 – Visita ao Palácio dos Bandeirantes, onde o governador Geraldo Alckmin silabará em homenagem à ca-pi-tal-do-estado-que-mal-governa-e-bem-explica;

12:30 – Almoço no Clube Paulistano, com degustação de vinhos escolhidos pelo sommelier Manoel Beato, seguida de cardápio elaborado em conjunto pelos chefs Erick Jacquin, Alex Atala e Borbão da Vila Prudente. Tema: “Um pouco de populismo não faz mal a ninguém”. Para efeito exemplar ao tema, não haverá serviços de garçons. Os convidados deverão se servir diretamente na cozinha. Pede-se formação de fila, observando critérios da FIESP;

15:30 – Visita ao MASP conduzida pelo grafiteiro-guia Zeca das Marginais, que a cada obra explicará o que é “arte de rua”. Nota da Redação do BRD: não tivemos acesso ao teor da carta enviada pelo artista inglês Banksy sobre o que pensa de Doriana Júnior”;

17:00 – Exposição em Paraisópolis da secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Soninha Francine, sobre seus planos para evitar o constrangimento dos moradores de ruas e favelas com suas precárias instalações;

18:00 – Hora da Ave-Maria no Pico do Jaraguá, com participação dos Jovens Meninos da Graded School;

18:30 – Coquetel e corridas de cavalos no Jockey Club de São Paulo. De forma criativa, mesmo não sendo esses seus nomes nas competições normais, cavalos e éguas correrão com o nome dos convidados, para as devidas homenagens e brincalhonas apostas;

21:00 – Jantar nas próprias dependências do Jockey. Cardápio: Hay préparé sous diverses formes. Sobremesa: Mottes de sucre brûlé. A tarefa foi proposta às crianças que concorrem no Master Chef, e o júri será formado por Carlos Brown, Ivete Sangalo e Lulu Santos;

23:00 – Início da vigília em Interlagos para lançamento da candidatura de Roberto Justus à Presidência da República.

Bom proveito! 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

9 comentários

  1. a tragédia

    Á tragédia é que os ridículos não se vêem como tais e a ignorantalha acha chic ter  representantes “à altura”. Pobre (de espírito) gosta mesmo é de luxo, por falso que seja, não é, Joãozinho Trinta? Muita ironia ainda terá de jorrar sobre eles.. Só quando alguma novela da Globo apontar o ridículo o país estará a caminho da redenção.

  2. parabéns…..

    Caro sr. Rui, foi a incompetência da esquerda que deu de mãos beijadas o controle da cidade a Dória. Mas não venham com “aquele papinho” que a culpa é do povo. Humildade e menos hipocrisia, esquerda burra. A mesma cidade que “inventou” a esquerda brasileira, a nova esquerda trabalhista do PT, que sonhou e acreditou em milhares e milhares de mentiras não concretizadas, primeiramente no governo Erundina. Decepção. Nova tentativa com Martaxa, quero dizer Marta fins de semana em Paris. Desculpe, quero dizer “Marta traiu Dilma pulou fora e abraçou o golpismo”. Errei novamente é apenas Marta.  Limitada e irrisória Marta. Mas mesmo assim mais um crédito de esperança e veio Haddad. Ninguém fez o sucessor, ninguém se reelegeu. Ninguém cumpriu 1 milésimo do prometido. Está na hora da esquerda se emendar?

    • Se o prefeito eleito tem como

      Se o prefeito eleito tem como projeto tornar linda uma cidade horrorosa é porque está cidade não tem problemas maiores, não? Se não tem é porque a gestão anterior trabalhou direitinho.

  3. Barrados no baile.

    Rui vou te contar um causo

      Afinal me disseram que era boca livre.  Eu cheguei pontualmente, mas na Esquina da Estados Unidos com a Augusta, eu fui barrado. Talvez seja esta cara de argelino que eu tenho.

    Não adiantou  mostrar minhas credenciais nativas, pois ele me alertou que nem com Green Card.  Fiquei injuriado, mas a Filó me lembrou que poderíamos ir  a Liberdade lá no Paulistano da Glória. 

    Mas a caminho da Liberdade passando pela Sé, lembrei do Arns, e me assustei quando vi um Careca lendo a homília, ou seria a humilha, pois a seu lado tinha um monte de gente chic, com terno gravata, e cruzes. Meu sangue tremeu de novo, será que era  a inquisição? Um deles se aproximou e eu fui logo dizendo que minha mãe era católica. Mas desta vez ele não pediu o visto.

    Passei incolúme,  mas achei a cidade mais cinza.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome