O orçamento secreto do governo Jair Bolsonaro

Para aumentar base no Congresso, governo federal compra tratores e equipamentos por preços até 259% acima do valor de referência

MARCELLO CASAL JR / AGÊNCIA BRASIL

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro estruturou um Orçamento paralelo no final do ano passado, como forma de aumentar sua base de apoio no Congresso Nacional. Com R$ 3 bilhões em emendas, boa parte delas direcionadas para a compra de tratores e equipamentos agrícolas superfaturados.

A revelação foi feita pelo jornal O Estado de São Paulo, a partir do conjunto de 101 ofícios encaminhados por deputados e senadores ao Ministério do Desenvolvimento e órgãos vinculados. Os valores envolvidos nas aquisições são até 259% maiores do que os preços de referência no mercado.

Tal esquema também passa por cima das leis orçamentárias, uma vez que são os ministros os responsáveis por definir onde os recursos seriam aplicados – e dificulta o controle do Tribunal de Contas da União.

Segundo a reportagem, os acordos para direcionamento do dinheiro não são públicos, atendem a critérios eleitorais. E só ganha quem apoia o governo Bolsonaro. Existem situações que parlamentares enviaram milhões para a aquisição de máquinas para cidades cerca de dois mil quilômetros distantes de seus redutos eleitorais.

Um dos políticos favorecidos pelo esquema foi o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), que determinou o uso de R$ 277 milhões de verbas do Ministério do Desenvolvimento Regional. Seriam necessários 34 anos para o senador indicar esse montante por meio das emendas tradicionais, que garantem o direcionamento livre de R$ 8 milhões ao ano.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora