Maranhão registra primeiros casos da cepa indiana da Covid-19

Os contaminados são seis tripulantes que chegaram ao estado a bordo do navio MV Shandong da Zhi, vindo da África do Sul fretado pela Vale para entregar minério de ferro na capital São Luís

Reprodução

Jornal GGN – O Maranhão registrou nesta quinta-feira, 20, os primeiros casos oficiais da cepa indiana (B.1.617.2) do novo coronavírus no Brasil. 

De acordo com o secretário de saúde estadual, Carlos Lula, os contaminados são seis tripulantes que chegaram ao estado a bordo do navio MV Shandong da Zhi, vindo da África do Sul fretado pela Vale para entregar minério de ferro na capital São Luís.

Segundo ele, só foi possível fazer o estudo genômico em seis dos 24 tripulantes, pelo Instituto Evandro Chagas, e todos testaram positivo para a cepa indiana. 

“A variante já estava presente em 51 países e aqui na América do Sul só estava presente na Argentina. O Brasil acaba sendo o segundo país da América do Sul com confirmação da cepa”, afirmou o secretário.

Dentro do navio ainda estão 14 tripulantes com Covid-19, sendo dois com sintomas leves e 12 assintomáticos. Outros nove não foram diagnosticados com a doença.

O secretário também afirmou que 100 pessoas que tiveram contato com esses infectados serão testadas, acompanhadas e isoladas.

“Eu queria afirmar que todas as medidas estão sendo tomadas, a tripulação está toda isolada e o navio não tem permissão para atracar”, disse Carlos Lula.

Pela independência do jornalismo

Em razão da nossa atuação crítica e independente, entramos na alça de mira do ativismo judicial e da guerrilha digital. Para seguir em frente e ter condições de enfrentar esse momento caótico, precisamos mais do que nunca da colaboração das pessoas que acreditam e se nutrem de nosso trabalho. Se junte a família GGN, em nome da democracia, da expressão de contraponto e da liberdade de imprensa. Acesse: https://www.catarse.me/jornalggn

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome