Atendendo evangélicos, Doria autoriza lei que cria dia para orar pelos políticos

Governador de São Paulo autorizou ainda criação de lei que institui o Dia da Escola Bíblica no Estado e datas comemorativas para duas denominações

Jornal GGN – O governador do Estado de São Paulo, João Doria, autorizou a criação de leis atendendo ao público evangélico, como mostra a edição do Diário Oficial de quarta-feira (31).

A que mais chama atenção foi proposta ainda em 2018, pelos então deputados Chico Sardelli e Reinaldo Alguz, ambos do PV, que é o Dia de Oração pelas Autoridades da Nação, toda a terceira segunda-feira do mês.

“A Bíblia fala que toda autoridade é levantada por Deus, mesmo aquelas que nos fazem perecer. Fala também para orarmos pelas nossas autoridades, para que elas exerçam um governo justo e estratégico, para que promova o bem de todos e a nação prospere”, diz o texto da lei.

“Pedimos que o povo passe a orar e não criticar as autoridades constituídas no estado de São Paulo e por toda a nação Brasileira. Temos observado que a prática da oração e a intercessão pelas pessoas trazem resultados extraordinários, surpreendentes e até milagrosos, para os que creem”, escreveram Sardelli e Alguz.

Além dessa lei, passa também a fazer parte do calendário de datas comemorativas de São Paulo o Dia da Escola Bíblica no Estado, que será comemorado todo ano no terceiro domingo do mês de setembro.

A proposta é de autoria do deputado Gil Lancaster (PSB). Para ele, a homenagem tem caráter “pedagógico, cultural e religioso”, fazendo referências a criação da primeira Escola Bíblia, em 1737, por John Wesley na Inglaterra.

“Faz parte da maioria das igrejas protestantes, sendo essencial na conservação da família e estudo dos preceitos bíblicos”, diz Lancaster no texto da proposta.

O governador Doria autorizou ainda a criação de duas datas comemorativas à criação do Dia da Assembleia de Deus Ministério de Madureira e do Dia da Igreja Sara Nossa Terra, que passam a ser celebradas em 15 de novembro e 7 de setembro, respectivamente.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora