Em reunião dos Brics, Bolsonaro promete divulgar lista de países que compram madeira ilegal

Segundo o presidente, o sistema que a Polícia Federal desenvolveu pode rastrear o DNA das madeiras apreendidas e a lista vai revelar os tais países que compram madeira ilegal da Amazônia.

Jornal GGN – Em discurso na cúpula virtual dos Brics, que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, o presidente Jair Bolsonaro disse que vai divulgar lista de países que compram madeira ilegal. Além disso, o mandatário criticou a politização da pandemia.

A promessa feita deve se concretizar nos próximos dias. Segundo o presidente, o sistema que a Polícia Federal desenvolveu pode rastrear o DNA das madeiras apreendidas e a lista vai revelar os tais países que compram madeira ilegal da Amazônia. “Muitos desses países são os mais severos críticos no tocante ao meu governo. Com essa lista essa prática vai diminuir e muito”, disse Bolsonaro, sem especificar se é a prática da compra de madeira ilegal ou a prática de críticas ao seu governo.

Falando da pandemia, Bolsonaro criticou a “politização do vírus” e defendeu uma reforma na Organização Mundial da Saúde (OMS). Mimetizou o discurso de Trump, de que a entidade mostrou a centralidade nas decisões por parte de algumas nações. “Precisamos reformar os organismos internacionais como a OMS e a OMC”, disse ele.

Disse ele do esforço em sintonia dos Brics em desenvolver uma vacina. No Brasil, a CoronaVac chinesa está sendo feita em parceria com o Instituto Butantan e a Sputnik V russa tem parceria com o governo do Paraná.

O presidente foi polido, já que a CoronaVac é tema central em sua desavença política com o governador de São Paulo, João Doria, do PSDB.

Com informações do Correio Braziliense.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora