A pedido de Bolsonaro, Queiroga prioriza encontros com políticos

Articulação política foi orientada pelo próprio presidente; em quase dois meses e meio, ministro se encontrou com 44 deputados e senadores.

Foto: Divulgação

Jornal GGN – O governo de Jair Bolsonaro tenta contornar as dificuldades enfrentadas na CPI da Pandemia aumentando sua articulação: em dois meses e meio, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga já se reuniu com 44 deputados e senadores – enquanto o ex-ministro Eduardo Pazuello realizou 35 encontros nos seis meses em que comandou a pasta.

A informação foi revelada em levantamento elaborado pelo jornal O Globo, sem considerar as presenças em comissões da Câmara e do Senado Federal. Alguns dos encontros contaram com mais de um parlamentar, assim como os políticos se encontraram com os ministros mais de uma vez.

O atual ministro foi elogiado por diversos políticos por ser considerado mais acessível do que Pazuello, embora ainda precise transformar esse bom diálogo em ações.

Queiroga depôs para a CPI da Pandemia no começo de maio, mas os integrantes da comissão criticaram as respostas evasivas e consideraram seu depoimento insuficiente. Por isso, um novo depoimento foi programado para a próxima terça-feira.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome