Eleições EUA: protestos no Arizona são marcados por pessoas armadas

No estado tradicionalmente republicano, as manifestações acontecem em torno do departamento eleitoral do condado de Maricopa.

Foto: REUTERS/JIM URQUHART

Jornal GGN – Com as apurações das eleições presidenciais americanas inacabadas, protestos se espalham por todo o país. No Arizona, estado onde o democrata Joe Biden tem vantagem de 1,4% sobre o republicano Donald Trump, manifestantes estão armados, alguns, fortemente armados com fuzis, informou a BBC News nesta noite de sexta-feira, 6.

No estado tradicionalmente republicano, as manifestações acontecem em torno do departamento eleitoral do condado de Maricopa. Em um cenário surpreendente, com 93% votos da região apurados, Biden lidera a corrida à Casa Branca.

Em Maricopa, os protestos contra os democratas tem sido liderado por Alex Jones, que está por trás de um site conservador “conhecido por propagar teorias das conspiração”. Aos gritos, este grupo de manifestantes ataca diretamente a presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi.

Ontem, um apoiador  Biden, usando material de campanha, também foi vaiado enquanto passava sozinho em meio aos manifestantes. No entanto, um grupo de mulheres presentes gritou a sugestão para que ele recebesse um abraço e todos ficassem calmos.

No Arizona, o porte de armas em público é permitido. Contudo, apesar de muitas pessoas armadas, os protestos em Maricopa seguem pacíficos. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora